História Como uma flor na primavera.♥ - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drogas, Orange, Shoujo-ai, Yuri
Exibições 25
Palavras 734
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Colegial, Ecchi, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


VOLTEI NESSA POHAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!! SAUDADES =,)) SEI Q A IMAGEM N TEM MUITO HAVER MAS EU GOSTEI DELA =V

Capítulo 35 - Roda gigante!


Fanfic / Fanfiction Como uma flor na primavera.♥ - Capítulo 35 - Roda gigante!

*Charlotte on*

Eu:-Eu...eu recebi um telefone do meu pai...

Yang:-Por que? e por que ele foi para a escola?

Eu:-Ele era um ex preso e ele agora quer voltar a vida como era antes mas não é bem assim. Eu e minha família eramos muitos unidos...mas,por algum motivo meu pai começou a ter problemas financeiros e minha mãe não trabalhava.Meu pai,sem juízo e sem saber o que fazer,começou a entregar a vida dele para o álcool.

Yang:-Ouh...

Eu:-Sim...e com isto,ele começava a chegar embriagado e acabando batendo na minha mãe.

Yang:-Meu...*surpresa*

Eu:-Isso me frustava! por isto que não gosto de falar sobre isto!

Yang:-Me desculpe mesmo... por ter lhe feito falar sobre isto...

Eu:-Está tudo bem,eu tenho que me desabafar e,você tem que saber mais sobre mim.

Yang:-Tem certeza?

Eu:-Sim. Continuando...mesmo assim,minha mãe não baixava o sorriso até que...

*flashback on*

Ok se ele não me ama...eu vou achar outra pessoa melhor um dia talvez...*choro*
por que eu não fico com ninguém? eu fui negada nos sentimentos de novo...eu acho que...

*Plaf* 

Fui descendo as escadas... para ver o barulho

-Er..Ma...
      Eu:-O que você está fazendo,pai?!
      Por que...por que de novo...? 
           você disse que iria parar...

   Minha mãe estava sentada no chão chorando e cheia de hematomas.
Meu pai me encarou por alguns segundos,olhou para minha mãe e
        sem dar palavras,saiu de casa correndo como esse estivesse fugindo.

Eu:-E o que ela fez?

Eu:-Ela,como é trouxa, foi atrás dele .

Yang:- '-' hm...
Eu:-Mas ela foi para a delegacia,e ele foi preso.

Eu:-ela voltou para casa e me contou tudo,estava de noite e formos dormir.
Quando eu me acordei,ela não estava em casa ,e tinha uma carta sobre a mesa.

Yang:-Com o que?

Eu:-Que ela precisava de um "tempo" para que ela fique melhor porque ela "perdeu" o meu pai e queria arranjar um emprego.

Yang:-E te deixou sozinha?

Eu:-E sem deixar eu falar uma palavra se quer. Ela agora vive sem rumo...meu pai acha que vai trazê-la de volta para casa e eu vou aceitar tudo! claro que não! pelo menos,a minha mãe está enviando o dinheiro dela para eu viver,então significa que ela tem um emprego! ela deve está melhor agora.Tem vez que ela não envia o dinheiro e eu tenho que falar com ela,eu odeio isto...

Yang:-Que ruim.

Eu:-Pois é! por isto,não gosto mais dela e nem do meu pai!
A única pessoa que eu gosto mesmo,mesmo é você,Yang!

Yang:-Oww,que fofinho.

Eu:-E então,vamos esquecer tudo isto e fazer alguma coisa de legal.

Yang:-Como o que?

Eu:-Sair.

Eu:-Vamos assistir um filme,que tal?

Yang:-Nan,eu quero ir na montanha russa com você

Eu:-Ok então.
Eu odeio ir para parque mas,se é isto que ela quer,então eu vou.

Yang:-Daqui alguns minutos eu volto para aqui.

Eu:-Está tudo bem.

Yang:-Tchau,tchau.

Ela é tão fofinha.

*Charlotte off*
             *Yang on*

(...)

*meu telefone toca*

Alex:-Descobriu algo ?

Eu:-Oi,sim.

Alex:-O que tanto?

Eu:-Bem,ela disse que o pai dela era um ex presidiário,a mãe levava tapa dele e depois foi embora deixando a Charlotte sozinha.

Alex:-Depois disto ela não foi mais a mesma.

Eu:-...

Alex:-Eu tenho uma pequena pena dela...ela sempre foi rejeitada pelos outro e fica sozinha,mas ela também é ignorante.

Eu:-Ela tem seus motivos de estresse,já que falas mal dela,por que não faz companhia com ela?

Alex:-Eu não. '-' quem tem que fazer amizade com ela é você.

-Besta.

bip bip

Eu:-Eu tenho que desligar,alguém está me telefonando,tchau.

-Tchau.

-Alo

-Oiwwww

-Mas o q...

-Bom dia,irmã!

-Que bom dia?! noite.

-Ai na França.

-Por que estás me ligando uma hora dessas? 
e a escola?

-Eu não fui hoje,estou doente.

-Oh,melhoras.

-É apenas um resfriado,não se preocupe.O que você está fazendo?

-Eu estou escolhendo um vestido para...

-Para onde?! voce vai ter um encontro?! aw,que fofo!

-Calma.Sim,eu vou para a montanha russa com a minha namorada.

-Então voce está namorando uma....

-CALA A BOCA! 

-An?

-Não fala isto! é um segredo,papai e mamãe não podem saber.

-Oh,desculpa,mas por quê?

-Ainda não é a hora.Seja uma boa menina,não conte os nossos segredinhos.

-Haha,claro que não contarei,eu tenho dezesseis anos e não seis anos! até quando voce vai me tratar como uma criança?!

-Até quando voce deixar de ter uma mentalidade de criança.

-Afff,voce é muito chata,baka! eu não tenho mente de criança,sua idiota!

-Hahaha,ok,ok.Agora eu vou sair tchau.

-Espera! eu sei que este "ok" quer dizer que eu estou errada! eu não estou! eu tenho mente desenvolvida,irmã...

Ela desligou! droga. 

 


Notas Finais


FICOU MEIO CURTO =(( EU TENHO Q SAIR AGORA E EU NÃO SEI SE EU VOU VOLTAR MAIS TARDE ENTÃO,COMO EU DISSE QUE IA POSTAR UM HOJE,EU TENHO Q CUMPRIR MINHA PALAVRA! SEI QUE O TÍTULO CAP NÃO TEM MUITO HAVER MAS...TÁ AÍ =V


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...