História Cologne - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Jikook, Namjin, Vhope, Yoonmin
Exibições 124
Palavras 1.115
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Estou de volta com mais um capítulo
Favoritem e Comentem

Espero que gostem
💋💋💋💋

Capítulo 4 - Capítulo 3


Fanfic / Fanfiction Cologne - Capítulo 4 - Capítulo 3

           Acordei por conta dos sons que Yoongi fazia nas panelas. Levantei imediatamente, o que o garoto pensa que está fazendo na minha cozinha? Imagine se ele põe fogo em minha casa, Jin diz que ele adora botar fogo nas coisas. Assim que me aproximei, Yoongi estava indo em direção a sala com uma bandeja em mãos. Na mesma havia bacon frito, ovos mexidos, suco de laranja e panquecas... panquecas caseiras, Yoongi havia preparado aquilo tudo pra mim?

Assim que ele percebeu que eu estava ali, abriu um lindo sorriso branco, acho que eu o peguei de surpresa. Pois ele não esperava que eu estivesse ali de pé, ás oito horas da manhã, com a cara amassada e com os cabelos bagunçados. 

 – Eu ia levar o seu café-da-manhã... desculpe o barulho – ele disse colocando a bandeja sobre a mesa.

 – Aish, isso tudo por causa de ontem ? – me sentei. 

 – Você merece mais que isso. Acordei cedo e pedi a receita das panquecas pro Jin hyung

 Enquanto me deliciava com aquela panqueca com calda, senti o olhar de Yoongi pesar sobre mim. Não me encomodava o fato que ele estava me olhando, mas saber que ele não estava comendo também esse sim me encomodava. Esperei Yoongi se distrair e coloquei um pedaço mínimo de bacon em sua boca e ele apenas sorriu enquanto mastigava, seu olhar estava arrependido.

 Passei as mãos em meus cabelos tentando os colocar em ordem, ele riu, parecia inquieto. Arrumei minha blusa, apoiei meu rosto em um dos cotovelos. Tentei parecer fofo e o fazer sorrir novamente, mas ele abaixou a cabeça, parecia envergonhado, eu queria agradecer pela tentativa falha de me defender, e por ter me feito esquecer os meus problemas. A noite passada foi a única vez que dormi bem durante esse três dias, graças ao abraço aconchegante de Yoongi. Acho que é por isso que ele quase não abraça. Para ser o melhor abraço.

 – Eu não quero ir pra faculdade hoje, preciso ir na escola do maknae, e pedir desculpas – ele sussurrou tirando o celular do bolso. 

 – Concordo

 – O Hobi vai me matar – assenti. 

 – Estou péssimo por saber que o Jeon está afim de uma garota.

 Estava bebendo o suco e quase me engasguei quando ele disse. Pensei em perguntar sobre o quê ele havia dito ontem, mas provavelmente ele não saberia explicar. Apenas terminei de comer meu café em silêncio. 

Yoongi levantou indo em direção à cozinha levando consigo a bandeja, decidi ir tomar banho, ele não iria pra aula, mas eu tinha que ir. Após o banho, vesti roupas quentes, já que caía uma chuva leve, meu velho moletom com o símbolo da universidade serviria pra me aquecer. Saindo do quarto, vi Yoongi sentado no sofá com as roupas da noite anterior, ele me fez companhia durante o caminho. Falávamos sobre a vida e a possível vaga na empresa da família Min, que Yoongi estava negociando com seu pai. 

 As aulas foram exaustivas, porém eu havia dormido bem durante a noite e não tinha nem um pingo de cansaço em meu corpo. Durante o almoço, me sentei sozinho na cantina. Até alguém se sentar ao meu lado, bom, duas pessoas. Quando levantei meu olhar, vi Jungkook e uma menina loira. Aí você deve está se perguntando, como esses dois adolescentes entraram aqui? A resposta é simples e curta. A cantina da universidade é totalmente aberta para o público. Jeon estava com um sorriso largo, e a menina parecia está envergonhada.

