História Como Eu Era Antes De Você - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Culpa É Das Estrelas, Como Eu Era Antes de Você
Personagens Personagens Originais
Tags Amor Doce, Drama, Romance
Exibições 61
Palavras 887
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Castigo


Ja havia anoitecendo a horas e nada da Katherine chegar em casa, suas mães estavam ficando muito preocupadas com a demora do jovem, ate que o carro da jovem chega em frente a casa branca com não muito simples com uma garagem, um rapaz saiu carregando uma garota nos braços que parecia ser a Katherine,era ela sim, sua mãe Katty sair as presas e parou no holl da casa e viu o rapaz trazendo a Katherine. Ela não estava desmaiada, mas sim dormindo já eram quase 1h30 da manhã tudo era de se preocupar. 

- O que aconteceu ? - Katty perguntou nervosa.

- Ela achou a pior forma de aliviar a dor. - Respondeu o rapaz. - Katty abriu a porta pra ele entar com a Katherine.

- O que aconteceu ? - Isabelle aparece. 

- Ela bebeu de mais. - Ele respondeu. - Aonde esta o pai dela pra leva lá ao quarto ?

- Nos somos as mães dela. - Disse Katty.

- M-Me desculpa eu não sabia.

- Venha comigo. - Isabelle começou a subir as escadas e logo atrás ele com a Katherine nos braços. - O que foi isso na sua camisa ?

- Ela não achou um banho então acabou provocando em mim.

- Eca. - Isabelle riu.

Depois de alguns segundos eles chegaram ao quarto da Katherine, ele era roso com preto, tinha um banco no pé da janela, algumas prateleiras com livros e outros com coleções de livros e uma cama de casal ao meio so quarto. Ele entrou colocou a na cama e sua mãe olhando depois a Katty aparece.

- Vocês podem mim arrumar uma caneta e papel ? - Isabelle foi buscar e deixou a Katty lá, elas não sabia qual era as intenções daquele rapaz.

Ela voltou com um caderninho de papéis amarelos e uma caneta preta de ponta fina, ele pegou o papel e caneta e escreveu alguma coisa e deixou lá. 

- Preciso ir. - Disse ele.

- Quer carona ? - Katty perguntou e ele fez que sim com a cabeça.

Na manhã seguinte Katherine acordou com uma dor de cabeça terrível, aquilo era resultado da sua bebedeira na noite passada, Isabelle estava na porta do quarto com uma caneca branca branca com seu nome nela.

- Espero que nessa caneta tenha café, muito,muito forte com um pouco de aspirina.- Disse Katherine com a voz passada.

- Sim. - Isabelle vai ate ela e e entrega a caneca. - Eca... Ta forte de mas.

- O café ao a aspirina ?

- A dor de cabeça.

- Bem feito. - Isabelle puxa a caneca das mãos da Katherine.

- Hey! Eu preciso.

- Precisa não e nem desse quarto você vai sair.

- Ãm ? Mas porque ?

- Quer que eu responda ? Você passou o dia fora e quando aparece é nos braços de um rapaz agente nunca vimos antes. 

- Rapaz ?

- Sim. - Katherine começa a procurar o celular. - Ele te rolou ?

- Claro que não, quero saber se ele deixou o número ou alguma coisa. 

- Deixou um papel.

- Cadê ? - Ela deu um pulo da cama.

- Não entrego. - Ela puxa o papel que estava a pregado no abjuru.

- Mãe me entrega esse papel por favor.

- Não.

- Mãe! - Ela bufou.

- Você vai passar o dia esse quarto repetindo sobre suas ações.

- Mãe, minha amiga morreu a um dia e nesse um dia a única coisa boa que me aconteceu foi conhecer esse cara então por favor me entrega esse papel. - Ele estendeu a mão ate Isabelle mas ela virou as costas e saiu. - Qual é !!!

Katherine ficou no quarto o dia inteiro, suas mães apenas passavam em frente a porta so quarto pra vê se a garota não havia fugido pela janela. Nessas horas que se passaram Katherine ja havia lido um livro que outra pessoa levaria semanas pra le, quando ela estava quase dormindo alguem bate a porta.

- Posso entrar ? - Era a Katty.

- Vai me tirar o celular como os castigos do tempo da pedra ?

- Não sou tão severa igual a Isabelle. - Ela tira um papel do bolso e entregou a ela. - Não se preocupe nem uma de nos léu.

- Obrigada mãe.  - Katherine a abraça.

- De nada. - Ela se vira e vai ate a porta. - A-Ah ele parece ser bem legal. - Elas sorriram.

Katherine esperou Katty sair pra ver o papel, quando a Katty fechou a porta então Katherine pode abrir o papel.

" Espero que sua ressaca do dia seguinte não te faça esquecer de mim, obrigado por entregar minha camisa preta favorita, se quiser me compensar, tome café comigo na quela cafeteira perto do gril

   Harry Sommers "

Katherine deu um sorriso ao terminar de le o bilhete, mas nada ela podia fazer, ja era quase hora do jantar mas ela mesmo assim resolveu mandar uma mensagem pra ele.

Amanhã as 3h30 no Cognoscenti.

Não demorou muito e logo ele respondeu.

Senhorita Marshall, você está viva, pensei que tinha entrado em coma alcoólico.

Você não vai se livrar de mim tão fácil assim.

Não me livraria de você nem se quisesse. Ate amanhã



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...