História Como (não) ter um Ômega-ABO Universe. - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~VorazOhFodao

Postado
Categorias Block B
Personagens B-Bomb, Jaehyo, Kyung, P.O., Personagens Originais, Taeil, U-Kwon, Zico
Tags Taepyo, Ubomb, Zikyung
Exibições 196
Palavras 1.926
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Como (não) ir ao parque de diversões.


Fanfic / Fanfiction Como (não) ter um Ômega-ABO Universe. - Capítulo 7 - Como (não) ir ao parque de diversões.

-Bombie, coloque esse suéter...-Taeil Hyung me estendeu a peça azul. Visto-a, e me olho no espelho.
-Ficou ótimo!-Kyung Hyung falou.
-Obrigado pela ajuda Hyung's...-Falo e dou um sorriso feliz para os dois Hyung's mais fofos do universo.
-Johoonie acabou de me mandar mensagem... Disse que Jiho está ansioso para te ver Kyungie...-Taeil fala mexendo no celular. Kyung fica vermelho na hora em que ouve a notícia. Já disse que ele é fofo?
-Eu só vou porquê não quero ficar sozinho aqui...-Fala ele, mas está mais que na cara que é uma mentira.
-Você gosta do Zico Hyung?-Pergunto me jogando de barriga para cima na cama.
-Gosta!-Taeil Hyung responde por ele.
-Taeil!-Kyung fala completamente envergonhado.
-Obrigado por me trocarem pelo Nhyuk...-Ukwon entra no quarto bravo, enrolado só por uma toalha na cintura e os cabelos molhados.
Desviei o olhar travando um grito na garganta. A minha bochecha e o rosto todo queimando, a vergonha me consumindo por completo.
-O Minhyuk é uma pessoa pura agora Yukwon!-Taeil fala debochado.
-Mas ele sempre me viu assim! Não tem nada demais...-Kwon rebate e eu arregalo os olhos.
-É claro... Mas era quando você tinha 13 anos! E você não era assim!-Falo sem olhar para ele.
-Assim como?-Kwon pergunta.
-Eu tenho 13 anos Yukwon... Você tem 23, isso é pedofilia!-Grito desesperado e todo mundo ri.
-Você também tem 23 anos... E é meu Hyung!-Ukwon responde debochado. Reviro os olhos ainda virados para a parede.-Me ajudem a escolher uma roupa, não quero ser o único mal vestido!-Kwon completa e começa um falatório no quarto.
-Minhyuk, se você não estiver confortável... Pode ir para a sala, ou se preferir eu ligo para os meninos virem logo te fazer companhia...-Taeil Hyung fala. Direciono meu olhar para Taeil e pela visão periférica, consigo ver Ukwon só de cueca, colocando uma calça jeans... Já disse que ele com 23 anos é o projeto bem sucedido de um Deus?
-Eu não sei Hyung...-Falo e presto atenção em Taeil.
-Tudo bem... A gente pode conversar enquanto Kyungie e Kwonie estão ocupados... O que acha?-Pergunta-me sorrindo. Penso um pouco na minha pergunta ,e a única coisa que me vem em mente é:
-Você... Já beijou Hyung?-Pergunto com vergonha na voz.
-Já... E você?- Taeil me pergunta de maneira descontraída, como se esse tipo de papo fosse natural.
Nesse momento Kyung e Ukwon param de conversar e olham para mim, certamente esperando a minha resposta.
-Na verdade Hyung... Eu nunca beijei não...-Falo e sinto a vergonha e o constrangimento me consumir.
-Sério?-Kyung Hyung entra na conversa.
-Sim... Eu queria que fosse com alguém muito especial...-Falo quase que inaudívelmente.
-Você parece um ômega...-Kyung fala rindo.
-Sou uma pessoa bastante sensível...-Explico e eles concordam.
A campainha toca, eu e Taeil Hyung nos levantamos para atender enquanto Kyung e Ukwon terminavam de se arrumar.
Descemos as escadas e Taeil foi abrir a porta enquanto eu estava parado perto da escada, observando quem entraria.
Quando o Hyung abriu a porta, Pyo entrou e agarrou o baixinho pela cintura, arrancando um beijo do mesmo.
Eu acho que o pior de tudo não foi isso, o pior foi ter que presenciar os Hyung's se comendo, enquanto Zico fazia caretas enojadas, igual as minhas.
-Parem de se comer... Minhyuk está bem ai na frente de vocês!-Kwon desce as escadas, colocando a mão no meu ombro direito.
-Desculpe...-Taeil Hyung fala empurrando levemente Pyo Hyung, terminando o beijo e sorrindo envergonhado.
-Desculpa o caramba, esse ai quando tinha memória fazia coisa pior! E na frente de todo mundo!-Pyo fala com falsa indignação.
