História Como a Maré - Capítulo 1


Escrita por: ~

Exibições 4
Palavras 673
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oii gente! Espero que gostem! Tô fazendo com carinho viuu! Beijão!

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Como a Maré - Capítulo 1 - Prólogo

Vocês já se sentiram como se tudo estivesse dando errado na sua vida? Provavelmente sim, pois esse sentimento faz parte da adolescência e de todo o drama do qual ela fez acompanhada.

Eta gente! Eu esqueci de me apresentar! É que esse negócio de contar uma história é novo pra mim.

Bem, meu nome é Flávia Sanchez Rezende, vulgo Fafá. Ah, querem saber! Ainda tô no segundo parágrafo e já cansei de usar linguagem formal demais. 

Continuando... Onde parei mesmo? Ah sim! Eu estava me apresentando. Sou Fafá e tenho quinze anos (quase dezesseis! Só faltam dois meses e quatorze dias!). Nasci em Salvador, aqui na Bahia. Isso aí, eu sou nordestina minha gente. Acabei de me mudar pro Rio de Janeiro. Tive que deixar minha casa, minha família, minhas amigas e o mais importante, meu crush! Que absurdo né?

Ah o Gugu...Ele é tão maravilhoso! Aqueles olhos azuis penetrantes, aquele cabelo preto macio e cheiroso, aquele sorriso... Mas ele é passado.

Certeza que se qualquer outra menina da minha idade estivesse passando pela minha situação, passando por uma mudança tão repentina, ela estaria aos prantos, reclamando da vida e se dizendo infeliz. Mas eu não sou dessas. Na verdade... Quando minha mãe me contou que íamos nos mudar, eu passei o final de semana inteiro sem sair do quarto, chorando, mas relevem esse fato.

É melhor vocês se sentarem (se é que já não estão) pois temos o voo todo pela frente e vou fazer um resumo da minha monótona vida.

Vou começar falando da minha família. Minha mãe se chama Melissa. Mamãe rainha e o resto nadinha. Agora falando sério, minha mãe é a melhor pessoa da vida, apesar de ser meio sincera e grossa, eu amo ela do fundo do meu core e sei que posso confiar qualquer coisa a ela. Papis se chama Pietro. É, nome meio diferente mesmo. Na verdade, é porque meus avós são Italianos. Meu pai tem um jeito mais caladão e reservado, porém as poucas palavras que ele fala sempre são muito significativas e inteligentes. Adoro conversar com ele, sem contar com o fato de que ele é um ótimo ouvinte e escuta tudo o que eu digo, ao contrário da minha mãe que quer opinar em cada palavra que eu falo. Tenho um irmão mais novo (peste dos inferno) chamado Chico. Esse daí é o bicho em pessoa. Não para queto. Parece até que tem bateria eterna. Meus avós por parte de pai moram na Itália e a gente vai raramente visita-los. Normalmente eles que vem para o Brasil, principalmente nas datas festivas como Natal, aniversários e etc.. Meu avós maternos moram numa casa simples em Salvador. Eles são um casal fofinho!

Estamos nos mudando para o Rio porque a empresa de hotéis na qual meu pai trabalha, que se chama Tous, vai abrir uma franquia no Rio e o transferiram para lá pra ele administrar o hotel.

Deixa eu falar um pouco sobre mim agora. Bem, eu amo viajar, também gosto de ler e de observar o céu noturno estrelado. Adoro pessoas cheirosas e consequentemente gosto de estar cheirosa. Amo cheiro de chuva, hidrocor, bolo recém-assado e loção de bebê. Também gosto de dar risada e de torrada com manteiga, mas, de todas, a minha maior paixão é o mar, a praia, a maresia, os corais e surfar. Adoro surfar.

Tenho os cabelos de cor meio caramelo, ondulados e longos com algumas mechas claras de sol por eu passar tanto tempo na praia. Meus olhos são cor de mel e meu nariz é arrebitado. Minhas bochechas estão quase sempre vermelhas. Não importa quanto protetor solar eu passe, sempre estou vermelha. Que saco né? Não sou muito alta e peso 57 quilos. Tô só resumindo minha aparência para vocês terem ideia.

Então gente, acho que vocês conheceram um pouco de mim mas preciso ir porque, o que é bom dura pouco. Na verdade vou tirar um cochilo para que esse voo passe mais rápido e que eu possa sair logo desse avião.

Beijo amores!


Notas Finais


Comentem se gostaram da ideia e do primeiro capitulo também! É sempre bom saber a opinião de vocês!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...