História Collide - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arrow, The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Cisco Ramon, Detetive Joe West, Dr. Harrison Wells, Dra. Caitlin Snow, Eddie Thawne, Felicity Smoak, Iris West, Jay Garrick, Oliver Queen (Arqueiro Verde)
Tags Arrow, Barry Allen, Caitlin Snow, Cameron Dallas, Mackenzie Foy, Olicity, Snowbarry, The Flash
Exibições 347
Palavras 1.637
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Romance e Novela, Sci-Fi, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 35 - In My Veins


Fanfic / Fanfiction Collide - Capítulo 35 - In My Veins

Collide - Capítulo 35

 

"Oh, you're in my veins

And I cannot get you out

Oh, you're all I taste

At night inside of my mouth"

(In My Veins - Andrew Belle)

 

- Ele pode ser o herói de Central City, mas às vezes ele é tão medroso. - Caitlin comenta enquanto lembra da fuga dele depois do beijo. - Mas eu também não posso reclamar. Se eu tivesse os poderes dele eu provavelmente teria feito a mesma coisa. É tudo tão confuso, Snart. - Caitlin diz e suspira.

 

- Eu entendo, mas vocês não podem mais enrolar. Você não vê, Caitlin? Não vê o que está na frente de vocês? É tudo tão óbvio que chega a ser engraçado - Snart comenta.

 

- O que é tão óbvio? - Caitlin pergunta confusa.

 

- Vocês dois. Vocês dois são óbvios. Se negam a acreditar em tudo o que está na frente de vocês, Caitlin! Como vocês podem ignorar algo assim? Um sentimento desses? - Snart pergunta e Caitlin parece ponderar em suas palavras. Ele estava certo, afinal. Aquilo não tinha negação, era inegável, inevitável e o mais importante: Poderoso. Ela sabia que o que sentia por Barry era poderoso, algo além de seus limites, algo que poderia a destroçar, mas também poderia a salvar.

 

Afinal, era isso que Barry Allen sempre fazia: Salvar. Mas ele salvava Caitlin de uma maneira diferente, em uma intensidade diferente.

 

Como poderiam ignorar algo assim?

 

Já era tempo, já era a hora de acabar com aquela espera.

 

- Talvez você esteja certo, Snart. E eu também sei que você me entende quando eu digo que eu não quero estragar o futuro dele. Ele tem 3 filhos, uma vida inteira pela frente com eles. Eu não quero estr...- Ela é interrompida.

 

- Você não vai. Eu prometo. - Snart garante.

 

- Não prometa coisas que não pode cumprir, Snart. - Ela avisa.

 

- Acredite, eu não prometeria se não tivesse certeza. - 

 

- Como você pode ter tanta certeza? - Ela pergunta.

 

- Apenas confie em mim. - 

 

Algumas Horas Depois

 

- O que você quer? - Barry pergunta direto. Não estava no clima de brigar agora, ele só queria pensar.

 

- Só quero conversar. - Snart declara enquanto senta na cadeira em frente a que Barry estava acomodado.

 

- Aconteceu alguma coisa? - Barry pergunta alarmado.

 

- Não, não aconteceu nada. É só que...bom, eu sei que nós não nos damos muito bem, mas eu só quero ajudar vocês. Vocês dois. - Snart diz sincero.

 

- Nós dois? Nós quem? - Barry perguntou confuso. 

 

- Você e Caitlin, obviamente. - Snart diz brincalhão. ­­­

 

- Eu e Caitlin? Em que você quer nos ajudar? - 

 

- Você deveria tomar uma atitude, Barry. Ela não vai esperar para sempre, e acredite quando eu digo que se você não fizer nada, você vai se arrepender em modo que nunca imaginou que iria. - Snart diz e Barry parece pensativo.

 

- Eu sou tão óbvio assim? Porque eu não contei nada para ninguém, não conversei com ninguém, mas você parece saber o que eu sinto. - Barry pergunta inconformado.

