História Colored Life - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags 5 Seconds Of Summer, 5sos, Luke Hemmings
Exibições 32
Palavras 1.388
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Pink Thoughts


Fanfic / Fanfiction Colored Life - Capítulo 15 - Pink Thoughts

          Amber on

Logo que May entrou no restaurante, acenei para ela. 

- Amber, o restaurante inteiro está olhando para você - sussurrou Michael me envolvendo com um de seus braços. 

Assim que May bateu os olhos em Paty seu sorriso se desfez. Ela desviou os olhos primeiro pra mim, em seguida para Ashton do meu lado e depois Calum. 

- Falei que ela não ia gostar - disse Ashton baixinho. 

- Irmãzinha! - gritou Paty. May arregalou os olhos e com dois movimentos me chamou para ir ao banheiro. 

Levantei. Sem esperar, May agarrou meu pulso e me puxou até lá. Ela parecia muito irritada. 

- O que ela está fazendo aqui? - exclamou estressada. 

- Ela chegou na casa dos meninos e se ofereceu para vim com o Luke, mesmo que até ele não queria que ela tivesse vindo - ela andou, inquieta pelo banheiro. 

- Ta. Tudo bem. Não é tão ruim assim. Calma May... 

- May, vamos só curtir uma noite com os amigos! Tentar nos divertir! 

- É você está certa. Vamos voltar. 

E assim fizemos. Voltamos a mesa. Voltei a me sentar do lado de Michael e May do meu outro lado, ao lado do Ash. 

- E ai May, - começou Paty - Soube que essa comemoração é pra você. E o que estamos comemorando? 

- Nada de mais - respondeu sem olhar para o rosto da loira, mexendo em algo qualquer em cima da mesa. 

- Ah! Diga! Quero ficar sabendo da vida da minha nova irmãzinha! - ela queria provocar. Até o Luke parecia não aguentar mais ouvi-la falar. 

- Paty, por favor, para de me chamar de irmãzinha - respondeu já sem paciência. Todos na mesa estavam tensos diante daquela situação. 

- Tudo bem - fez gestos de rendimento. 

- Então May - tentei puxar conversa. Falei baixo, não queria mais pessoas ouvindo nossa conversa - Posso ir dormi na sua casa?

- Claro - pareceu aliviada por alguém além da Paty conversar com ela.

Cheguei perto para sussurrar em seu ouvido. 

- Vou fazer uma surpresa, digamos um tanto engraçada pro Michael. 

- Que surpresa seria essa? - perguntou na mesma intensidade. Fiz gestos com os dedos dizendo que contaria depois e ela assentiu. 

- Amor - sussurrou Michael, perto demais do meu ouvido, me fazendo arrepiar - Sabia que você ia arrepiar. 

Sorriu malicioso. 

- Já falei pra você não fazer isso em público - falei com os olhos fechados. Eu não era eu mesma quando ele fazia aquilo. 

Percebi os olhos de Paty em cima da gente assim que abri os meus. Ela logo desviou e olhou para Luke, mas o mesmo conversava animadamente com o Calum. 

- Você vai dormir comigo hoje? - Michael voltou a falar baixo sobre o meu ouvido enquanto apertava levemente a minha cintura. 

- Hoje não Mike - respondi tentando controlar a minha respiração - Vou dormir na casa da May, e sabia que a minha mãe gostaria de me ver mais em casa?

- Falando nela, quando você vai me apresentar a ela? - ele já falava mais alto. 

- Em breve. 

- Ihh! - May gritou, chamando a minha atenção - Ta enrolando! 

- O que?

- Fica de olho Mike! - ela falava brincalhona, quanto ela já havia bebido sem eu ter percebido? - To brincando Amber! Relaxa!

- Acho que ela já está um pouco bêbada - Michael voltou a falar baixo.

- O Luke também parece animado - completei. 

May conversava animada com o Ashton e o Luke enquanto Calum dava pequenos comentários. Logo eu e Michael entramos na conversa e nos 6 conversávamos animadamente. 

Percebi Paty revirar os olhos e bem rápido derrubou o copo que estava na frente da May, molhando a sua blusa. 

May se assustou e depois respirou fundo. Sem falar nada ela levantou e saiu andando até o banheiro. 

Paty tinha a maior cara de vitória. Olhei para todos perdidos e fui atrás da minha amiga. Entrei no banheiro. Encontrei May escorada na pia, tentando tirar a cerveja de sua blusa. 

