História Combinação perfeita - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Gay, Hot, Lemon, Sexo, Yaoi
Exibições 4
Palavras 855
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Peço que me desculpem,caso alguém estivesse esperando pela continuação,de qualquer forma demorou mas tá aí😂😂❤

Capítulo 2 - Frustração


  Durante o caminho não conversamos tanto,mas não liguei estava ocupado tomando meu sorvete. Vez ou outra ele me olhava e me encarava por mais tempo do que julgava necessário...
-Você começou sozinho,ou vamos precisar começar do zero?-Eu perguntei sem desviar os olhos do sorvete que escorria pela minha mão melando meus dedos.
-Não,eu...-Ele parou a frase na metade enquanto me observava chupar os dedos limpando-os.
-...eu não tive tempo-Ele completou a frase sem jeito.
-Okay,na minha casa ou na sua?-Perguntei ao chegarmos em uma pracinha próxima a nossas residências.
-Por mim tanto faz-Ele disse.
-Ótimo,na minha então.-Já era difícil me controlar na presença dele,estando totalmente cercado pelo cheiro dele certamente não seria mais fácil.
  Entramos e fomos diretamente para o meu quarto,Sebs se jogou no sofá assim que entrou. Deixei o pote na lixeira e me sentei na cadeira do PC.
-Já que o senhor já viu os filmes assim tantas vezes,o que acha de fazer o trabalho enquanto eu assisto umas séries heim?-Sugeri fazendo aegyo.
-Ta fácil em Josh-Ele jogou uma almofada no meu rosto.
-Eei Don't touch My face
Começamos a rir até que ele retomando o foco pegou meu notebook e começou a escrever o trabalho. Fizemos uma instrução básica e falamos mais sobre as criaturas do universo,objetivos dos personagens e o que se podia levar para a vida como lição aprendida.
  Desistimos de terminar no dia pois já havia anoitecido. Me levantei do sofá sentindo meu corpo dolorido devido a ficar tanto tempo na mesma posição.
-Pode ficar essa noite se quiser.
-Não sei se deveria,talvez outro dia.-Ele sorriu.
-Agora é você quem tá fugindo de mim- Falei fazendo bico.
-Para de ser bobo pequeno-Ele me abraçou. -Mas,agora eu realmente preciso ir.
-Se você quer ir,sabe onde é a saída.-Falei fingindo estar magoado.
-Pare de drama,vem cá-Ele falou me puxando pra outro abraço.
-Tchau Josh-Ele falou passando pela porta.
-Até amanhã Sebs.
Ele saiu e eu comecei a organizar as coisas,o material estava espalhado pelo quarto,levei bons minutos para deixar tudo no lugar correto.
   Após terminar fui até o banheiro e me despi,dobrando as roupas depois de retira-las e colocando em um cesto. Entro no box e abro a válvula,a água estava gelada,muitas pessoas não gostam de banhos gelados antes de dormir,mas ao contrário delas eu me sinto revigorado e relaxado.
    Me sequei a caminho do quarto parando na frente do guarda roupas,tirando de lá uma cueca box  preta e vestindo-a.
    Não encontro meu celular em lugar algum,não é que eu seja esquecido ou algo assim. Estou dizendo ele se esconde de mim. Encontro-o na minha mochila depois de revirar todo o seu conteúdo no chão. Haviam mensagens de grupos que nem me lembrava de estar e uma de Liz.
(04/04/16) 17:40 Liz👽: E então como foi o "trabalho"?
(04/04/16) 23:57 Joshua: O trabalho foi ótimo,mas quanto ao "trabalho" que você se refere... inexistente.

  O dia seguinte passou rapidamente e o último sina soou.  Estava esperando a mais de meia hora na porta da escola por Sebs,ele havia ido até a sala dos professores resolver algo sobre um trabalho que eu fiz questão de ignorar. Ele disse que seria rápido mas a espera já fazia a mochila pesar em meus ombros.
   Me sentei no chão encostado na parede e esperei por mais alguns minutos até que ele saiu acompanhado por um garoto do 2° ano,senti uma pontada de ciúme mas não demonstrei. Eles vieram na minha direção e eu forcei um sorriso que desapareceu no momento em que vi que ele abraçava o garoto pela cintura.
-Eu tenho que ir agora,vejo você depois?-Ele falou e beijou o garoto loiro.
  Como eu fiquei com isso? Devo dizer que ainda não consegui processar a informação. Bom se você está pensando que eu fiquei lá parado com cara de idiota bem... você está certo.
O garoto saiu na direção oposta me deixando sozinho com ele.
-E essa cara,posso saber o que houve?
-Não é nada,vejo que o papo com o "professor" foi interessante- Disse desenhando aspas e depois apontando para o pescoço dele que apresentava marcas vermelhas.
-Da próxima vez que for ficar se atracando com esses aí me avise pra eu não ficar te esperando igual um idiota.
  Não esperei respostas e sai sem dar a ele a chance de falar nada,ele me puxou pelo braço e eu me soltei não poderia permitir que ele visse minhas lágrimas. Não posso dizer que esperava que ele corresse atrás de mim e pelo menos dessa vez não me frustrei,talvez ele tivesse ido atrás do garoto para terminar o que já haviam começado. Acho que isso já estava indo longe demais não é bom se prender a alguém dessa maneira acho que devia me distanciar.
   Algumas semanas depois daquela cena ridícula Sebs continuava me mandando mensagens e tentando conversar comigo mas já estava farto,não posso dizer que não o amo porém sei que é melhor pra mim assim. Estava disposto a continuar o ignorando até...bem até quando eu aguentar continuar com situação. Por mais que parte de mim quisesse resolver isso logo a outra ainda estava nervosa por ele ser tão lento pra perceber as coisas.


Notas Finais


Próximo capítulo PVO do Sebs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...