História Collège d'amour - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Nooroo, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain, Wayzz
Tags Adrinette, Amor, Confusão, Ladynoir
Visualizações 57
Palavras 1.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, foi mal pelo sumiço, mais aqui está a fic nova. Bjs de nutella. Boa leitura.

Capítulo 1 - 1 - Capítulo - Eu mereço!?


Fanfic / Fanfiction Collège d'amour - Capítulo 1 - 1 - Capítulo - Eu mereço!?

 °•°•°•°•°• 5:00h dá manhã •°•°•°•°•°

Marinette on:

Acordei empolgada hoje e meu primeiro dia de aula na faculdade mais famosas Paris. Me levantei e fui fazer minhas higienes pessoais, depois vesti um vestido colado e curto, azul marinho, uma sapatilha vermelha, e um sobretudo também vermelho, deixei o cabelo solto. Depois fui tomar café, quando terminei já eram 6:00h, então fui escovar os dentes, fiz uma make simples, deixandos meus lábios bem marcados com meu batom vermelho, depois pegei minhas malas, e saí de casa as 6:15, indo em direção a faculdade.

Chegei lá as 6:30, e fui falar com o diretor. Chegei em frente a sua sala bati na porta e ouviu uma voz dissendo "entre" assim eu abri a porta entrei e a fechei denovo.

— Licença diretor eu sou a aluna nova — Disse com educação.

— A sim minha jovem. Marinette não é? — O Diretor me pergunta.

— Sim senhor — Falei outra vez com educação.

— Pois bem esse são seus horários, e aqui está a chave de seu quarto, é o quarto n°7 — Falou sorrindo amigávelmente.

— Obrigado diretor — Disse saindo e fechando a porta.

Olho por papel que o direitor me deu, e vou em direção ao meu quarto. Quando chego abro a porta e entro, era lindo todo branco, com duas janelas, e duas camas encostadas nas janelas, um criado mudo, um abajur, 2 guardas roupas, dois computadores em cima de duas escrivaninhas, e outra janela que dava a vista para o jardim da facul, tudo era lindo, então arrumei minhas roupas no meu guarda roupa e escolhi minha cama, quando terminei era 7:00h, então fui ver meus horários:

Segunda-feira: dás 8:00h as 15:00h.

Terça-feira: dás 8:30h as 15:30h.

Quarta-feira: dás 9:00h as 16:00h.

Quinta-feira: dás 7:30h as 14:30h.

Sexta-feira: dás 8:00h as 14:30h.

Sábados, domingos e feriados não haverão aula.

Nossa vai ser muito puxado, mais ta bom, então resolvi ir pro pátio ver se faço novas amizades. Chegei lá e vi vários olhares pra sim de mim, uns me comendo pelos olhos, outros de inveja, especialmente de uma garota de olhos verdes, morena de cabelo liso, deu pra ver que seu nome era Lila, por causa de seu nome bordado na bolsa que ela usava.

Então sem perceber eu esbarrei em algum e vi que seus livros cairam:

— Ai, me desculpe — Disse ajudando-a a pegar seu livros.

— Tudo bem! Eu me chamo Alya e você? — Disse se levantando e estendendo a mão para me comprimentar.

— Marinette — Disse apertando sua mão e lhe devolvendo seus livros.

— Você é a aluna nova? — Me perguntou.

— Sim e vc? — Pergunto.

— Também, sabe onde e a sala do diretor? — Alya me pergunta.

— Sei sim, eu te levo lá, pode ser? — Perguntei

— Ok — Alya me responde, e vamos andando e conversando.

A Alya e muito legal, espero que possamos ser amigas. Mas como as aulas só começam amanhã eu vou aproveitar e procurar meu amigo Nathaniel.

Quando o achei, ele estava desenhando debaixo de uma árvore, então resolvi ir até ele, assim que chegei lhe disse:

— Nath, o que está desenhando?

— Marinette!? — Disse assustado —Quanto tempo! — Me abraçou.

