História Como conquistar o Crush sendo uma batata - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O
Tags Baekyeol, Chanbaek, Comedia, Exo
Visualizações 61
Palavras 1.515
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Heloo, para os people que estav esperando afic, ou nn, ser atualizada, agradeço mt a espera e acho, mas os acho, q o prox cap vai sair mais rapido q esse! Espero que gostem

Capítulo 4 - Sorvete é doce


Oi.

Tudo bom com vocês? Porque comigo tá tudo ótimo.

É sábado, e não sei se vocês ainda lembram do meu relato anterior, mas eu sou a dupla de trabalho de um certo alguém.

Que no caso está três horas atrasado para chegar na minha casa, talvez eu já tenha me mancado que ele não vai aparecer, talvez eu já tenha sido o trouxa que mandou 30 mil mensagens que foram muito bem visualizadas e ignoradas com sucesso.

Foda viu, essa vida de sofrer por crush não tá fácil pra ninguém.

Meu sábado foi completamente arruinado, já que eu obviamente criei esperanças de que ia acontecer alguma coisa aqui em casa no nosso ¨trabalho¨, mas só rolou que eu levei um bolo (alguém ainda usa esse termo?) E que eu fui dormir depois de comer quatro ou cinco potes de sorvete, ouvindo Adele no último volume, enquanto me imagino sofrendo como a Lana Del Rey em Born to Die.

Após minha hibernação de 17 horas, na qual eu literalmente só acordei mais ou menos quando meu estomago começou a me socar de fome, já que eu perdi umas três refeições diárias em uma média, decidi tentar colocar um rumo na minha vida começando por tentar ajudar meu corpo a se aliviar da abstinência por gordurosos.

Comi meio pote de nutella com um pedaço de pizza que tinha no fundo da geladeira, cometendo um crime contra o projeto verão 2017 que vai ficar pra 2018 mesmo, porque nois sabe que os projetos nunca dão certo na vida real, só naqueles comerciais de TV maravilhosos aonde todo mundo é gostoso e você fica morrendo de inveja da vida artificialmente perfeita deles.

Pronto falei.

Após este breve momento Hannah Baker, voltamos a programação normal.

Voltei para o meu quarto, para dormir mais sei lá quantas horas até a bosta do meu despertador começar a tocar com uma musiquinha irritante qualquer, vejo que por algum milagre do destino eu tenho mensagens.

Primeira, mãe: Baek, houve uns problemas com nossa viagem de trabalho vamos ficar fora o resto da semana, eu te proíbo de comer minha nutella, bjs mamis glamorosa.

Aé meus pais foram viajar, nada fora do comum. Lembrete mental, comprar mais nutella para a sobrevivência da família Byun.

Segunda, Pinguim: Anexo de uma foto do seu pescoço cheio de chupões, pra me lembra novamente que ele namora e eu não.

Legenda da foto: Jonginnie parece um vampiro, adorooooo!!!

Por que eu fui arranjar um amigo desses mesmo?

Terceira, número desconhecido: Oi, Baek sou eu o Junmyeon.

E este é o momento em que meu cu piscou, principalmente pelo fato de ele realmente ter me chamado pra conversar, Oh my Gosh Look at her Butt.

No real véi, por essa eu não tava esperando, eu sei que ele realmente tinha me convidado para tomar um sorvete qualquer dia, mas sei lá essas coisas não são de acontecer comigo, eu estava esperando qualquer tipo de brincadeira, não que fosse algo real.

Afe, me sinto cobiçado, não vou mentir adoro (mesmo que seja por apenas uma pessoa, já que o crush atual não aprece demonstrar tanto interesse).

Me: Oiieeee, Jun, tinha até me esquecido que tinha te passado meu número,rs.

Enviar.

NÃOOOOO, que idiota Baek, como que faz para voltar!? Parece que eu estou muito mais desesperado do que realmente estou.

Ai ele tá online.

Visualizou.... Digitando....

Alguém xama o xamu, não to bem.

Junmyeon: É você me passou o número lá no mercado, lembra? Acho que não kkk, bem eu queria saber se você ainda quer sair comigo para tomar aquele sorvete, mas se não tudo bem, também.

Ai, como os meninos de hoje são ingênuos, se não o conhecesse até pensaria que ele está gostando de mim.

Me: Ah, claro eu adoraria, rs.

Jun: Sério? Que bom, que dia você tá livre?

Agora, você tocou em um assunto delicado. Que dia da semana eu estou livre? Oras todos os dias da semana, você acha mesmo que eu tenho vida social? Coleguinha menas.

Me: Eu? Ah não sei, hoje por exemplo não tenho nada pra fazer, mas o resto da semana não sei não...

Regra pra vida, não seja um escrotinho por mensagens como eu, mas fazer o que não consigo segurar, é de mim tentar ser uma estrela em todos os momentos.

Tentar.

É porque tentar a gente tenta né, fazer é outra coisa.

