História Como Uma Estrela Pausa Temporária - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Cameron Dallas, Demi Lovato, Jack & Jack, Jacob Whitesides, Justin Bieber, Katy Perry, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Simon Cowell, Taylor Caniff
Personagens Cameron Dallas, Justin Bieber, Katy Perry, Luke Hemmings, Mahogany LOX, Nash Grier, Personagens Originais, Shawn Mendes, Simon Cowell
Tags Magcon, Shawn Mendes
Visualizações 174
Palavras 2.320
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Eu espero muito que sim.
Obrigada pelos comentários e favoritos, e novos leitores sejam bem vindos ♥
Nesse capítulo vocês vão conhecer um pouco mais da personalidade dos novos personagens e preparem o coração.
Boa leitura ♥

Capítulo 8 - Nós não somos namorados


Fanfic / Fanfiction Como Uma Estrela Pausa Temporária - Capítulo 8 - Nós não somos namorados

Instagram

@CharlotteMoore Turistando em L.A @MegsCover

@MegsCover, @NashGrier + 7.875 Curtidas.

@TeamMagcon Quero saber quanto tempo eu dormi para o Nash começar a curtir todas fotos de uma garota que nunca ouvi falar

@BlueEyes ATENTA

@TeamFeelingsTogether MEGAN

@ILoveMagcon Megan não é a garota do X Factor?

@MagconForever CARACA OLHA A QUANTIDADE DE CURTIDA, EFEITO NASH OU EFEITO X FACTOR?

@MendesReason @ILoveMagcon Não só é a garota do X Factor como a que cantou com o Shawn

Carregar mais comentários

Megan

A enquete dispensou nomes como “The Girls” sugerido por Mark e também “Made Of Love” sugerido por Audrey mas barrado por Bridget, que discordava da afirmação, ressaltando seu lado gótico. Com 90% de aprovação do público, a união de quatro garotas agora tinha um nome, Feelings Together.

Havíamos trocado números e já conversávamos a aproximadamente uma semana desde o dia em que Simon anunciou a regra especial dessa edição. Quando o programa foi ao ar minhas redes sociais passaram a ser mais movimentadas, as pessoas tinham expectativas e de certa forma isso me assustava. E esse era o tema da minha atual conversa com Shawn, ele havia acabado de finalizar um show em Vancouver.

Era surreal pensar que ele se importava o suficiente para me manter próxima ainda que distante e com tanto para se preocupar na turnê. Nem que fosse para mandar um “bom dia” mesmo que aqui já fosse noite ou um simples “como está?”. E não importa quanto tempo passasse mas eu sempre sentiria a excitação da primeira vez que ouvi sua voz no telefone.

Porém ao mesmo tempo eu tinha medo de onde isso poderia me levar, as pessoas comentavam, ainda menos do que quando saiu o vídeo da cafeteria em Toronto, mas nunca deixaram de perguntar o que eu queria com ele. E eu queria discutir o quanto eles estavam errados e que eu simplesmente não sabia o porque mas havíamos virados amigos, sem nenhum tipo de interesse envolvido, mas Charlotte me alertou dizendo que quanto mais eu falasse mais eles teriam material para comentar, desde então eu preferi esconder tudo que diz respeito de Shawn Mendes em minha vida. Pelo meu bem, e pelo bem dele.

Também sinto medo de decepcionar as pessoas, mas acaba sendo algo normal quando vivemos nesse meio... Quero dizer, não tem como agradar todo mundo.

Então você está dizendo que daqui para frente tudo vai piorar?

Enviei a mensagem, receosa.

Entenda como quiser :P

Essa foi a resposta.

 Mordisquei o lábio inferior, tentando conter o nervosismo. Na tela um comentário na foto do Instagram do programa dizia que a torcida dela iria para Feelings Together.

Meu celular vibrou novamente.

Relaxa

Era brincadeira

Quer dizer, em partes...

A pressão para agradar a todos sempre vai existir, mas isso é impossível, então agrade a si mesmo. É o seu trabalho, você precisa se sentir feliz com isso então só...

Seja você.

