História Coming...Back to life... - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Neal Cassidy (Baelfire), Regina Mills (Rainha Malvada), Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Vovó (Granny), Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Emma Swan, Jennifer Morrison, Lana Parrilla, Lesbian, Lesbicas, Morrilla, Once Upon A Time, Ouat, Regina Mills, Swanqueen
Exibições 123
Palavras 872
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Capítulo 4


Fanfic / Fanfiction Coming...Back to life... - Capítulo 4 - Capítulo 4

Passei a mão na testa tentando controlar a vontade que eu tinha de bater em Ruby pois estava pronta para correr atrás de Regina quando meu celular começou a tocar e eu vi que era tia Cora.

- Oi tia Cora – disse nervosamente – eu já ia te ligar...

- Tudo bem Emma, só liguei pra avisar que Regina já esta em casa – disse ela me cortando, fiquei em silencio procurando palavras para me desculpar quando ela soltou um suspiro e disse – Não é sua culpa Emma, ela que é meio antissocial mesmo.

- Eu só quero ser amiga dela – disse tristemente – mas eu entendo que ela precise de um tempo, mas não vou desistir.

- Você é maravilhosa Emma – disse tia Cora um pouco mais animada o que me fez sorrir mesmo que ela não tivesse vendo e ela continuou – e eu vou precisar muito de sua ajuda com Regina.

- Pode contar comigo – disse animadamente o que fez tia Cora rir alto do outro lado da linha.

Cora e eu ficamos conversando por um tempo e quando ela desligou percebi que Ruby estava me observando, mesmo chateada com ela decidimos fazer logo as pazes já que não vivemos uma sem a outra, mas deixei claro para ela que não havia gostado do que ela disse e que não era para ela se meter na minha tentativa de amizade com a Regina pois uma menina tão linda, com um sorriso tão bonito não merece ser assim tão triste.

Decidimos jogar videogame e logo tudo foi esquecido já que eu estava dando uma surra em Ruby, meu pai Killian chegou do mercado cheio de bolsas, ajudamos ele a pegar as compras do carro enquanto contávamos a ele como foi o dia, contei sobre Regina e sobre como ela saiu daqui de casa e ele me ouviu atentamente e até brigou com Ruby por ela ter sido tão grossa, ela apenas abaixou a cabeça e prometeu que faria de tudo para me ajudar a incluir Regina no nosso grupo.

A noite passou voando e meu pai David ligou para dizer que não dormiria em casa já que ele estava na casa de seu irmão. Tio James e meu pai são gêmeos, mas não igual Regina e Zel, eles são gêmeos idênticos, fomos dormir e deitada na minha cama tudo o que eu conseguia pensar era em Regina e em como eu poderia ajuda-la.

Por uma semana Regina não apareceu na escola, e eu sabia que tinha que me mexer, sorri quando me veio uma ideia maravilhosa e que no dia seguinte eu iria colocar em pratica.

***

- Emma o que faz aqui? – disse Regina ao abrir a porta, então ela olhou para dentro de casa e disse – minha irmã só vai pra escola mais tarde.  

- Eu sei disso – disse sorridente, ela me olhou confusa e eu disse – Eu conversei com sua mãe e levarei você pra escola hoje.

- Muito obrigado, mas...

- Regina não tem discursão, você vai.  – disse Tia Cora ao sair pela porta e me dar um forte abraço e quando ela me soltou disse – Obrigado Emma – sorri para ela que se virou para Regina e lhe beijou a bochecha  e disse – Procure se entrosar meu amor.

Regina não respondeu, apenas passou por nós com raiva me dando um tremendo encontrão o que doeu, mas me fez sorrir vendo o quando o brava ela estava, destravei o carro de Ruby para que ela entrasse e logo a acompanhei, dei partida no carro e logo estávamos na rua principal.

- Porque está fazendo isso? – perguntou ela de repente, olhei confusa para ela que disse irritada – Eu sou algum tipo de caridade pra você? Porque não faz sentido você querer ser minha amiga.

- Claro que você não é caridade, eu quero ser sua amiga sim porque acho que você é uma boa pessoa – confessei, mas ela continuou me olhando desconfiada e eu continuei – acho que uma menina tão bonita e inteligente como você, não merece ficar sozinha. Merece ter amigos e principalmente, merece ser feliz.

- Eu sou feliz – disse ela com a voz baixa.

- Tudo bem, eu só quero ajuda-la a ser mais feliz ainda – disse sorrindo para ela ao estacionar na escola, descemos do carro e ela me olhava desconfiada eu apenas estendi a minha mão para ela e disse – vem comigo quero te mostrar uma coisa.

Ela hesitou um pouco, mas ao ver minha atitude firme ela começou a corar e aceitou minha mão. Fiz questão de chegar adiantada ao extremo, tínhamos praticamente 1 hora livre antes de começar nossa aula  guiei ela para labirinto de escadas até chegarmos ao terraço aonde havia uma estufa com varias flores plantadas deixando o lugar com um cheiro incrível, Regina ficou sem folego quando ela viu que além daquele mine jardim havia um maravilhoso piquenique a nossa espera.

- Você fez isso pra mim? – perguntou ela incrédula apertando ainda mais a minha mão, eu assenti e ela perguntou – porque? Eu não mereço isso.

- Bom.. Eu acho que merece – disse ao colocar uma mecha do seu cabelo atrás da orelha, dei um sorriso para ela disse de forma descontraída ao soltar sua mão – vamos comer? Estou morrendo de fome. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...