História Companheira do Dragão - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Nalu
Exibições 194
Palavras 1.063
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Visual Novel
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpem a demora, estou ficando no hospital com minha avô, por isso está difícil de postar.
Beijos até mais!

Capítulo 7 - O Grande Dragão Ciumento


Fanfic / Fanfiction Companheira do Dragão - Capítulo 7 - O Grande Dragão Ciumento

Um rugido de aprovação ecoou pela floresta, deixando Lucy ainda mais apavorada.

Tão quente! O dragão em frente a Lucy exalava poder, mas depois de encarar aqueles enormes olhos dourados, os medos de Lucy foram varridos de sua mente, seu corpo relaxou em baixo da criatura, era como se em algum lugar dentro dela a avisa-se que estava tudo bem, deixando uma única certeza em algum lugar da mente de Lucy “ele nunca iria machuca-la”

_P-por favor, poderia se afastar?

Sua voz saia rouca, mostrando o dano que os gritos dados em seus sonhos estavam fazendo a sua garganta. A grande fera afastou-se e sentou em suas patas traseiras, dando espaço suficiente para Lucy se sentar.

Lucy sentou-se e sem perceber estendeu suas mãos tremulas e acariciou a face do dragão, a fera foi pega de surpresa mas logo se inclinou em busca de mais contato.

Diferente do que esperava as escamas não eram tão duras, eram gostosas ao toque. Analisando a fera Lucy notou sua cor vermelha carmesim, as grandes asas que pareciam fortes e extensas em suas omoplatas, as garras a mostra em suas patas, que em um simples golpe poderia rasgar a presa ao meio, como uma folha de papel. Um estalo veio à mente de Lucy a conversa que teve com Natsu durante a viagem para Fiore.

_Happy me disse que estavam procurando um dragão, você pode me dizer o motivo? Dragões são difíceis de ver hoje em dia.

_Estou procurando Igneel, o dragão que me criou, ele me ensinou tudo o que sei. Há sete anos ele simplesmente desapareceu.

_Ele deve ser como um pai para você!

_Ele é!

A respiração que o dragão soltou trouxe Lucy de seus pensamentos.

_Igneel!?

O dragão levantou a cabeça e encarou Lucy.

Com a voz mais firme, Lucy iniciou uma conversa com o dragão, se ele não tinha tentado devorá-la, ele não iria tentar agora.

_Natsu e Happy estavam procurando por você, Natsu sente muito a sua falta. Que tal você ficar aqui enquanto eu o procuro e falo para ele te encontrar?

Lucy se levantou, sendo observada pela fera, seu olhar antes cauteloso, agora se tornava mais sereno e divertido.

Lucy continuou caminhando e antes que pudesse chegar mais perto da casa de Natsu, o dragão vermelho correu em sua direção e colocando-se em frente da pequena abriu suas grandes e extensas assas, formando uma barreira entre Lucy e qualquer perigo que estivesse vindo.

O coração de Lucy se apertou em seu peito, ela estava com medo, não do dragão, mas do motivo que levou o forte dragão a ter tal reação. Um rugido ecoou nos céus e Lucy se encolheu mais.

Minutos depois um grande dragão cinza aterrissou alguns metros distante de Igneel. Assim que suas patas tocaram o chão o dragão inclinou sua cabeça deixando a mostra seu pescoço, ele estava se submetendo ao poder de Igneel.

_Gajeel! Eu odeio quando você fica rugindo, meus ouvidos estão doendo!

Lucy ficou mais próxima da pata da frente de Igneel, tocando-o inconscientemente, ela podia sentir a grande fera relaxar seus músculos debaixo de seu toque.

Lucy olhou para a garota que brigava com o Dragão, a fera a encarava.

_Eu te amo!

Lucy virou a cabeça procurando o lugar de onde a voz havia surgido.

_Te amo!

Lucy virou mais freneticamente, procurando a pessoa que estava sussurrando aquelas palavras, mas novamente nada. Igneel baixou suas assas, parecia certo que os novos visitantes não representavam perigo.

_Igneel, você escutou? Ouço uma voz dizendo eu te amo.

Um rugido mais forte saiu rasgando a floresta.

_O que houve Igneel?

Lucy encarava o dragão, esquecendo-se parcialmente dos novos visitantes.

_Ele não é o Igneel!

Lucy voltou seu olhar para a pequena de cabelos azuis que acariciava o outro dragão. Lucy voltou seu olhar para o dragão vermelho e se afastou um pouco.

_Não precisa ter medo, ele arrancaria a própria assa antes de tentar machuca-la.

Um homem moreno com piercing em seu rosto e muito nu a encarava. Um tapa acertou a parte de trás da cabeça do mais velho.

_Eu já disse para quando se transformar de volta que seja em um lugar onde ninguém possa te ver.

_Sabe que eu amo quando você fica mais selvagem.

_Você...

Lucy gritou recebendo a atenção de todos.

_Você estava na minha cabeça... Dizendo, eu te amo.

Lucy ouviu um rugido mais forte do que os anteriores, o dragão vermelho soltava pequenas chamas de suas narinas, seus olhos estavam fixos em Gajeel. Gajeel encarava Lucy confuso.

_Antes que o Natsu me ataque, deixo claro que quando disse eu te amo, estava falando para a minha pequena esquentada... Só que realmente gostaria de saber como você conseguiu escutar, geralmente somente companheiro conseguem se comunicar telepaticamente com seus parceiros.

Lucy ficou calada absorvendo o que tinha ouvido.

_Natsu!?

Depois de alguns minutos foi que Lucy se deu conta da presença do mestre, Mirajene e Lissana.

_NÃO LISSANA!

Todos gritavam em uníssono. Lissana corria em direção a Lucy e o Dragão, seus olhos estavam cheios de lágrimas, Lucy sentiu seu peito apertar, se compadecendo da pequena.

_LUCY, NÃO DEIXE QUE ELA SE APROXIME DO NATSU... A ÚNICA PESSOA QUE O DRAGÃO NÃO MACHUCARIA É VOCÊ, PARA O RESTANTE ESSA REGRA NÃO SE APLICA.

Lucy presenciou quando a cauda do dragão balançou quase acertando o corpo de Lissana, por instinto Lucy invocou Taurus que bloqueio o ataque com seu machado, mas a força do dragão era superior. O machado foi partido ao meio e o grande boi malhado foi lançado para longe logo desaparecendo.

Lissana estava deitada no chão, paralisada de medo. Lucy tremia, mas obrigou seu corpo a reagir e firmou suas pernas, depois provavelmente ele iria desmaiar.

O dragão se virou e balançou novamente sua cauda, só que Lucy conseguiu chegar a tempo e se colocou entre Lissana e o Dragão, a cauda da fera parou milímetros de distância das pernas de Lucy.

_Gajeel, pegue Lissana e os outros saiam daqui. Se e verdade o que disse, Natsu não vai me machucar. Vão, eu cuido das coisas por aqui.

Ninguém protestou. Gajeel pegou Lissana em seus braços, Lucy prendia o olhar do dragão nos seus. Quando ouviu bater de asas relaxou e finalmente deixou suas pernas cederem.

_Acho que somos só você e eu!

O dragão se aproximou mais envolvendo a cintura de Lucy com sua cauda.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...