História Como eu era antes de você - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Adriano Ramos, Alícia Gusman, Bibi Smith, Carmen Carrilho, Cirilo Rivera, Daniel Zapata, Davi Rabinovich, Jaime Palillo, Jorge Cavalieri, Kokimoto Mishima, Laura Gianolli, Marcelina Guerra, Margarida Garcia, Maria Joaquina Medsen, Mário Ayala, Paulo Guerra, Valéria Ferreira
Tags Carrossel Paulicia carmiel
Exibições 50
Palavras 1.080
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Na ft de capa a morena é Alícia e a Loira a Maria Joaquina

Capítulo 8 - A felicidade não vai te esperar para sempre


Fanfic / Fanfiction Como eu era antes de você - Capítulo 8 - A felicidade não vai te esperar para sempre

Pov Paulo
" Acordei com minha cabeça doendo pakas (pra quem não sabe "pakas" é um termo usado pra indicar a palavra muito)
Olhei para o lado e vi a Alícia ela dormia feito um anjo,por um instante eu me perguntei o que ela estava fazendo ali.
As imagens voltavam na minha cabeça aos poucos,acho que bebi de mais.Levantei com calma tirando devagar o braço de baixo dela.Fui pro banho e deixei a água quente do chuveiro entrar em contato com o meu corpo,fui pro closet vesti uma camiseta branca e uma bermuda e fiquei de chinelos,voltei pra cama mas a Alícia já nao estava mais lá,deci as escadas mas ela já havia ido,peguei um remédio pra dor de cabeça tomei e me sentei pra tomar café.
Pov off

Pov Alícia
"Me acordei e o Paulo não estava na cama ,escutei o barulho do chuveiro ,nao quis esperar ele acabou de me ver dormindo na cama dele,seria constrangedor olhar para ele agora,até mesmo depois de todas as declarações de amor,afinal ele estava bêbado. Peguei meus sapatos, minha bolsa e deci,andei uma quadra até em casa e toquei a campainha,a Joana logo abriu,subi para o meu quarto e fui tomar banho
Pov off

------------
Lucas: como assim mamãe?
Carmem: é que ele vai precisar fazer uma viagem pra muito longe entao, ele vai demorar a voltar entende?
Lucas: sim
Carmem: ótimo meu amor,agora vamos que vc precisa ir pra escola- levei Lucas até o carro e o motorista o deixou na escola,já faz uma semana que Henrique morreu,as coisas aqui andam calmas de mais,Lucas até já pergundou pq todos estão usando preto a dias. Entrei e uma dúvida ficou batucando na minha cabeça, o que seria de mim agora? E do meu filho? Passei a tarde com isso na minha cabeça, mas meus devaneios foram interrompidos pela empregada
Pov off

Maria: dona Carmem,a senhora Avila está lhe esperando na sala para a leitura do testamento
Carmem: Obrigada Maria ja vou descer - calcei minhas sapatilhas deixando destacar mais ainda o visual de um vestido preto,deci e meus pais e os do Henrique já estavam na sala acompanhados com o advogado da família.

Carmem: me desculpem a demora,podemos começar
Luiz(advogado): Bom,com sua permissão
Carmem: Por favor- eu disse concedendo seu
pedido e ele começou a ler

Luiz: Eu Henrique Gabriel de Oliveira Ávila, deixo em testamento todas as minhas Ações para a minha esposa Carmem Carrilho Ávila e todos os meus bens restantes para o nosso filho,Lucas Gabriel Carrilho Ávila,sendo que ele poderá se apossar dos bens apenas apos sua maioridade

Pov Carmem
"Ele leu o testamento puco prestei atenção, minha cabeca martelava com mil e uma questões,assinei os papeis todos,logo  Lucas chegou da escola,lhe dei banho e depois do jantar ele logo adormeceu,deci para beber água e vi minha sogra sentada no sofá
Pov off

