História Como não se apaixonar ? - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 19
Palavras 1.604
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooooh meu Deus Sara ...

Capítulo 11 - COMA.


P. O. V             

Eu estava desperada e a enfermeira ainda me da uma notícia dessa, ai meu Deus como eu vou contar isso pra minha tia, todos ficamos ali esperando por notícias, até que adormecemos.

* Na manhã seguinte *

- O dia amanheceu e eu acordo com a enfermeira perguntando. - Quem é a pessoa responsável pela senhorita Sara. - me levanto esfregando os olhos e falando - Eu s.... E antes que acabasse de falar o V e Suga acordando desesperados perguntando  se podiam vê-la, se ela estava bem.

- Ocorreu tudo bem na cirurgia, porém ela esta em coma, e não temos previsão de quando ela ira acordar, e por enquanto não podera receber visitas. - Diz a enfermeira,  e antes que a mesma saísse eu a chamo. - por favor e o menino que dirigia o carro como esta? Todos me olham com o olhar frio. 

- Ele esta bem, ja está em um quarto e fora de perigo,  seu irmão encontra-se junto a ele,  deseja vê-lo?  Pergunta ela me olhando. 

- Não, obrigada eu só queria saber se ele estava bem. - A enfermeira sai da sala de espera e logo sou bombardiada por perguntas. 

- Porque ta se importando com aquele idiota? - pergunta o Suga. - eu juro se a Sara não ficar bem eu o mato .

- eu até gosto do maknae,  mais não sei o que faria com ele se a Sara não sobreviver - diz Tae chorando. 

- EU NÃO SEI O PORQUE DE TA PREOCUPADA COM ELE, - diz Jimin com a voz um tanto alterada,  e continua - NÃO ME IMPORTA O QUE ACONTEÇA, DE QUALQUER JEITO ESSE PLAY BOYZINHO VAI PAGAR. 

- Eu so queria saber, afinal de contas ele é irmão do nosso amigo,  será que vocês esqueceram disso? - E ele só saio daquele jeito por minha causa,  por causa das coisas que eu disse,  e eu me sinto culpada. - Fico em silêncio e reparo que a Thuanny e o Hoseok não estavam ali e pergunto. - Cade a Thu e o Hoseok?, Namjoon que estava sentado, nos olhando responde. - ela saiu com ele acho que foram comprar café. 

- haan, vamos esperar né, eu digo e todos se sentam,  logo em seguida vejo a Thu e a minha tia, que entra desesperada querendo saber o que aconteceu. 

- Cade minha filha?          onde ela ta?  Me responde menina. Diz minha tia furiosa. 

- eu apenas chorava sem saber o que dizer,  Suga se levanta e a respondi,  - por favor Sra Kim,  se acalme,  a Sara passou por uma cirurgia,  que graças a Deus deu certo, porém ela esta em coma e não sabemos quando ela ira acordar. Diz ele se sentando novamente e chorando. 

- Minha tia me olhava como se queresse que eu estivesse no lugar da minha prima,  a Thuanny a olhava e dizia - vai ficar tudo bem tia por favor se acalma nem eu nem a          tivemos culpa de nada,  a culpa é daquele idiota do Jungkook,  ele que atropelou minha priminha. - minha tia me olha  perguntando. - vamos cade esse tal de Jungkook,  eu quero vê-lo agora. - me levanto de meu lugar e chamo a enfermeira que chega em poucos segundos.

- em que posso ajudá-la senhorita. Diz a enfermeira.

- e antes mesmo que eu abrisse minha boca minha tia ja estava gritando com ela. - eu quero que me leve ao quarto do garoto que destruiu a vida da minha filha agora.

- senhora por favor se acalme, se não serei obrigada a chamar os seguranças, e não poderei deixar que veja o rapaz. Diz a enfermeira com uma voz calma.

- Tudo bem, mais me leve ate lá eu quero olhá-lo e dizer algumas coisas a ele. - Minha tia tava furiosa. 

- minha tia vai com a enfermeira ate o quarto do Jungkook,  e logo vejo Jin vindo em nossa direção um tanto sonolento,  quando ele chegou mais perto escutamos minha tia as beros,  gritando com o Jungkook e o Jin corre novamente para o quarto. 

 - por favor não grite com meu irmão dessa forma ele ainda esta machucado e não teve culpa,  foi um acidente. - Jin

- acidente uma ova minha filha ta em coma por causa desse irresponsável,  e eu vou fazer de tudo para que ele seja responsabilizado  pelo o " acidente " que cometeu. Diz minha tia. 

- Thuanny e eu não queriamos sair dali até que nos deixassem ver a nossa prima,  estavamos cansadas e os meninos também,  mais ninguém quiz sair de lá, Jin volta com as mãos  na nuca e me chama. 

-           por favor o Jungkook quer falar com você,  por favor só por um minuto, dongsaeng,  por mim. 

