História Comings and goings - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Got7, Jimin, Jin, Kook, Romance
Visualizações 5
Palavras 515
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Magia, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem, e espero opiniões dos leitores, estou feliz por começar esse trabalho e compartilhar essa história com vocês.

Capítulo 1 - Dores do passado esquecido


Fanfic / Fanfiction Comings and goings - Capítulo 1 - Dores do passado esquecido

Parecia que eu estava em um pesadelo infinito, não sabia para onde ir ou para onde correr, agora eu estava completamente só, minhas pernas estavam trémulas, ignorando o fato que minha atitude era inútil, eu corri para impedi-lo de me deixar sozinha. Mas seu carro desapareceu de imediato na estrada escura.

Por fim, atropecei em alguma coisa e cai. Não conseguia me lembrar de quanto tempo se passar desde quando ele foi. Será que ali era sempre tão escuro á noite? Com certeza, como sempre, a luz do luar se infriltrariam pelas nuvens, e encontrariam o chão.

Não aquela noite. Na quela noite o céu estava completamente negro. Talvez não houvesse lua - um eclipse lunar,  uma lua nova.

Alguns segundos depois, a chuva me acordou, me perdi em um estupor de pensamentos, predendo-me com todas as forças ao torpor que me impedia de perceber o que eu não queria. Desabei onde estava, começando a ofegar.


Suas palavras ecoavam em minha mente.


"- Quando estiver pronto, voltarei para vim buscá-la, tente seguir sua vida normalmente sem qualquer interferência minha, e não cometa nem uma imprudência nem uma idiotice." - Ele se fastou, acariciando meus cabelos e virando de costa enquanto eu estava estática com o que acabarás de dizer, meus olhos se enchiam de lágrimas, levantei minha cabeça e olhei, tive certeza que ele olhou pra min por cima dos ombros e sorriu acolhedor e sentindo dor ao mesmo tempo, talvez estavamos sentindo a mesma dor de perda, suas lagrimas estavam ali presentes, eu vi, eu sentia, ele rapidamente virou o rosto e entrou dentro do carro.


-------×-------


Abrir os olhos sentindo uma dor com a luz muito clara do ambiente, fechei novamente assim que sentir em minhas órbitas, tentei abrir novamente sentindo minha visão um pouco embaçada. Escutei algumas vozes vindo de fora do quarto, fiquei totalmente confusa de aonde eu estava.


Olhei ao redor, não vi nada que me lembrasse onde eu estava, rapidamente eu senti uma dor muito forte na cabeça, e rapidamente apareceu umas pessoas de roupas brancas, minha visão se encontrava totalmente embaçada, ouvia coisas totalmente desconexas, não conseguia entender o que aquelas pessoas diziam, rapidamente sentir meu corpo amolecer, e um conforto aonde estava doendo e voltei a fechar meus olhos.


--------×--------


- Doutor ela ficará bem? - Uma mulher que parecia ter 29 anos, com os cabelos pretos e meio em baixo dos ombros, suas vestimentas eram simples e dava um ar de mãe protetora.

- Você são os guardiães da moça? - O médico fez uma pergunta simples.

- Sim somos - Um homem que aparentava ser um pouco mais velho que a mulher que estava ao seu lado, seus cabelos eram negros, e suas roupas era um pouco formal.

- Bom como ela caiu e machucou a cabeça, depois do ocorrido que ela passou, ela sofreu um trauma que fez elas esquecer acontecimentos que abalaram muito ela, mas nada grave,  tentem não fazer ela lembrar nada á  força com o tempo suas lembranças vão voltando, assim creio eu.


  E essa foram a últimas palavras do doutor até escutar Yumi gritando de dor.



Notas Finais


Sei que é pouco, mas estou me esforçando pro proximo capítulo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...