História Como ( Não ) conquistar o oppa! - Com Park Jimin. - Hiatos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, G-Dragon, Got7, Monsta X, Seventeen
Personagens Baekhyun, BamBam, Boo Seungkwan, Chanyeol, Chen, D.O, G-Dragon, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Hyung Won, I'M, Jackson, Jang Doyoon, JB, Jeon Wonwoo, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Joo Heon, Junghan "Jeonghan", Jungkook, Kai, Ki Hyun, Kim Mingyu, Kris Wu, Lay, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Lu Han, Mark, Min Hyuk, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Seungcheol "S.Coups", Shin Dongjin, Show Nu, Soonyoung "Hoshi", Suga, Suho, Tao, V, Wen Junhui "JUN", Won Ho, Xiumin, Xu Ming Hao "THE8", Yao MingMing, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Chanbeak, Comedia, Hoseok, Hunhan, Jhope, Jihan, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Kaisoo, Markson, Namjin, Namjoon, Suga, Sulay, Taehyung, Verkwan, Vmin, Yoongi, Yoonseok, Yugbam
Visualizações 49
Palavras 2.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Romance e Novela, Survival, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sei que demorei para postar, e peço desculpas. A fanfic whatsapp-bts foi excluida pelo spirit, não irei continuar com ela por razões próprias.

Mas, vou me dedicar a essa fic e a uma oneshot que pretento fazer.

Agora, fiquem com o primeiro capítulo de "Como ( não ) conquistar o Oppa - Com Park Jimin"

Beijos e abraços ❤

Capítulo 1 - Park Jimin, seu idiota!


Já pararam para pensar que nos filmes mais clichês que tem o gostosão popular e uma nerd, a nerd é totalmente apaixonada pelo gostosão popular que nunca deu bola para a mesma? E em todos os momentos que eles se cruzam, o gostosão faz alguma coisa para humilhar a nerd. Então acontece aquele monte de tretas e blá blá blá, mas no final, o gostosão popular percebe que na verdade ele gostava da nerd, e ele muda totalmente o seu comportamento, se tornando um cara show de bola e assim, eles ficam juntos e fim.

Bem, eu sou um desses nerds que não são notados na escola, e tenho um "crush", que para o meu azar é o gostosão popular que todos desejam. Seu nome é Jeon Jungkook. E eu já tentei fazer a mesma coisa que nos doramas; deixar bilhetinhos românticos em seu armário, apesar de ele receber bilhetes assim todos os dias; fazer o seu bolo favorito e o entregar pessoalmente, mas toda vez que tento fazer isso fico nervoso e acabo comendo tudo sozinho embaixo das arquibancadas e pensando o quanto eu sou idiota e estou ganhando alguns quilos com isso.

Eu até já tentei fazer aquela cena clichê de esbarrar com ele e deixar cair meus livros, então nossos olhares se cruzam e ele me ajuda a levantar, mas quando tentei fazer isso, não foi bem o que aconteceu. Quando esbarrei com o mesmo, de propósito resultou em: um dos meus livros se chocou com o seu rosto deixando seu olho roxo. Juro que tentei chamar sua atenção e não o matar. E a partir desse dia, se antes ele não me notava, agora eu sou invisível. Então crianças, não tentem fazer tudo que vêem na televisão.

As vezes eu penso que nunca vou ter o coração do Jungkook. Mas eu sou trouxa e vou continuar com isso até o dia que eu me declarar, posso levar um belo pé na bunda mas vai ser um peso a menos. Claro, vou ficar alguns dias trancado no quarto chorando enquanto vejo um dorama que tudo da certo para o casal feliz e eu fico desejando que a bunda do cara exploda, por ele agir como um idiota quase sempre.

E agora, estou eu aqui sentado na mesa dos nerds na cantina desfrutando de uma bela maçã, enquanto admiro a beleza de Jeon Jungkook, que estava sentado na mesa dos populares. Sabe, eu sempre quis que Jungkook fosse um dos alunos que tivessem a média baixa, porque assim eu poderia ser seu tutor, mas o desgraçado está no mesmo nível que eu na média. Raios!

– Jimin, Jimin! Estou falando com você, capeta! – SeungKwan, meu melhor amigo querido, me sacudia para chamar minha atenção.

– Aish! Pare com isso! – ele me solta – O que você quer?

– Você não estava prestando atenção! – ele bate em meu braço.

– Pare de me bater! Diga logo o que quer. – ele bufa.

– Como eu ia dizendo antes, você vai na festa do Chanyeol? – ele toma um pouco do seu suco.

– O que? Por que eu iria em uma festa? Estou muito feliz em casa vendo meus doramas?

– Aigoo, Jimin. Nunca somos chamados para festas e um dos mais populares da escola nos convidou e você não vai ir? – nego com a cabeça. – Eu não quero ir sozinho, Jimin! – insiste.

– Você não vai me convencer – cruzo os braços, fazendo uma expressão convencida.

