História Como CyG - Capítulo 38


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Feia Mais Bela
Tags Comedia, Novela, Romance
Exibições 167
Palavras 2.379
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 38 - O amor espera.


Estávamos jantando todos reunidos em uma mesa.
O tio do Fernando era um senhor bem simpático e adorável, conversamos bastante durante todo o jantar...
Até eu pedir licença, estava cansada pela viagem e não sei se ainda daria para conversar com ele...

- Claro, fique a vontade minha querida... Deve está cansada não?!...

Assenti sorrindo, enquanto me preparava para levantar...

- Eu a levo para o quarto Lety... - Disse Fernando colocando o guardanapo na mesa.

- Não, deixa que eu posso a acompanhar Nando, termine de jantar em paz... - falou Jessy.

- Mas já terminei à tempos Jess... Não se preocupe. - Levantou.

- Isso, deixe eles Jessy.... Os dois precisam de um tempo a sós, já que passaram tanto tempo longe...

- Eu só quis ser gentil papai. - Revirou os olhos e nos encarou.

- Então até amanhã seu Alberto...

- Boa noite para os dois...

Subimos as escadas daquele imenso casarão... E caminhamos pelo corredor em silêncio.
Suspirei balançando a cabeça impaciente na hora que chegou o meu.
Abri a porta e entrei.

- Vai ficar bem aqui? - Perguntou...

Assenti o encarando...

- Fernando... Poderia entrar um pouquinho e sair da porta?

- Você quer conversar agora? - disse enquanto entrava...

Passei por ele e fechei a porta voltando a olha-lo de braços cruzados.

- Você pode começar me falando que tipo de lavagem fizeram com você? ou começar pela  parte na qual me trata como se fosse uma estranha?

- Não é nada disso.... Só que ainda estou surpreso por ver que está realmente aqui.

- Bom, sabe o que parece? Que você não queria voltar a me ver nunca mais... - falei magoada.

- Não diga isso! - se aproximou. - Quantas vezes terei que dizer que eu te....

- Que me ama? Ora por favor...

- Não quero ter que tratar isso com você aqui, nem agora...

- Ah não? E quando vai querer? Daqui a dois, três anos? Quanto tempo ainda pretende ficar aqui?

- Letícia! Eu não pensei que as coisas fossem chegar a esse ponto!

- No ponto em que você nos colocou?!

Ele cruzou os braços e encarou o chão...

- Ainda existe um "Nós" Fernando? Me diga,... Porque preciso dizer que já cansei.... E faz muito tempo, disso tudo. Então, me responda... Se estiver disposto a lavar as mãos e esquecer tudo o que vivemos... Eu não irei me opor... Mas você não pode continuar fazendo isso comigo....

- Não precisamos resolver nada agora... Descanse está bem?

Ele iria passar por mim se eu não tivesse sido mais rápida me colocando em sua frente de novo.

- Você. Não. Vai. Sair. daqui. - Fiz ele caminhar para trás. - Fernando, eu não lutei tanto para deixar você estragar tudo! Sente-se, e sim! Vamos conversar....

Disse ríspida e séria..

Ele sentou no sofá. Fui até uma gaveta e retirei de lá um envelope amarelo. Logo voltei e joguei em cima da mesinha de centro.

- O que é isso? - Perguntou paciente.

- Leia...

Abriu o envelope e começou a ler o conteúdo. Assim que se deu conta do que era, me encarou e levantou na mesma hora.

- O... O quê você quer dizer com isso?

- Me diga você! Se é isso o que quer assine agora mesmo....

- EU NÃO QUERO ISSO! Pelo amor de Deus.... Letícia...

- Ah, finalmente consegui fazer você reagir...

Avançou me segurando pelo braço.

- Ouça bem.... Eu. Nunca. Vou. Desistir de você!

- Não é o que tá parecendo...

Pegou os papéis e os rasgou em pedaços....

- Lety.....  - Segurou minhas duas mãos..- Você entendeu tudo errado....

Balancei a cabeça cansada.....

- Eu não mudei.... Continuo o mesmo.... Só, que um pouco frustado.... Mas o mesmo....

- Como assim?....

- Todo esse tempo....  Que ficamos longe. .. eu percebi que.... - suspirou... - Eu não tenho vida... Literalmente Letícia eu não tenho uma vida sem você.... Não sou eu mesmo.... Não tenho alegria.... Só fica um vazio....

- Mas então....  Por que continua frustado?....

- Pensei que, dando tempo a você....  Você poderia ficar melhor sem mim....

- Ah meu Deus por que diz isso?....

- Veja bem.... Tive muito tempo para refletir..., E sabe, eu fui o culpado por tudo....  Eu fui a pessoa que mais a fez sofrer.... E não diga que não é verdade, por que é sim... Desde o início....

- Meu amor se você for começar a citar o passado é melhor p...

- Não Lety..., Me ouça..., Eu acabei com o seu noivado.... A fiz ser praticamente obrigada a casar comigo... A levei para me ajudar nas ruínas que ficou Conceptos... A fiz passar por.... Tanta coisa.... Quanto a você.... Que nunca fez mal a uma formiga....  A ninguém...E eu sempre fui egoísta... Só pensava em mim... E não dei valor o suficiente.