Carmem: posso falar com vc ?
Amália; claro querida
Carmem: bom,eu andei pensando e ..
Amália: e?
Carmem: vou vender as ações que Henrique me deixou e vou voltar para o Brasil com o Lucas
Amália: não
Carmem: não?
Amália: não deixe de prometer que vira me visitar para que eu possa ver meu neto
Carmem: prometo.
Amalia: Carmem querida,lhe desejo todas as felicidade desse mundo,agora que Henrique se foi vc está livre
Carmem: do que está falando?
Amália: querida,eu já fui jovem,sei bem o que é amor,sei que vc nunca amou meu filho.
Carmem: eu..eu
Amália: não precisa explicar,precisa viver,vou te apoiar em suas decisões, também depois que seus pais foram morar na Bélgica (eles moram ela e so vieram pelo enterro) e agora que Henrique se foi,nada mais te prende aqui,a felicidade não vai te esperar para sempre
Carmem: ai meu Deus obrigada-eu disse com lágrimas de felicidade rolando pelo meu rosto e a abracei
Amália: embarca quando
Carmem: na semana que vem

-------------------

Daniel: vamos mari estamos atrasados
Mariana: desculpa amor,estou pronta vamos- ela disse me dando um Celinho,peguei a chave do carro e dirigi até a casa da Marce,Luana abriu a porta e Mário nos recebeu
Mariana: onde está a Marce?
Mário: terminando se se arrumar
Daniel : e Paulo?
Mário: este nem sei se vai decer,disse que ainda está com dor de cabeça, bebeu de mais ontem
Daniel: foi culpa minha,eu não deveria ter o deixado sozinho ontem
Mário: não foi sua culpa,pelo que entendi ele bebeu por causa da Alícia
Marce: e talvez beberia mais mil vezes
Dani: oi Marce
Marce: oi pessoas
------------------
Pov Alícia
Eu estava deitada e meu celular vibrou sobre o criado mudo,deslizei meu dedo e desbloqueie minha tela e entrei no APP
Pov off

WHATSAPP ON:

Paulo:Oie lilica,bom eu mandei MSG pois não tenho coragem de olhar na sua cara,devo ter feito mil e uma besteiras ontem,eu gostaria de te pedir desculpas e te agradecer por me ajudar muito obrigada
Alicia: disponha,é realmente disse várias besteiras,bom mais amigos são pra isso
Whatsapp off

Eu respondi o Paulo e senti minha cabeca fisgar,levantei e fui ate minha bolsa,sempre guardava algum comprimido lá, abri e encontrei um Pepel,nele tinha um número de telefone com o nome Rafael Ribeiro,como havia ido parar ali? Como ele fez isso?

Pov Rafael
" Coloquei meu número na bolsa da Alícia quando ela foi ao banheiro,mas ainda não havia recebido nenhuma mensagem dela, fui ao banheiro,quando voltei finalmente ouvi o barulho de mensagem,seria ela?encontrou meu bilhete?Enfim abri o APP,era mesmo ela,conversa vai conversa vem,acabei chamando ela para sair e ela aceitou,tomei banho e fui para o closet e vesti uma blusa meio lá xadrez com branco e azul escuro no estilo casaco e uma Kalven Klain preta um jeans e meu vans preto,ageitei o cabelo,peguei as chaves do carro,peguei o celular e sai,cheguei no endereço que ela me deu exatamente as 8hrs,ela já estava me esperando,ela estava muito linda,vestia um vestido azul marinho e uns dois palmos acima do joelho,um salto preto e o cabelo moreno caia sobre os ombros nus,peguei sua mão e beijei em seguida lhe dizendo boa noite e ela correspondeu com um sorriso,saímos para jantar e ficamos conversando por horas,depois a levei pra casa"
Pov off

Alícia: boa noite
Rafael: posso fazer uma coisa antes?
Alícia: acho que sim
Rafael: tudo bem então- eu disse me aproximando e lhe dei um Celinho,mas ela me puxou para outro,e não resisti,aprofundei aquele beijo,coloquei uma mão em sua nuca e outra em sua cintura,nossas línguas travavam guerras,mas um infeliz nos enterrompeu fazendo sons com a garganta para chamar atenção
Pov off


Notas Finais


Comentem #ralicia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...