História Como eu conheci seu pai (Yaoi - Originais) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Como Eu Conheci Seu Pai, Yaoi
Visualizações 67
Palavras 1.407
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Slash, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Os gêmeos também querem saber!


Me chame de Dani! Você não tem para onde ir certo? - ele diz sim com a cabeça - Quer morar aqui comigo? Sei que não é muito grande minha casa, mas da para nós dois!

Não quero incomodar, sério...

Incomodar? - eu rio- você não vai me incomodar! E você parece ser adorável! Então, aceita?

Hm...pode ser então... Até o momento atual eu estava no inferno então acho que aqui será bem melhor...

Desculpa falar sobre isso com você mas... Como era na sua casa? E quando você começou a sofrer? Desculpe, acho que foi rude da minha parte perguntar disso...

Tudo bem. Eu te conto. Bom, desde meus 15 anos eu era homossexual, nunca gostei de garotas. Sempre morei com meus avós, eles eram um amor de pessoa, foram uma das únicas pessoas que eu confiava e que me respeitavam, só eles sabiam da minha orientação sexual.Porém, acabaram morrendo em um acidente e eu acabei tendo que ir morar com meus pais. Meus pais eram homofóbicos e conservadores então decidi manter em segredo. Meu irmão mais velho acabou descobrindo e começou a usar isso como chantagem. Então eu virei praticamente um escravo sexual, uma putinha pra ele, caso contrário, ele falava pro meu pai que eu era gay. - estava chocado com o que ele dizia. Se eu encontrar os pais e o irmão desse garoto, ah eu ele vai ficar órfão! - Logo meus pais descobriram. Eu fui espancado e expulso de casa. Então eu fui para a casa dos meus tios, o que foi quase pior já que eu era violentado direto. Entrei em depressão e comecei a me cortar. Minha vida já estava um lixo mesmo então...

Você decidiu se matar...

Exatamente. E não sei por que um desconhecido como você fez com que eu mudasse de ideia...

Olha Hiro...eu senti uma ligação muito forte com você. Já sofri coisas parecidas, porém superei tudo por causa de um centro LGBT e sei que você também vai superar. Você é um rapaz forte, eu não conseguiria aguentar tanto quanto você. Sinto muito por tudo o que ouve, a partir de agora, quero te conhecer melhor. Quero ter mais afinidade com você e te ajudar a se recuperar. Quer recomeçar sua vida do zero junto comigo?

Você ta falando sério?

- Uhum!

Dani...você é o 3° ser mais maravilhoso de todos! -ele me abraça com força. Hehe tão fofo...

3°? - questiono rindo

sim! 1° é Deus, o 2° na verdade são dois seres, minha vó e meu vô, e você é o 3°!

- Haha você é muito fofo!

Ei! Eu não sou! E não fala assim, eu fico me sentindo uma criança - ele diz fazendo biquinho...KAWAII!

Haha você será a minha criança então!

- Ui falou o idoso - ele debocha

Eu sou mais velho! Tenho 23 anos!

É só 5 anos de diferença!

Mesmo assim, eu to cuidando de você, então para mim é uma criança!

Affs! - diz ele emburrado

Eu rio. Mesmo ele querendo estar bravo, ficou tão fofo emburrado

Ei Hiro, você com certeza tem alguma roupa ou algo na sua "antiga" casa né? Quer ir buscar e trazer tudo para cá?

- Tsc... Queria nunca ter que voltar para aquele inferno, mas tudo bem, acho melhor ir buscar minhas coisas...

Amanhã vemos isso, já está tarde. Quer tomar um banho? Eu te empresto uma roupa minha se quiser!

Meu Deus, você é um anjo por acaso?!

Pode me chamar de seu anjo da guarda se quiser! Bom, vou preparar um banho quente e separar uma roupa para você, está bem? - ele concorda com a cabeça- se quiser fique a vontade para conhecer a casa, eu já volto.... - digo me levantando e indo até o banheiro do meu quarto-

××××× Dias atuais ×××××

-- Papai Dani! Você foi o princepe do papai Hiro haha! Ele era um donzelo em perigo! - Diz a pequena Sthefanni rindo levemente 

-- Realmente Sthef! Seu papai foi o meu herói! - Complementa Hiro me dando um selinho demorado, ai como eu amo o meu moreno!

-- Urg que nojento! Vocês se beijam, colocar a sua boca na boca de outra pessoa é nojento, eca! - Resmunga a garota fazendo uma careta engraçada haha socorro

-- Continue com esse pensamento até os 60 anos! Se algum menino chegar perto de você, da um chute no saco! - Sim, sou do tipo "pai protetor". Ela é a única menina da casa, é a minha princesinha! (E o Hiro a minha rainha, pera que?)

