História Como a lua e o sol - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari
Tags Hetero, Homo, Narusasu, Naruto, Romance, Sasuke, Sasunaru
Visualizações 142
Palavras 1.386
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Pessoal, devo compartilhar que estou muito feliz com essa fic,
como eu havia dito antes é minha primeira SasuNaru. Ah, então
estou amando o fato de vocês estarem curtindo! Amando real os feedbacks de você.
Enfim, não me segurei e já está ai o novo capítulo! Se divirtão ♥

Capítulo 9 - Inesperado


 

Sasuke On

Vi os seus olhos azuis me observarem de longe, eles pareciam surpresos, porém igualmente tristes. Suigetsu se espantou um pouco com a situação. Onde estava com a cabeça de responder sua mensagem dizendo que tinha me envolvido em um acidente. Ele era apenas um caso casual, assim como Ino.

- Acho que estamos atrapalhando – Kiba comentou olhando para o loiro.

Naruto assentiu, ele estava nervoso, um pouco pálido talvez.

- Não, não... – comentei com dificuldade, meu corpo todo doía. – Preciso falar com você Kiba. Às sois. E Suigetsu já estava de saída.

Visivelmente o rapaz não gostou daquela colocação, ele havia acabado de chegar, mas ele não era prioridade ali. Minha prioridade era me redimir com Naruto e não sei como seria a partir de agora.

Comentei muitas coisas brutas, bati no rosto do seu ex, deixei-o extremamente preocupado, o fiz passar por uma situação extremamente dolorosa. Não tinha condições de levar à tona o meu sentimento por ele nesse momento.

Suigetsu não me cumprimentou, apenas pegou a sua jaqueta que estava na poltrona ao seu lado se retirando do recito.

Eu estava tremendo um pouco, é verdade. E meu estômago doía. Seriam borboletas ou apenas uma condição pós cirurgia?

- Naruto, preciso conversar sozinho com o Kiba.

O loiro não comentou nada, de cabeça baixa saiu do leito em seguida.

- Assim você não vai conseguir o que quer – Kiba falou despreocupado.

- Desculpa – mudei de assunto.

- Para com isso, Sasuke – ele falava com uma cara emburrada sem me encarar. – Eu entendo tudo.

Fiquei um pouco aliviado por ele me entender. Talvez parte do peso das minhas costas haviam sido retirados. Ficamos em silêncio sem saber o que dizer ou como agir. Nunca tive muita intimidade com ele, na verdade nunca me permitir conhece-lo.

Ele sempre foi o namorado do rapaz que eu gostava.

- Cara, que história é essa? Pra mim, foi um baque te ver beijando um cara – ele passava suas unhas devagar pelas bochechas evitando transparecer um assunto sério. – O Naruto sabia disso?

- Não... – respirei fundo - É complicado, Kiba.

- Não vejo nada de complicado, Sasuke! Você gosta do Naruto e ele claramente gosta de você. Namorei-o por seis meses, e das dez coisas sobre o que ele falava onze era sobre você. Era bem difícil de competir contigo.

Foi um choque ouvir isso, Naruto só falava só de mim para seu namorado na época!

- Sabe, sempre desconfiei dos teus sentimentos por ele – o rapaz continuou. – Mas eu pensei que nada iria vir à tona, afinal você era hétero. Mas te ver beijando aquele cara com o cabelo horrível – ri. – Está me fazendo pensar: Sasuke não é hétero. Qual era o impedimento, então?

- Kiba, eu não sei te responder...

- Sasuke, você e ele fazem um casal incrível. Eu não sou a primeira pessoa a dizer isso. E olha que me dói muito, você sabe o quanto eu sou apaixonado pelo Naruto.

Eu prestava atenção no que ele dizia. Era tudo muito novo para mim. Sentimentos nunca foram o meu forte, mas eu não tinha como discordar. Eu e o Naruto realmente fazíamos uma boa dupla.

- Mas você prefere entrar nesses relacionamentos com a Ino, esse cara platinado, sem se aprofundar em nada.

- É complicado...

- Enfim, - ele deu de ombros – você sabe o que faz. Eu não ainda não desisti dele, entretanto eu quero ver Naruto feliz.... Mas devo te dizer, se você vacilar com ele, Sasuke...

Ele não deu continuidade no que ele queria dizer, talvez Kiba quisesse deixar um ar de subjetividade. Não sabia que ele poderia ser tão maduro. Ele dirigiu-se a porta e antes de fechar ele silabou um "melhoras" para mim.

Esperei que Naruto entrasse em seguida, mas ele não entrou. No lugar dele, entrou Itachi.

- Cadê o Naruto? – Questionei.

- Não sei, ele saiu com o seu outro amigo.

