História Coma - Imagine J-Hope (Jung Hoseok) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Chanyeol, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, V
Tags Coma, História, Imagine, Imagine J-hope, J-hope, Jung, Jung Hoseok, Você
Exibições 606
Palavras 934
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Pra quem lê Assassinos (link no final pra quem quiser) sabe que eu tava esperando o teclado do meu computar, e agora ele chegou 🎉 é a primeira vez que eu escrevo pelo PC então já sabem...

Boa leitura

Capítulo 6 - Eu posso sentir


 

- Vocês estão bem?- perguntei para as crianças, elas apenas balançaram a cabeça positivamente

- Estamos, obrigado por perguntar!- disse o garoto

- Não precisa ser tão formal comigo..- sorri.- Você é o irmão dela?

- Sou!- ele se levantou

- Vocês se parecem!- ele sorriu

- Você opor acaso viu um caderno rosa por ai?- ele me pegunta

- A sua irmã me emprestou ele..- falei, o garoto me olhou um pouco assustado.- O que foi?

- É que tem coisas pessoais naquele caderno.- ele parecia preocupado

- Não se preocupe! Eu não li. Aliás, aquela letra é sua?

- Sim.- ele responde, e volta a se sentar perto da irmã

- Olha vocês querem dar uma volta?- perguntei, a menina levantou rapidamente e se pós ao meu lado

- Podemos?- pergunta o garoto

- Claro! Mas antes... qual o nome de vocês?- me lembrei que eu não sabia seus nomes

- Me chamo Dong, minha irmã SoWon!- ele aponta para si, depois para a garota

- Seus nomes são bonitos! Sabem o que significa?

- O meu eu não sei, mas o da SoWon significa esperança (*Autora: Hope é o nome de um filme coreano, muito bom por sinal, recomendo*)

 

Saímos da ala pediátrica, SoWon foi andando na frente sem sair da minha vista

 

- Quantos anos vocês tem?- pergunto para Dong que caminhava ao meu lado

- Eu tenho 11, SoWon 8.- ele disse sorrindo enquanto olhava a irmã

- O que aconteceu com ela?- perguntei curioso

- Bom, nosso pai chegou um dia em casa, ele estava nervoso, acabou... abusando da SoWon. Quando minha mãe descobriu ela matou meu pai e acabou sendo presa. Eu fui para um orfanato, hoje eu tenho uma nova família, SoWon veio pro hospital mas nunca se recuperou do trauma, dês do dia do  ocorrido ela não fala nenhuma palavra, os médicos disseram que esse é um jeito dela tentar esquecer.

- Nossa, eu sinto muito!- fale. Eu realmente não sabia como reagir aquilo

- Tudo bem! Eu fiquei impressionado por ela ter te aceitado.- fiquei um pouco confuso com seu comentário.- SoWon não chegava perto de um homem a meses, além de mim, nem mesmo crianças. E quando você disse que ela te emprestou o caderno, fiquei muito surpreso.- eu encarava o garoto, quando voltei meu olhar para frente SoWon não estava mais no corredor

- Onde esta SoWon?

- Aí meu Deus!- Dong já estava alterado

- Calma! Ela deve estar dentro de algum quarto!- eu e Dong começamos  a olhar nos quarto. Quando entrei no quarto de ______, SoWon estava parada ao lado da cama. Antes de entrar eu chamei Dong que estava falando com uma enfermeira.- Dong ela esta aqui!

Entrei no quarto juntamente com Dong, nós nos aproximamos das duas

- Pequena você nos assustou!- Dong disse, SoWon o repreendeu levando o dedo indicador a boca pedindo silêncio

Pude prestar mais atenção nos sons a nossa volta. Eu podia ouvir o som de um piano, provavelmente esta vindo da sala atrás dessa. Yoongi

- Está tudo bem com ela?- perguntei preocupado

- Ela adora piano

 

 

-= =-

 

 

Eu observava os carros que passavam pela ponte do Rio Han, eu estava sentada no meio da rua, eles corriam muito, robôs trabalhando, durante esse tempo que eu fiquei sozinha refleti o por que de tudo existir, com os simples movimento eu posso fazer com que todos os carros desapareçam, como fiz agora

Eu percebi que as coisas do mundo externo não podem ser afetadas por mim, como vozes, sons, a morte... Isso me fez pensar, eu nunca senti nada, sabe? Nenhuma sensação física ou sentir cheiros. Será que é por que eu estou longe de acordar?

Olhei para a ponte, e pude observar ao longe um piano, a música era baixa, por mais que eu tentasse não consegui me aproximar dele. Não havia ninguém o tocando, ele apenas estava lá. Eu senti uma leve pressão em minha mão, isso me fez olhar para ela, mas não havia nada de diferente. eu comecei a ficar louca?

 

 

-= =-

 

 

A garotinha se aproximou de ______ e pegou em sua mão direita, a apertando em seguida

- Ela pode nos sentir!- SoWon disse, surpreendendo a mim, e ao Dong

 

 

-= =-

 

Talvez seja melhor eu ir velho amigo, não se preocupe! Eu prometo vir aqui toda semana!

Pode parecer idiotice de minha parte ter esse cuidado todo com um piano, mas ele é o retrato da minha luta, sem ele talvez eu não seria quem eu sou hoje, não falo só mentalmente ou fisicamente, falo financeiramente, e todos os "entes" que existir.

Eu andava sem rumo pelos corredores, estava tão perdido em meus pensamentos que nem sei onde estou. Passei em frente a um quarto, e eu vi uma jovem muito bonita deitada na cama, é a mesma que Hoseok observava. Entrei no cômodo e na ficha do paciente na frente da cama estava escrito ______

Fui ate o lado da maca, e observei melhor a garota. Por algum motivo ela me chamou bastante atenção. Passei a mão em sua testa, e sentei na poltrona ali presente

 

- OI! Você não deve me conhecer.. assim também como eu não te conheço! Mas eu só preciso de alguém que me escute...

 

 

-= =-

 

 

"Mas eu só preciso de alguém que me escute"

- Eu estou ouvindo!- Senti algo molhado em minha testa como um beijo.- E parece que agora sentindo..- Observei a lua que parecia mais brilhante hoje

 

 

-= =-

 

Antes de sair do quarto, depositei um beijo na testa da jovem que eu nem conheço


Notas Finais


Eu não revisei, então desculpe qualquer erro. Como agora eu estou escrevendo pelo PC não tenho ideia se o capítulo ficou grande ou pequeno, vou escrever até onde der vontade kk Espero que tenham gostado ❤️😘

https://spiritfanfics.com/historia/assassinos--imagine-kim-taehyung-v-6773883

Me sigam no Twitter lá podemos interagir (e vcs também podem me cobrar as fanfics kk)

https://twitter.com/GabrielaRissari


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...