História Como se não entendesse - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens V
Tags Imagine, Minhyuk, Tae, Taetae
Exibições 6
Palavras 878
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi, desculpa a demora. Boa leitura.

Capítulo 3 - Que comece o show


Meu despertador toca. Segunda-feira. Levanto da cama. Me arrumo para a escola. a saia do meu uniforme está muito curta. tenho que ligar para os meus pais pedindo dinheiro para comprar uma maior.

Ligo a torradeira. O intragável leite de soja me espera. É horrível? É, mas me faz ficar saudavel. Pão pronto. Margarina a postos. Atacar!

Término a refeição. Caminho até a escola. Por que o Tae tá na porta? Dou bom dia e ele passa o braço pelo meu ombro. Enquanto passamos, várias pessoas sussurram até que uma grita "BEIJA ELA". Um coro se forma ao nosso redor. Que vontade de bater a cabeça no concreto. Tae me puxa pelo queixo me dando um selar demorado. FILHO DA PUTA! Mas seus lábios são macios... QUE?!? NÃO! Você gosta do Minhyuk!

Nos separamos. Olho para o portão.  Minhyuk me encarava com uma expressão triste. Ao invés de entrar no colégio, ele vai embora. Dou o primeiro passo em direção a ele mas o Tae me segura com seu típico sorriso. Ouço seus pensamentos me atingirem. Você tem que ficar. Ou fode todo o plano. Permaneço parada com a cabeça baixa. Ele pega minha mão. Sou sendo arrastada ao telhado.

Tae- Desculpa... Ele viu, né?

Começo a chorar. Meus soluços se tornam audíveis. Por que eu tenho que passar por isso? Sinto o Tae me envolver.

(S/N)- E-Ele nunca mais vai me olhar na cara. Ele deve me odiar agora... Deve ser por isso que ninguém gosta de mim.

Tae- Nada disso! Você é a garota mais gentil, espontânea e engraçada que conheço. Se ele te deixar sozinha, ele que perde. Vamos, não fica assim...

Ele segura meus rosto com as duas mãos e limpa as lágrimas com os polegares. Dou um sorriso fraco. O sinal da aula toca.

(S/N)- Vou ficar aqui. Pode ir pra aula. eu tô bem.

Tae- Não vou deixar você chorando. Eu fico com você.

Ficamos conversando. Ele parece mais cuidadoso com que fala. A porta faz um barulho. Tae me puxa para o jardim. o monitor entra e caminha pelo espaço. Começo à suar frio. O homem se aproxima. Nosso pânico aumenta. Meu amigo tampa minha boca. Leio seus lábios. Fique aqui. Ele salta revelando apenas sua posição. 

Monitor- Você está encrencado. VENHA!

Os dois saem. Fico sozinha até o fim das aulas. Vou até o portão esperar pelo Tae. Logo que o vejo dou-lhe um sorriso. Ele segura minha mão para irmos para casa. Parte da atuação. O estranho silêncio fez-se presente. Mas o cheiro da brisa revelava...

(S/N)- Já é um quarto de inverno.

Tae- Esse lance de você saber as estações pelo nariz e muito estranho.

(S/N)- He he... É o meu único dom.

Tae- Não só esse...

(S/N)- Hã?

Tae- Nada não.

(S/N)- Ah... Obrigada por hoje mais cedo lá no terraço. Você me salvou.

Tae- Se não ajudar minha melhor amiga, ajudo quem?

(S/N)- A Yerin.

Paro de ver seus dentes. Ele avançou, ficando na minha frente. Mas sem me olhar.

Tae- Você gosta mesmo do Minhyuk?

(S/N)- G-Gosto. Você sabe que desde o fundamental...

Tae- Verdade... Tenho que fazer algo. Tchau.

Pela minha casa ser perto, cheguei rápido. Fui direto para o meu quarto. Não fiz nada. Só deitei na cama e deixei as lágrimas rolarem até o peso dos meus olhos cederem ao sono. No que fui me meter?

Dormi o dia e a noite toda. Minha cara nunca esteve pior. Só me arrumo e parto em direção à escola. O Tae me esperava na entrada. Que lancheira enorme!

(S/N)- Vai alimentar que exército?

Tae- Bom dia, mal humorada. Isso é pra nós dois.

(S/N)- O normal não é a entidade feminina do relacionamento fazer isso?

Tae- Não confio em você na cozinha.

(S/N)- YAH! Você sabe que eu cozinho bem.

Tae- Só que eu cozinho melhor.

(S/N)- Metido.

Tae- Nem sou. Agora vamos, que a aula vai começar. 

Chego a tempo. Percebo que o lugar do Minhyuk está vazio. Ele não deve querer dividir espaço comigo ainda. As aulas seguiram com um ar desanimado.

Almoço. Vejo o Tae me olhando com a bolsa na mão.  Ele me leva até o jardim que antes nos escondemos. A comida dele é mesmo muito boa! Mas ele tá calado demais pro meu gosto.

(S/N)- Se nós ficarmos em lugares tão isolados, a Yerin vai continuar sem dar atenção. 

Tae- Nao quero vê-la por enquanto...

(S/N)- Como vocês andam?

Tae- Ela não acredita na gente. e só discutimos até agora.

Já sei!

(S/N)- Pelo menos ela tá reagindo. Ela vai pra onde nesse fim de semana?

Tae- Pro parte de diversões, acho.

(S/N)- Então vamos fingir um encontro lá. 

Tae- Por isso que te amo! -Ele diz dando um puta sorriso. Que fofo!

Sinto minhas bochechas queimarem... Por que tô assim?!? Desvio meu olhar. Tenho que sair daqui!

(S/N)- Er... Eu vou revisar um pouco. He he. Tchau.

Ele segura meus pulso.

Tae- Você não sabe mentir.

(S/N)- E-Eu, he he, só quero ver se o Minhyuk veio pras aulas da tarde.

Tae- Continua mentindo. Por quê?

Droga.

(S/N)- Para de se meter na minha vida! Já não tá estragando ela o bastante?!?

Sua cabeça abaixa. Meu coração apertado com o ato. Fui muito grossa.

Tae- Desculpa. Não vou te atrapalhar mais. Tchau.

Sou solta de leve. Quando chego na saída, olho para trás. Não aguento. Corro para abraçá-lo de costas.

(S/N)- Desculpa ter falado isso. eu não queria...

Tae- Tudo bem. Vai lá. 

Na classe, não paro de pensar no Tae. Nunca agimos tão estranho um com o outro. Que diabos tá acontecendo?!?


Notas Finais


Bem... foi isso. Se tiverem ou sugestão ou crítica podem falar. O próximo capítulo sai provavelmente na segunda no fim da tarde. Bjos de luz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...