Sorri.

Aquilo era mais fácil escrito do que feito mas de alguma me parecia o certo. Antes que eu pudesse responder, Louise da maquiagem surge nos bastidores, íamos gravar o vídeo de apresentação do grupo e pelo visto eu era a única que ainda não tinha corrigido minhas imperfeições.

Desliguei o celular e guardei rapidamente antes que ela pudesse ver e caminhei até a penteadeira. Em questão de minutos eu já estava pronta, e ela havia mantido a headband que eu ainda usava na testa.

— Nesse começo de carreira é bom encontrar algo que seja sua marca. — A morena piscou para mim e me guiou até o local de gravação.

Eu não tinha visto elas ainda mas quando me aproximei lá estavam Audrey, Bridget e Naomi, visivelmente animadas.

— Me atrasei? — brinco me aproximando. Naomi é a primeira a me abraçar de lado, e as outras cumprimentam em seguida.

— Vamos começar a punir seus atrasos então cuidado. — Audrey tenta soar ameaçadora, mas sua voz é meiga demais para isso então apenas rimos.

— O dia que alguém tiver medo de você o mundo vai deixar de existir. — Bridget completou. Audrey parecia ofendida mas não teve tempo de retrucar já que a produtora pediu que a gente sentasse em quatro bancos na frente do fundo vermelho com o logo do The X Factor e posicionou a câmera. Dessa vez as regras eram diferentes, na apresentação individual podíamos expor o que quiséssemos mas agora o objetivo principal seria a harmonia do grupo e até as falas estavam dispostas dessa forma em um roteiro ensaiado.

— Ei pessoal, eu sou a Audrey. — a loira iniciou sorridente recebendo um sinal positivo da produtora.

— Eu sou a Bridget.

— Meu nome é Megan.

— E eu sou Naomi.

— E juntas nós formamos o Feelings Together. — dissemos em coro. — A participação no The X Factor Summer Edition é muito importante para todas nós por isso contamos com o seu apoio. — Audrey prosseguiu. Desde então já sabíamos quem era mais habilidosa na frente das câmeras.

— Não deixe de acompanhar o programa e declarar sua torcida por meio da hashtag #TheXFactorSummerEdition.— Naomi completou, fazendo um símbolo com as mãos ilustrando o que ela dizia.

— Você não vai perder essa não é? — Bridget apontou o indicador para câmera.

— Contamos com vocês. — essa era minha deixa. Um sinal da produtora parecia pedir que eu fizesse um gesto para câmera, mas foi nesse momento que eu cambaleei para o lado e tropecei do banco dando uns pulos para frente desajeitadamente. Com toda certeza aquele foi o maior mico que a produção já presenciou já que todos riam e eu não sabia onde me esconder.

Ao fundo a mãe de Audrey que acompanhava a cena revirou os olhos e eu me senti ainda pior. Sabia que ela não gostava da ideia de grupo, mas parecia ter um ódio especial por mim.

— Desculpa eu... Não sei o que aconteceu. — tentei explicar mas a produtora apenas segurou o riso e pediu que eu me sentasse novamente. As meninas ainda sorriam, tinham as bochechas mais coradas mas com certeza não tanto quanto a minha estava.

— Novamente Megan em 3..2...1...

Repeti a frase dessa vez me certificando de que não cairia novamente e a cena final seria correr até a câmera acenar e sair em seguida, quando chegou ao fim agradeci mentalmente.

— Belo tombo. — viro para encarar quem segurava meu ombro e dou de cara com um Luke sorridente.

Sorrio de lado.

— Penso que eu ganharia horrores se existisse a profissão de passar vergonha. — admito vendo que outro grupo de posiciona.

— Desculpa mas foi engraçado. — ele colocou as mãos no bolso, observando a nova gravação ao meu lado. — Acabou com aquele padrão de apresentação engessado, sei lá, ás vezes penso que todos eles nascem fazendo isso, de alguma forma você me tranquilizou.

Estranhei a fala, mas não deixo de sorrir.