-- Ei para de traumatizar a nossa menininha seu bobo!!! - Retruca meu marido dando tapas no meu ombro. Ele pode ser baixinho, mas é forte que MEU DEUS!

-- Haha tudo bem papai Dani! Eu nem gosto dos meninos mesmo! Meninas são bem mais bonitas! - Eita...A minha filha é a única dessa casa que gosta de vagina ou é impressão a minha? ("E os seus dois outros filhos?" esses dois ai tem um caso escondido, eu já flagrei eles dando uns pegas, LONGA HISTÓRIA)

Antes que eu e Hiro digamos quais quer palavra, escutamos os dois gêmeos entrando em casa descutindo. 

××××× P.O.V Narradora ×××××

-- CALA A BOCA! - Diz o gêmeo mais velho, Pedro.

-- CALA BOCA VOCÊ SEU IDIOTA! - Retruca o mais novo, Jhonatan.

-- CALA A BOCA OS DOIS! - Fala Daniel sem paciência - O que ouve com vocês?!

-- ESSE IDIOTA - Resmunga Jhonatan, enquanto aponta para Pedro - BATEU NO MEU MELHOR AMIGO SÓ PORQUE ESTAVAMOS ABRAÇADOS!

-- ELE IA TE ASSEDIAR! - Responde Pedro.

-- IA NADA, SEU CIUMENTO POSSESIVO!!!

--JÁ CHEGA OS DOIS, CALEM AS BOCAS E DEIXEM A GENTE CONTINUAR A HISTÓRIA AQUI, OBRIGADO, DE NADA! - Dessa vez quem estourou foi Hiro. Minutos depois, todos já haviam se acalmado - Agora podemos continuar contando né Sthef?

- Siim! Quero que você e o papai Dani continuei contando essa história!

-- Que história pai? - Diz o mais baixo (Jhonatan) jogando o material de patinação em um canto qual quer da sala. Mesmo com seus 15 anos, ainda adorava escutar as histórias que seus pais contavam, por mais infantis que fossem. O mesmo se senta no tapete, seguido por Pedro. Até o gêmeo mais alto estava curioso.

-- A história de como eu conheci o pai de vocês! - Responde Dani.

-- Opa, essa eu também quero ouvir, podem continuar! - Fala Pedro.

-- Amor - Diz Daniel olhando para Hiro - Agora que esses gêmeos curiosos chegaram, vamos ter que contar a história inteira, vamos revezando? - Solta uma risada -

- Okay! Minha vez de contar uma parte da história! - Diz Takahiro - Vejamos...

××××× 10 anos atrás ×××××

### P.O.V Takahiro ###

Daniel... Por que mesmo sem me conhecer direito, está me tratando tão bem? Por que me trata como se eu fosse alguem especial?

Por que você não me julga e me depreza como os outros?

Você é perfeito demais para ser real, to quase achando que você é um fruto da minha imaginação.

Realmente, Daniel não é uma pessoa qual quer...é o meu anjo da guarda. 

×××× [Quebra de tempo] ×××××

Após tomar banho e vestir uma roupa do Dani (que ficou MUITO grande por sinal) e conhecer seu apartamento (que era bastante aconchegante), fomos os dois para a sala. Ele está sendo realmente muito gentil comigo...Será que estou sonhando? Tipo, depois da morte dos meus avós, ninguém nunca me tratou tão bem como ele... Me sinto protegido, acho que posso confiar nele.

Ele está sendo realmente um amor sabe? 

O Daniel (depois de tomar banho), ligou a televisão, colocou na Netflix e deu o controle para mim. Disse que eu posso assistir o que quiser enquanto ele prepara o jantar...Acho que minhas teorias estavam certas, ele é realmente um...um não, o meu anjo da guarda!

- Hiro, você tem algum prato favorito específico? Ah e por sinal, tem alergia a algum alimento, ou não gosta de algo? - pergunta o Dani de pé indo em direção a sua cozinha

Dani, não precisa se preocupar, não sou ninguém de grande importância nem nada. E aliás, eu como de tudo, não sou alérgico a nada...eu acho - respondo enquanto procuro algo para assistir na Netflix

Em PRIMEIRO LUGAR, você É alguem de grande importância, é meu convidado e eu quero que você se sinta bem! E segundamente... Como você come de tudo, vou fazer minha especialidade: Yakisoba! - diz ele animado.

- Deve ser delicioso...- sorrio sem mostrar os dentes. Ele sorri de volta e vai para a cozinha.

××××× [Pequena quebra de tempo] ×××××

Continua... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...