História Como irritar o crush - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Comedia, Crack Fic, Funk, Hoseok Funkeiro, Mds Bicho, Menção Namjin, Menção Vkook, Sope, Yoongi Quer Morrer, Yoonseok
Visualizações 156
Palavras 2.528
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


olá olá meu twitter é @barulhodechuva
quero agradecer a @ AmyLeihy pela capa linda aaa obg sz
comentários são sempre bem vindos e boa leitura aa
(vai ter cap todo sábado das 18h-19h ou 20h caso eu atrase)
bjs e obg sz

Capítulo 1 - O Príncipe de Juliete


Se você clicou aqui então quer dizer que realmente está desesperado (a) para dar uns pegas no crush, certo? Normalmente eu faria piada do quão fundo do poço você está para procurar ajuda no meu blog, porém eu estou na mesma situação.

Eu sou Yoongi e vou te ensinar como irritar o crush até ele desistir de resistir e entregar a gostosura dele toda para você.  

Antes de disso eu preciso explicar como eu me apaixonei pelo meu crush, Jung Hoseok, eu me lembro perfeitamente do momento: "Lá estava o pequeno Yoongi de apenas quatro aninhos chupando um carrinho de brinquedo (desde de criança com um grande dom pra chupar né, meu amor?) enquanto encarava o pequeno Hobi comendo terra como um retardado. Como se não bastasse a vergonha de comer terra o garoto engasgou com ela e começou a se debater como um peixinho fora d'água, melhor dizendo, uma piranha mirim. E como pimenta no olho dos outros é refresco eu comecei a rir que nem louco da desgraça dele, ri tanto que cheguei a mijar nas calças no meio de um monte de criancinhas. Resultado: Eu e Hoseok paramos na enfermaria juntos já que eu enfiei minha cabeça debaixo da terra pra esconder meu rosto envergonhado e acabei engolindo terra também." Uma grande história de amor melhor que Crepúsculo.

Desde aquele dia Hoseok e eu estudamos juntos, mas o desgraçado começou a fazer de tudo para me irritar e claro que eu, como uma vadia má que sou, irei dar o troco com todas as minhas forças.

Sem mais enrolação eu vou te ensinar a primeira dica de como irritar o seu cremosinho: Fazer piadinhas com duplo sentido. Ah vamos falar a verdade, todos odeiam piadinhas assim, certo? Aposto que com o Hoseok é a mesma coisa.

 

Dia 1 - tentando acabar com a vida do Hoseok igual ele acabou com a minha, cuzão do caralho, lindão, me beija pitel rs

 

O dia teria começado extremamente bem se não fosse pelo meu querido amigo Seokjin me acordando no meio de uma aula chata de química só para perguntar se ele havia conseguido esconder a espinha gigante que havia no meio da testa dele, parecia um unicórnio.

— Perfeito igual uma Barbiezinha, parabéns Jin. Se a prova fosse só sobre como parecer um príncipe da Disney você tiraria dez – disse ouvindo o mesmo concordar. Virei para o lado e encontrei Taehyung dormindo, porém com olhos falsos desenhados por cima de suas pálpebras com canetinha só para fingir estar acordado. Nem me surpreendo mais sobre quão ele é retardado, supera até eu.

Fessor, que tal você liberar nóis mais cedo? Tenho um baile funk marcado para daqui à uns três minutos. — Esse funkeiro é Jung Hoseok, o garoto mais lindo e o menino na qual eu estou apaixonado pra caramba. Eu amo tanto ele que da vontade de mandá-lo tomar no cu.

EU OUÇO ADELE E LEMBRO DE VOCÊ, HOSEOK.

Hobi é muito lindo, seu cabelo vermelho, seus risquinhos na sobrancelha, sua Juliete, seu shorts branco, camiseta da Hollister, seu boné escrito "top" e suas correntes de ouro, uma escrita "Hoseokão" e a outra um cifrão de dinheiro. Esse é o gato do rolê.