– Jungkook vai estar lá.

– Que horas preciso me arrumar?

                                  (...)

– Estou arrependido de ter vindo... – digo assim que paramos em frente a grande casa. O som da música está alto, não sei como os vizinhos aguentam.

– Por quê?! – diz SeungKwan batendo o pé no chão.

– Pensa comigo, Kwan. Por que um dos caras mais populares da escola convidaria dois nerds como a gente para sua festa?

– Porque somos descolados! – o mesmo coloca uma de suas mãos na cintura fazendo uma pose.

– Ata! – bufo - Deve ser uma armadilha, eles vão nos gozar! – ele me olha confuso e ri.

– Sua frase ficou estranha. – diz rindo.

– Tanto faz! Eu não vou mais. – me viro para dar meia volta mas Kwan segura meu braço.

– Quando nos convidaram eu pensei em recusar, mas disseram que todos da escola iriam estar lá, incluindo Jungkook. E com isso eu achei que seria uma boa você se declarar para ele já hoje, para parar de frescura.

– Primeiro: Quando foi que você ficou tão legal assim? Segundo: Eu sei que você só veio pelo Hansol, e para não passar vergonha sozinho você me chamou com a desculpa do Jungkook estar aqui. Terceiro: Adeus! – tento me soltar dele mas o mesmo me arrasta para dentro da casa.

Entramos na casa, estava cheia de adolescentes com bebidas, uma típica festa do último ano.

– Que emoção! Vamos nos divertir hoje! – diz Kwan me levando para uma mesa com bebidas e pegando dois copos, uma para mim e para ele.

– É... – Cheiro a bebida, o cheiro não é agradável.

Perceptível que minha situação está muito parecida com um filme, de talvez comédia romântica.

“Um jovem estudante vai em uma festa com seu melhor amigo idiota, e acaba bebendo mais do que devia. Acorda no dia seguinte em um quarto desconhecido por si, e quando percebe estar sem suas roupas se assusta. Ao olhar para o lado vê que estava na mesma cama que o seu paquera."

Por mais que eu queira que isso aconteça acho melhor eu fazer o meu crush me notar antes.

SeungKwan, agora babava pelo jogador de basquete de rostinho bonito, também conhecido como Hansol, ou Vernon para os mais íntimos. Assim como eu, SeungKwan era trouxa pelo Oppa e já pagou tantos micos na sua frente. Um dia nós estávamos na aula de educação física, uma das minhas aulas mais odiadas mas matemática continua em primeiro, e estávamos jogando vôlei e bem na hora que Hansol passava a bola acertou o rosto do Kwan, fazendo o mesmo cair bem no caminho de Hansol. Se antes SeungKwan não tinha coragem para falar com Hansol, agora ele evitava qualquer contato, mas ele continua trouxa.

SeungKwan sabe que eu tenho um penhasco pelo Jeon desde o fundamental, eu só fui descobrir que ele também estava afim do Hansol no segundo ano, que foi o ano que ele chegou.

Fizemos um juramento de não falar para o crush do outro que gostamos deles, por mim eu sou de boa com isso mas o Jeon, eu tive que fazer ele jurar pelo seus posters do crepúsculo. Porque se não existisse essa promessa o Kwan já teria dito a Jeon sobre o que eu sinto por ele. E seria mais ou menos assim : "Olá Jeon! Meu amigo tem um crush em tu".

Eu e SeungKwan somos amigos desde o jardim, e a história de como nos conhecemos é um pouco maluca. Eu estava brincando na caixa de areia com alguns meninos, a brincadeira era de "rei". Alguém era o rei e os outros seus criados, éramos 5 no total, eu era um criado. A brincadeira era bem divertida, o rei Yi-Jung, um dos meus melhores amigos na época, tinha nos mandado trazer um baldinho de cor azul. Nós olhamos em volta e vimos um garoto com bochechas grandes com um balde azul. Caminhamos até ele calmamente e então eu me pronunciei.

– Esse balde – Aponto para o mesmo – você pode nos dar?

– Não – disse sem pensar.

– Nós precisamos dele, depois devolvemos – Insisto.

– Eu já disse: Não! E se continuarem insistindo faço vocês comerem areia! – Ameaçou.

Eu e meninos nos entreolhamos e logo rimos.

O garoto de bochechas grandes nada disse, só pegou sua pazinha e jogou areia em nossos rostos.

Os meninos saíram correndo gritando: "Tem areia no meu olho! Tem areia no meu olho! Ommaaaaaaa!" E eu fiquei ali parado tentando limpar meus olhos da areia, mas logo fui embora para casa.

No outro dia eu  o vi na caixa de areia, ele  estava sozinho, então eu como um bom menino fui pedir desculpas pelo outro dia, mas ele de novo jogou areia nos meus olhos e eu saí correndo. Depois de muitas semanas de areia nos olhos eu consegui fazer ele ser meu amigo. E até hoje somos amigos, que coisa linda.

