História Colégio Interno - Interativa - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Interativa
Exibições 62
Palavras 695
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


SÓ TEM CAPÍTULO HJ PQ EU TO SURTANDO COM O CLIPE DE MRS. POTATO HEAD DA RAINHA❤

Capítulo 23 - Capítulo Bônus: Em busca do Wi-fi


— Eu era um bêbado, que vivia drogado... — cantou Patrick batendo seus pés no ritmo da música que ouvia em seus fones.

— Patrick. — Brooke chamou o garoto, revirando os olhos. — Cala a boca!

— Se ele é um...

Antes do garoto responder, um trovão foi escutado sendo seguido por gritos e por um grito escandaloso de Patrick

— Eu acho que vai chover... Só acho! — falou Brooke encarando suas unhas em perfeito estado.

— E eu tenho é certeza! — Falou Charlotte. Mais um estrondo de trovão foi ouvido e Emily se agarrou no braço de Daniel, enquanto Patrick deu um pulo de seu lugar indo parar no colo de Alec.

— ME SEGURA! ME SEGURA! — gritou o garoto histérico. Alec fechou a cara jogando o garoto no chão. — AI SEU SELVAGEM! VOCÊ MAGOOU MEUS SENTIMENTOS!

— Problema seu! — respondeu simplesmente Alec sorrindo sarcasticamente. Patrick bufou indo se sentar ao lado de Izzy que tinha mudado de banco.

Um novo relâmpago soou cortando o céu.

— Aí meu Deus! — murmurou Megan para James. — Espero que o ônibus não derrape e nos mate!

— Não! — exclamou James. — Talvez só chova...

— Espero que o ônibus não atole! — falou Megan e James assentiu.

— ADOLETA, LÊ PÊTI, PÊTI PÔ LÁ, LÊ CAFÉ COM CHOCOLÁ, ADOLETA. PUXA O RABU DO TATU, QUEM SAIU FOI TU. COM A LETRA A-E-I-O-U QUEM MEXER PRIMEIRO É FILHO DO URUBU. — Brincava Candy e Patrick.

— Tempo! Urubu do Glitter! — falou Patrick e então voltou a ser estátua.

— Ah a música da Candy é essa:

Não quero mais brincar, brincar de adoleta

Eu quero

Lê peti peti polá, lê café com chocolát Lê peti peti polá, lê café com chocolát — cantou Izzy provocando Candy que fechou a cara fazendo Patrick dar um grito.

— AHHHHHHH VOCÊ É A FILHA DO URUBU COM GLITTER! — Patrick começou a comemorar mas soltou um grito assim que ouviu o barulho de trovão.

— Eu queria ser uma abelha pra pousar na sua flor! — cantou Rhianoon provocando Brooke que estava olhando a janela deixando sua bunda gorda bem aparente.

— Vai a merda Rhianoon! — falou Brooke se sentando. Rhianoon começou a rir da infantilidade da garota.

— Brooke é muito tonta. — falou Annie  rindo e indo se sentar ao lado se Rhianoon.

— Neh!

Lizzie estava sentada ao lado de Erick, ouvindo toda a sua Playlist de Melanie Martinez. Não tinha Wi-fi ali e ela nak estava querendo gastar seu 3G. É claro, se não fosse por uma notificação avisando que Melanie tinha postado o clipe de Mrs. Potato Head, vulgo sua música favorita.

— AHHHHHHH ALGUÉM ME SEGURA! — Gritou a garota grudando as mãos nos braços fortes de Erick que a encarou sem entender nada. A garota clicou no vídeo mas foi surpreendida por uma mensagem

"Seu pacote de internet acabou. Ligue ou recarregue para obter mais MB por sete dias."

 PARA ESSE ÔNIBUS! PETER PARA ESSE ÔNIBUS! — Lizzie se levantou quase caindo no colo de Erick e correu até o motorista.

Um raio caiu, e a chuva começou. O ônibus... Atolou!

— ESTAMOS ATOLADOS! — gritou Peter fazendo Lizzie arregalar os olhos. Ela tinha que assistir esse clipe.

— AI MEU SANTO SÃO PEDRO DO CÉU COR DE ROSA! — Patrick arregalou os olhos se virando para encarar a janela. Embaixo das rodas do ônibus só tinha lama. E a chuva só aumentava. Lizzie foi até sua mochila de onde tirou um par de galochas rosas e um sobretudo azul escuro. Ela fez um rabo de cavalo e se trocou. Pegou um guarda chuva e sorriu.

— Se o Wi-fi não vem até mim. Eu viu até ele! — Lizzie se apoiou na janela do ônibus e pulou, caindo suavemente sobre a lama que apenas surjou suas galochas. A garota abriu o quarda chuva e começou a correr em uma direção qualquer.

— ELIZABETH! — gritou Enzo, mas Lizzie nem escutou. O povo em geral deram deombros e começaram a sair do ônibus. O ônibus agora está completamente vazio.

— VAMOS ATRÁS DO WIFI! — gritou Alec e a turma começou a andar em direção a chuva.

Achando o Wi-fi, acha a Lizzie e achando a Lizzie acha a treta.

— CRIANÇAS! — gritou inutilmente Peter.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...