— Olha aqui criança, senta essa bunda na cadeira e espera bater o sinal pro recreio. Eu acordo todo dia cedinho, tomo banho e me arrumo para ficar bem gato para o professor de Educação Física e ele prefere comer a dona da cantina, agora você vem me infernizar com baile funk? – protestou o professor, largando a apostila com força em cima da mesa.

Eu sinto sua dor, professor.

Pô, fessor, eu num tenho culpa que você não sabe chegar de jeito nele e já meter a rola. – Hoseok se levantou e tentou explicar ao professor como transar, o mais velho anotava tudo.

Meu Deus, eu estou cercado por idiotas. Cansado ver meu (talvez futuro) mozão ensinar como fazer um boquete eu me levantei para sair da sala e não vê-lo passar vergonha. Mas como a vida ama me fuder sem cuspir eu tropecei e cai COM A CARA NA BUNDA DO HOSEOK.

Eu ouvi um silêncio que estava me incomodando horrores até o pior chegar, as risadas e o som de fotos sendo tiradas. O negócio tava tão grave que até o próprio Hoseok caiu na gargalhada, rindo da minha cara na bunda dele. E que bunda.

Eu tava com a minha cara tão afundada na bunda dele que dava para bater um papinho com o cu daquele desgraçado.

Não posso dizer que não estava adorando ter minha cara ali, porque eu estava, mas dar mais um motivo pra esse desgraçado do Jung fazer piadinha comigo estava fazendo meu sangue ferver.

— Você está feliz em finalmente ter sua cara no meio das minhas pernas? – perguntou rindo alto, sendo acompanhado pela sala e até pelo cuzão do professor de Química, ESPERO QUE VOCÊ NUNCA COMA O PROF. DE EDUCAÇÃO FÍSICA.

— Gato, eu aposto que é você que tá amando ter meu rosto no meio da sua bunda, a gente podia tentar fazer isso de novo mais tarde. – Levantei-me e limpei meu rosto, é sempre bom se sentir livres dos germes que existem no cu dos outros.

Olhei pela sala em busca de apoio emocional ou algum "NOSSA TOMA ESSA HOSEOK" vindo por parte dos meus amigos, mas os filhos da puta estavam tirando fotos e gravando aquela cena.

Já dizia Aristótoles: caralho que delícia.

— Eu não acredito que estou sendo pago para ver um adolescente com a cara na bunda do outro, é como uma centopeia humana menos nojenta e doentia e mais pornográfica. – O professor de química refletiu.

— Você acha que se eu postar isso no XVídeos esse vídeo vai ficar famoso? – perguntou Taehyung, rindo da minha cara de desgosto.

Se for para que eu seja famoso no XVídeos que seja pela minha habilidade de chupar um pau e não cair de cara na bunda de um funkeiro.

— Eu super veria um pornô desse tipo – murmurou Namjoon, sendo recebido por um tapinha de Jin como respostas.

— Não acredito que você veria um pornô tão bosta com esses dois. – Jin olhou horrorizado para o namorado, provavelmente questionando seu gosto para pornografia.

Hoseok e eu nos entreolhamos algumas vezes tentando entender que tipo de diálogo estava acontecendo, mas já que todo mundo aqui parece ser chapado para caramba nossa tentativa foi falha.

— Meu bem, tudo vende hoje no mercado pornográfico. Por exemplo, hoje de manhã antes de vir pro trabalho eu estava batendo uma e decidi procurar um pornô legal para ver, eu entrei no site e vi que o vídeo mais famoso no momento era um cara fantasiado de Bob Esponja fodendo seu primo que estava vestido de Hambúrguer. A única coisa que importa é a rola entrando no cu – disse o professor, passando a mão em seu longo e pontudo queixo (nós apelidos ele de Doritos por conta desse queixão).

Alguém demite esse homem, por favor.

Porém sempre existe um anjo no meio de um bando de demônios e esse se chamava Park Jimin, a coisa mais fofa do mundo (e mais safada também, o celular do garoto é cheio de vírus por conta de pornô) que adora usar saias, que ficou no meio de Hoseok e eu, me impedindo de avançar naquele garoto lindo, gostoso e cuzão.

