História Como amar novamente? - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Tags Bromance, Gay, Larry, Larry Stylinson, One Direction, Yaoi
Visualizações 85
Palavras 2.016
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Comédia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei rápido haha para compensar a demora pra postar essa semana aproveitem
Bjs

Capítulo 13 - Uma nova chance


Fanfic / Fanfiction Como amar novamente? - Capítulo 13 - Uma nova chance

P.O.V Narrador 

Liam esta boquiaberto, seu melhor amigo realmente havia passado por tudo aquilo, sozinho, o quanto Louis sofreu? O quanto Louis se sentiu mal? Eram perguntas que rondavam a cabeça do mais velho, Louis o olhava buscando algo como ódio, mas em nenhum momento seu amigo pensou dessa forma sobre ele:

- Lou eu não imaginava eu – Liam se embaraçava com as palavras – Lou você sofreu tanto assim?!

- Liam – antes que Louis falasse algo mais Liam o abraçou forte era só aquilo que o menor precisava naquele momento, um ombro amigo para chorar tudo o que ele segurou por todos esses anos sozinho, seus fantasmas, ficaram assim por quase meia hora até Liam o soltar, Louis arregalou os olhos ao ver que o amigo havia chorado junto a ele todo esse tempo – Liam porque?

- Lou me perdoa por não chegar a tempo – Liam falou – por não estar lá para você 

- Liam você não teve culpa nenhuma – Louis tratou de falar, nunca culparia o amigo pelo que aconteceu 

- Nem você – Liam falou firme – é por isso que você quis se afastar do Harry? Você tem medo dele?

- Não... Sim – falou – eu não sei, é só que parece tudo rápido demais e...

- Mas você sabe que o Harry nunca faria nada do tipo para você, não é mesmo?!

- Sei – Louis falou – o Haz é diferente – quando se tocou do que havia falado ele corou – quer dizer o Harry 

- Então por que fugiu dele?

- Por que mesmo que ele seja diferente, mesmo que meu corpo reaja a ele, meu coração ainda aperta ao sentir seus toques, pois mesmo que Harry seja fantástico minha cabeça insiste em me trazer lembranças que eu não quero ter, dores que eu não quero sentir – Louis fala cabisbaixo 

- Eu sei meu anjo – Liam falou doce – e sei também como deve ser difícil pra você até hoje lembrar de tudo isso – falou compreensivo – mas talvez seja a hora de você se dar uma chance de esquecer aquilo e ser feliz – Liam continuou – e mesmo que sua única experiência com outro homem tenha sido assim, o Harry é diferente

- Eu sei, eu só preciso pensar um pouco

- Eu sei – sorriu – vou deixa-lo pensar, mas de qualquer forma nós vamos estar te esperando na segunda 

- Tchau Li – Louis o abraçou forte – e obrigado

- Eu que agradeço por ter se aberto comigo – falou sorrindo – prometo manter segredo até você estar pronto para contar 

- Eu te amo Liam 

- Também te amo Lou – amigos, irmãos, era isso que Liam Payne e Louis Tomlinson eram e agora mais unidos do que nunca

E com esse adeus Louis voltou sozinho a seu quarto, ele quase pediu que seu amigo dormisse ali, mas para ele  já seria muito abuso. Eram sentimentos demais ao mesmo tempo para lidar, mas ele não podia negar que Harry tem sido o dono de seus pensamentos nos últimos dias, o que ele sentia perto de Harry era tão diferente, claro ele nunca se apaixonou por outro homem, ele apenas adormeceu pensando naquilo, talvez fosse a hora de uma nova chance mesmo.

Segunda [6:00 Am]

P.O.V Harry 

Eu cheguei duas horas mais cedo que o habitual na empresa, sim eu praticamente abri a empresa junto do porteiro Carl, segui direto ao meu escritório ligando as luzes no caminho assim como o ar-condicionado, me sentei na cadeira e simplesmente fiquei fitando o teto, culpa de quem do Louis, ele sumiu por duas semanas e ontem Liam me ligou me avisando que conseguiu falar com ele e havia uma pequena possibilidade de ele voltar para o trabalho hoje, eu só quero me desculpar e estar ao lado dele mesmo que seja como um simples amigo se isso fizer o Louis ficar feliz. 

