História Colors - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~NoirAngel

Postado
Categorias Gravity Falls
Tags Billdip, Gravity Falls, Mistério, Revelaçoes
Exibições 223
Palavras 1.286
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Lemon, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Feliz dia das criançaaaaaaas \0/(Vamos fingir que somos crianças u.u)

Bem pessoinhas no meu core♡ Eu ia postar esse capítulo na sexta porque e meu niver heueheu e ai ia dar como presente para vocês:3
Mas como hoje e feriado e eu demorei muito para postar resolvi postar hoje*-*

E como um presentinho para vocês^-^

Eu queria muito agradecer a todos comentários e favoritos♡♡
Me desculpem se eu não responder T.T não e por maldade, eu prometo que vou tentar responder sempre okay??

Queria agradecer meu amor por ter escrito e postado o capítulo anterior*00* ♡♡♥♥

Desculpem essas notas tão grande kkkk.

Mas enfim my "kids" espero que gostem do capítulo e desculpe qualquer erro. :*

Capítulo 5 - Five


Dipper já estava em seu quarto a basicamente umas 2 horas, já estava a noite logo eu teria que ir embora... mas eu precisava que ele acordasse antes.

-Então Bill , desde quando você conhece o Dipp? - Me perguntou a irmã irritante de Dipper.

-Bem nos conhecemos no segundo ano do Ensino médio.  Mas depois eu tive que me mudar... e bem eu me mudei para Gravity Falls. Dipper havia me dito que todo verão vocês vinham para cá mas todo verão eu ia visitar minha avó na cidade dela.- Sorri falso. Eu queria mesmo era mandar ela calar a boca.

-Oh... entendo. Mas porque ele nunca me falou sobre você?

-Digamos que minha reputação não era muito boa, Dipper tinha medo de você não aprovar nossa amizade e querer afastar ele de mim...afinal ele era o único amigo que eu tinha.- Fiz uma voz triste e olhei para o chão.

-Mas Bill você parece ser uma boa pessoa. Não vejo razão de eu não aprovar a amizade de vocês. - ela me olhou com certa tristeza nos olhos.

-Obrigado. - forcei um sorriso- Ele tinha medo de você achar que ele estava te trocando por mim.- Menti.

Mereço um troféu por ser um ótimo ator. Nem eu sabia que atuava tão bem sem usar magia.

-Meu Deus!! Não acredito que aquele mane do meu irmão pensou uma coisa dessas!! Falando assim até parece que eu não tinha amigos!
Mas...enfim Bill eu nunca pensaria isso...o Dipp também era bem sozinho então qualquer amizade seria bem vinda.- Ela segura minhas mãos- Mas agora que vocês moram na mesma cidade a amizade de vocês pode voltar.E eu ja aprovo a amizade de vocês- ela sorri e aperta de leve minhas mãos e depois as solta.

-Sei que você fará muito bem ao Dipp.- "hahaha claro que vou" penso- Uma prova disso foi você trazer ele para casa depois de o encontrar inconsciente e com a cabeça machucada.

"Ela nem imagina que eu que fiz aquilo ao irmão dela , tão ingênua..."

-Não foi nada. Eu só estava pescando quando escutei um grito e quando cheguei la era ele...foi apenas uma coincidência. E como eu ja sabia sobre o Stanford e o Stanley era parente dele , logo o trouxe para cá.

-Você e um anjo na vida dele.- Os olhos dela brilha.

"Sinto muito em te desaponta, mas sou mesmo um demônio na vida dele"

-Obrigado! - finjo estar envergonhado.

Escuto passos vindo da escada, olhou para a mesma e vejo Dipper descendo.

-Dipp!! Que bom que acordou.  Estavamos preocupados com você! - Ela corre em direção a ele e dá um abraço nele.
Eu realmente acho desnecessário isso...mas...

-Hey Mabel.- Ele fala praticamente sem força.- O que aconteceu??- até o momento ele parecia não notar minha presença ali.

-Eu que te pergunto o que aconteceu. Você sai do nada da lanchonete e corre para o meio da floresta sem da satisfação a ninguém!! Eu só não bato na sua cabeça porque ela ta machucada.

-ahn?! Como assim cabeça machu...- Ele toca no curativo em sua cabeça.- O que e isso?- Ele encara confuso sua irmã.

-Eu não sei Dipp,  você que deveria saber! Mas se não fosse por seu amigo você estaria na pior.

-A..migo? Que amigo?.

-O Bill- Ela aponta para mim.

Nesse momento foi como se tudo que tinha acontecido voltasse rapidamente as memórias do meu pinheirinho.

-O que você faz aqui?!- quase que ele me fuzila só com o olhar,  suas palavras saíram "secas".

-Denada.- Falo na maior calma , como se nada tivesse acontecido.

