História Come Home...Laurinah!! - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Allybrooke, Camilacabello, Camren, Dinahjane, Dinahjanehansen, Dinally, Fifthharmony, Lauren, Laurenjauregui, Laurinah, Normanikordei, Norminah
Visualizações 170
Palavras 1.818
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Orange, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa noite amores...como prometido ontem nos comentários, trouxe mais um capítulo hoje!! Ele está mais leve e hot que os outros..acho que vocês merecem uma trégua!!!kkkkkkkkkkk

PS1: Sou péssima em capítulos hot, então perdoem minha falta de jeito para coisas calientes!!kkkkkkkkkk

PS2: Quem vai aos shows das meninas no Brasil?! Tô querendo ir ao show do RJ!! :)

Abraços e até o fim de semana!! :)

Capítulo 18 - Body Say...


Fanfic / Fanfiction Come Home...Laurinah!! - Capítulo 18 - Body Say...

“And our eyes are crossing paths across the room there's only one thing left for us to do, you can touch me with slow hands speed it up, baby, make me sweat dreamland, take me there 'cause  want your sex If my body had a say, I wouldn't turn away touch, make love, taste you if my body told the truth, baby, I would do just what I want to...” Body Say – Demi Lovato

“Os nossos olhares se cruzam pelo ambiente, tem só uma coisa que nos resta fazer. Você pode me tocar devagar, acelere, amor, me faça suar. Terra dos Sonhos, me leve ao ápice porque eu quero seu sexo, se meu corpo tivesse voz, eu não negaria. Tocar, fazer amor, te provar, se meu corpo dissesse a verdade, amor, eu faria exatamente o que eu quisesse...” Body Say – Demi Lovato

- Por favor Dinah, escolha seu lado...ou você sai daqui comigo agora e a gente esquece tudo que aconteceu até aqui, ou você volta pra ela e esquece que eu e Lara existimos!! Se você vier comigo eu estou disposta a enfrentar o mundo por você...mas se você ficar esqueça que um dia eu te amei mais do que a mim mesma!!! Eu ainda te amo...será que você é capaz de me amar o suficiente para seguir comigo?!

Um filme passou na cabeça de Dinah...as primeiras vezes em que esteve com Lauren, os sentimentos que aos poucos foram aflorando, a vida a duas, depois a três...lembrou-se do nascimento de Lara e do quanto Lauren chorava de emoção, parecendo uma criança com a bebê no colo; de todas as noites que passara acordada, simplesmente velando o sono de Lauren, com medo de que um dia ela descobrisse toda a farsa e simplesmente a deixasse...como havia mudado seu jeito de ver o mundo depois de Lauren e Lara, se tornara gente de verdade!! Agora precisava decidir se seguiria em frente com toda aquele jogo sujo e esqueceria de quem havia se tornado, ou se arriscaria sua vida e a vida das pessoas que amava para seguir em frente com seu grande amor...precisava decidir ali, naquele momento!!

Dinah soltou-se do braço de Lauren e foi em direção a Lea, que lhe olhava vir em sua direção, vitoriosa, embora com o nariz sangrando muito. Lauren olhava desacreditando, vendo Dinah virando-lhe as costas...parecia que o único fio de esperança que ela ainda tinha no amor de Dinah e em tudo que vivera com ela se esvaia. Ao se aproximar de Lea, a polinésia aproximou-se de seu rosto, mais precisamente de seu ouvido e sussurrou...

- Essa foi a última vez que você me disse o que fazer...nunca mais dirija a palavra a mim, pois eu não tenho mais medo de você e de sua corja de vagabundos!! Dizendo isso deu-lhe um soco de mão fechada no nariz, que já sangrava, fazendo com que a mais velha soltasse um grito de dor, sendo amparada por Zayn.

- Você me paga sua vagabunda de quinta categoria!! Você ainda vai me implorar para cuidar de você, para te aceitar de volta...escreve o que estou dizendo!! Nada como um dia após o outro Dinah Jane Hansen!! Gritou Lea, vendo Dinah afastar-se aos poucos, amparar Lauren pelo braço e seguir com ela para o carro. Saíram dali deixando Lea xingando palavrões indizíveis...estava ferida por fora, mas principalmente em seu orgulho...e a vingança certamente viria.