Fiquei pensando esses dias o quanto essa garoto mudou minha vida, tanta confusão, tantos sentimentos, ri de meus pensamentos, Louis era tão original, tinha algo que eu não via a muito tempo, uma aura que deixava todos simplesmente felizes por estar ao seu lado e não era diferente em mim, querendo ou não eu não pude enxergar Logan em Louis porque mesmo parecidos na aparência, na questão da personalidade eram duas pessoas concretamente diferentes, Logan sempre foi tímido, Louis é confiante e destemido, Logan era sempre doce, Louis sabe quando ser duro mesmo com quem ele gosta, na verdade por um tempo eu achei que eles poderiam ser irmãos gêmeos, mas isso não faz sentido afinal de contas eles nasceram em anos diferentes, esse ano Logan faria 22 anos e pelo que sei Louis fará vinte daqui a algum tempo, ouvi batidas na porta que me tiraram de meus devaneios, parece que alguém chegou tão cedo quanto eu apenas permito que entre e era a pessoa que eu menos esperava, porém a que eu mais queria ali.

P.O.V Louis 

Acordei mais cedo que o habitual e me vesti da melhor maneira que eu pude, mesmo que eu quisesse voltar eu não sabia como encarar todo mundo, respirei fundo e resolvi chegar mais cedo e esperar a todos talvez me desse mais coragem, segui até o prédio da empresa onde apenas o porteiro me saldou, feliz pelo meu retorno, ele falou que havia outro madrugador ali, quando eu perguntei ele respondeu com apenas dois nomes que ne deixaram louco esses dias, “Harry Styles”, talvez fosse o destino, não que eu acredite nessas coisas, mas ele deveria ser a pessoa com quem eu deveria falar antes de todas as outras, subi e meu coração batia mais forte a cada passo, assim que cheguei na frente de sua porta bati:

- Pode entrar – eu posso, mas será que devo? Pare de pensar demais Tomlinson, diga para mim enquanto abri à porta

- Lo...Louis – ele diz dando um pulo da cadeira assustado com minha presença, não é para menos levando em conta tudo que aconteceu 

- Oi Harry – sério só um oi – eu... eu.... eu preciso falar com você – é óbvio, ok calma Louis, você consegue, apenas respire fundo

- Eu também – falou se aproximando, eu respirei fundo, não se afaste, não é o Max é o Haz o mesmo bêbado louco que te beijou, ok talvez não seja a melhor memória para este momento, mas isso não vem ao caso

- Harry eu... – tentei começar, mas nem eu sabia exatamente o que eu estava fazendo ali, as palavras não saiam apenas ficavam ali engasgadas na minha garganta – eu – eu o que? Antes que eu tentasse continuar ele tomou a frente 

- Louis me perdoa – falou se ajoelhando a minha frente em sinal de súplica enquanto segurava firme minha mão, Ok por essa eu não esperava – eu... eu nem sei por onde começar minhas desculpas – falou se levantando ficando a minha frente – eu... só... eu... você... – eu ri simplesmente ri de seu nervosismo e a forma com a qual tentava se desculpar, sei que não foi intencional, mas me deixou mais leve para falar o que eu tinha de falar 

- Acho que viemos fazer a mesma coisa – falei cessando os risos – eu também quero me desculpar por agir de forma infantil fugindo em vez de conversar com você como os adultos que somos – ri

- Você se desculpar, eu que deveria eu...

- Shh – o cortei – só cala à boca – antes que eu notasse entrelacei meus braços em seu pescoço e tomei seus lábios em um selinho, eu deveria fazer aquilo? Não estou indo rápido demais? Depois eu penso nisso agora sou apenas eu ele e esses sentimentos, ele finalmente reagiu agarrando minha cintura, eu não me senti estranho eu estava feliz?! Ele pediu passagem para língua e eu concedi, meu corpo e admito eu queríamos mais, mesmo ali tão entregue e vulnerável, eu não me sentia fraco, pelo contrário, me sentia mais forte e confiante para seguir em frente, nos separamos apenas pela falta de ar 

- Lou você...