— Bem, nesse caso eu deixo você rir então. — dou de ombros avaliando a cena a minha frente.  Luke tem razão, os participantes parecem que a qualquer momento irão explodir e talvez não seja só nervosismo da competição, talvez seja a necessidade de ser perfeito.

Não temos mas tempo para conversar já que o grupo dele é o próximo e Simon une eu e as meninas em uma conversa.

— Preciso que durante essa semana vocês ensaiem juntas e trabalhem livremente a harmonia como se sentirem bem, a partir de semana que vem entramos na fase de confinamento e eu irei corrigir o que achar necessário antes da apresentação tudo bem?

Assentimos. Ele não para muito tempo perto de nós e já está orientando outra equipe.

— Se não se importarem eu criei uma setlist de possíveis músicas para nossa primeira apresentação e... — Bridget começa a falar, mas eu só consigo prestar atenção em como a mãe de Audrey nos avalia antes de sair do estúdio, eu não sabia nem o porque dela estar ali, mas aquilo com certeza dava medo.

Uma semana depois

Era sexta feira, último dia de uma semana intensa de ensaios e no meu caso, de trabalho no cinema. Eu havia ficado responsável pela venda de pipocas e doces e estranhamente na minha primeira semana já tinha trabalhado mais vezes do que a vida toda nas ruas cantando. Já havíamos ensaiado desde Taylor Swift até clássicos do rock, durante todo o tempo que passamos juntas senti que nosso laço se tornava cada vez mais forte e o cansaço se esvaziava a partir do momento que eu cantava o primeiro verso.

— Trouble, trouble, trouble. — finalizei nossa última música da noite, e declaramos o fim com um High Five. A equipe de produção também se deu por satisfeita com as filmagens que tinham para unir com as outras e eu ainda não conseguia acreditar que eles tinham colocado meu tombo no ar, aquilo só podia ter sido um erro.

— Então é isso, vejo vocês no confinamento, preparem-se para as obstruções do mestre Cowell. — Bridget zombou. Rimos em seguida, na verdade Simon conseguia ser bem assustador quando queria, então não sabia o que esperar.

Coloquei meu violão na capa e segui na frente esperando elas no estacionamento já que insistiram em ir ao banheiro.

— Ainda não tive a oportunidade de falar isso desde que aconteceu mas não poderia deixar de dizer... Que belo tombo. — Shawn sorri de lado, enquanto me encara com as mãos no bolso.

Fico em choque não acreditando que ele está bem na minha frente, a dias atrás estava no Canadá e não tinha avisado nada sobre...

— Acho que já ouvi isso antes. — reviro os olhos, rindo em seguida. Ele estranha, mas estende os braços para mim, eu tenho receio de me aproximar mas não posso negar um abraço dele, porém tento me manter mais calma que dá última vez.

— Ah qual é a gente não se vê faz o que, um mês? — ele girou meu corpo tirando meus pés do chão e sinto que talvez meu próximo tombo não esteja tão distante, então preciso apertá-lo mais por precaução.

— Não é como se eu não estivesse animada é só que... As meninas estão vindo e bem, não sei se você quer que alguém saiba que mantém contato com uma fã que possivelmente é psicopata por ter inventado a história mais bizarra para te conhecer. — respondi sincera. Inexplicavelmente ele riu.

— Bem acho que não foi você que veio me procurar em um estacionamento escuro e vazio, então, não sou eu quem precisa ter medo. — ele cruzou os braços como se esperasse que eu saísse correndo, mas apenas imaginar a possibilidade de um Shawn psicopata era absurda então eu gargalhei mais alto do que deveria e ele bufou. Foi nesse momento que eu soube que as meninas estavam ali, e a bolsa de Naomi acabava de ir de encontro ao chão.

— SHAWN MENDES! — ela gritou saltando em cima dele, Bridget não ficou muito atrás e Audrey era a próxima.

Desviei o olhar tentando conter o riso pensando na possibilidade dele acordar com dor nas costas no dia seguinte e desde então eles engataram uma conversa que terminou em:

— Eu sabia. — Naomi apontou o indicador para mim. — Desde aquele vídeo de vocês que vazou na internet, amei a performance de esquina por sinal, já estou shippando loucamente.