Jun: Você está livre hoje? *--* Que bom, eu estava pensando em te chamar hoje mesmo, eu sei que é estranho chamar alguém assim no meio da noite, mas eu sei um lugar aqui perto na região que tem uma sorveteria em frente ao parque que só fecha mais tarde. Podíamos ir lá agora que tal?

Bem, tirando minha cara de sono, e meu pijama do Star Wars amassado, porque não?

Me: Okay, acho que sei de onde você está falando, é umas três esquinas do mercado certo?

Jun: Siimmm, então você quer ir pra lá agora?

Me: Claro, te encontro lá em meia hora.

Jun: Okay.

Desligo o celular.

Tudo bom, meninas! No tutorial de hoje vou lhes ensinar como arranjar uma roupa perfeita sem ser extravagante de mais nem largada de mais em trinta minutos, isso tudo com o cabelo penteado e maquiagem feita sem borrar.

Ah foda-se, abri o guarda roupa, entrei em desespero, liguei para Kyungsoo.

Ele não me atendeu, deve tar dando pro Jongin, e esqueceu dos amiguinho.

Ai, por algum milagre do destino, me lembro de um lindo moletom esportivo, que eu comprei uma vez e nunca usei, que é perfeito, pois ele é o tipinho de:

Já estava usando ele em casa, só penteei o cabelo e vim haha. Não pense que eu tive um ataque de pânico por sua causa haha.

Tá, coloquei uma calça jeans, porque quando você não sabe o que usar jeans é a solução de todas as roupas, uma camiseta não tão amaçada, moletom, tênis sem ser esportivo e o que estiver menos sujo.

Corre pro banheiro, penteia o emaranhado de cabelos castanhos na minha cabeleira, tentando e falhando na tentativa de fazer um topetinho, passa base na cara um lápis de olho bem básico sem borrar pelo amor de Deus e vamo.

CCC – Celular, Carteira e Chave.

Tranca a porta e incorpora o Flash, porque demorei 35 minutos me arrumando, bati meu novo recorde, em velocidade quase fui parado por um guarda de transito, mas consegui chegar na sorveteria no momento que vejo o Junmyeon terminar de pedir alguma coisa.

E não, ele estava usando o mesmo moletom que eu.

Existe muitas merdas na vida, mas ter um encontro com um cara usando a mesma roupa que você é uma coisa realmente bizarra, mas acho que ele não pensou assim.

- Baek! Adorei a blusa! – Fala acenando pra mim.

Sorrio, um pouco, pronto Baek Regina George foi embora, e o Baek franguinho entra em ação.

- Oi, desculpa o atraso, estava muito transito... – que bosta.

- Mas você não está a pé Baek? Me pergunta procurando pra ver se eu tinha vindo de bicicleta ou algo do tipo.

- S-sim quer dizer – Vai lindo, arruma uma desculpa descente agora – É que eu me distraio com a movimentação, sou meio distraído....

- kkkk, é verdade, se não fosse não teria entrado no banheiro errado.

- É... – Respondo, ai que vergonha.

- Ai me desculpe – fala parecendo realmente arrependido – eu esqueci que te chamei aqui justamente pra te pedir desculpas.

Ele se levanta, e se curva pra mim, ainda bem que a sorveteria está vazia, meu Deus.

- T-tudo bem, Junmyeon... Já passou – falo tentando pelo amor de Deus amado fazê-lo sentar.

Ele se senta, graças, e me encara.

Não sei o que dizer, então falo a primeira coisa que vêm a minha cabeça.

- Usando a mesma roupa, parece até que estamos combinando como um casal.

Neste momento, uma tigela de sorvete é praticamente arremessada na nossa mesa, assustando a mim e ao Junmyeon.

Olho indignado para o garçom, que por acaso do destino, é meu lindo e adorável Crush/ Que me deixa no vácuo, servindo sorvete pra nós dois.

- M-mas.... – Tento dizer...

- Chanyeol! Ouço chamar, você tem que ser mais cuidadoso quase jogou o sorvete todo em cima da gente.

Era só impressão minha, ou a cara marrenta dele de quando atirou sorvete em nós se desfez para um lindo sorriso.

- Desculpa Suho, sabe que sou atrapalhado as vezes. – Ele se vira pra mim – Oi.

Era só o que me faltava, me deixa no vácuo e nem olha pra minha cara.

- Ei, Chanyeol! – Suho o chama quando ele começa a se afastar – Não acha que eu e o Baek parecemos um casal de verdade? – Fala enquanto passa um braço pelo meu ombro.

Mas aonde estamos indo parar com isso?

Ele para, e sorri.

- Acho, que vocês são lindos um para o outro. S2.

Sinto o Junmyeon, sorrir perto do meu ombro.

Não sei o que acabou d acontecer.

Mas coisa boa com certeza não é.

Afinal eu estou envolvido no meio, ou seja nunca é coisa boa.


Notas Finais


Bjs a todos q ainda acompanham a fic S22


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...