- Não fala nada Amber - balançou a cabeça negativamente - Desde que vi aquela garota passando o decote na cara do Luke, não fui com a cara dela. 

Podia jurar que que na sua fala tinha uma pontada de... Ciúmes? 

- Então no dia que ela apareceu lá em casa com aquele sorrisinho diabólico só me fez ir menos ainda com a cara dela. 

- May, se você quiser ir embora... 

- Não, eu não vou embora  - falou determinada e se encarou no espelho. Depois de alguns poucos segundos de silêncio, ela começou a tirar a jacketa e a colocou em cima da pia. 

- O que você está fazendo? 

- Ninguém mandou ela me provocar - ela tirou a blusa e a colocou de lado. 

May usava um espécie de top por baixo que se passava muito bem por um cropped preto. Ela o ajeitou, fazendo parecer menos top, o que fez, de uma certa forma, ressaltar seus seios, mas não muito.

Pegou a jacketa e a colocou por cima. Por último resolveu soltar o seu meio rabo e bagunçar um pouco o cabelo. 

- Ual... - murmurei - Nunca conseguiria me transformar assim. 

May soltou um sorriso e me puxou para fora do banheiro. Ela parecia mais radiante do que antes. Andou com o rosto levantado até a mesa. 

Quando o Ashton, depois Calum e até mesmo o Luke botaram os olhos nela pareciam hipnotizados, de boca aberta. 

Passei na sua frente e me sentei, só ai percebendo a cara de perdida da Paty. Quem parecia vitoriosa agora era a May. Ela voltou a se sentar. 

Ashton e Calum pareciam impressionados com ela. Nada que eu já não espereva. Mas o Luke, por mais que tentasse disfarçar, não conseguia tirar os olhos dela, deixando Paty mais furiosa ainda. 

E só agora pude perceber que talvez o que May sentia pelo Luke não era ódio, um sentimento além disso, e ele por ela. Só que os dois se escondiam atrás desse sentimento. 

Resolvi parar de pensar nisso e voltar a minha atenção a conversa animada entre todos. 

- Lindo, você pode me levar pra casa? - perguntou Paty se jogando para o Luke. 

- Foi mal, não vim de carro. 

- Você me leva, depois vem buscar eles. 

- Não vai dar. 

- E como eu vou embora? 

- Você se ofereceu pra vim, agora arranja um jeito pra ir embora! - Luke com certeza estava bem perto de bêbado. 

Paty se irritou e saiu batendo pé. Todos demos risadas e voltamos a nós animar. 

(...)

- May... - levantei o braço e cutuquei a perna dela - Acorda... - falei sonolenta. 

- O que foi Amber? - respondeu com a voz arrastada de sono.

Apesar de May ter uma cama de casal, quando chegamos a noite ela a ocupou toda, então tive que ficar com o colchão que estava por de baixo da cama. 

- Seu celular está tocando...

- Não é o meu... - eu cutucava sua perna e ela batia em meu braço. Parecíamos duas zombies.

- É o seu sim... 

- É o seu Amber! - se estressou e virou para o outro lado.

Procurei o aparelho entre o lençóis, o achando no meio de algumas almofadas. 

- Alô? 

- Bom dia gata. 

- Bom dia Mike... 

- Preguiçosa! ACORDA!! - gritou no meu ouvido. 

- Ai Michael - reclamei ainda de olhos fechados. 

- Vamos em um parque hoje a tarde? Tipo, todo mundo?

- Ta... 

- Nos vemos mais tarde gatinha. 

- Hm. 

Murmurei e deixei o celular escorregar da minha orelha. 

- Eu to com dor de cabeça... - May falou baixinho. 

- Também pelo tanto que você bebeu ontem, não esperava menos.

Me sentei na cama. 

- Bebi? Mas só bebi umas... 

- 5 garrafas no mínimo. Tenho um remédio aqui - peguei na mochila - Toma.

Ela se revirou na cama, pegou o remédio e o bebeu com água.

- Que horas são? 

- Acho que bem depois do meio dia. 

- Argh!

- Vamos! - levantei - Você vai me ajudar com uma coisa. 

- Com o que?

- Com isso - peguei na mochila e a mostrei a tinta de cabelo. 

- Uol... É rosa!

 


Notas Finais


Espero que gostem! Gostaria de saber as expectativas de vocês! #Maylum #Maychael #Mayton #Mayke


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...