História Como a lua e o sol - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari
Tags Hetero, Homo, Narusasu, Naruto, Romance, Sasuke, Sasunaru
Visualizações 147
Palavras 1.277
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Reciprocidade


Fanfic / Fanfiction Como a lua e o sol - Capítulo 7 - Reciprocidade

- Naruto, você tem certeza que ele não é a fim de você? – Shikamaru me questionou entre uma tragada e outra.

 

 

Sasuke a fim de mim? Não era possível.

- O que te faz perguntar isso?

- Naruto, ele está dançando com uma mulher maravilhosa na frente dele e ele está te encarando. Sasuke não desvia o olhar em nenhum momento. E sem contar que ele só ficou emburrado desse jeito depois da cena de vocês dois na piscina.

- Vo-você viu? – Gaguejei.

- Óbvio, você sabe como eu sou observador. Vocês estavam quase se beijado. Sasuke estava se tremendo.

Se tremendo por estar tão próximo a mim? Não consigo acreditar.

- Naruto, - ele continuou – acho que você pode colocar mais um homem na sua lista. Mais um está apaixonado por você. Aliás, tem certeza que o esqueceu mesmo?

O moreno continuava me encarando, seus olhos mergulhavam nos meus.

- Esqueci – disse sem firmeza.

- Ah, Naruto, não irei ficar papeando sobre isso com você. Talvez, você esteja cego e não queira ver ou eu posso estar enganado. Porém, você sabe que eu quase nunca estou.

Nisso ele tinha razão, Shikamaru sempre estava certo. Seu poder de observação era incrível. Contudo, não o respondi. Eu não estava conseguindo processar todas as informações. O moreno já havia acabado sua garrafa e agora bebia a cerveja da não de Ino. Ele já estava extremamente bêbado.

Kiba estava aproximando-se com cara de quem tinha acabado de acordar. Sentou do meu lado e pediu um pouco da vodka. Ele não comentou nada do que havia acontecido anteriormente. Ficou em silêncio.

- Kiba! – Sasuke gritou com um tom de ironia. – Você é realmente um cachorro.

O rapaz ficou incrédulo com o comentário. Olhou para mim e arqueou a sobrancelha como se perguntasse o que estava aconteceu. Eu simplesmente balancei a cabeça negando qualquer envolvimento.

- Não está entendendo? – Ele continuou. – Olha para o pescoço do seu namorado.

- Cala a boca, Sasuke! – Eu me irritei. – Já chega!

- Olha só o loirinho defendendo o namoradinho dele. Da próxima vez, pede para arrancar logo um pedaço do seu pescoço.

Todos se calaram e pararam de dançar, eles observavam a cena ridícula de circo que estava acontecendo. Sasuke estava aparentemente muito tonto e com os olhos vermelhos enfurecidos.

- Qual o seu problema? – Kiba levantou e encarou-o de perto. – Está com inveja?

O moreno soltou uma risada.

- Inveja de que?

-Inveja porque eu transei com o Naruto e você não.

Foi unanime, todos abriram a boca em formato de "o", assim como eu.

Sasuke involuntariamente socou o rosto de Kiba com toda a sua força e ele foi ao chão. Neji rapidamente segurou o rapaz para que ele não continuasse a bater em Kiba que já estava gemendo de dor, Shikamaru foi ajudá-lo a se levantar.

- Cala a sua boca, seu cachorro.

Com uma velocidade eu cheguei próximo ao moreno e o empurrei, fazendo com que Neji o soltasse. Eu estava com muita raiva. Tanta raiva que eu já não conseguia me controlar, quem ele pensa que é para ficar batendo nos outros dessa maneira?

- Você tem merda na cabeça?

Ele balançou a cabeça e virou-se de costas para mim fugindo do assunto. Antes que ele pudesse fazer isso, puxei seu braço para que ele voltasse a olhar para mim. Contudo, Sasuke se soltou e voltou a se distanciar de mim.

- Você vai fugir da conversa, Sasuke?

Ele parou e eu podia ver todos os músculos das suas costas se contraírem. Sua mão se fechava, provavelmente, de raiva.

- Fugir? – Falou ainda de costas. – Ah, Naruto, não me venha falar sobre isso.

- Mas você está fugindo, Sasuke – eu podia sentir algumas lágrimas chegando aos meus olhos. – O que você isso? Por que você bateu no Kiba?