-Fazia é?-Kyung pergunta, descendo as escadas.-Porque ele falou agora pouco no quarto que ainda é BV!-Completou e os dois Alfas me olharam com cara de deboche.
-Com "13" e ainda é BV?-Zico Hyung fala rindo e eu mostro meu lindo dedo médio e reviro os olhos.
-O Pyo Hyung vai te dar umas dicas...-Pyo começa me puxando pelo braço e me levando para fora da casa, onde um furgão preto estava à nossa espera.
-A dica é: vai fundo e agarra o Kwonie!-Zico corta o Pyo Hyung e eu arregalo os olhos.
-Mas Hyung... O Ukwon Hyung é 10 anos mais velho que eu...-Falo e eles riem.
-Na teoria não, você também tem a nossa idade...-Zico Hyung fala e eu fico pensativo.
Será que o Kwon Hyung deixaria eu beijá-lo?
Não! Ontem mesmo ele beijou outro! Não posso achar que vou beijá-lo assim! Aquele Alfa deve ser namorado de Ukwon Hyung.
-Não posso fazer isso Hyung!-Falo e eles me olham, os outros Hyung's se juntaram à nós na frente do veículo enquanto Zico Hyung pegava a chave.
-Por que?-Pyo Hyung pergunta desolado.
-Ontem na casa do Zico Hyung ele beijou outra pessoa... Não posso!-Falo e todo mundo se entreolha.-Ele deve estar namorando aquele Alfa...-Falo e entro no furgão, sentando-me e esperando todos fazerem o mesmo.
No caminho, todos eles conversavam animadamente, menos eu, que ainda estava um pouco magoado com o beijo de Ukwon e aquele menino misterioso.
Não acho sentido nisso que os Hyung's estão falando para eu beijá-lo, sou uma criança e ele é um adulto. Tudo bem que sou uma criança no corpo de um adulto, mas não faz sentido.
Chegamos no parque de diversões e os Hyung's me abandonaram sozinho com Yukwon. Fomos até a bilheteria e Ukwon comprou alguns ingressos para andarmos em alguns brinquedos.
Estava começando a soar frio. Eu estava sozinho com Ukwon e ele estava me tratando normal, como se não tivesse feito o que fez na tarde passada, como se não houvesse beijado ninguém.
-A gente vai começar por qual?-Ele me perguntou quando paramos no meio do parque para escolhermos o brinquedo.
-Trem fantasma?...-Falo olhando para a fila escassa do brinquedo e depois para Ukwon, que sorriu para mim, pegando a minha mão e me arrastando até o local.
Assim que nos sentamos, Kwon pegou a minha mão novamente e riu alto nervosamente.
-Que medo!-Falou me olhando nos olhos com a expressão cheia de expectativa.
-Relaxa... Curte o passeio na casa da bruxa...-Digo sorrindo e ele revira os olhos.
-Bobo...-Fala e aperta mais a minha mão.
Realmente... É impossível ficar bravo com Kim Yukwon...
( > y < )
-Uhuuuuuuuuuuuuuuuuuul-Kwon e eu gritamos juntos com todos os outros que estavam na montanha russa.
-Eu adorei isso!-Falo animado quando o briquedo para.
-Foi... Uou!-Kwonie fala rindo.
-Vamos!-Levanto num pulo e puxo sua mão para levantá-lo comigo. Coisa que consegui com sucesso.
Fomos andando por entre os brinquedos, tentando escolher mais um.
-Vamos naquele ali!-Falou rindo, enquanto tentava me puxar para o Túnel do Amor...
-Não! Vamos naquele!-Falo tentando puxar ele para a Casa de Espelhos.
-Olha o casal!-Zico vem de mãos dadas com Kyung Hyung, Pyo e Taeil Hyung estavam atrás deles, dividindo um algodão doce.
-Hyung, fala pro Kwonie ir naquele e não naquele!-Falo para Zico apontando para os brinquedo indicando as opções.
-Decidam no pedra, papel ou tesoura...-Pyo fala e ri.
Olho para Ukwon que está me encarando com a sobrancelha arqueada e a expressão desafiadora tomando conta de seu rosto. Ponho-me em sua frente e assim ele entende.
-Melhor de 3!-Fala confiante e assinto.
-Pedra, papel, tesoura!-Falamos ao mesmo tempo e mostramos as mãos escondidas.
Ukwon jogou pedra; eu papel.
-Pedra, papel, tesoura!-Falamos novamente e mostramos as mãos.
Eu tesoura; Ukwon pedra.
Nos olhamos de maneira desafiadora. Como sempre fazíamos quando valía algo. Mordo o lábio inferior, colocando a mão atrás de meu corpo. Respiro fundo e sorrio debochado para ele que retribui na mesma medida de sarcasmo.
-Pedra, papel, tesoura!-Falamos pela última vez e mostramos as mãos. Meu coração acelerado por conta da expectativa.
