História Como Eu Era Antes De Você - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Culpa É Das Estrelas, Como Eu Era Antes de Você
Personagens Personagens Originais
Tags Amor Doce, Drama, Romance
Exibições 89
Palavras 1.172
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Primeiro encontro formal


Na manhã seguinte Katherine acordou cedo, pois ela tinha aula, Isabelle ainda estava um pouco chateada com a atitude da filha, mas por outro lado ela entendi perfeitamente bem. Aquela amanhã estava muito lenta, na sala de aula da história norte-Américana Katherine não tirava os olhos dos ponteiros do relatório que parecia demorar horas e horas pra passar os segundos, ela não sabia o porque mas queria logo que a tarde chegasse as 3h30 pra ser mas exata, ela queria encontrar o Harry mas uma vez e sóbria dessa vez.

Quando ela saiu da faculdade ja eram quase quase 1h00 ela iria passar em casa mas lembro do bilhete do Harry com cada mini corações no lugar dos pontos dos is. Então ela foi ao shopping, ela revirou algumas lojas atrás de uma coisa e quando finalmente achou ja eram quase 3h20. Ela saiu apressada do shopping pra a cafeteira aonde ela havia marcado com o Harry e concerteza ela não chegaria la em menos de 10 minutos.

Harry ja estava impaciente 20 minutos havia se passado de atraso e por sua cabeça ele achava que a Katherine havia desistido ate que ele vê uma morena com uma blusa baby look branca, calça preta com pequenos rasgoes nas pernas,sneaker também preto, bolsa do direito e uma sacola de loja na mão esquerda adentra a cafeteira ela olha pra os lados e ver um rapaz moreno de pele branca com uma blusa vermelha, bermuda branca e tênis e vai ate ele.

- Oi desculpa o atraso. - Ela se senta.

- Não tem problema, pelo visto você foi as compras. - Ele não tira os olhos da sacola da loja.

- A-Ah isso é pra você. - Ela entrega a ele e sus mãos por rápido momento se tocam e eles se olham.

- Não posso aceitar isso. 

- Não só pode como vai. Acho que na quele bilhete você deixou bem claro que eu havia estragado sua camisa preta favorita então resolvi comprar outra, espero que goste.

- Mas você deveria me compensar com um café.

- A camisa é um bônus. - Ela deu um sorriso e ele corepomdeu o sorriso.

- Quer alguma coisa ?

- Um expresso com muito, muito leite.

- Então porque não pede apenas o leite ? - Ela revira os olhos.

Ele chama o garçom e pedi um expresso com muito, muito leite pra ela e um caputino pra ele, não demorou muito e logo oe pedidos chegaram e eles começaram a conversar.

- Então como foi o seu dia ? - Ele perguntou dando um sorriso de lado.

- Uma maravilha... Claro se você quer saber a história completa norte-Américana.

- Você estuda aonde ?

- Na UCLA.

- Jornalismo ? - Ela fez que sim. - Legal.

- E você ainda estuda ou parou por causa do... - Ela fez uma pausa.

- Estou no segundo semestre de advocacia.

- Um quase futuro advogado não pode andar em festas como as de antes de ontem.

- Depende se ele estiver acompanhando sua cliente e tirando fotos pra depois mostrar a ela o quanto ela esta ferrada. - Ele pega o celular e mostra as fotos, algumas mas contengedoras que as outras.

- Ai meu deus.

- Legais ne.

- Não acredito nisso... Que vergonha. - Ela coloca as mãos no rosto.

- Não se preocupe, ja estive com pessoas piores. - Eles sorriram. - O que aconteceu ontem ? Fique esperando você me ligar pra se desculpa talvez mas você so deu sinal de vida a noite.

- Minha mãe me deixou de castigo ?

- Castigo ?

- Sim. Ela não achou muito legal um estranho trazer a filha dela pra casa e dormindo ainda mais.

- Eu dei uma mancada muito grande naquele noite.

- Como eu não sabia que você era... - Ele fez uma pausa.

- Criada por um casal de mulheres ?

- É.  Perguntei aonde estava seu apai.

- Humm... Me pergunto isso ainda hoje.

- Elas ficaram chateadas ?

- Nam... - Mentiu. - Minha mãe Katty parece gostar de você.

- É a morena ?

- Sim.

- É e eu pareço gostar da filha dela. - Ele deu um lindo sorriso deixando a Katherine envergonhada.

- Vamos da uma volta ?

- Agora ?

- Sim Los Angeles é muito linda pra você a admira lá atrás de uma vidraria.

- Me convenceu. - Ele chama o garçom.

Katherine ia tirando dinheiro pra pagar mas ele não deixou.

- Deixa eu pago. - Disse ela.

- Que cavaleiro seria eu se deixasse a dama pagar no primeiro encontro.

- Isso aqui era um encontro ? - Ela deu uma leve levantada na sobrancelha.

- Pra me esta sendo e pra você ?

- Depende se eu não for processada logo após. - Ela sorriu.

- Não prometo nada. - Eles se levantaram e sairam.

Eles andaram um pouco conversaram mas, riram mas e se olharam muito, muito mais quando viram ja era quase a hora do jantar e eles precisavam ir, como Katherine não tinha ido de carro o Harry resolveu da uma carona pra ela, 30 minutos depois eles estavam em frente a casa dela. Ele desceu e abriu a porta do carro pra ela desce e a levou ate a porta de casa.

- Esta em trege. - Eles param.

- Pelo menos dessa vez não estou em seus braços. - Brincou ela.

- É que pena. - Ele viu a morena ficar vermelha.

- Ate mas. - Ela deu a mão pra ele.

- Ate. - Ele não queria apenas pegar na mão dela mas sim queria mas e isso fez.

Ele a puxou pra si, tocando seus lábios delicadamente mas eles resolveram profunda o beijo, ele pediu passagem com a língua e ela cedeu, eles sentiram como pequenas cargas elétricas por dentro dos seus corpos, seus corações aceleraram e eles se sentiram como um só. De dentro de casa suas mães viam tudo através da janela e estavam achando aquilo muito lindo. O beijo deles teve que terminar por salta de ar mas não se soltaram, eles ficaram lá se encarando por alguns segundos Katherine olhava naqueles olhos castanhos claros do Harry e ele olhava nos olhos azuis dela e ate que Katherine resolve quebrar o silêncio.

- Preciso entar. - Ela da um passo atrás.

- E eu preciso ir.- Ele também deu um passo atrás.  - Ate mas.

- Ate. - Ela ficou vendo ele entar no carro e ir embora.

Katherine foi rapidamente pra dentro de casa aonde seus mães estavam na sala em frente a TV querendo não rir da cara de apaixonada da filha.

- Boa noite filha, como foi seu dia ? - Perguntou Isabelle.

- Legal.

- Nada de interessante ? - Perguntou Katty.

- Não. Vou subir estou cansada.

- Ok.

Ela subiu as pressas, quando chegou no quarto fechou a porta se jogou na cama e começou a pensar no Harry.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...