 – Jiminie hyung. Essa é a Bon-Mya – disse Jungkook. 

 – Prazer, Kookie fala muito de você – a loira colocou a mão sobre a minha. 

 Minha vontade era pegar aquele hashi e enfiar nos olhos dela, porém minha omma me ensinou ser um cavalheiro, apenas sorri educado.

 – Kookie? – olhei para ele. 

 – Viemos antes da aula, Mya queria muito conhecer você. 

 Pra que? Para a minha pessoa jogar ela na frente de um carro logo depois de esfregar a cara dela em um asfalto quente? 

 – Acho melhor você ir, Jeon. Vai se atrasar pra aula e a sua Omma vai querer descontar em mim. 

– Aish, é mesmo... vamos Kookie– ela pegou na mão dele, e antes de saírem, ela se despediu de mim com um abraço de lado. 

 – Até Jiminie hyung – vê se morre garota. O único que pode me chamar assim é o idiota do Jungkook.

 Fiquei surpreso comigo mesmo, pela minha capacidade de ser frio e não matar aquela menina baixinha. Fora toda a minha raiva, eu tinha que admitir, Bon-Mya era uma asiática bem bonita, loira com a raiz negra. Aquele olhar negro curioso e curvas que deixariam qualquer hetero louco, Jeon Jungkook havia sido uma vítima da beleza dela. E eu não seria capaz de tirar ele dessa hipnose. O tempo de almoço acabou, estava voltando para sala quando Hoseok apareceu impedido meus passos.

 – Você viu aquele filho da puta do Yoongi? – ele parecia bravo. 

 – Ele foi pra casa dele. 

 – Ele está me devendo um anel de ouro branco... espera, não era pra você saber – ele tapou a boca com as mãos . 

 – Que anel, Jung Hoseok? 

 – Aish, eu comprei um anel pro Tae... Você não pode contar pra ele – ele disse rápido. 

 – Anel? Tipo de noivado? 

 – Três anos de namoro merece isso... talvez mais – Hoseok olhou pro chão. 

 – Mas... o que aconteceu com o anel?

 – Quando aquele branquelo tacou todos os meus móveis no chão, o anel saiu da caixa e entrou no ralo. O Namjoon tentou ajudar e você sabe como ele é. 

 – Do ralo para o esgoto, diz que estou errado – dei um tapa de leve na minha testa. 

 – Infelizmente não – ele se forçou a rir – Aigoo.... vou ter que comprar outro anel por causa do Yoongi. 

 Nos despedimos e eu fui para a última aula, me sentei no fundão, onde me aconcheguei na cadeira. Meu celular que estava sobre a mesa, passou a vibrar. Na tela acessa, estava escrito que era uma mensagem do Jeon. Respirei fundo agradecendo que a professora Young ainda não havia entrado na sala. Decidi responder, não havia nada pra fazer mesmo.

Jungkook– VIU COMO ELA É LINDA??? MEU DEUS, ELA SEGUROU MINHA MÃO! ESTOU PIRANDO AQUI [02:26 p.m]

 Jimin– É, ela é linda. [02:29 p.m]

Jungkook– Me diz, onde eu deveria levar ela?[02:34 p.m]

Pra um buraco fundo chamado túmulo – pensei. 

Jimin– Aish, leva ela pra ir ao cinema. Ela parece gostar de filme.[02:38 p.m]


Jungkook– VERDADE! Ela disse que adora ir à cinemas.[02:38 p.m]

 JiminTenho que ir Kookie, te vejo mais tarde [02:42 p.m]

 Desliguei o celular, me segurei para não chorar. A sala estava quase cheia, não podia chorar ali. Droga, droga, droga! Jeon Jungkook estava me jogando no fundo do poço, onde eu não conseguiria sair sozinho. Não sem ajuda. 


Notas Finais


Até o próximo.

Espero receber bastante feedback
Amo vocês 💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...