História Como não se apaixonar pelo seu inimigo [Jikook] - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook
Visualizações 52
Palavras 629
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eba \'o'/ Projetinho Jikook ❤
E então delicias? Tudo bom?
Eu não sei muito o que dizer então nós nos vemos nas notas finais, BOA LEITURA BBS

Capítulo 1 - Não tenha uma carta como prólogo


Fanfic / Fanfiction Como não se apaixonar pelo seu inimigo [Jikook] - Capítulo 1 - Não tenha uma carta como prólogo

Uma carta para mim mesmo:

Ele gostava de ser gostado por mim, mas não gostava de mim.

" Você mudou por você ou pelas suas dores?"

Eu me afastei. Sim, eu me afastei. Me afastei de algo tóxico, depois de perceber que não daria certo, poderia ter dado, mas não deu. Eu me afastei, e ele não me procurou, porque era o que ele queria.

Eu me afastei, criei uma fortaleza em volta do meu coração.

Eu me afastei, e ninguem percebeu que eu estava em ruínas.

Ninguem percebeu que eu estava ao vento, eu nunca deixei que eles percebessem. Não queria as pessoas a minha volta, questionando o por que de tamanha tristeza.

Todos já deviam saber a resposta, e embora eu conseguisse disfarçar muito bem a minha dor, o nome citado fazia todas as boas e más lembranças voltarem a minha cabeça, trinta vezes pior.

Eu me sentia culpado. Mas eu não tinha culpa de nada. Ninguem escolhe por quem se apaixonar, e quando nos apaixonamos o que menos importa é o resto do mundo!

E eu sei bem sobre isso, eu sempre deixei bem claro o infinito que era o meu amor.

Eu não deveria sentir-me culpado por demonstrar tal sentimento, o mais sincero que ja senti em toda a minha vida.

Sim, eu sei. Eu me machuquei, eu fui partido ao meio. Eu fui ignorado, e eu fui menosprezado por quem eu mais amo.

Mas eu não o culpei em nenhum momento. Céus, eu nunca fui capaz de culpá-lo. Era demais para mim, vê-lo sofrer mesmo que ele merecesse, então prefiri me calar e sofrer sozinho.

Por que eu sou assim, eu carrego o peso do mundo nas minhas costas.

E no fundo eu sempre tive aquela fé, de que no final tudo ficaria bem. Mesmo que não fosse do jeito que eu quisesse.

E só eu sei que não foi facil, não duvidem.

Manhãs em que eu tive que riscar com um marcador preto, há pedaços meus que nunca foram entregues de volta. Tentava ser forte e não vacilar, mas as madrugadas foram feitas para isso.

E eu sei bem disso.

Eu tinha medo, e todos que me conheciam tambem.

E se ninguem nunca mais me olhasse como ele me olhava?

E se eu nunca mais for completo novamente?

Dói, dói muito.

Eu o quero por perto, mas acho que ele não sente o mesmo. Até por que se sentisse, não teria feito o que fez.

Eu estou cansado de dar o meu melhor e não receber nada em troca.

Eu estou cansado de insistirem que ele me trate bem, para que ele finja um sorriso, quando eu estiver por perto.

E eu estou cansado de tudo.

Por que eu o achava um egoísta, um GRANDE egoísta.

E eu jurei que não podia ficar em pedaços, para que ele pudesse continuar inteiro.

Eu o achei tão burro, ele nunca fora capaz de perceber os reais sentimentos que eu nutria por ele.

Eu era tão despojado, eu sempre o recebia de braços abertos quando o mesmo estava fragilizado.

Mas isso pareceu não ser o suficiente para ele.

Ele não pensou duas vezes antes de me ferir.

Me disseram uma vez que é sempre perigoso sentir vontade de voltar.

Eu passei um longo tempo me perguntando se um dia o mundo daria uma volta brusca, e invertesse os papéis.

De estar presente, a se afastar.

De ser tudo, e passar a ser nada.

De dar amor, a dar ressentimento.

E eu estava acostumado, não era a primeira vez que me sentia deslocado, e que as pessoas saem da minha vida.

"Vocês ficarão chocados ao perceber como é fácil se afastar das pessoas para sempre. E é por isso que quando você encontrar alguém que quer manter por perto, você faz algo a respeito."

Se eu soubesse desde o inicio que seu amor era apenas um jogo, teria sido apenas o seu inimigo para sempre.




10 de julho de 2017, diário de Park Jimin.



Notas Finais


E então? Me digam o que acharam, deixem suas opiniões e criticas porque são muito importantes para o desenvolver da história. E não os capitulos não serão pequenos assim, é que este era só o prólogo (•ө•)♡

Eu espero que tenham gostado e até o próximo capitulo

KISSUS


Minha One-shot do Jimin ⤵

O suicidio de Park Jimin
Link: https://spiritfanfics.com/historia/o-suicidio-de-park-jimin-9715956

Minha fanfic Yoonmin ⬇

Angel's love:
Link: https://spiritfanfics.com/historia/angels-love-yoonmin-vhope-9189217


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...