História Como tudo começou. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Karin, Kizashi Haruno, Mebuki Haruno, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Tsunade Senju
Tags Hentai, Naruhina, Narusaku, Naruto, Sakura Grávida, Sasukarin, Sasusaku
Exibições 440
Palavras 1.285
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


• Queria agradecer pelos 6 comentários e pelos 21 favoritos de vocês, sério gente, vocês são demais!
• Agradecer pelo carinho e pelos elogios também ♥
• Capitulo novo e fresco prontinho pra ser lido, espero que realmente gostem.

Boa leitura

Capítulo 2 - Capitulo II


Fanfic / Fanfiction Como tudo começou. - Capítulo 2 - Capitulo II

Amanheceu em Konoha e Sakura sentiu um grande incomodo por conta da luz que entrava pela janela, piscou rapidamente para sua vista se acostumar com a claridade. Olhou ao redor e percebeu que não estava em seu quarto, mas que o lugar era familiar. Sentiu seu corpo despido e assustada sentou-se na cama rapidamente. Sentiu dolorida intimamente, mas o que mais a assustou foi ver quem dormia ao seu lado. Naruto dormia feito criança, tão calmo quanto.

Suspirou fundo e quebrou o silêncio daquele quarto:

– O que aconteceu aqui? 

Pegou o lençol da cama e se enrolou cobrindo sua nudez. O medo foi o primeiro sentimento que teve após ter uma noção básica do que aconteceu em cima daquele colchão. Não queria que tivesse acontecido, estava se guardando para outra pessoa. Sasuke era a pessoa. Negava acreditar que "aquilo" aconteceu. Se já não bastasse a noite terrível de ver seu amado com aquela ruiva, e agora "isto", pensou.

Sacudiu Naruto afim de acorda-lo, mas o mesmo apenas murmurava palavras vazias.

– Isso... Mais...-ttebayo.

Uma veia saltou em sua testa de raiva. Fechou o punho e o socou na cabeça, fazendo-o cair no chão assustado. Ela evitou o máximo em não tentar adivinhar o que ele estaria sonhando, com certeza coisa descente não era, até por que o loiro era discípulo do homem mais tarado que conhecera, mestre Jiraya. E realmente, não era algo que ela quisesse saber.

Naruto se levantou do chão reclamando de dor de cabeça sem perceber que estava com companhia em seu quarto. Quando recuperou seus sentidos e percebeu que Sakura o olhava constrangida com algo, percebeu então que estava completamente nu e que a Rosada viu tudo em seu corpo. Envergonhado e com o rosto todo ruborizado, cobriu suas partes íntimas com as mãos.

– Sakura-chan, o que você está fazendo aqui? Por que estamos ''assim''?

Era pior do que ela podia imaginar, o rapaz também não fazia ideia de como foram parar ali. Só conseguia se lembrar que estava com Sasuke, Karin e Naruto em um bar, e que bebeu algumas garrafas de saquê, apenas isto. Não conseguia lembrar-se de mais nada sobre o que aconteceu depois. Absolutamente nada. 

Sakura o encarou até que ele entendesse o que estava havendo. Deixando-o feliz por dentro, ele queria aquilo, queria que realmente tivesse acontecido mesmo. Sabia que era errado pensar daquela maneira, pois sabia que ela não estava contente, mas pensar que eles tiveram relações sexuais fez com que ele se sentisse realizado.

Ambos tiveram certeza absoluta quando perceberam uma pequena mancha de sangue no lençol, deixando a rosada envergonhada.

– E o-o que faremos agora? – Perguntou Naruto.

– O que faremos? Faremos o de sempre.

– Mas Sakura-chan, a gente—

Ela o interrompeu alterando a voz:

– Eu sei o que a gente fez, Naruto. Acabamos exagerando um pouco na bebida e acabou acontecendo, mas tente entender que eu amo o Sasuke-kun, e sempre amei. Tenho muito carinho por você e por tudo que fez por mim, só que te vejo apenas como um amigo, nada mais que isso. 

 – Eu achei que–– 

O interrompeu de novo:

– Achou errado, sinto muito. 

O rapaz pegou sua cueca do chão e a vestiu. Se sentou na cama de costa para Sakura evitando olha-la. Estava tão magoado por ouvir as palavras dela que nem se quer queria imaginar que aquilo tudo aconteceu. Por um momento estava tão feliz, mas agora estava arrasado.

Percebendo que suas palavras não sooaram boas para ele e na tentativa de quebrar o clima, Sakura diz:

– Vou usar seu banheiro, posso?