No caminho de volta nenhuma palavra foi dita...Dinah dirigia o carro de Lauren, enquanto esta estancava o sangue da cabeça com sua própria blusa. Nada precisava ser dito, estavam finalmente juntas de novo, e isso lhes bastava. Chegando há casa da morena, ambas foram recebidas por Lara, que fazia mil perguntas ao mesmo tempo, enrolando a língua, comendo palavras...a menina não sabia se grudava-se na mãe, se tentava “ajudar” nos cuidados da cabeça da outra mãe, ou se corria pela casa com a cachorra louca velha, que fazia festa para sua amada dona. Depois de toda a atenção dada a Lara, a Snow e a cabeça ferida de Lauren, finalmente estavam a sós no quarto que Dinah decorara quando decidiram morar juntas, e resolveram conversar...ou tentar conversar...

- Eu preciso terminar de te contar tudo que aconteceu nesses anos em que estivemos juntas e que eu fui uma mentira para você. Disse Dinah, sentada ao lado de Lauren, que recostada em sua cama, segurava uma compressa de gelo na cabeça.

- Estou muito feliz que você tenha escolhido tentar de novo, que tenha escolhido nossa família. Hoje eu não quero ouvir nada, não quero saber nada...quero só ficar com você ao meu lado, sentir seu cheiro, sua presença, sentir você!! Disse Lauren, puxando-a para um beijo doce e lento.

- Eu senti muita falta disso. Disse Dinah, referindo-se ao beijo calmo e terno da morena, da sua forma de tocá-la acariciando seus cabelos longos loiros. Dinah então passou os lábios grossos sobre os lábios de Lauren, a princípio de forma leve e calma, aprofundando o beijo em seguida, deixando a morena quase sem ar. Logo Jauregui não conseguiu controlar os desejos presos há tempos, e deixou escapar alguns gemidos que deixaram Dinah simplesmente louca. Embora a loira não quisesse dar o primeiro passo em relação a algo mais quente, não conseguia evitar a excitação que os gemidos manhosos da esposa lhe causavam, e já sentia que a calcinha começava a ficar molhada apenas com os beijos demorados e sedentos de algo mais.

- Eu preciso de mais...disse Dinah, levando as mãos de Lauren aos seus seios por debaixo da blusa. A morena, sentindo que também precisava de mais, prontamente começou a massageá-los, deixando seus bicos duros e extremamente apetitosos. Logo levou um deles a boca e depois o outro, revezando os carinhos que fazia com a ponta da língua, deixando Dinah louca de tesão, mas ainda não avançando o sinal amarelo.

Logo a morena posicionou a loira em seu colo, já sem a calça jeans, apenas com uma calcinha minúscula preta rendada, que tampava apenas parte de seu sexo. Dinah levantava e descia os quadris enquanto Lauren beijava seu lábios, descia entre o vale de seus seios e mordia seus seios de forma leve, mas provocante. Encaixada no colo da morena, a loira já sentia o membro dela ereto, duro, quase em ponto de bala.

Sentindo que a loira lhe provocava mexendo os quadris em cima do seu pau duro, Lauren não se fez de rogada e deslizou uma de suas mãos para dentro da calcinha de Dinah, sem pedir licença, invadindo sua intimidade e tocando sua boceta encharcada, que implorava por ser penetrada. Primeiro acariciou os grandes lábios, fazendo pequenos carinhos fora e dentro, provocando a entrada da loira, mas sem penetrá-la. Dinah ia a loucura com a provocação, precisava de Lauren dentro dela.

- Por favor Lauren, eu preciso de mais!! Gemeu Dinah no ouvido da morena, que sorriu vitoriosa. A boceta quente da loira latejava e já estava completamente molhada, instigando Lauren a penetrá-la, mas ela precisava que a loira implorasse por aquilo.