Depois ficamos conversando até eu resolver, voltar para o meu dormitório. No caminho encontro Alya e ficamos conversando até um garoto loiro vir até mim dizendo:

— Oi gata, vamos ficar? — Ele pergunta.

— Quem você pensa que eu sou? Acha que sou a das suas putas? Pois você está muito enganado — Disse eu muito irritada.

Ele não disse nada, só saiu andando, com uma cara de trouxa. Horas quem ele pensa que é? Que bom que acabou. Depois percebi olhares pra cima de mim, uns de surpresa, outros de raiva e outros de alegria. Que saco esse povo não para de olhar.

Então resolvi ir pro meu quarto quando derrepente sinto alguém me segurando pelos cabelos, e dizendo:

— Olha aqui sua vaca, ele é só meu, e apenas meu — Uma voz feminina fala era a Lila.

— Vaca é você. Agora me solta. E pode ficar com ele eu não tô nem aí pra vocês — Disse e sai.

Quando chegei no meu quarto tive uma surpresa ainda maior, aquele garoto de mais cedo está lá!

— O que faz aqui? — Perguntei surpresa.

— Bom eu sou seu colega de dormitório, prazer meu nome e Adrien Agreste, e o seu? — Ele pergunta.

— Marinette Dupain-Cheng — Digo.

°•°•°Mais cedo 5:00h dá manhã°•°•°

Adrien on:

Acordei fiz minhas higienes pessoais, coloquei uma calça jeans preta, uma blusa verde, e um casaco preto com uma cachecol verde, tomei café, escovei os dente, peguei minha malas e fui pra faculdade. Cheguei lá, falei com o diretor, e fui pro meu quarto, vi as malas da minha companheira de quarto, e pensei (P.A// Acho que nos vamos nos divertir muito//) nesse momento um sorriso malicioso brotou no meu rosto (͡° ͜ʖ ͡°). Depois de arrumar minha coisas, fui falar com o Nino meu melhor amigo. Achei ele no refeitório, lá pelas 7:00h, ficamos conversando até as 8:30h. Então resolvi ir pro meu quarto no caminho vi uma garota linda, não me contive e fui até lá e disse:

— Oi gata, vamos ficar? — perguntei

— Quem você pensa que eu sou? Acha que sou a das suas putas? Pois você está muito enganado — Ela disse muito irritada.

Então eu sai de lá com uma cara de trouxa, mais isso não vai ficar assim eu vou fazer ela ser minha, ela vai delirar, desejar a mim, vou fazer ela gemer meu nome. Depois fui pro meu quarto, depois de alguns minutos, a porta se abre e uma garota então, mais não uma garota qualquer, aquela garota que me deu um fora, acho que as coisas começaram e melhorar pra mim:

— O que faz aqui? — Perguntei surpresa.

— Bom eu sou seu colega de dormitório, prazer meu nome e Adrien, e o seu? — Pergunto.

— Marinette — Ela diz.

•°•°•°•°•°•°•°•°•°Agora°•°•°•°•°•°•°•°•

Narradora on:

São 10:30h da manhã os dois estão no quarto, Mari está estudando em sua cama, e Adrien está no banho. Quando ele sai ele está só de calça e sem camisa, e Mari viu muito bem o peitoral bem definido do rapaz, e ele percebeu:

— Gosta do que vê My Lady? —Pergunta malicioso.

— Eu mereço!? — Diz batendo a mão na testa.

Enquanto ela está distraída, Adrien se aproxima dela e a prende segurando suas mãos na cama:

— O que pensa que está fazendo? — Disse com raiva, mas corada.

— Você vai ser minha, pode apostar — Diz ele com tons de ira e desejo.

— Vai sonhando Agreste — Ela fala com o tom de desafio, e persebe que isso o deixou excitado.

Alguém bate na porta e entra dizendo:

— Mari...nette —Disse Alya — Foi mal, eu volto depois — Disse saíndo corada.

— Alya espera, não é o que vc pensa — Disse Mari se soltando.

Continua....? 


Notas Finais


Foi isso bjs tchau. Me diga n o que acharam. Desculpe-me por qualquer coisa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...