História Como fazer uma boa fanfic - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Comofazerumaboafanfic
Exibições 28
Palavras 1.310
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Crossover

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


(n/a:CHEGUEIIIIIIIIIIIIIIIIII ehheheh to feliz porque será ? Porque um cupcake de chocolate adicionou a história no favorito e comentaram ( dois comentaram só 1 adicionou nos favovoritos :/ ) porque ele/ela é lindo(a) maravilhoso(a) e meus CUPCAKES!! Vocês que estão lendo também são lindos e maravilhosos mas tem que comentar pra titia ficar feliz e adicionar nos favoritos também!!
Agora vamos falar tchauzinhoo e um beijo no seu coração ai que está lendo e que comecem as diquinhas da titia)

Capítulo 2 - Gramática I


       Gramática I

O uso do ATRÁS, TRÁS E TRAZ   

Talvez seja óbvio para muitos que essas três palavras sejam escritas assim. Mas, é fato: são vítimas de muitas confusões.

Às vezes, o “z” do “traz” permuta com o “s” do “atrás”, ou “trás” é indevidamente usado como se fosse uma legítima conjugação do verbo “trazer”.

Para não confundir mais:

 “Atrás” é grafado com “s”. É um advérbio de lugar.

Ele estava atrás de mim quando tudo aconteceu.

O ponto de ônibus fica atrás do shopping.

 

“Traz”, do verbo “trazer”, conjugado na terceira pessoa do singular, é escrito com “z”.

O autor traz para o seu romance a questão da seca.

Ele sempre traz flores quando vem me ver.

 

“Trás” (com “s” e acento) significa “na parte posterior” e é sempre precedido por preposição.

Ele estava por trás disso tudo desde o começo.

Ande mais depressa, senão ficará para trás.

Resumindo: os advérbios terminam com “s”. O verbo conjugado é o único que termina com “z”. “Atráz” (com “z”) não existe.

             (via:Escrever bem link nas notas finais)             

                          O uso do Tem e Têm  

É antigo o poema que exalta o Brasil e esclarece a dúvida sobre o uso de "tem" ou "têm". Refiro-me ao trecho de Canção do exílio do poeta Gonçalves Dias. Veja a estrofe:

“Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.”

Note os termos em destaque acima: percebe que há diferença entre a primeira oração e as demais?

Está evidente que essa diferença acontece por causa do acento circunflexo. Mas por que isso ocorre? A primeira sentença está no singular, pois o sujeito é “nosso céu”. Logo após essa frase, há duas orações no plural, em que os sujeitos são “nossas várzeas” e “nossos bosques”.

Tem acompanha o sujeito na terceira pessoa do SINGULAR.
Têm acompanha o sujeito na terceira pessoa do PLURAL.

Veja mais exemplos:

a) A menina tem muito entusiasmo em aprender.
b) Ela tem um sapato igual ao seu.
c) Alguns políticos têm esperanças de um futuro melhor.
d) Eles não têm competência para julgar.
e) Nada disso, essas pessoas têm que rever seus conceitos.
f) Então, ela tem que pedir perdão pelo que disse!

Observação 1: Os derivados do verbo “ter” (deter, manter, conter, obter) têm acento agudo na 3ª pessoa do singular e acento circunflexo na 3ª pessoa do plural. Ex.: Isto contém glúten. Esses caldos de carne contêm glúten. Ele obtémvantagem nisso? Eles obtêm vantagem em ter uma equipe assim!

Observação 2: A diferença entre tem e têm continua com a reforma ortográfica.

Observação 3: A forma verbal “teem” não existe!

(via: Brasil Escola link na descrição) 