- Eu quero dar uma chance a tudo isso, a esse sentimento então Harry se quiser tentar ainda eu

- Quero – falou rápido e corando assim como eu – vamos tentar – sim tentar, talvez não fosse o mais inteligente a se fazer, mas era o que os dois desejavam e precisavam

- Um passo de cada vez – sorri e ele assentiu – por onde começamos?

- Que tal um encontro? Talvez seja cedo, mas...

- Claro no sábado – falei, foi mais forte do que eu, mas esse deveria ser o momento para aquilo certo? Ai que droga porque não penso direito

- No sábado – ele sorriu concordando, talvez fosse rápido demais, mas eu quero esquecer as coisas ruins e focar no meu futuro, quero ser feliz e talvez Harry fosse a peça que faltava, corei com meus pensamentos 

- Harry você pode... – Desmond entrou e nos viu naquela posição ainda abraçados e sorriu estranhamente, mas sorriu – desculpe acho que atrapalhei algo – falou saindo, nos olhamos vermelhos e nos afastamos um pouco – a Louis – Desmond entrou novamente – seja bem-vindo de volta – sorriu saindo de novo

O resto foi bem melhor do que havia imaginado, todos me receberam tão bem, falando que sentiram minha falta, Niall até chorou, Liam disse que estava orgulhoso pela minha coragem, acho que ainda não posso chamar isso de coragem, mas estou feliz, a semana passou rápido, meu relacionamento com Harry melhorou, quero dizer nós conversávamos mais abertamente sobre o que sentimos, nos falávamos quase todas as noites por celular, sério a essa altura me transformei em um adolescente apaixonado, não ligo, seria muito grudento dizer que eu sinto falta da boca dele, talvez, ri, fui dormir amanhã seria o grande dia.

P.O.V Harry 

Eu estava nervoso era o grande dia e eu mal consegui dormir, quer dizer faz tempo que eu não tenho um encontro, eu fui apaixonado por Logan por muito tempo então nunca saí muito, afinal ele nunca gostou muito de lugares lotados, espero ter escolhido o lugar certo. Combinei de encontrar com Louis as Nove na frente do prédio onde ele estava no momento,  cheguei e não demorou muito e ele saiu, com um visual simples como eu havia pedido, usava uma calça jeans meio justa, uma camisa preta e um gorro cinza, ele entrou no carro colocando o cinto de segurança:

- Bom dia Lou – falo

- Bom dia Hazz – falou também, vi que ele estava um pouco desconfortável, é tudo muito novo para ele então eu entendo – onde vamos?

- Surpresa – falei e dei partida, vi que ele ainda parecia meio desconfortável então resolvi perguntar de uma vez – tem algo te incomodando Lou? 

- É que...

- Pode falar – disse – se quiser voltar eu te levo e

- Não é isso – falou – é só que é meu primeiro encontro em muito tempo e eu tenho medo de falar algo ou fazer algo idiota – Disse vermelho

- Calma eu estou do mesmo jeito – disse sincero – Então vamos simplesmente relaxar ok 

- Ok – ele assentiu 

O caminho seguiu em silêncio, não um silêncio ruim e sim confortável, o caminho foi leve, música boa na rádio, até mesmo o trânsito estava colaborando agradavelmente, talvez fosse um sinal de que seria um bom encontro certo? Eu espero que sim. Enfim chegamos, eu sei que pode parecer idiota, mas era um parque de diversões, infantil demais? Sabia ele vai odiar:

- Harry você está bem? – ele perguntou preocupado, eu o olhei aqueles olhos azuis e intensos, pareciam me lançar forças positivas, eu apenas assenti – então vamos logo, o que estamos esperando? – olho diretamente buscando algum tom de piada, mas encontro apenas sinceridade, sorri e logo ele estava do lado de fora do carro sorrindo para mim – os brinquedos estão nos esperando – saí indo em sua direção, travei o carro 

- Não acha muito infantil? – perguntei temendo a resposta 

- Não – sorriu – na verdade você acertou em cheio, sempre quis vir até um – falou – obrigado Harry, agora vamos lá 

- Ca...Claro – por que eu gaguejei, Louis Tomlinson o que você está fazendo comigo? Bem não adianta ficar aqui parado está na hora de me divertir e ver onde esse encontro vai me levar.

Continua...


Notas Finais


E então o que acharam e o que acham que vai rolar nesse encontro
Até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...