História Como Me (Des) Apaixonei por Olivier Salvatore - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Daniel Sharman, Kit Harington, Originais, Sophie Turner
Personagens Daniel Sharman, Kit Harington, Personagens Originais, Sophie Turner
Tags Amor, Cafajeste, Ceo, Daniel Sharman, Desejo, Kit Harrington, Nova Iorque, Romance, Sexo, Sofie Turner
Exibições 8
Palavras 1.265
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Alalaô. Bem vindos.

Capítulo 4 - Ignorando



Acordo cedo e resolvo me arrumar para mais um dia de trabalho. Tomo o banho mais demorado da história, não acredito que sonhei com Olivier, de todos os homens que existem eu tive que foder logo com o meu chefe.

Visto uma saia lápis preta e uma blusa com um babadinhos Rosa bem fraquinho. Corrijo a minha cara e passo um batom vermelho escurinho e gosto do resultado. Calço meus scarpins pretos.

Pego meu carro no estacionamento e começo a dirigir. Paro perto de uma cafeteria e peço dois expressos e uns bolinhos de sabores diferentes.

Tenho que ir para a academia urgente,se não, vou sair rolando por aí.  Penso


Estaciono no prédio da Salvatore's, e fico um pouco dentro do carro repetindo uma frase que virou meu mantra, "Eu sou uma mulher bem resolvida. Não existe nenhum homem que vai me derrubar. Eu consigo." "Eu consigo." Saio do carro tentando não encontrar com um certo par de olhos azuis.


Entro no elevador e nada acontece, suspiro aliviada e chego até  o meu andar sem incidentes. Deixo o café de Jonathan em sua mesa e vou para o meu trabalho. Depois de um pouco de tempo sou chamada na sala do senhor Olivier.


Meu coração falha um pouco e eu saio andando parecendo uma derrotada, Jonathan me olha com uma cara meio triste. Chego ao andar do senhor Salvatore e entro em sua sala.


"Senhorita Angie, o que você fez foi completamente errado e podia ter nos custado o contrato."


"Desculpe senhor Salvatore. Eu não farei mais isso."


"Eu podia lhe demitir agora, porém o nosso cliente adorou o que você fez e pede uma reunião com você para conhecer a jovem que mudou a sua campanha."


"Espera. O que você  disse?"


"Que você irá a uma reunião comigo para conhecer os nossos clientes."


"Senhor Salvatore, eu poderia saber onde será e quando?"


Ele me olha e sorri, me pego olhando fixamente para os seus rosto. Ele se aproxima mais me encurralando na parede.


"Angie, hoje à noite.  E eu ainda não esqueci que você tentou fingir que não me conhece."


"Perdão,mas não sei o que o senhor está falando." Minha voz sai bem baixa.


Ele sorri e me puxa para um beijo arrebatador, tento resistir mas não consigo, abro a boca para que a sua língua deslize para a minha. Ele aprofunda o beijo e suas mãos passeiam pelo meu corpo, de repente ele me ergue na parede e eu enlaço minhas pernas em sua cintura e sinto sua ereção me pressionar, e eu não largo sua boca. Quando me lembro de quem ele é.


Me solto bruscamente e quase caio de bunda no chão. Ele me olha atordoado e com cara de dúvida. Saio imediatamente de seu escritório.  O que passa pela minha cabeça? Tentar foder novamente com o chefe?


Volto para minha mesa e me concentro em meu trabalho. Jonathan fala comigo e eu explico tudo o que aconteceu, sem contar como me peguei com o chefe. Ele me parabeniza e eu volto ao trabalho.


Saio para almoçar sozinha, dessa vez vou a um bistrô um pouco mais distante e o garçom é incrivelmente gato. Peço um peito de frango grelhado com um molho de azeitonas e salada verão. De repente chega uma mensagem no meu celular. Pesco a coisa da minha bolsa.


Eu acho que você nem lembra de mim...


Perdão mas quem é?


Ian, o Barman do bar dos motoqueiros.


Nossa, o Barman gato.


Se você  acha isso...


Me xingo mentalmente por escrever aquilo.


Na verdade acho mesmo, mas qual a sua pra mandar mensagem agora?


