História Como a lua e o sol - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari
Tags Hetero, Homo, Narusasu, Naruto, Romance, Sasuke, Sasunaru
Visualizações 183
Palavras 649
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pessoas linda, eu tava muito ansiosa para postar esse capítulo!
Então, por isso to mandando logo ver!
Ele é minusculo, mas muito necessário!
Aproveitem ♥

Capítulo 10 - Desejo


Fanfic / Fanfiction Como a lua e o sol - Capítulo 10 - Desejo

- Naruto, você quer conversar? – Ele perguntou.

Sim, eu queria conversar, eu queria entender tudo o que passava. Queria ouvi-lo dizer há quanto tempo ele reprimia todo o sentimento por mim, há quanto tempo ele se relacionava com homens e desde quando ele começou a mentir para mim.

Gostaria de saber também o porquê de ele ter sido tão bruto e nojento comigo na casa de praia, e porquê ele foi tão imprudente ao dirigir. Talvez também, saber por quê ele nunca tomou uma atitude.

Desejava saber também por que ele fez tantos joguinhos comigo, sabotando indiretamente meus relacionamentos. Eu estava a fim de falar sobre tantas coisas com ele, desabafar tudo o que estava preso dentro do meu coração.

A vontade de tirar toda essa angustia, medo e raiva reprimidos dentro de mim era grande. Mas aqueles olhos negros me fitavam, dessa vez eu sentia-os me despindo. Eu sentia como se eles tivessem olhando dentro da minha alma. Sasuke estava na minha frente deitado e meu estomago estava congelando. Eu estava completamente arrepiado.

Algo dentro de mim pedia para eu esquecer tudo, talvez fosse ele que tivesse me dizendo isso sem verbalizar algo.

Passei minhas mãos pelos seus ferimentos analisando-os com cuidado. Ele estava tão frágil. Minha pele passava devagar pelo seu corpo, sentindo cada detalhe seu, o calor, a maciez e seus músculos.

Voltei a olhá-lo, Sasuke continuava com um olhar penetrante em mim.

Não sabia ao certo quanto tempo estávamos ali em silêncio.

Mesmo um pouco inclinado por causa dos travesseiros, Sasuke não tinha como se movimentar direito. Eu me aproximei do rapaz.

Eu podia sentir que ele estava implorando a mim um beijo e eu estava implorando a ele.

E assim eu fiz.

Coloquei minhas mãos geladas em seu pescoço me fazendo aproximar dele. E nossos lábios se encaixaram. No mesmo instante pude sentir uma energia percorrer pelo meu corpo. Sua língua avançou em minha boca, meu coração estava acelerado. Como uma dança, estávamos em uma sincronia perfeita.

E eu descobri, era realmente ali o meu lugar.

Nosso beijo se tornou urgente, como se nossas vidas fosse acabar ali mesmo, como se fosse a última coisa que iriamos fazer das nossas vidas. A necessidade que eu tinha dele, não podia mais esperar.

Tirei minha blusa, coloquei meus joelhos entre seu tronco e ao aproximar dele, Sasuke gemeu.

De dor.

- Merda, merda! – Assustado sai de cima dele. – Desculpa, Sasuke.

Beijei seu tronco como uma maneira de ajudar a melhorar.

- Não sei onde eu estava com a cabeça.

- Eu sei muito bem onde ela queria estar – ele disse com dificuldade, mas ainda rindo.

Baka.

Ele me deu um pouco de espaço na minha ex cama de solteiro, para que eu pudesse deitar ao seu lado. Ele se encaixou no meu peito e eu permaneci fazendo carinho em seus cabelos. Minha respiração ainda estava acelerada. Mas eu estava em paz ali. Sasuke estava em meus braços. Naquele momento todas as nossas fragilidades estavam expostas. Finalmente havíamos conseguido esse momento.

Não sei como deve ter sido para ele guardar isso tudo, porém se tiver sido na minha mesma intensidade, ele estava bastante machucado que nem eu.

- Naruto.... – Ele quebrou o silêncio. – E o Gaara? E o Kiba?

Minha vontade era de perguntar a mesma coisa a ele. Perguntar e gritar tudo o que eu queria e precisava.

- Sasuke, - falei quase engasgando – vamos deixar isso para depois. Vamos aproveitar nós dois agora.

Ele balançou a cabeça concordando e continuou a fazer carinho no meu peito.

- Ainda não consigo acreditar – Sasuke falou.

- Muito menos eu, muito menos eu.

Ficamos em silêncio uma boa parte do tempo, não tínhamos o que conversar apenas aproveitar um ao outro ali de coração aberto.

Beijei Sasuke novamente, queria aproveitar cada segundo que eu desperdicei longe dele.

E eu podia sentir que ele também estava do mesmo jeito.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...