— Me desculpem interromper a briga, porém o sinal para o intervalo já bateu e o pão de queijo da cantina já está acabando então é melhor vocês correrem. – Após esse anúncio o bando de animais selvagens que eu carinhosamente chamo de colegas de sala correu em direção à comida.

Meu pão de queijo vai acabar tô muito triste.

Olhei para Hoseok caído com a bunda no chão e senti o doce gostinho da vingança, mas claro que eu deveria tomar cuidado, ele é filho do maior traficante do Morro do Alemão da Coreia do Sul, chamado de "Rei da Comunidade", dando ao seu filho o título de "Príncipe de Juliete", Hoseok.

— Continuamos isso depois, bostão – disse o Jung se levantando e ficando cara-a-cara comigo.

— Você é ainda mais bostão que eu, tanto que sua mãe teve que tomar Activia para você nascer – retruquei.

— E você nasceu após sua mãe comer cinco pedaços de bolo de chocolate, causando uma puta duma diarreia, te fazendo nascer e cair direto no vaso onde é seu habitat natural.

— Concordo com a última parte, mas é engraçado que...

— Chega, eu preciso retocar a maquiagem e vocês ai discutindo quem é o mais bosta. Os dois são uns merdões, ponto. – Jin se pronunciou, se metendo entre nós e me agarrando pelos ombros – Agora a gente vai se entupir de comida, com licença Hoseok. – Puxou Taehyung e eu para fora daquele ringue de luta (e ainda bem, porque se eu ficasse ali mais um momento eu pularia na cara daquele garoto).

A escola, como sempre, parecia o portão do inferno: os grupinhos que se inspiravam no Hoseok ouviam funk no volume máximo sem fone de ouvido, algumas meninas pareciam um palhaço com aquelas maquiagens exageradamente brancas com batom vermelho e sombra preta, pareciam o Coringa, também havia os esquisitões que enchiam a boca de mortadela e tentavam soletrar "paralelepípedo" sem errar. Tem louco pra tudo nesse mundo.

Antes de continuar minha jornada irritando o garoto que estou apaixonado vocês precisam saber que na nossa escola existem dois grupos soberanos que vivem em guerra: As Winx e As Popozudas do Hoseok. Não é tão difícil de entender cada um:

As Winx: Formado por Seokjin quando estávamos no primeiro ano do colegial, os integrantes são Jin, Taehyung e eu. Fomos apelidados de Santíssima Trindade do Mal por conta de uns boatos sobre Jin ter "comprado" os votos pra ganhar o título de Príncipe do Baile da primavera quase todos os anos desde que entrou (ele e Hobi sempre vencem um ano o Jung o outro o Kim, sendo quase sempre intercalado). Aliás, nas quartas usamos rosa.

As Popozudas do Hoseok: As maiores piranhas do colégio e nosso grupo inimigo. Formado por Hoseok, Jimin e Namjoon, os três são conhecidos como "Príncipe de juliete", "Docinho" e "Nerd de nível mundial". O engraçado é que Jimin e eu somos amigos de infância, eu amo o Hobi e Namjoon namora o Jin (eles são chamados de "namorados perfeitos em nível mundial”).

Pode parecer bem estranho que mesmo nós termos uma boa relação ainda somos grupos inimigos, o porquê disso é que apenas um grupo pode criar uma nova moda no colégio, junto a regras e ser completamente aclamado por todos. Só um de nós pode ser As Poderosas.

Além de que Hoseok e Jin estão em uma disputa pra saber quem vai vencer esse ano e virar o Príncipe do Baile da primavera.

Perceberam que tudo parece mais importante quando está em itálico?

— Gente, vocês não vão acreditar! – exclamou Tae no meu ouvido, me fazendo ficar surdo por alguns segundos. Cuzão do caralho – "'Consigo cantar o hino nacional enquanto chupo três paus!' afirma Jung Hoseok, filho do maior traficante da Coreia do Sul" – lia o artigo enquanto tentava se manter sério, já Jin e eu caíamos na gargalhada. – Jeongguk acabou de publicar no blog.

Jeongguk é o namorado do Taehyung, ele é o típico garoto emo preso em dois mil e onze que possuí um blog de fofocas, inclusive é ele que me ajudou a criar esse blog. Tamo junto, JK.