- eu olho para Jimin que faz que não com a cabeça,  mais não me importo e digo que sim, e ele me leva até o quarto do Jungkook. E logo sai nos deixando a sos. 

- O que você quer Jeon Jungkook ? Digo sem olhá-lo. 

- quero que me perdoe,  por favor,  me perdoe,  eu fiquei muito triste com as coisas que você me disse e então num momento de raiva eu peguei o carro querendo acabar com minha vida, mais infelizmente machuquei a Sara, me perdoe Nonna por favor. 

- Eu não tenho que te perdoa Jungkook,  falei me aproximando de sua cama,  - pelo contrário, eu que te peço desculpas,  e-eu... Antes que acabasse, ele me puxa e sela nossos lábios com um beijo doce e eu me entrego ao seu beijo,  senti meu corpo se arrepiar e ele me chegava pra mais perto segurando minha nuca e aprofundando ainda mais o beijo,  o deixando intenso e cheio de desejo,  até que por falta de ar nos separamos,  eu o olhei e ele sorria. Como nunca tinha visto antes. 

- eu sabia,  sabia que você sentia algo por mim, e depois desse beijo eu pude ter certeza absoluta disso,  eu te amo minha pequena,  te amo como nunca amei ninguém na minha vida. - Disse ele com um enorme sorriso. 

- eu não deveria ter feito isso Jungkook eu preciso ir me perdoa pelo que te disse ontem na festa e pelo beijo, eu ja disse não quero te iludir. 

- Não fala isso, eu sei que você gostou, assim como eu. Jeon Jungkook.

 - Eu não sei eu to confusa, me sinto culpada por tudo o que aconteceu com você e com minha Sara, eu tenho que ir me desculpe mais eu não posso. - saio do quarto e vejo a enfermeira falando com a Thu e vindo em minha direção. 

- o que aconteceu Thu,  me fale? 

- ela ja pode receber visitas mais um de cada vez e apenas 10 minutos, diz ela acompanhando a enfermeira. - voltei para a sala de espera e o Tae tava com sorriso lindo nos lábios, ja o Jimin não tava com a cara nada boa.

-           , minha pequena ja podemos vê-la,  eu to tão feliz,  mesmo que ela ainda esteja em coma tudo que eu quero é ver se ela está bem, - diz Tae 

- olho para o Suga e ele não esconde a raiva que sentia ao ver o Tae falando da Sara daquele jeito. 

- deixa eu vê-la primeiro, por favor Nonna eu te imploro. -diz o Tae. 

- Claro que não eu vou primeiro ela é minha pequena,  e eu vou vê-la  primeiro. - diz Suga com cara feia. 

- Calma meninos todos nós  vamos ver a minha Baby pink - disse Jin. 

- meninos eu sei o quanto vocês a amam,  mais eu vou depois que a Thua voltar,  ouviram?  Perguntei os olhando seria. - Sim eles responderam em coro. Muito bem. 

           Ja pode ir ,diz a Thu chorando 

- caminhei até o CTI onde ela se encontrava e entrei em seu quarto, a vendo toda machucada, com uma faixa na cabeça,  eu não conseguia encará-la e sai correndo de la voltando a sala de espera, me direcionei a Jimin que me abraçou imediatamente. 

- o que foi minha princesa? Por que ta chorando assim?  - Pergunta Jimin. 

- Eu não posso Jimin,  não posso ver a Sara daquele jeito, eu preciso ajudá-la mais não consigo,  - eu falava sem parar de chorar. 

- Um a um todos nós a vimos,  até o Jungkook,  ele não parava de chorar e pedi desculpas, ele teve alta e todos nós fomos para casa ja que minha tia havia voltado. 

Uma semana depois. 

P. O. V Suga

 Tínhamos combinado de voltarmos no hospital só quando a minha pequena saísse do coma, mais eu fui todos os dias, não podia deixá-la sozinha, eu queria ser o primeiro a ver ela abrindo aqueles lindos olhos, ver ela sorrindo ao me ver como sempre faz, cheguei ao hospital e pedi para ver minha pequena, a enfermeira me deu um crachá de visitante e fui em direção ao quarto onde ela se encontava,  entrei e vi ela ali deitada com uma aparecia um pouco melhor, mesmo em coma, sentei ao seu lado e segurei em sua mão, e falei: - minha pequena,  eu sei que você me ouve, então hoje desedi te dizer o quanto eu te amo,  o quanto você é especial pra mim, a muito tempo eu queria te dizer isso mais tinha medo, medo de dizer que te amava, de me entregar a esse amor, e quer saber eu arrependo muito disso, mais hoje eu quero que saiba que  EU TE AMO, TE AMO MUITO MESMO. 

- e de repente ela aperta minha mão e abre os olhos. 



Notas Finais


Finalmente..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...