- Não diga isso.... Você foi a pessoa que mais me fez feliz.... 

- Ah não Lety... Só diz isso porque me ama....

- E você não?

- Mais do que tudo nessa terra... Eu te amo muito... E por isso fui capaz de pensar que a deixando, você poderia tentar ser feliz.... Por isso nunca retornei a nem uma ligação....  Uma mensagem se quer....

- Eu nunca seria feliz sem você Fernando.... O que teria que fazer para você entender isso?

- Agora eu sei.... Mas na hora parecia a melhor coisa a fazer...., Bom até Omar me contar que Márcia andava a importunando.... Daí tive que ligar pra você... Me senti culpado por tê-la colocado nisso...

- Não percebi... sua preocupação naquela ligação....

- Tentei ser o mais frio possível... Notei que suas ligações diminuiram... As mensagens também, até chegar no ponto de não ter notificação nem uma sua... Pensei então que, se eu fosse eu mesmo, você poderia voltar a... Sabe Deus... acreditar na gente....

- Por favor me avisa. Da próxima vez que algo assim passar pela sua cabeça.... Porque daí mostrarei a você o quanto é um bobo por pensar isso.... O quanto eu o amo e que nunca me arrependo de nada do que fiz... Fernando... Está me entendo?

- Sim... Sim... Me desculpe... Por favor me perdoe... - Me abraçou forte. - Saiba que a pior coisa que fiz foi trata-la de maneira fria....  Letícia eu sou um idiota.... Não precisa me perdoar. Você vive fazendo isso...e eu vivo cometendo erros...

-  Está tudo bem....  Vamos ficar bem... Não vamos?

- Eu te amo... E estou morrendo de saudades de você...

- Agora estou aqui...

- E não é um sonho...

- Não, não é....- sorri emocionada.

- Posso dizer uma coisa?

- Claro....

- Você é linda....  A mulher mais linda do mundo...

- Era isso...?

- Não.... Mas não pude resistir...- Sorriu nervoso.

- Então o que era...?

- Que estou absurdamente louco para voltar a beija-la...  - disse encarando meus lábios...

- E eu deixo você fazer isso...

Falei me esquivando para mais perto de seu rosto... 

- Mas não....- falou..

- Não?

- Hum, Hum... Não.

- Por quê?

- Esperamos todos esses dias certo?

- Sim.... Mas...

- Apesar de tudo, gostaria que esperasse só mais um pouco....

- Quanto tempo? - Choraminguei....

- Isso vai depender de você...., Não direi mais nada agora.... Mas você entenderá isso... Amanhã.. .

- Meu amor... O que eu falei sobre...

- Não se preocupe... Confia em mim... - Segurou minhas mãos e sorriu.... - Você vai gostar....

- Hmmm... está bem..... Mas nem um beijinho?

Ele sorriu de uma maneira tão linda que fez meu coração disparar...

- Só se for na bochecha.... 

- Só?...  - Perguntei manhosa ...

- Mas se não quiser...

- É claro que eu quero...  vem aqui seu bobo ..

Me abraçou beijando carinhosamente meu rosto, enquanto finalmente o retribuía no abraço aliviada....

Depois de mais um tempinho juntos ele resolveu ir.  

- Agora... É sério... Eu já vou, antes que você me convença a ficar...

- Pensei que já estava conseguindo isso....

- Danadinha....  Meu quarto é o da frente... - Cochichou sorrindo. 

- Bom saber.... - cochichei risonha... - Mas, não vou estragar sua surpresa...

-  Lety, Lety... - Sorriu me olhando ternamente. - Como fui um idiota... Eu nunca conseguiria me acostumar sem ter você comigo....

- É passado meu amor... Esqueça...

- Tudo bem... Você está mais linda....se é que é possível. Já disse isso?

- Sim... Já disse....  - sorri tímida. Sempre ficava sem graça com seus elogios...

- Mais é que.... Sei lá... Desde que chegou.... - balançou a cabeça.. - Deve ser a saudade.... Ou você que fica mais linda a cada dia...

- São seus olhos amor...- disse sonolenta voltando a abraça-lo...

- Está cansada... Não é?

- Humrrum....

- São muitas horas de viagem...

- ....Sim.... - Fechei os olhos...

- .... Então é melhor a senhorita ir para a cama....

- Sem você não vou conseguir....

- Só mais uma noite meu amor....

- A noite mais difícil da minha vida.... Você vai dormir a poucos metros daqui e eu não vou poder fazer nada...

- Bom, se quiser posso te pôr na cama...- Acariciou meus cabelos...

Bocejei concordando.....
Logo senti meu corpo ser carregado e quando abri os olhos ele me levava até a cama....
Assim que me deitou, foi como se eu estivesse dopada... Estava com muito sono...
Só consegui vê-lo tirar meus sapatos com cuidado.... E depois me dar um beijo na testa...
Foi só eu fechar os olhos, para cair no sono. 

