História Colégio nada normal - Capítulo 16


Escrita por: ~ e ~hinataUzumaki1Z

Postado
Categorias Hunter x Hunter, Naruto
Tags Killugon, Sasunaru
Visualizações 51
Palavras 1.116
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo mina!!! Demorei né? Kkkk.
Então eu tinha avisado que tinha formatado o cell, e por isso acabei perdendo tudo. E adivinha? Eu consegui recuperar os capítulos de todas as outras fanfics, com exceção de duas; colégio nada normal, e my ligth.
Maass, agr já tá tudo normal!!

Boa leitura!!

Capítulo 16 - Décimo quinto ato.


Gon:

"Senti todos os músculos do meu corpo doreme quando tentei mais um vez quebrar aquelas malditas correntes, porém, como das outras vezes não consegui quebra-las.

Mas, diferente das outras vezes, a corrente nem sequer se mexeu, " que droga!! Por que estou tão fraco? Nem perdi tanto sangue assim….."

Olhei para o lado e só vi o quarto vazio, tentei mais uma vez quebrar as correntes, e ouvi um pequeno estalo, como algo quebrando, mas, a corrente ainda não tinha quebrado, aparentemente só rachou um pouco.

Mais uma tentei quebrar essa corrente do capiroto, mas, dessa vez consegui quebra-la. Me levantei, sentindo minhas quase cederem, se eu não tivesse segurado na parede eu teria caído.

" Ahh, que droga!!! Eu preciso sair daqui, mas, como?", Olho para o lado, e vejo a janela aberta, vou até ela com dificuldade, olho por ela e vejo que era muito alto, mais ou menos uns três andares. "Droga!! Esse é o único jeito de sair daqui. Até porque, se eu fosse pela porta, seria pego na hora."

Olho melhor é não tem nenhum guarda ou alguma coisa do tipo. Quando me certifico que não tem ninguém, pulo da janela, e me seguro em algumas coisas para não cair com tudo no chão.

Mesmo assim, quando entro em contato com o chão, acabo machucando minha perna esquerda. Iguinoro a dor, e olho ao redor, torcendo para que ninguém apareça, já que, se aparecesse, eu não conseguiria lutar.

- Ah, então você está aí._ uma voz soou ao longe, olhei para os lados, porém, não encontrei o dono da voz.

- QUEM ESTÁ AÍ?_ gritei para o nada, tentando não demonstrar que estou machucado e fraco, mesmo que eu saiba que isso é em vão.

- Ah, querido Gon, sou apenas eu._ disse o Naruto saindo do meio das árvores, logo atrás dele, veio o Sasuke, o Itachi e o Killua.

- Ah, são só vocês._ digo, suspirando aliviado._ espera, o que vocês vieram fazer aqui? É perigoso!

- Nos viemos te salvar, não é óbvio?_ perguntou o Uchiha mais novo._ agora vamos, precisamos sair daqui rápido, antes que apareça algu-…

Ele é interrompido por uma carta, que acerta em cheio sua cabeça e o mata. Arregalo os olhos, e viro lentamente minha cabeça o lugar de onde veio a carta, e não tinha ninguém, apenas as árvores…

- NAOOOO!_ Naruto gritou com lágrimas nos olhos, como ele era o que estava mais perto de Sasuke, havia algumas gotas de sangue nele. Lentamente, Naruto se ajoelhou ao lado de onde seu namorado jazia, morto.

- Precisamos ir embora daqui!_ disse Killua, que parecia não ter se abalado com a morte de Sasuke, enquanto Naruto continuava ajoelhado e chorando em cima do corpo do companheiro, já Itachi, estava aparentemente paralisado, olhando aquela cena horrível.

- Sim, precisamos sair daqui._ disse o Uchiha mais velho, depois de alguns segundos._ vamos._ disse ajudando Naruto a se levantar, mesmo que o mesmo não quisesse sair dali.