O uso do Vêm,Vem e Veem

O problema agora são os verbos com formas parecidas. Você saberia quando usar VEM (sem acento), VÊM (com acento circunflexo) e VEEM (com dois ês)?
A forma VEM (sem acento) é a 3ª pessoa do singular do verbo VIR (presente do indicativo). Veja o exemplo:
“Ela já confirmou que VEM de metrô e vai chegar mais tarde.”
Já a forma VÊM, com acento circunflexo, também é do verbo VIR, só que da 3ª pessoa do plural. Observe:
“Querido, papai e mamãe VÊM almoçar com a gente domingo!”
Por outro lado, VEEM, com dois ês, não é do verbo VIR, mas do verbo VER, e se refere à 3ª pessoa do plural do presente do indicativo. Confira o exemplo:
“Acidentes acontecem ali porque os motoristas não VEEM a placa  encoberta pela vegetação.”
Antes do Novo Acordo Ortográfico, essa forma do verbo VER (VEEM) se escrevia com circunflexo no primeiro E: VÊ-EM. Desde 2009, quando o Acordo entrou em vigor, não existe mais essa forma.VEM, VÊM ou VEEM?
O problema agora são os verbos com formas parecidas. Você saberia quando usar VEM (sem acento), VÊM (com acento circunflexo) e VEEM (com dois ês)?
A forma VEM (sem acento) é a 3ª pessoa do singular do verbo VIR (presente do indicativo). Veja o exemplo:
“Ela já confirmou que VEM de metrô e vai chegar mais tarde.”
Já a forma VÊM, com acento circunflexo, também é do verbo VIR, só que da 3ª pessoa do plural. Observe:
“Querido, papai e mamãe VÊM almoçar com a gente domingo!”
Por outro lado, VEEM, com dois ês, não é do verbo VIR, mas do verbo VER, e se refere à 3ª pessoa do plural do presente do indicativo. Confira o exemplo:
“Acidentes acontecem ali porque os motoristas não VEEM a placa  encoberta pela vegetação.”
Antes do Novo Acordo Ortográfico, essa forma do verbo VER (VEEM) se escrevia com circunflexo no primeiro E: VÊ-EM. Desde 2009, quando o Acordo entrou em vigor, não existe mais essa forma.VEM, VÊM ou VEEM?
O problema agora são os verbos com formas parecidas. Você saberia quando usar VEM (sem acento), VÊM (com acento circunflexo) e VEEM (com dois ês)?
A forma VEM (sem acento) é a 3ª pessoa do singular do verbo VIR (presente do indicativo). Veja o exemplo:
“Ela já confirmou que VEM de metrô e vai chegar mais tarde.”
Já a forma VÊM, com acento circunflexo, também é do verbo VIR, só que da 3ª pessoa do plural. Observe:
“Querido, papai e mamãe VÊM almoçar com a gente domingo!”
Por outro lado, VEEM, com dois ês, não é do verbo VIR, mas do verbo VER, e se refere à 3ª pessoa do plural do presente do indicativo. Confira o exemplo:
“Acidentes acontecem ali porque os motoristas não VEEM a placa  encoberta pela vegetação.”
Antes do Novo Acordo Ortográfico, essa forma do verbo VER (VEEM) se escrevia com circunflexo no primeiro E: VÊ-EM. Desde 2009, quando o Acordo entrou em vigor, não existe mais essa forma.VEM, VÊM ou VEEM?
O problema agora são os verbos com formas parecidas. Você saberia quando usar VEM (sem acento), VÊM (com acento circunflexo) e VEEM (com dois ês)?
A forma VEM (sem acento) é a 3ª pessoa do singular do verbo VIR (presente do indicativo). Veja o exemplo:
“Ela já confirmou que VEM de metrô e vai chegar mais tarde.”
Já a forma VÊM, com acento circunflexo, também é do verbo VIR, só que da 3ª pessoa do plural. Observe:
“Querido, papai e mamãe VÊM almoçar com a gente domingo!”
Por outro lado, VEEM, com dois ês, não é do verbo VIR, mas do verbo VER, e se refere à 3ª pessoa do plural do presente do indicativo. Confira o exemplo:
“Acidentes acontecem ali porque os motoristas não VEEM a placa  encoberta pela vegetação.”
Antes do Novo Acordo Ortográfico, essa forma do verbo VER (VEEM) se escrevia com circunflexo no primeiro E: VÊ-EM. Desde 2009, quando o Acordo entrou em vigor, não existe mais essa forma.

(via: G1 link na descrição)

 O uso de Cessão, SeçãoSessão

Vamos analisar o uso de três palavras que têm a mesma pronúncia, mas de grafia e significados diferentes.
Você sabe a diferença entre CESSÃO (com C no começo e SS), SEÇÃO (com S no começo e Ç), SECÇÃO (com S e depois C e Ç) e SESSÃO (com um S no início e dois no meio)?
CESSÃO (com C e SS) é o ato de CEDER alguma coisa. Veja o exemplo:
“A CESSÃO dos bens foi assinada em cartório pelo doador.” 
Para não errar, lembre que o verbo CEDER começa com C.
Já SEÇÃO (com S e Ç) – ou SECÇÃO (com S e um C antes do Ç) – significa uma divisão, um corte, um setor, uma parte de alguma coisa. Veja esta frase:
“Esse creme pode ser encontrado na SEÇÃO de cosméticos.”
“O círculo resulta da SEÇÃO (ou SECÇÃO) de uma esfera.”
Por fim, SESSÃO é qualquer tipo de reunião: sessão de cinema, sessão espírita, sessão do júri, sessão plenária. Observe no exemplo:
“O presidente da Câmara deu por encerrada a SESSÃO que alterou a lei.”

(via: G1 mesmo link do vem, vêm e veem)

 

 

    

 


Notas Finais


(n/a:Gostaram das minhas dicas ? A e pra quem for me chamar de "professora" eu não sou uma professora só coloquei isto porquê algumas escritoras ou alguns escritores vivem errando e isto não significa que eu também não erro OK! Só fiz isto porque alguns leitores odeiam ter que ficar corrigindo as palavras erradas dos escritores, mas se for umas 2,3,4 palavras erradas alguns leitores como eu deixam passar, mas se em 1 parágrafo a escritora errou umas 56 palavras você se cansa de corrigir e para de ler esta história. Então me entendam porquê eu só estou ajudando quem lê e quem escreve histórias
NOVIDADE:
Pra quem gosta de romance, vou criar uma história de romance,, Eu sei que vai ser demorado pra escrever mas vou fazer de tudo pra postar nessa história o mais rápido possível e se eu demorar demais mandem- me mensagens me lembrando que eu posto na hora :)
Links:
1.http://escreverbem.com.br/atras-tras-e-traz/
2.http://brasilescola.uol.com.br/gramatica/tem-tem.htm
3.http://g1.globo.com/educacao/blog/dicas-de-portugues/post/desafio-do-acento-quando-usar-vem-e-quando-o-correto-e-vem-e-veem-existe.html


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...