-Eu não vou agradecer pelo que você fez!! Você que fez isso a mim!

-Não Dipp você está errado ele te salvou.

-Me salvou o caralho foi ele quem fez isso com a minha cabeça,  eu me lembro muito bem!! Seu desgraçado! - Ele veio em minha direção,  logo me levantei do sofá e fiquei esperando ele.

-Bro-bro para! Você deve ter batido a cabeça muito forte e por isso ta confundindo as coisas.- ela segura o seu braço.

-Por que você ta defendendo ele?!-ele olha para ela.

-C-como assim Dipp...e-ele e seu amigo.- Ela tava assutada.

E eu só "apreciava" esse momento de irmãos super protetores e blah, blah blah.

-Mabel abre o olho. VOCÊ NÃO TA VENDO QUEM ESSE MONSTRO E?!!!

-Dipper...do-do que você ta falando??

-ESSE NOME NÃO LHE E FAMILIAR?? ELE E O BILL CIP...

Hora de intervir. Estalei meus dedos e fiz tudo ficar cinza. Dipper me olhou confuso mas ainda era possível notar seus olhos fervendo de raiva.

Rapidamente fui para atrás da "irmãzinha querida" dele e enfiei uma de minhas mãos em seu coração ela arregalou os olhos-Bro Br..o o que...- e com a outra sem muito esforço eu arranquei sua cabeça.

-O...oque você...- Ele não conseguiu terminar de falar , logo ele começo a chorar.

Eu simplesmente sorria cínico para ele até porque não me importava com as vidas que eu destruía.
Ele me encarou e logo a raiva tomou conta do seu corpo , ele veio para cima de mim com tudo mas com um chute em sua barriga fez com que ele caísse sentado.

Soltei o que eu segurava e fui em direção a ele me abaixei e puxei seus cabelos para trás o fazendo olhar para mim.

-Se você não quiser que isso aconteça faça tudo que eu mandar e faça todos acreditarem nas mentiras que eu conto ou se não... bem você ja sabe o resultado.- solto seus cabelos e me levanto.

-Porque...porque você faz isso??

-Porque você e meu e também porque você tem algo que eu preciso. E para eu pode pegar isso preciso estar perto de você. E por isso não posso deixar você estragar tudo. E se for preciso eu acabo com a vida te todos que você ama... um por um na sua frente... e eu começarei com ela- aponto para o corpo caido no chão.

-Agora entende eu sou um amigo que você conheceu no ensino médio,  mas eu tive que me mudar. E você nunca disse de mim para a Mabel porque você achava que ela não aprovaria nossa amizade.
Você entendeu??!

Dipper não diz nada dou de ombros e estalo meus dedos novamente e voltamos para a cena em que nos encontravamos antes. Na verdade um pouco antes.

-C-como assim Dipp...e-ele e seu amigo...-ela ainda estava assustada.- Dipp...Você esta chorando??! P-por que?? Eu disse algo que não devia??- ela estava preocupada.

-Não.  E só que... eu me lembrei do Bill...-ele força um sorriso.

Ele vem em minha direção e me abraça.

-A quanto tempo Dipper!! Que Saudades!!- Digo sorrindo e o apertando em meus braços como se fossemos amigos de muito tempo.

Ele coloca seu rosto perto do meu ouvido:

-Você vai me pagar Cipher!-ele sussurra.

-Fica calmo meu pinheirinho o jogo só acabou de começar. - sussuro em seu ouvido.

Separo nosso abraço"amigável", e sorriu para ele.

-Tenho tanta coisa para te contar.

-Ah serio?! Mal vejo a hora de escutar. Mas agora não seria um bom momento pois minha cabeça ainda doi...

-Ah deixa disso a Mabel faz um chá para você, neh Mabel??-pisco para ela.

-Mas e claro.- ela diz se aproximando de nós.

-Então vamos colocar a conversa em dia.- digo sorrindo e puxo Dipper em direção a cozinha.

E Mabel veio logo atrás.

Depois de um tempo ficamos conversando e parecíamos amigos de longa data. Eu detestava isso , e ter que fingir ser uma pessoa boa so piorava... mas sei que vai valer a pena , porque o que vou conseguir com isso não terá preço. Meu pinheirinho como eu tenho sorte de ter você, você nem imagina o quanto e valioso.


Notas Finais


Obrigado por lerem*--*.

Me desculpe se o capítulo não ficou como o esperado.

E bem o Bill vai ser meio Fdp mesmo kkkk mas e só por agora depois algumas coisas vão mudar u.u.

E Bem agora o Bill entrou de vez na história \0/!!
Talvez eu faça mais capítulos com o Bill narrando okay??

Bem e isso pessoas até a próxima :*

E desculpe qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...