História Como Eu Era Antes De Você - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Culpa É Das Estrelas, Como Eu Era Antes de Você
Personagens Personagens Originais
Tags Amor Doce, Drama, Romance
Exibições 249
Palavras 811
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Uma doce a uma amiga


Aquelas semanas foram as mais difíceis pra a Lexi e sua família que sabia que a garota estava morrendo. Katherine junto com suas amigas passaram todo o tempo ao lado dela ate que numa manhã elas subiram ate o quarto e perceberam aque a Lexi não respirava mas, foi horrível elas sentiram como se uma dor enorme as tivesse matando por dentro.

- Esta pronta ? - Isabelle aparece a porta do quarto da Katherine. 

- Sim. - Na verdade ela não estava pronta pra dar o último adeus a sua amiga.

- Você vai falar alguma coisa no velório ?

- Os pais dela pediram pra mim e pta as meninas, mas eu não vou falar.

- Porque ?

-  Sabe quando você não tem palavras pra explicar o quanto aquela pessoa foi incrível na sua vida. É assim que estou.

- Pensa nesses momentos e fala deles, talvez assim os pais dela saibam que ela não foi so uma guerreira na luta contra o câncer mas sim uma pessoa que soube viver o quanto pode.

- Obrigada mãe.

- Termina estamos lá em baixo e não esquece a vodka.

- Ok.- Isabelle saiu do quarto. 

- Como ela esta ? - Isabelle foi pra sala aonde sua esposa a Katty estava.

- Lembra quando ela tinha doze anos e ela quebro a perna e eu queria puxa e você não queria deixar, mas ela dizia pode puxar mamãe, não vai doe eu sei e eu puxei, ela queria se manter forte e não chorar ela se manteu forte e não chorou mais depois foi pior e ela não quis falar. Então esta doendo mas ela não quer falar.

- Ela é forte.

- Não é não. 

Dali elas seguiram pra a igreja aonde o corpo ficaria durante uma boa parte antes da cremação, os pais da Lexi depois de um tempo ja pareciam esta conformados com a morte da garota, ja suas amigas não, uma a uma e a ate la em cima e falava algo.

- Oi. - Um rapaz se senta ao lado da Katherine. 

- Oi. - Falou ela baixinho.

- Lembra de mim ?

- Harry certo ? - Ele assentiu. - O que faz aqui ?.

- Ela também era minha amiga esqueceu ?

- A-Ah é verdade. 

- Agora é a vez da senhorita Katherine Marshall falar algo. - Disse o pastor. 

- Sua vez. - Harry deu um pequeno sorriso.

Katherine se levantou e foi ate o altar e ficou ao lado do caixão, ela olhou para o caixão e pra todos ali ela não sabia bem o que falar mas sabia que tinha que falar.

- A primeira vez que vi a Lexi foi no segundo ano do ensino médio eu olhei pra ela e disse que não gostei nem um pouco dela. Duas semanas depois estavamos sentadas na mesma mesa de refeitório. Tenho certeza que todos aqui tem momentos incríveis que viveram ao lado dela mas pra que vinhos ate aqui a frente e falar ? Melhor deixarmos guardados só pra nos que conhecemos a Lexi. Vou sentir saudades de você amiga. - Ela volta pra seu lugar.

- Você foi bem. - Disse Harry.

- Valeu.

- Qual é essa da garrafa de Vodka ?

- Digamos que se a Lexi não tivesse morrido de câncer, futuramente ela estaria em coma alcoólico.

Depois de mas alguns minutos todos seguiram para o crematório, lá colocaram o caixão ao uma esteira mas meninas foram uma a uma e derramavam um pouco de vodka no caixão e bebiba um pouco, depois disso a esteira foi ligada e o caixão foi indo ate o fogo. Katherine saiu do local e foi ate ate o jardim ainda segurando a garrafa de vodka e virou na boca, várias e várias vezes.

- A Lexi não ia ser a única a esta em como alcoólico futuramente.

- Antes de morrer a Lexi mim falou, aproveite a vida antes que venha uma maldita doença e te mate.

- Você não precisa seguir a risca. 

- Filha.- Katty aparece. - Nos ja vamos você vai agora ?

- Vocês podem ir de taxi ? Quero da uma volta antes de ir pra casa.

- Claro. - Ela joga a chave e a Katherine pega.

- Juízo.

- Ok. - Katherine foi em direção ao carro.

Assim que ela entra, antes de da a partida alguém entra e senta no banco do carona.

- Se sua volta for ir ao bar, estou dentro.  - Era o Harry.

- So porque você não vai mas morrer, quer aproveitar a vida ?

- Não. Apenas não quero que uma pessoa legal como você, você parece ser legal, seja notícia no jornal da noite. Garota alcoolizada morre em batida de carro. 

- Ja entendi.

- Vamos ? - Katherine deu a partida.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...