***

Voltei para o meu quarto sorrindo... Fiquei a observando dormir por mais algum tempo até decidir fazer o mesmo....

Meu coração estava em festa.... E eu só podia pensar em uma coisa agora....  Amanhã teria que ser um dos momentos mais especiais para nós dois... E para isso, terei que contar com a ajuda especial do meu tio, sei que ele não vai me negar o que pedirei... E claro, deixar Jess completamente fora disso... Percebi faz tempo o tipo de implicância que ela tem com Lety, mesmo antes de conhecê-la... E mesmo ela ainda sendo uma menina, não quero que Letícia tenha a mínima dor de cabeça...

***

- Titio, e então, o que o senhor acha? O senhor poderá me ajudar?

- Se eu posso? É claro que sim... Estou muito feliz que tenham se acertado....  Acharia você um completo idiota se deixasse escapar aquela mulher maravilhosa...

- Muito obrigado titio.... E por favor, não conte nada a Jess...

- Não contarei.... Sei bem como as mulheres são, com certeza ela não manteria segredo...

- Isso mesmo....

- Ah e pode contar com o apoio dos empregados... Eles ficaram ao seu dispor para o que quiser...

****

Depois do café, Fernando disse que tinha umas coisas pra resolver no "centro" para o tio dele...
Coisa que eu acho muito suspeito...  Creio que seja só um protesto para seja lá o quê que ele esteja aprontando.... Estou muito curiosa para saber... Mas tenho que me manter calma, não quero descobrir antes da hora... Então, vou deixa-lo fazer tudo em paz....

Caminhava pelo campus quando vejo Jassy se aproximar....

- Letícia....

- Olá...

- E aí o que tá achando daqui?...

- É um... Ambiente tranquilo... Percebo agora o porquê de Fernando ficar tão encantado.... Normalmente na empresa é bem estressante, então aqui é como se fosse o paraíso.

- É.... Ei você quer dar uma volta à cavalo?

- Agora?

- Sim... Eu mostro a você tudo... Bem, quase tudo... Porque são muitas coisas e quilômetros de terras a fora.... Você cansaria e eu também... - Sorriu. - Mas posso apresentar parte da fazenda a você.. o que acha?

- Por mim tudo bem.... Mas não trouxe roupas para isso...

- Ah não tem problema... Aqui não é nem um clube pra obriga-la a usar roupas apropriadas.... Relaxa...

- Então.... Vamos...

Nos aproximamos dos estábulos.... E ela foi me apresentando aos cavalos...

- Bom...e esse aqui é o do Nando... Ele passava horas tratando dele e paciando por aí...  Você quer ir nele?

- ... Ele me parece meio....Estressado...

- Ah não... Ele só parece...  Pelo menos Fernando consegue domá-lo direitinho.... Você acha que consegue...?

Antes que pudesse responder, meu celular tocou... Pedi licença e o atendi...

- Sim?

#- Letícia! É a Márcia...

Olhei para os lados e me afastei um pouco da área dos estábulos....

- Márcia... O que quer?

#- Saber se já falou ao Fernando....

- Não.... Nem deu tempo... Estávamos resolvendo outras coisas.... E realmente não acho necessário toda essa preocupação, a garota mostrou ser uma boa pessoa....

#- Boa pessoa? Tá maluca! A menina é uma psicopata! Eu já conversei com ela esqueceu?

- Deve ter sido impressão sua.... Ela está me tratando bem...e Fernando nem está aqui perto...

#- A bruxa má também foi boazinha oferecendo uma maçã de graça pra Cinderella.... Uma maçã envenenada.

- Você está exagerando Márcia... Ela só me convidou para andar a cavalo...  Me ofereceu até o preferido do Fernando...

#- Acredite no que quiser Letícia! Ah, e se for mesmo cair na conversa dessa louca, pelo menos cheque os freios antes de montar em qualquer um...

- Está preocupada com a minha saúde Márcia?

#- Com a sua não.... Mas agora Tchau.. -Desligou

- Lety..... Você vem?

Assenti voltando a me aproximar....
Reparei bem ao cavalo que Jess havia falado pra eu escolher... Ele não parecia com o mesmo no qual vi Fernando montado assim que cheguei... Eu sei porque ele tinha a cor negra e era maior... Esse aqui é marrom e parece ser assustado....  Percebi porque quando fui toca-lo, ele se afastou rápido.

- E aí....? Você vem?....

A olhei....

- Não.... Mudei de idéia... Com licença Jessy...

Ela me encarou com raiva nos olhos enquanto eu me afastava....

Voltei lá mais tarde, com um homem chamado Gorge, perguntei se era aquele  o cavalo que Fernando andava.... E ele respondeu que não... Que esse cavalo ainda estava em processo de domáção e que seria perigoso andar nele....

Daí que fui cair em mim.... De fato, Márcia estava certa...
E agora eu tinha um plano para desmascarar ela mostrando a todos quem Jessy realmente é... Eu só precisaria esperar....

****


Notas Finais


#Continua


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...