 

- Sim, você é bem óbvio. Vocês dois são. Creio que todos nesse prédio estão esperando para você tomar uma atitude. - Snart brincou.

 

- É, todos sabem, menos a pessoa que eu queria que soubesse. - Barry desviou o olhar para o chão.

 

- Faça com que ela saiba também. Faça com que ela acredite em tudo o que você sente por ela, com que ela acredite que vocês merecem uma chance. Apenas faça, Barry. - Snart pede.

 

Os dois ficam em silêncio por um momento.

 

- Eu a amo, Snart. Eu a amo tanto. - Barry diz e passa a mão nos seus cabelos.

 

- Eu sei, Barry, mas não é para mim que você deveria estar dizendo isso. - Snart comenta e se levanta a caminho da porta de saída.

 

- Snart? - Barry chamou e Snart se virou antes de sair. - Obrigado. - Barry agradece.

 

- Sempre que precisar, Flash. - 

 

Estacionamento do STAR Labs - Alguns Minutos Depois

 

A chuva fraca caía insistentemente, Caitlin tentava entrar no seu carro, mas a porta do mesmo por alguma razão não se abria.

 

- Droga! - Ela exclama frustrada com a porta fechada.

 

- Aceita uma carona? - Barry pergunta quando se aproxima dela. Ela se assusta, mas logo se recompõe.

 

- Não, obrigada. É só a porta que não quer abrir. Eu consigo me virar sozinha. - Caitlin disse.

 

- Tem certeza? Já está anoitecendo e a chuva deixou o clima mais frio...Eu aceitaria se fosse você. Posso te levar até lá em um flash. - Barry brincou.

 

- Eu estou bem, Barry. Você pode ir embora, tenho certeza que está cansado. - 

 

- É, eu estou um pouco cansado, mas nada que eu não possa lidar. E eu também queria conversar com você. - Barry comenta e Caitlin se vira para ele, o encarando, pela primeira vez desde que ele a assustou.

 

- Conversar comigo? Sobre o quê exatamente? - Caitlin pergunta desconfiada.

 

- Sobre uns assuntos. Eu falo assim que você aceitar a minha carona. - Barry arriscou.

 

- Eu aceito a sua carona assim que você me falar sobre o que você quer conversar. - Caitlin devolveu.

 

É claro que o estacionamento, no meio da chuva e do frio, não são as condições ideais para falar o que ele queria falar, mas ele sabia que ela não aceitaria a tal carona dele tão cedo, então é mais fácil acabar logo com isso.

 

- Então está bem, eu vou falar. - Barry começou, mas Caitlin o interrompeu.

 

- Quer saber, Barry? Não fale. Eu falo primeiro. Eu estou cansada, sabia? Nós somos melhores amigos, Barry, melhores amigos. Sabe o que isso quer dizer? Quer dizer que não era para eu ter me apaixonado por você, mas você sabe como o mundo tem algo contra mim e sempre me faz fazer burrices. Eu não deveria ter me apaixonado por você, Barry, eu não deveria. Mas eu o fiz. E não tem um dia em que eu acorde sem pensar em você, sem desejar você ao meu lado, porém o que mais dói é que eu sei que eu não posso te ter. Você tem 3 futuros filhos, uma vida maravilhosa e eu tenho certeza que você não quer abrir mão disso, não por mim...- Caitlin é interrompida.