— O que? — arregalei os olhos. — Nós não estamos juntos. Quero dizer, todo mundo quer ser namorada dele obviamente mas eu não... Hãn... Meu Deus. — bagunço meus fios visivelmente nervosa. Quanto mais eu falava, mais piorava a situação.

— Então é o que? Um relacionamento escondido? Daqueles que evita paparazzi e tal? UM SEGREDO? — Bridget saltitou.

Fiz uma careta.

— Nós não namoramos. — Shawn interviu depois de uma crise de risadas. Notei que ele estava corado. — Ela é uma amiga. — sorriu para mim.

Sorri, me sentindo mais confortável.

— Amigos. — Naomi repetiu sarcástica, cutucando o braço de Bridget. Audrey por sua vez estava calada e mexia no celular.

— Amigos. — pigarrei. — Então, nós estávamos indo embora não é? — completei.

— Na verdade eu vim aqui para isso. — Shawn aproximou-se de mim. — Quer dizer, eu vim com meu empresário acertar uma data, pelo visto vou cantar aqui na final, mas aproveitei para chamar vocês para comer uma pizza.

— Na verdade você ia chamar a Megan a gente apareceu e atrapalhou. — Bridget retrucou, rindo em seguida.

Senti minhas bochechas enrubescerem ainda mais. Eu não precisava que elas achassem que eu era simplesmente uma interesseira que estava usando ele, mas ao contrário de mim, Shawn não parecia se importar com nada. Ele encostou-se na viga do estacionamento e desmanchou outro sorriso.

— Não, meus amigos também vão estar por lá, não é um encontro ou algo do tipo, ainda. — ele enfatizou e eu quase engasguei, mas notei que ele estava brincando novamente por iniciar uma nova crise de gargalhadas.

Será que só para mim aquilo não soava engraçado?

— Enfim, vamos?

— Eu não sei se...

— Megan, Shawn Mendes está chamando a gente para sair se você não quiser ir tudo bem mas eu vou. — Bridget tomou a frente quando viu Nash do outro lado e Naomi a seguiu piscando para mim e rindo. Audrey a acompanhou por reflexo e eu fiquei para trás com Shawn me encarando sorridente.

— Desculpa, é que ver você constrangida não tem preço.

— Não é tão engraçado quando é com você, tipo eu quase engasguei com aquilo e sabe? O que elas podem pensar de mim? A gente se aproximou tão rápido e de repente que até eu mesma duvido ser real e....

— Parece real para você agora? — ele segura minhas mãos, me olhando fixamente. Sinto que vou desmaiar, mas ele continua. — Porque não pensa um pouco mais em você e menos nos outros? Quero dizer, se gosta de ficar comigo apenas fique, eu sei das suas reais intenções e se fossem ruins eu não teria nem te conhecido acredite... E acho que é isso que importa. — sorri. Em seguida ele beija as costas da minha mão que estava unida com a sua, e me puxa para perto dos outros.

Eu respiro fundo antes de entrar em uma espécie de limusine e dar de cara com ninguém menos que a Old Magcon inteira.


Notas Finais


Olha eu espero que seu colete esteja em dia, porque daqui para frente a tendência é piorar u.u
HAUSH
Brincadeira pessoal, amo vocês! Espero que tenham gostado do capítulo, estou caminhando aos poucos porque quero que apesar de ser uma ficção vocês se sintam dentro dela de forma que estou tentando tornar tudo mais real sabe?
Por isso, deixe suas impressões sobre o rumo da história, dos personagens e o que vocês acham que vai acontecer daqui para frente, lembrando que tem muuuuuuuuita coisa *-* ♥
Ah e não podemos esquecer que FALTAM POUCAS HORAS para o #happybdayShawn, 19 já, quem diria ;-;

Grupo no Facebook: https://www.facebook.com/groups/665566963648439/
Não se esqueça de me acompanhar também no twitter: https://twitter.com/alittletootess lá você pode comentar também usando a hashtag #ComoUmaEstrela


Beijooooooooooooooooooooos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...