História Como Eu Era Antes de Você - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias 24K, Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Bts, Jimin, Romance, Taehyung, Tragedia
Visualizações 69
Palavras 983
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Cheguei ❤

Capítulo 27 - Love is Lie


Fanfic / Fanfiction Como Eu Era Antes de Você - Capítulo 27 - Love is Lie

- Kim! Kim Taehyung acorde.

A professora chamou atenção do menino que estava dormindo na aula.

- Estou prestando atenção.

- Então me fala os cinco direitos que eu estava falando.

- Ham.....

- Preste atenção, você está precisando de nota.

- Desculpa.

A professora voltou a dar sua aula e Tae fingiu que estava prestando atenção, mas a única coisa que passava na sua cabeça era Sana, onde ela estaria ? é com quem ?. Mas logo a aula acabou e ele foi pro pátio acompanhado por Jungkook.

- Você está bem Hyung ?

- Não.

- Nada sobre a Sana ainda ?

- Nada, se tivesse pelo menos um jeito pra mim me comunicar com ela, mas não tem.

- Yang não disse nada ? nada mesmo ?

- Ela me disse uma coisa.

- O que ?

- Na verdade não disse, mais deu a entender que a Sana estava com outro.

- E o que você acha disso ?

- Não sei se acredito, no dia que a levaram ela correu pra mim dizendo que não queria ir, ela não queria, naquele dia as coisas estavam tão bem, fomos ao parque com o Hoseok, brincamos. Acho que a vida estava nós dando uma despedida.

- Acho que Sana não seria capaz de está com outro, dava pra ver o tanto que vocês se gostavam. Não pode falar pra polícia ?

- Vou falar o que ? Que uma garota de vinte e um anos foi levada contra vontade pela Omma ?!

- Bom então não tem o que fazer, já fez tudo que pôde.

- Acha que eu deve desistir ?

- Não sei, isso cabe somente a você, acho que deve se conforma.

- Você não sabe o tanto que é ruim ficar longue da pessoa que ama.

- Eu sei, afinal ela também era minha amiga. Mas....é seus pais ?

- Eles não sabem, e também não vou falar a verdade, eles não precisam saber.

- O que pretende falar pra eles ?

- Que ela foi embora pra outra faculdade, ou que recebeu uma proposta do exterior, não sei vou pensar melhor nisso depois.

O resto das aulas Taehyung tentou prestar atenção, até conseguiu por alguns minutos até um professor perguntar pela Sana, disse que ela tinha saído pra ir pra outra faculdade. Depois que todas as aulas acabaram, quando estava indo embora Rose o parou.

- Oi Taehyung.

- Oi Rose.

- Estava te procurando.

- Pra que ?

- Queria te perguntar por que a Sana saiu da faculdade.

- Como assim ?

- Ontem a diretora em entregou as folhas de chamadas e não vi o nome da Sana, a diretora disse que ela tinha saído.

- Ah....Sim, ela saiu mesmo, foi chamada para trabalhar fora em um projeto.

- Que legal, isso é bom pra ela.

- Poise, agora eu tenho ir.

Ele se virou e continuou seu caminho, mas como ela havia saído da faculdade ? parece que as coisas dela estão sumindo as poucos, pra cair no esquecimento. Ele é Jungkook eram no carro e saíram, Kook ia pra casa dele, pra ficarem entre amigos. o Celular de Tae tocou mais como ele não ver deu pro amigo.

- Olha pra mim Kookie.

O menino pegou o celular e viu que era uma mensagem.

- É uma mensagem da Yang.

- Então leia pra mim.

Jungkook abriu a imagem é se daparou com um foto, uma foto nada agradável.

- O que é ?

- Nada de importante.

- Como nada ? Deixa eu ver.

- Não precisa, Yang só está nós ameaçando de novo, nada sério.

- Mesmo assim deixa eu ver.

- Você está dirigindo.

- Me da isso.- Tae tirou o aparelho a mão de Jungkook e olhou rápido pra tela, mas não consegui seguir mais parar de olhar.

- Olha pra frente você vai bater.

Taehyung freio de uma vez e estacionou o carro.

- É....a Sana ?

Ele olhava pra foto da menina numa loja de roupas com outro, não dava pra ver quem era ele pois estava de costas, mas dava pra ver claramente o rosto da garota.

- Não, claro que não.

- Sim é ela, então era verdade o que Yang disse.

Tae bateu forte a mão na volante de raiva.

- Tae diva calmo.

- Como quer que eu fique calmo ? Yang estava certa, não está vendo ? Ela está com outro, está muito bem, enquanto eu estava aqui sofrendo, que lindo não acha ?!

Ele ligou o carro dando partida e saiu numa velocidades alta. Era pra ter ido pra casa .as ele desviou o caminho.

- Aonde vamos ?

- Faz tempo que não passamos um dia com os amigos, vamos ao bar.

- Você só quer beber por que está chateado.

- Também. Liga pro Hoseok é manda ele vir pra ca.

- Hyung para com isso.

- Se você não quer eu vou sozinho.

- Não eu vou junto, você sozinho é um perigo.

Tae riu do comentário do amigo, ele estava com tanta raiva e fundo estava muito magoado, ele queria tirar tudo aquilo de dentro; Jungkook ligou pra Jimin e pro Hoseok é explicou a situação. Não demorou muito pra eles chegarem.

- Taehyung, vamos pra casa.

- Não tá cedo, bebê comigo Hyung.

- Não to bem.

- Então Jimin me acompanhe.

- É tentador, mas não.

- Que chato vocês.

Tae virou um copo e olhou pros meninos ao seu lado na mesa.

- Sabe o quanto doeu ver a foto ? Muito.

- Não se atormente com isso.

- Outro, quem diria em, mas eu não sofrer, não mais.- disse já deixando algumas lágrimas caírem.- Parece que ela está fazendo uma nova vida, sem mim, tenho que fazer o mesmo.

Ele ia pegar outro copo mas Hoseok tirou da mão dele.

- Tudo o que a gente passou não significou nada pra ela ? Eu não signifique nada ? Não entendo o por que ela me disse que não queria ir ?! Essa vida é injusta. O amor é uma mentira.

- Agora que já se entupiu de álcool podemos ir embora ?

- Não.

- Podemos beber em casa, e melhor.

- Jimin!

- E melhor em casa do que na rua. É então ? vamos ?

Tae olhou pro amigo pensando na proposta, e logo aceitou


Notas Finais


Fui ❤ dois beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...