– Jimin! Jimin! Olha o seu boy! – SeungKwan chama minha atenção. Olho para onde ele apontava e vejo Jungkook conversando com dois dos seus amigos, Taehyung e Yugyeom. Ele estava tão lindo, usando um casaco de couro escuro, uma blusa branca por baixo, uma calça rasgada também escura, e a sua bota, ele sempre usa aquela bota e isso me faz pensar se ele tem outros calçados.

– Oh, ele veio mesmo..

– Claro que ele viria, Jimin! Eu te disse! Vai lá falar com ele! – O mesmo me puxa.

– Não, Kwan! Ele está acompanhado.

– Eu já resolvo isso. - Ele vai na direção de Jungkook.

– Volta aqui seu filho da puta! – O chamo. O mesmo nem da atenção.

Ele caminha até Jungkook e seus amigos, eles estavam longe então eu não escutava o que ele falava para eles.

Logo SeungKwan volta até mim com um grande sorriso.

– Eu conversei com ele. – diz o mesmo.

– É, eu percebi. O que você tinha na cabeça seu infeliz?!

– Se acalma viado, eu não disse nada demais. Só perguntei se ele teria compromisso no sábado.

– E por que diabos você perguntou isso?!

– Para termos um encontro duplo! Você não faz nada nos finais de semana mesmo.

– Primeiro, como assim encontro duplo? Segundo, eu posso não ter nenhum compromisso nos finais de semana mas esse sábado eu tenho!

– Ah é? E qual?

– O seu funeral! – Bufo frustrado.

– Ata Jimin. – o mesmo revira os olhos – Vai ser legal! Para começar um romance com o crush você precisa ser amigo dele primeiro.

– Ok, ok! Agora me responde, como vai ser um encontro duplo se você não pega nem gripe?!

– Eu não pego gripe porque eu me cuido! E outra, ele disse que vai levar um amigo dele e tem 23% de chances de ser o Hansol! Ah! E o Taehyung também vai, mas ele vai ser vela coitado.

– Como eu posso ser o seu amigo? Você é tão… tão… idiota.

– Nossa, como você tem uma boca suja! Assim Jungkook não vai querer te beijar hein! – ele ri

– Aish! – Bebo um pouco da bebida que SeungKwan me deu. O gosto não era bom.

– Batizaram a bebida.

– Claro que fariam isso, Jimin. Você pensou o que? Que eles iam colocar suco de uva?

– Poderiam. Assim ninguém ia ter uma ressaca no dia seguinte.

Olho em volta, vários adolescentes bebendo e se pegando sem vergonha alguma. Queria ter essa coragem.

– Ai... – Coloco minha mão em minha barriga.

– O que foi, Jimin? – pergunta SeungKwan.

– Eu acho que essa bebida não me fez bem..Acho que vou vomitar.

– Credo, vai vomitar longe de mim! Se você sujar essa minha roupa eu te faço lavar! – Coloco a mão na boca já sentindo minha garganta dar um nó. Deixo meu copo com Kwan e saio à procura de um banheiro.

Como eu não conhecia a casa eu não sabia de jeito nenhum onde tinha um banheiro.

Na primeira porta que abro vejo dois heterossexuais semi-nús aos pegas. Minha vontade de vomitar só aumenta. Eu estou perdido nessa casa, meu rosto já deve estar roxo. Depois de um tempo andando eu esbarro com alguém.

E Deus, por que me odeia tanto?

– Oh, você é o Jimin, certo? – É aquele homão gostosão da porra, também conhecido como Jungkook senpai.

– Hm Hm..Hm – Tento dizer algo mas meu estômago só revira mais.

– Você está bem? Está roxo. – Ai meu deus ele está preocupado comigo. Eu juro que meu coração falhou uma batida.

– Oi? Você é mudo? Fala alguma coisa! – Ele tira minha mão da minha boca, e eu vomito no mesmo.

– Ai meu deus! Que nojo! – ele se afasta.

– M-Me desculpa! Foi um acidente! – Eu sou uma mula mesmo.

– Aish...Tudo bem, eu só... Só preciso de uma blusa nova.

– Ei cara, o que aconteceu? – Chanyeol chega e olha para mim e para Jungkook.

Por favor alguém me dá um tiro agora, eu imploro.

– Não consegue ver? – Diz Jungkook um pouco grosso.

– Mais que merda hein. Vem, vou te emprestar uma blusa minha. – Os dois se retiram e sobem as escadas. E eu fico aqui com a boca suja e com cara de bunda. Acho que quando eu chegar em casa vou cometer um suicídio.

– Nossa. – Ouço SeungKwan falar atrás de mim. – Você arrasou.

– Vai se ferrar, Boo. – Digo indo para a porta de entrada. Eu que não fico mais aqui.

A primeira impressão que passei para o crush foi uma merda, não quero nem ver a cara dele no sábado.


Notas Finais


Me desculpe por qualquer erro.

Até a próxima :3

Beijos e abraços ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...