Não digo nada, apenas vou atrás deles, entramos na floresta, e andamos por cerca de uns dez minutos, até quando vimos uma casa, ou melhor, uma mansão. "Eu estou com um mau pressentimento, algo muito ruim vai acontecer!", olhei para Naruto, que estava sendo carregado por Itachi, e ele parecia ainda estar em choque.

"Droga! Killua, para onde você está nos levando?", continuamos andando, até que adentramos a casa/mansão, "estranho, não sinto a presença de ninguém além de nós."

Continuamos andando, mas, quando passei por uma porta, correntes imobilizaram meus braços e minhas pernas, e por elas fiquei suspenso no ar.

Olhei para onde os outros três estavam, ou melhor, deviam estar. Logo, escuto gritos, reconheci as vozes, eram Naruto e Itachi! "Droga!! O que será que tá acontecendo? Tomara que eles estejam bem!! Mas, espera, e o Killua?"

Olho para frente, e vejo que tem uma outra porta, esta que ainda estava aberta, diferente da que estava atrás de mim, que à pouco havia fechado. Tento com todas as minhas forças quebrar pelo menos uma das correntes que prendiam meus pulsos.

- É inútil._ diz uma voz que eu conheço bem, era ele, era o Killua, "o que ele tá fazendo aqui? Ele vai acabar ficando preso também."

- Sai daqui, ou vai acabar preso também!_ digo mais uma vez tentando quebrar as correntes.

- Ah, como você é ingênuo._ ele diz, negando com a cabeça._ fui eu quem te prendeu aqui!!_ "N-Não pode s-ser! E-ele não f-fez isso f-fez?""

Killua:

"Gon, onde você está? Droga! Nós já estamos lutando contra esses caras à horas, e eles não param de aparecer!"

Estendi minha mão para cima, e então um raio veio em sua direção, e foi matando todos que estavam em minha frente, fazendo um caminho.

- VAMOS POR AQUI!_ grito a eles que logo, correm pelo "caminho" e vou atrás deles.

- Itachi, você consegue fazer uma barreira aqui?_ perguntou Sasuke.

- Sim._ ele disse simples, se abaixou, e logo, um enorme muro de pedra se ergueu em nossa frente.

- Ei, cadê o Naruto?_ perguntei dando falta do loiro idiota. Nos olhamos e olhamos para o muro que ainda se erguia, Sasuke estava pronto para voltar lá para pegar o loiro, quando um flash amarelo pulou o muro, e caiu bem perto da gente.

- Cheguei._ disse o loiro ofegante.

- Ainda bem, agora vamos, não temos tempo à perder._ digo já correndo em direção à minha casa.

O resto do caminho, não houvi mais nenhum inimigo, o que é muito estranho. Até que chegamos até minha casa. Vejo que Naomi me espera na porta de casa.

- Você está atrasado._ ela disse. Logo, sorrindo quando viu que Sasuke segurava o loiro, para que ele não avançasse nela.

- O importante é que estou aqui._ digo inespressivo e com o tom de voz frio._ agora diga, o que quer para soltar o Gon?_ perguntei tentando ao máximo não arrancar a cabeça dela.

- Quero que você se case comigo!_ ela disse, "aii, que voz irritante!!! Urg, pena que eu ainda preciso dela."

- Eu me caso com você, mas, tem que solta-lo primeiro._ digo, sei que se ela não solta-lo antes de conseguir o que quer, nunca vai solta-lo.

- Não é assim que funciona meu querido Kill!_ ela disse._ nosso casamento será amanhã, solto ele na hora da cerimônia. Até lá, você e seus amigos podem ficar aqui._ ela diz virando de costas e indo embora.

Faço um sinal para eles me seguirem, entramos na mansão, e fomos até meu antigo quarto.

- Vai mesmo se casar com ela?_ perguntou o Uchiha mais velho.

- Não, vamos acha-lo antes do anoitecer, e iremos fugir._ digo simplista.

- Falando assim até parece ser fácil._ disse o Uchiha mais novo.

- Não temos escolha, esse plano é o melhor que podemos fazer agora._ diz o loiro, se sentando em minha antiga cama.

- É não temos outra escolha....



Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Bye bye e até o próximo capítulo!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...