História Como uma Flor - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Re:Zero kara Hajimeru Isekai Seikatsu
Personagens Emilia, Subaru Natsuki
Tags Romance, Subaru X Emília
Exibições 126
Palavras 464
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drabble, Ficção, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Essa Drabble também tem na versão 'Nalu' de Fairy Tail. Eu apenas fiz na versão desse casal que eu shippo e vi que não tem nenhuma fic deles...

(Sou a @Adagaki também. Então, fanfic de TOTAL autoria minha!)


Boa leitura.

Capítulo 1 - Drabble; único.


 

Como uma Flor

Apaixonado


- Emília, você é como uma flor.

Levantei o olhar até o seu, arqueando uma das sombrancelhas claramente confusa. Uma flor? Corei com tal pensamento e palavras saídas de sua boca, desviando o olhar.

- O que quer dizer com isso, Subaru? - disfarcei o rubor de minhas bochechas, sorrindo discretamente ao abaixar o rosto para meu vaso de rosas vermelhas e margaridas em meus braços.

Eram vasos pequenos, dentre vários outros.

Eu gosto de flores, na verdade, eu amo flores. Elas são pequenas, frágeis, cheirosas e fáceis de lidar. São tão suaves, tão doces ao olhar. Cuidar delas era a única coisa que me deixava feliz.

Sorri docemente, levando uma das minhas mãos até uma rosa, acariciando algumas de suas pétalas.

- É que...- levantei o olhar, o vendo de rosto vermelho. Estava corado - Você é tão doce, Emília. Você, na verdade...- riu, parecendo nervoso - E-eu não sei explicar. - apertou as mãos uma na outra, se afastando do balcão da loja, se aproximando mais de mim.

- Você é estranho as vezes, Subaru - sorri felizmente, abrindo um daqueles sorrisos enormes de dentes à mostra.

- Deixe eu terminar. - balançou a cabeça negativamente, abaixando a cabeça de bochechas vermelhas e punhos fechados - Você é uma flor! - falou erguendo o braço direito com o dedo direcionado para o meu rosto, me fazendo corar e apertar levemente os braços envoltos dos vasos - Eu sempre gostei do seu jeito delicado, assim como a de uma flor. Você é linda, assim como uma flor. Você é frágil, assim como uma flor. Você é pequena, macia, e seu cheiro é viciante... você é uma flor. - completou de cabeça erguida, ainda com o rosto vermelho de vergonha.

Abaixei o olhar, observando os vasos de flores em meus braços, pressionando meus lábios um no outro.

Um riso abafado escapou de meus lábios.

- Q-qual a graça? - perguntou, claramente nervoso e frustado.

Balancei a cabeça, negando. Formei um sorriso pequeno em meus lábios, me aproximando dele.

- Eu não me importo de ser uma flor, Subaru. - peguei uma rosa do vaso, pondo-os no balcão, me aproximando novamente de Subaru com a rosa na mão - Contanto que você cuide de mim. - prendi a rosa detrás da orelha do moreno, sorrindo docemente para ele.

- Acho que estou apaixonado por uma flor, Emília. - falou murmurando - E essa flor é você. - puxou uma margarida de um dos vasos, prendendo-a detrás da minha orelha, assim como fiz na dele.

Senti meu coração falhar as batidas quando o vi aproximar seu rosto do meu, apenas para encostar nossos lábios um no outro de um jeito calmo e apaixonante, formando um selinho inocente entre dois adolescentes.


Notas Finais


:3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...