- Precisa de mais o que Dinah?! Eu quero que você diga no meu ouvido do que você precisa. Disse de forma imperativa, a morena. Fazia tanto tempo que não sabia o que era fazer sexo de forma intensa e tranquila com sua esposa, que queria desfrutar de cada segundo com ela da forma mais intensa possível.

- Eu preciso que você me coma Lauren...preciso agora!! Gritou a loira, pressionando o corpo todo sobre o corpo de Lauren, que lhe enfiou um dedo, se fazendo de rogada.

- Assim está bom pra você meu amor?! Disse dando pequenas estocadas na loira, já sabendo qual seria a resposta.

- Você sabe que eu não me satisfaço com um dedo só...ou você me come direito agora ou eu saio daqui e te deixo de pau duro o resto da noite Lauren Jauregui!! Disse Dinah, gemendo o nome de Lauren em seu ouvido de forma ainda mais provocante, e puxando a calcinha de lado, deixando escorrer um pouco de seu líquido quente nos dedos da amada. Lauren não se aguentou e enfiou outros dois dedos com força em Dinah, que gemeu alto, tendo a boca tapada rapidamente pela morena, que tinha medo da foda ser interrompida por Lara, destruindo toda a sua fantasia sexual daquela noite.

Com movimentos rápidos de vai e vem e estocadas fortes a morena fez com que Dinah quase chegasse ao ápice somente com seus dedos, mas ela queria mais, queria ter certeza de que faria a loira gozar da forma mais intensa possível, então deitou-a sobre a cama, retirando sua calcinha de forma brusca, assim como o resto de roupa que ainda havia em seu corpo; tirou o short largo que usava, a cueca box que ainda segurava seu pau mais que duro, e posicionou seu pênis ereto na entrada da loira, que o esperava ansiosamente, com um sorriso sacana no rosto, daqueles de quem quer ser fodida a noite toda, até não aguentar mais. Bem próxima ao ouvido de Dinah, Lauren sussurrou...

- Pede vai...pede!! O que você quer Dinah Jane Hansen Jauregui?!

- Me fode Lauren, me fode agora!!! Gritou a loira, recebendo as primeiras estocadas de forma forte, fazendo com que seu corpo todo estremecesse de prazer. Com movimentos rápidos e seguros, Lauren ia penetrando-a sem pena, mordendo seus lábios ao mesmo tempo em que ia espalhando chupões em seu pescoço, sem se importar se as marcas ficariam evidentes no dia seguinte...era sua esposa, ninguém poderia questionar mais isso!!

Enquanto Lauren dava sucessivas estocadas, os quadris de Dinah iam fazendo o movimento contrário, colando seus corpos e fundindo-os em um só. Mas a morena queria mais...retirou bruscamente o pênis de dentro da loira, deixando-a com um ar de que estava prestes a gozar, e ordenou...

- Fique de quatro Dinah...agora!!! Falou ao mesmo tempo que virava a loira, posicionando-a de quatro, amparada agora por um travesseiro na altura do rosto. Logo posicionou o membro grande e volumoso na entrada de Dinah e em seguida penetrou-a sem dó, fazendo com que a loira soltasse gemidos que misturavam dor e prazer. Agora comia a esposa com três dedos em sua boceta e a estocava com seu enorme pau duro no seu ânus, fazendo com que ela tivesse seguidos espasmos, misturasse gemidos, grunhidos e palavrões, ao mesmo tempo que mordia a fronha do travesseiro.

Em questão de alguns minutos naquela posição a loira chegou ao orgasmo junto com a morena, que deixou  seu líquido quente todo dentro dela...não queria desperdiçar sequer uma gota dele. Logo deitaram-se uma sobre a outra, Dinah por baixo de costas, tendo Lauren por cima, acariciando e beijando suas costas, de forma doce e serena, não parecendo a mesma pessoa que segundos atrás parecia um animal no cio...fosse na insanidade do sexo ou na calmaria do amor, elas tinham uma certeza...se completavam e tinham nascido uma para a outra...para sempre!!


Notas Finais


PS: Capítulo sem correção, desculpem!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...