- Sério, Naruto? – Ele virou e se aproximou. Seus olhos fitavam os meus. – Você não sabe? Você é lesado a esse ponto? Você está se fazendo de doido ou só quer me ouvir dizer para inflar mais ainda seu ego?

Eu arregalei meus olhos ao ouvir sua resposta.

Eu não estava entendendo mais nada.

- Sasuke, para com isso – controlei minha voz. – Por favor, me explica o que está acontecendo.

- Eu gosto de você, Naruto! – Eu podia jurar que seus olhos estavam cheios de lágrimas que nem os meus. – Satisfeito? É, eu gosto de você. Fico feito trouxa pensando em ti, como se algum dia houvesse a possibilidade de a gente ficar juntos.

Os outros já não existiam naquele espaço, foi como se uma bolha aparecesse fazendo com que eu e Sasuke ficássemos sozinhos.

Ele realmente gostava de mim, mas desde quando?

- Co-come assim? – Eu não conseguia falar.

- Você só pode está brincando comigo! – Ele arfava. – Aquilo na piscina você acha que eu iria falar o que? Que talvez eu estivesse gripado? Faça-me o favor, Naruto. Claro que era apaixonado por ti.

- Você está falando sério?

- Você é burro? – Ele foi extremamente bruto. – Você acha que toda a cena de ciúmes em relação ao Gaara, Kiba e vários outros que apareceram na sua vida era o que? Eu querer dormir sempre na sua casa. Estar sempre com você. Te chamar para assistir todos os jogos comigo....

- Pensei que eu era seu amigo.

- Eu sabia... – Ele balançou a cabeça distanciando-se de mim.

- Sasuke, espere.

O rapaz pegou a chave do seu carro e caminhou em direção a ele.

- Você não tem condições de dirigir – gritei.

- Eu não ligo – ele falou baixo, mas mesmo assim consegui escutar.

Não tive condições de impedi-lo. Ele deu a partida no carro e saiu cantando o pneu sem nenhum controle.

Olhei para trás voltando para a realidade, sem tempo para poder processar tudo o que ele havia me dito. Tenten colocava gelo no olho do Kiba, enquanto ela analisava o corte, a moça já estava se formando em enfermagem, então eu poderia confiar nela.

- Só gelo resolve – ela afirmou.

- Naruto, ele estava muito bêbado... – Neji estava preocupado.

- Droga! Eu sei!

- Eu não bebi – Shikamaru comentou. – Eu posso ir atrás dele com você, mas teríamos que pedir o carro emprestado ao Kiba...

Porra, eu teria que pedir o carro emprestado para o meu ex, com a finalidade de ir procurar o cara que socou o rosto dele por ter transado comigo.

- Kiba, você está bem? – Perguntei realmente preocupado.

- Sim... – Ele segurava o gelo. – Foi só um soco...

- Kiba, eu sei que é difícil, mas eu preciso que você...

- Vá logo, Naruto. Só tome cuidado, por favor. Não corram muito. Sério, cuidado.

Beijei seu rosto como agradecimento e entrei no carro juntamente com o Shikamaru. Ele era extremamente cuidadoso e naquele momento era a última coisa que eu queria. Estava nervoso com medo de acontecer alguma coisa a Sasuke, ainda não tive tempo para processar tudo o que acontecera.

Sasuke gostava de mim. E eu? Eu gostava dele?

Ele havia dado um soco no meu ex. Nunca que eu poderia imaginar uma cena dessas na minha vida. E ele estava tão alterado, tão alterado que contou a verdade na frente de todos.

Enquanto nós fazíamos o percurso, escutamos um barulho forte e em seguida as luzes da estradada desapareceram.

- Acelera, por favor, Shikamaru. – Eu implorei.

Assim, ele o fez. Ele ligou a luz alta do carro e começou a correr a 110 km/h. Consegui ver logo de longe marcas de pneu na estrada e um cheiro de queimado. Shikamaru diminuiu e com as luzes dos faróis, eu vi.

Vi seu carro esporte preto em baixo de um poste.

Meu coração parou.

 


Notas Finais


Gente, eu havia prometido a mim mesma que iria postar em 4 em 4 dias.
Porém, sou muito ansiosa e queria postar logo! aa
Mas, os capitulos prontos já estão acabando, então
talvez daqui a pouco eu vá demorar um pouquinho mais pra postar!
Obrigada a quem leu até o final!
Até o próximo capítulo :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...