Naruto foi embora sem se despedir de mim. Ele havia me prometido que iria ficar comigo. Talvez tenha sido a situação com Suigetsu. Ou eu tenha falado coisas muito duras para ele antes do acidente e ele não havia processado tudo ainda. Talvez eu devesse dar um tempo para ele pensar.

Naruto on

Havia se passado uma semana. Uma semana que Sasuke havia acidentado. Eu estava tendo muito pesadelos sobre isso. Sonhava com o seu velório, ou comigo banhado no sague dele. Estava sendo difícil para mim. Não sabia mais como me fazer dormir.

Shikamaru e Kiba estavam extremamente preocupados. Desde a visita minha e do Kiba ao hospital, não tinha visto ou falado com Sasuke. Não estava disposto a isso. Aquela cena em que ele beijava outro rapaz havia me chocado bastante. Ele ficava com outros caras e eu não sabia. Como ele não me disse?

Merda. Merda.

- Você tem que comer, Naruto! – Kiba quase rosnava para mim.

Bufei revirando os olhos. Kiba, após de tudo, passou a vir frequentemente na minha casa, não fazíamos nada além de jogar e assistir coisas, mas mesmo assim eu estava mais confortável com ele ali do que sozinho.

Olhei para as minhas mensagens, haviam mais de 650 mensagens não lidas. Fazia mais de uma semana que eu não lia nada. Dentre elas tinham algumas de Sasuke perguntando onde eu estava e outras de Gaara.

Eu apenas não estava conseguindo lidar com isso. Não queria papear com ninguém.

Meu celular começou a tocar.

"Jiraya"

- Alô - Atendi sem vontade.

- Naruto! – Sua voz estava em um tom alto, então afastei um pouco o celular fazendo uma careta. – Que horas você vem?

- Hm? Eu marquei de ir aí, Velhote?

- Não, mas Itachi me ligou há alguns dias dizendo que iria viajar a negócios e perguntou se eu poderia abrigar o Sasuke durante a sua recuperação. Enfim, só pressupus que você viria também.

Eu não estava sabendo disso, nem sabia como estava a situação da sua saúde. E muito menos que ele receberia alta hoje. Meu coração apertou um pouco de saudade.

- Ah, eles acabaram de chegar – ele não esperou a minha resposta. – Apareça para a janta!

E desligou.

Sasuke iria para casa de Jiraya, provavelmente, ficar no meu quarto. O mundo realmente conspira para destruir toda a minha sanidade. Ainda não entendi o motivo para eu estar querendo distância de Sasuke, mas um muro imaginário estava me impedindo de ultrapassar.

- Acho que vou indo – Kiba disse levantando-se da mesa. – você está muito ocupado com seus pensamentos.

Libertei-me do transe e voltei para a terra.

- Você pode me dar uma carona até a casa do Jiraya?

O garoto disse que sim, eu peguei meu casaco e o acompanhei. No caminho Kiba falava como estava sendo o novo estágio dele, tinha conhecido duas pessoas muito bacanas e o quanto ele havia se dado bem com eles.

Não demoramos muito para chegar, me despedi. E procurei minhas chaves.

Na sala estavam Itachi e Jiraya bebendo chá, talvez colocando algumas conversas em dias. Apesar de ainda ser muito jovem, o irmão mais velho de Sasuke era extremamente maduro, então os dois se davam muito bem.

Cumprimentei os dois.

- Sasuke está acomodado no seu quarto – Jiraya complementou.

Sasuke estava em pé em frente a minha escrivaninha, apenas usando um samba canção. Seus músculos estavam todos a mostra. Fiquei vermelho ao me imaginar me beijando cada centímetro das suas costas. Quando ele virou, vi alguns hematomas em seu peitoral. Os seus cortes fechados com pontos já estavam se cicatrizando. Era muito estranho para mim vê-lo tão machucado.

- Pensei que você não queria me ver – ele comentou fitando o chão.

Em suas mãos estavam a nossa fotografia.

Não respondi e me aproximei dele.

- Eu gostava do seu cabelo mais bagunçado – Sasuke disse apontando para a foto.

- Sim, também prefiro seu cabelo antes. Agora você parece um emo.

Soltei um sorriso, não foi difícil para mim, os sorrisos saiam fácil quando eu estava ao seu lado. Ele me deu um leve soco no ombro. Mas mesmo assim ele fez uma expressão de dor.

- É melhor você ir com calma – disse. – Deite!

Sasuke não foi teimoso e me obedeceu. Sentei na ponta da cama olhando em seus olhos negros. Como eles eram profundos, mas não conseguia me dizer nada.

- Naruto, você quer conversar? – Ele perguntou.

 


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...