Ukwon papel; eu pedra...
Suspiro frustado e Ukwon começa a gritar e pular em comemoração. Com direito a dancinha da vitória e tudo. Enquanto eu bagunçava os cabelos frustado.
-Hyung, escuta...-Falo e ele para a sua comemoração e me olha.-Eu fiz uma promessa de nunca ir nesse brinquedo...-Falo e Pyo ri debochado.
-Relaxa... Eu e Zico quebramos a promessa faz uns 15 minutos...-Pyo Hyung fala e eu arregalo os olhos.
-E também eu ganhei... Você vai ter que cumprir querendo ou não.-Ukwon fala e começa a me arrastar para o brinquedo.
Suspiro frustrado no momento em que sento no banquinho ao lado de Ukwon. É vergonhoso uma criança como eu ir num brinquedo desses... Mas eu não estou mais no corpo de uma criança!
-Relaxa Nhyuk...-Kwon fala e ri da minha cara de merda.
-Isso é chato Kwon...-Falo quando o carrinho começa a se movimentar naquele túnel parcialmente escuro e romântico.
-Relaxa...-Ukwon fala e coloca sua cabeça no meu ombro.
Meu corpo todo travou, minha mente entrou em alerta vermelho e meu coração começou a acelerar e descompassar juntamente com a minha respiração.
Uma sensação estranha começou a invadir meu corpo. Sei lá... Um calor maluco começou a crescer bem naquele lugar. Minha mente começou a ficar confusa e eu sentia algo dentro de mim gritando por coisas proibidas...
-Kwon... Tá calor aqui né?-Falo quando percebo que estou começando a transpirar.
-Nhyuk... Você está bem?-Ukwon pergunta levantando sua cabeça e olhando para mim.
-Eu não sei... Ta calor aqui...-Respondo. Na minha cabeça, ideias indecentes surgiam. Como eu posso pensar nisso?
-Minhyuk...-Ukwon sussura se aproximando um pouco mais de mim. Ficando colado ao meu corpo.
Ukwon levou seu rosto até o meu pescoço, inspirando naquela área. Deixando um beijo molhado ali depois.
-Ukwon...-Falo mole e ele ri abafado.
-Você está entrando no cio Minhyuk.-Kwonie afirma e eu sinto algo no meio das minhas pernas aumentar.
-Eu só tenho 13 anos...-Falo rouco e olho as suas orbes castanhas, que me encaravam de volta de maneira profunda.
-Na sua cabeça você tem 13, mas nos seus instintos, continua com 23...-Fala manhosamente, suspiro pesado.
-Tá muito calor Kwonie...-Quase gemo e Ukwon ri, com uma expressão estranhamente sexy no rosto.
Num pulo, Kwon se levanta e me puxa consigo. Começando a correr por entre aquele corredor minúsculo.
Assim que saímos do brinquedo, Ukwon me guiou abilidosamente para o banheiro, me colocando em uma das cabines.
-Eu vou chamar o Zico... Não sai daqui...-Ele fala fechando a porta e eu me sento no chão, as costas apoiada na porta. Tentando controlar aquele calor.
Não sei quanto tempo se passou, mas sei que quando dei por mim, já estava quase que completamente nu. Minhas roupas estavam jogadas ao meu lado e eu estava em pé naquela cabine.
-Nhyuk...-Kwon fala assim que abre a porta, com Zico e Pyo ao seu lado.
-Socorro!-Falo e passo a mão pelo rosto, limpando o suor que escorria pela minha testa.
-Caralho!-Zico fala e me analisa.
-A barra tá suja!-Pyo fala e me puxa para sair do espaço em que eu estava "preso".
Assim que coloco meus pés para fora do espaço, o cheiro maravilhoso do Yukwon toma conta da minha mente. Olho instintivamente para ele e o mesmo trava, me encarando de volta.
-Ukwon... Sai daqui...-Zico fala. Mas o outro não mexe nenhum músculo.
Meu corpo caminha lenta e dolorosamente em direção ao corpo sexy e lindo de Ukwon. O mesmo continuava me observando, sem nem ao menos piscar. Paro em sua frente e seguro seu cabelo, levantando levemente seu rosto para me encarar. Fico analisando seus olhos, que ficam cada vez mais hipnotizados por mim.
Aproximo meu rosto do seu e mordo seu lábio inferior instintivamente, fazendo Ukwon gemer. Com a minha mão livre, puxo-o para mais perto. E quando estava indo beijá-lo, Ukwon tira minhas mãos do seu corpo com agilidade e me dá um soco bem no meio do rosto... Minha visão ficou turva e eu apaguei com rapidez.


Notas Finais


Reviso logo mais.~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...