História Como as historias terminam. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Bela Adormecida, A Bela e a Fera, Aladdin, Branca de Neve, Chapeuzinho Vermelho, Cinderela, O Patinho Feio, Os Três Porquinhos, Rapunzel
Personagens Aladdin, Bela (Belle), Branca de Neve, Caçador, Chapeuzinho Vermelho, Cícero, Cinderela, Fada Madrinha, Fauna, Fera, Flora, Gênio, Heitor, Jafar, Lobo Mau, Madrasta, Malévola, O Caçador, Personagens Originais, Prático, Primavera, Princesa Aurora, Princesa Jasmine, Príncipe, Príncipe Encantado, Príncipe Felipe, Rainha (Bruxa), Razoul, Vovó (Granny)
Tags Clássicos, História
Exibições 9
Palavras 582
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Cinderela


Fanfic / Fanfiction Como as historias terminam. - Capítulo 2 - Cinderela

Era uma vez, uma doce garota chamada Cinderela.

Todos os animais a adoravam, principalmente dois ratinhos chamados Tatá e Jaque. Eles fariam qualquer coisa por Cinderela.

Cinderela vivia com sua madrasta e duas meias-irmãs, Anastácia e Drizela.

Elas maltratavam Cinderela fazendo-a limpar, costurar e cozinhar o dia todo. Ela se esforçava para fazê-las felizes.

A madrasta de Cinderela, Lady Tremaine, era fria, cruel e tinha inveja do charme e beleza da enteada.

Ela adorava dar tarefas adicionais para Cinderela, como dar banho em seu gato, Lúcifer.

Certo dia, um mensageiro levou um convite especial. Haveria um baile no palácio real!

O Rei queria encontrar uma noiva para seu filho. Todas as jovens do reino estavam convidadas, inclusive Cinderela!

Cinderela estava muito animada com o baile. No sótão, ela encontrou um vestido que pertenceu à sua mãe.

Era um pouco antiquado, mas Cinderela podia torná-lo deslumbrante!

Lady Tremaine não queria que Cinderela fosse ao baile. Ela queria que o Príncipe conhecesse Anastácia e Drizela. Talvez ele se casasse com uma delas!

Lady Tremaine encheu Cinderela de tarefas que demorariam a noite toda.

Enquanto Cinderela trabalhava, os ratos e pássaros arrumaram seu vestido. Eles acrescentaram laços e miçangas que as duas irmãs haviam jogado fora.

Trabalhando juntos, os animais transformaram uma peça simples em um vestido fabuloso!

Cinderela ficou radiante ao ver seu vestido. Agora, ela poderia ir ao baile!

-Oh, muito obrigada!" disse Cinderela a Tatá, Jaque e os pássaros.

Quando as irmãs viram seus antigos laços e miçangas no vestido de Cinderela, ficaram furiosas.

Elas rasgaram o vestido e arrancaram os enfeites. Lady Tremaine não as impediu. Para Cinderela, o sonho de ir ao baile chegou ao fim.

Cinderela fugiu para chorar no jardim. De repente, sua fada madrinha apareceu.

Com sua varinha, ela transformou uma abóbora em uma elegante carruagem. Cinderela podia ir ao baile, mas seu vestido continuava arruinado.

-Bibbidi-bobbidi-boo!”“, disse a Fada Madrinha, usando a varinha novamente. Cinderela agora usava um belíssimo vestido e sapatinhos de cristal.

Mas havia uma condição: o feitiço se encerraria à meia-noite!

Durante o baile, o Príncipe Encantado não conseguiu tirar os olhos de Cinderela.

Ao som da orquestra, o Príncipe dançava com a garota incrível cujo nome ainda desconhecia. Para Cinderela, aquela noite era um sonho realizado.

De repente, começaram as doze badaladas do relógio. "Adeus!" disse Cinderela, apressada.

-Volte, Disse o Príncipe. "Eu nem sei o seu nome!" Enquanto Cinderela fugia, um de seus sapatos de cristal caiu.

O Príncipe enviou o Grão-Duque para encontrar a garota a quem servisse o sapato. Lady Tremaine a trancou no sótão, mas seus amigos ratinhos conseguiram libertá-

Então, Lady Tremaine fez o Grão-Duque tropeçar e quebrar o sapatinho de cristal... Mas o outro pé estava no bolso de Cinderela. E ele serviu!

Logo, Cinderela e o Príncipe se casaram. Todos comemoraram inclusive os amigos ratos de Cinderela que usaram trajes especiais no casamento.

Cheios de alegria, Cinderela e o Príncipe Encantado viveram felizes para sempre.

Continuação:

Cheios de alegria, Cinderela e o Príncipe Encantado viveram felizes para sempre ou pelo menos era o que eles achavam.

Durante a lua de mel cinderela contou para o príncipe tudo que havia acontecido sobre a fada os ratos tudo sem exceção então o príncipe a jogou no hospício.

-Eu estou falando a verdade!!-Dizia Cinderela, mas o príncipe não acreditou.

Meses se passaram e ela não abandonava a ideia de fada entre outras então foi condenada a cadeira elétrica pois o reino não tinha espaço para tamanha loucura.

Fim...


Notas Finais


Gostaram?
Espero que sim!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...