Naruto apenas concordou com a cabeça e a Haruno se dirigiu para banheiro pegando suas peças de roupas que estavam no chão pelo caminho. Ela ligou o chuveiro e com os pés sentiu a temperatura da água, estando do jeito que gostava, gelada. Tomou um banho rápido e voltou para o quarto em seguida, percebendo que o loiro ainda não reagia. Olhou para o relógio e percebeu que estava atrasada duas horas no trabalho do hospital, avisou para o rapaz que precisava ir imediatamente e que eles poderiam se falar mais tarde, porém ele não pronunciou uma palavra sequer e ela simplesmente foi embora.

Quando Sakura chegou no hospital, estava aflita, com medo do que sua mestra Tsunade poderia dizer, de xinga-la ou até mesmo despedi-la. Gostava muito do que fazia e não queria sair de seu cargo. Suspirou fundo, não poderia piorar mais do que já estava, pensou.

– Sakura, aonde você se meteu? Já estava começando a ficar preocupada.

Tsunade apareceu em sua presença com o ar de estar nervosa, mas ao mesmo mostrava sua preocupação. 

A garota não queria dizer onde estava e nem com quem estava, só queria esquecer. Olhou para sua mestra e disse curvando-se:

– Perdoe-me, não vai acontecer de novo.

Sua mestra ainda persistia em perguntar.

– E esta roupa? Onde está seu jaleco?

– Ouve alguns problemas, Tsunade-sama.

– Poderia me dizer que problemas é esses que faz minha melhor médica se atrasar?

Sakura sentiu a saliva descer raspando.

– N-não estou preparada pra conversar sobre isso. – Disse ela.

– Sabe que pode conversar comigo sobre qualquer coisa, não é? 

Ela balançou apenas a cabeça não querendo falar mais nada, só que não conseguia esconder nada de sua mestra. Pensou que seria bom conversar com alguém mais velho e de experiencia e que não fosse nenhum de seus pais, é claro.

– Estive com o Naruto.

– Ora, mas Naruto é uma boa companhia, não entendo.

Seu corpo tremeu neste instante, pode sentir a pulsação do seu coração por quão forte ele batia. Precisa dizer, ela tinha que dizer:

– Nós transamos, senhora.

Tsunade calou-se no instante em que ouviu aquela frase. Estava tudo explicado o porquê de Sakura demorar para o trabalho e o grande constrangimento de sua parte em não querer contar, a mulher entendia como deve estar sendo difícil para a garota lidar com sua primeira vez, então sorriu e pediu desculpas pelas perguntas, aconselhou-a levar isto como uma experiência de vida e pediu pra que ela tomasse uma folga e voltasse embora. Foi aí que a ela se lembrou que não havia voltado para casa e que seus pais deveriam estar muito preocupados. Agradeceu sua mestra e assim fez.

Quando se aproximava de sua casa, Sakura pode ouvir sua mãe gritando e perguntando sobre seu paradeiro. Torceu para que sua desculpa de estar na casa de Ino funcionasse mais uma vez. Entrou em casa e gritou dizendo que havia chegado.

– Você quer me matar de preocupação? Sai com os amigos e esquece a hora de voltar? – Gritou Mebuki, sua mãe.

– Cadê o papai?

– Não mude de assunto, mocinha, aonde você estava?

Forçou o sorriso:

– Na casa da Ino, como sempre.

– E não dava pra avisar antes? Poxa, Sakura.

– Mas já estou aqui, certo?

Mebuki suspirou fundo e concordou. Deu alguns sermões em sua filha sobre coisas banais deixando-a levemente irritada, mas isso não a abateu pois conseguiu esconder a verdade e pretendia guardar segredo por mais tempo.

O dia passou rápido e logo se tornou noite. Sakura estava um pouco mais animada com isto já que gostava de ver as estrelas que brilhavam no céu. Subiu até seu quarto e se sentou na janela com os pés apoiados no telhado da varanda. O frescor da noite e tudo que ali estava lhe agradava e a fazia bem. Fechou os olhos e relaxou curtindo o silêncio da vila.

Estranhamente, o silêncio se tornara vozes seguidos por risos altos e alegres, abriu os olhos e viu Naruto e Hinata caminhando juntos conversando sobre coisas que somente eles sabiam.

Sentiu seu coração apertar com a cena. Uma sensação horrorosa que não conseguia descrever, apenas se sentia mal, muito mal.

Por que estou sentindo-me incomodada com isto? Pensou.


Notas Finais


• Bom, é isto espero que gostem!
• Sei que as coisas podem ou não estar meio complicadas de entender, mas isto vocês entenderam mais para frente.
• Não deixem de comentar.

Beijos ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...