Eu queria um encontro, amanhã eu estou de folga e pensei que talvez você gostasse.


Que ideia maravilhosa. Onde é que horas?


Podemos ir ao cinema às  20:00h?


Eu preferia outro lugar, mas pode ser...


Onde então?


Que tal uma balada no  Hot dancing?


Perfeito. Então no mesmo horário?


Claro que sim, gatinho.


Termino a conversa e vou almoçar, como e volto para o trabalho. Talvez o que eu realmente precisasse era de outro par de olhos para mudar meu foco. Termino o trabalho do dia e tenho que correr para não chegar atrasada no jantar.


Me visto num vestido acima dos meus joelhos Verde Esmeralda e uns saltos nudes. A maquiagem apenas realça meus olhos e o batom é um vermelho bem natural. Gosto do resultado e saio.


A reunião é em um restaurante luxuoso e Olivier manda mensagem dizendo que estará me esperando na porta. Resolvo pegar um táxi e dou o endereço ao motorista que falta me comer com os olhos.


Desço na frente do restaurante e vejo Olivier me esperando. Ele está incrivelmente sexy sem paletó. Ele toma minha mão e entramos no restaurante, me apresenta aos clientes e fazemos nossos pedidos. Enquanto a comida não vem, um dos investidores diz que Olivier deveria ser casado e que isso melhoraria com a fachada da empresa.


Olivier fica sem jeito e tenta desconversar dizendo que isso não  influencia em nada a visão da empresa. Eu vejo que todos os outros acionistas ficam ao lado do primeiro e vejo que Olivier vai acabar perdendo o contrato quando me pego ouvindo-o dizer:


"Senhores, não queríamos lhes contar mas, eu e Angie estamos noivos."


Minha boca seca e eu fico sem palavras. Ele não fez isso. Ele me olha com um olhar suplicante e eu resolvo que depois nos acertamos.


"Amor, ainda nem começamos com os preparativos, e nem avisamos a família . Calma meu fofinho." Falo parecendo apaixonada.


Vejo que ele relaxa. Os acionistas parecem radiar de felicidade e nos dão os parabéns. Nossa comida chega e eu como quase pensando em matar Olivier por me jogar nessa furada.


Após o jantar todos se cumprimentam e saem, eu olho para Olivier e o puxo para fora do restaurante.


"Mas o que foi aquilo? Você é louco ou o que?"


"Angie só precisamos fingir por um curto intervalo de tempo."


"Eu vou querer algo em troca. "


O maldito bastardo pensa em coisas sujas e concorda.


"Vou querer um aumento de 30% e quero um cargo de chefe do departamento de produção."


"Nada feito, 10% e nada mais."


"Espera, acho que você não precisa de uma noiva, acho que vamos terminar."


"Tudo bem... tudo o que você pediu e nada mais."


"Ah querido, eu tenho um encontro amanhã."


"Desmarque, não vou ser corno nessa história."


Eu xingo-o de todas as formas e ele ignora. Mas percebo que era verdade. Quem acreditaria que eu sou uma noiva se continuasse indo para as baladas?


"Com quem você ia sair?"


"Com o barman."


Ele fica visualmente irritado e me arrasta para um canto e me prensa contra a parede e me beija fortemente e eu vejo vários flashes ao redor.


"Senhor Salvatore, o senhor nunca foi visto com uma mulher. Quem seria essa moça? " uma repórter pergunta


"Minha noiva." Ele fala sem perceber.


Merda. Amanhã meu rosto vai estampar as revistas de fofoca. Entramos no carro de Olivier e eu lhe foi um tapa bem forte no rosto.


"Mas o que eu te fiz, mulher?" Pergunta irritado


"Acabou de fazer meu nome ser estampado em um monte de revistas e fofoca amanhã. " falo indignada


Ele parece ter noção do que fez e resmunga. Ele me deixa na frente do meu apartamento  e diz que amanhã teremos que conhecer sua mãe, já  Que ela vai ler as revistas. Fico com muita raiva, mas mesmo assim eu concordo.


Entro no meu apartamento e desmarco com o Barman gato. Amanhã  Ele vai me amaldiçoar pelo resto da vida.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...