— Ai eu não acredito que esse safado já começou a campanha dele pra vencer esse Baile de Primavera e ganhar o título de Príncipe! – bradou Seokjin indignado, fechando o batom vinho que estava passando. – Ele joga tão baixo que está falando de boquete! Todo mundo sabe que as crianças de hoje em dia só pensam em safadeza e rola.

— Eu realmente estou interessado em saber se ele realmente consegue fazer isso... – admiti sendo julgado pelo olhar dos meus amigos – Desculpe, mas você vai realmente precisar de uma habilidade sexual melhor que a dele se quiser vencer. –Sentei-me em uma daquelas cadeiras de refeitório e joguei a mochila na mesa.

— Tipo o que? Eu não tenho nenhuma habilidade sexual tão interessante assim... – mordeu o lábio inferior e tirou um tupperware cheio de coxa de frango ao molho barbecue; Seokjin é aquele tipo de pessoa que come e não engorda, eu morro de invejas dele.

— Fala que você consegue comer o Namjoon enquanto faz um tutorial de maquiagem para postar no Youtube. – Taehyung sentou-se ao meu lado e pôs-se a mexer no Twitter e ignorar a existência do mundo lá fora. Ele é aquele tipo de pessoa que prefere jogar The Sims por que lá a vida dele é mais feliz. Brincadeira ele é uma criança alegre.

— Eu realmente consigo fazer isso! – afirmou alegre, engolindo a quarta coxa de frango.

Meu Deus do céu que tipo de amigos eu tenho.

E estava tudo bom para ser verdade e claro que a vida não deixaria isso acontecer por muito tempo, pois Jung Hoseok entrou pela porta do refeitório como se estivesse em câmera lenta, trocando beijos com algum idiota aleatório que ele conheceu no baile funk que falara mais cedo.

Eu to cinquenta por cento puto e cinquenta por cento triste, bicho, porém vou fingir que não dou uma foda para isso.

Aumentar o ego do safado do Hoseok? Tô fora, pego minha bike e vou embora.

Antes que eu pudesse abrir a boca para gritar um "não sabia que o Capeta tinha aberto as portas do inferno para você estar aqui Hoseok, meu querido." o mesmo largou o garoto, lhe dando um tapa na bunda antes, e veio em minha direção rindo travesso com a provocação bem sucedida.

— Ah mas olha só quem chegou do baile funk, a princesinha da favela – provoquei dando um sorriso debochado da cara de retardado que Hoseok fez.

— Yoongi você é tão fudido que nem da para eu te mandar ir se fuder. – Bagunçou meu cabelo e sentou-se na mesa, ficando na minha frente.

— Eu queria é ser fudido por você, mas tá foda, hein. – Eu sei, sou ótimo em flertar.

— Entra na lista, anjo. – Riu, retirando um convite de seu bolso e me entregando – Eu vou dar uma festa para comemorar a primeira ressaca do Namjoon e pensei que seria top te convidar, tá ligado? Aparece lá se você não estiver ocupado batendo uma para mim. – Mostrou a língua e sorriu fofo depois, descendo da mesa e indo ao encontro de um Jimin segurando um baldinho para um Namjoon de ressaca vomitar. Uma bela amizade, parabéns.

HAHAHA, ELE ME CONVIDOU PARA A FESTA DELE, CHUPA MUNDO. Até que não é de todo ruim cair de cara na bunda dele e pagar micão só para ser convidado por ele depois.

Okay, eu acho que vocês já leram demais sobre a minha vida desgraçada por um dia, então acho melhor te fazer esperar pelo próximo post para saber como eu vou tentar conquistar o coração do retardado do Hoseok irritando ele.

Acho melhor vocês voltarem aqui semana que vem, pois posso dar um spoiler sobre o que vai acontecer: Minha rola.

Ok, ok, adeus.

 

 

 

 

 

 

 

Pau no seu cu Hoseok, eu sei que você está lendo isso.

 


Notas Finais


nunca sei oq falar aq bicho
esse bumbum faz tumbalatum


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...