 

- Eu abriria mão de qualquer coisa por você, Caitlin. - Ele diz e ela procura os olhos dele para confirmar que ele realmente disse aquilo. - E ainda temos alguns anos antes deles nascerem, eu não quero desperdiçar esses anos, Caitlin. Quero passá-los com você. Você não vê, Caitlin? Não vê o quanto eu te amo? Não vê o quanto eu tenho que lutar todos os dias contra a minha vontade incontrolável de te ter comigo? E eu não consigo mais lidar com isso, Caitlin. Simplesmente não consigo. - Ele dá uma pausa apreciando a visão da chuva caindo contra o rosto dela. - Eu sei que te amo porque quando eu acordo de madrugada, tudo o que eu desejo é olhar para o lado, ver você e saber que eu estou onde eu deveria estar. - Ele dá outra pausa. - Se eu tivesse que escolher entre você e esperar até o futuro para ver o que acontece, eu escolho você. Escolho você de novo, de novo e de novo. Sem pausa. Sem dúvidas. Num piscar de olhos. - Ele se aproxima dela, mas eles ainda estão em uma distância grande. - Você está nas minhas veias, e eu não consigo te tirar. - Ele termina.

 

E então ele a beija e, Deus, ele poderia jurar que poderia passar o resto de sua vida fazendo aquilo.

 

FLASHBACK DO FUTURO

 

Central City, Ano de 2018

 

Ela conseguia sentir o sangue escapando descontrolavelmente de seu corpo, mas ela não estava com medo. Ela conseguia sentir a superfície dura e fria do asfalto em suas costas, mas aquilo não a incomodava. Ela conseguia sentir os pingos finos da chuva caindo em seu rosto no meio daquela noite escura, mas ela não estava com frio. Ela conseguia sentir a mão dele entrelaçada à dela, e sentia que só aquilo importava.

 

- Cait...por favor, por favor. Fique comigo. - Barry implorava. Seus joelhos doloridos estavam em contato com o asfalto e seu corpo estava inclinado em direção ao corpo de Caitlin.

 

- Barry... - Ela sussurrou com dificuldade na tentativa de acalmá-lo.

 

- Caitlin, você não vai morrer, ok? Você não pode porque ainda temos tanto a fazer. Você não vai morrer porque daqui a alguns meses nós vamos nos casar e vamos ter vários filhos, você sabe não é? E depois nós vamos ser muito felizes, muito mesmo. Você não vai morrer, Cait. Não se atreva a morrer! - Ele exclama exasperado e ela sorri sem forças.

 

- Soa bem. - Ela sussurrou e ele apertou sua mão com mais força ainda.

 

- Sim, soa muito bem. Caitlin, por favor não feche os olhos. Você não vai morrer, nós fomos escritos nas estrelas, não importa quão difícil, inimaginável ou inacreditável pareça, nós eventualmente iremos terminar juntos. - Ele diz e ela faz um grande esforço para olhar nos olhos dele.

 

- Você acredita em destino, Barry? - Ela pergunta depois de ouvir o que ele disse anteriormente.

 

- Apenas quando se trata de você e eu. - Ele responde e depois continua. - Você está em minhas veias, lembra? - Ele diz e ela sorri e fecha os olhos sentindo os pingos de chuva.

 

- Como eu poderia esquecer? - Ela pergunta ainda apreciando a sensação da chuva caindo em seu rosto e do calor da mão de seu noivo entrelaçada à sua.

 

FIM DO FLASHBACK


Notas Finais


AHHHHHHHHHHHHHH, desculpa gente, desculpa mesmo. Eu não postei segunda-feira passada e sei que isso foi uma vacilada, mas eu não consegui terminar esse capítulo a tempo. Vocês viram que é um capítulo bem importante e eu não queria que saísse bosta, então eu espero que eu tenha feito um bom trabalho ;)

Bom, eu estou postando hoje (Domingo) porque eu já demorei demais, e não vou fazer vocês esperarem até amanhã, então....

O que vocês acharam da declaração deles hein? Valeu a pena toda essa espera? Me digam qual parte da declaração vocês mais gostaram <---

Ah, e mais uma coisa que eu esqueci....Ah, lembrei, esse nosso cupido Snart hein. Meu Deus, sempre nos impressionando. E o Flashback? Vocês gostaram? É claro que a Caitlin ficou bem no final, mas naquele momento nois pensou que ela ia deixar nois. Mas ok.

bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...