História Competindo Pelo Seu Amor - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Henry Mills, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Emma Swan, Homossexualidade, Jennifer Morrison, Lana Parrilla, Lesbicas, Morrilla, Once Upon A Time, Ouat, Rainha Má, Regina Mills, Romance Swan Queen, Swan Queen, Swanqueen, Swen
Visualizações 507
Palavras 1.964
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Magia, Orange, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa leitura!!! relevem os erros

Capítulo 14 - CAP 14


Pov Emma

Hoje é um grande dia vou saber do meu bebê, será que aquelas duas vão aparecer, mal acabei de pensar, ouvi batidas na porta do meu quarto, eu já estava pronta. Abri pensando que era meu pai

-Regina

-Emma vim te buscar, não falei que viria - nem tive tempo de responder ela avançou e beijou meus lábios com gosto, eu fique de pernas bambas, fomos parando o beijo.

-Vamos Emms precisamos saber do nosso filho

-Sim Regina

Saímos em direção ao seu carro, olhei pra ver se Evil não estava lá por perto e não vi, confesso que senti alegria por um lado de esta com minha morena e me senti meio frustrada de não ver a outra morena, mas também o que eu queria, ir com as duas seria loucura.

Chegamos no hospital e assim que entramos na recepção notei minha rainha em sua majestade sentada lendo uma revista, meu coração bateu da forma que bateu quando vi Regina na porta do meu quarto uns minutos atrás. Eu confesso que estou dividida, ainda to chateada com a rainha mais não quero distância dela, afinal ela é mãe do meu filho ou filha. Quando ela nos viu abriu aquele sorriso pra mim, Regina apertou minha mão

-Oie Emma, com licença Regina pode soltar a mão dela, afinal ela é a mãe do meu filho, então esse papel é meu.

-Evil Queen sai de perto de mim antes que eu acabe com você

-Oras Regininha você é tão superficial, não está vendo que ela carrega meu filho você está sobrando - senti minha mão esquentar sabia que Regina ia usar sua magia, então tratei logo de acalmar os ânimos

- Parem ou então não vou querer a presença de nenhuma das duas comigo.

-Mais Emma ela quem começou

-Pode parar

A recepcionista mandou a gente se encaminha ao consultório do Dr Whale, as duas ficaram caladas e entraram comigo.

- Srta. Swan que prazer em vê-la e, isso é convenção de rainhas má

- Olá Whale - falou Regina

-Olá Regina e olá Evil Queen sente-se

Srta. Swan está gravida, vamos ver como está seu bebê vou pedir que a Camila acompanhe você para prepara-la para a ultrassom e as duas fiquem aqui.

Eu fui com a enfermeira para uma sala me preparei e fique na maca, onde tinha uns aparelhos, Regina e Queen entraram junto com Whale depois de alguns minutos.

-Emma vou passar esse gel na sua barriga e você pode olhar para esse monitor quando eu começar a passar esse aparelhinho e, vocês se quiserem olhar também, e ainda não entendi porque Regina e Evil Queen está com você Srta. Swan

-Eu sou a mão do bebê

-Minha nossa isso é verdade, não sabia que tinha esse poder rainha, to chocado

-Faça logo seu trabalho e não me deixe esperar

-Evil Queen e sua impaciência

Whale começou a passar o aparelho na barriga da loira que já não estava tão lisinha como antes.

-Minha nossa senhora eu não acredito

- O que Whale - disse Regina

-Minha nossa.

-O que homem fala?

-Emma está gravida de trigêmeos vejo três embriões conseguem ver - só ouviu o barulho como resposta, Regina desmaiada de um lado e Evil do outro.

- Não Dr isso não é verdade, por favor me diga que isso é mentira

- Emma é verdade você tá gravida de trigêmeos

A enfermeira entrou na sala e foi ajudar as Mills, não demorou e Regina abriu os olhos assim como Queen e, eu me sentia desesperada, como vai ser eu carregar três filhos de uma vez.

Pov Evil Queen

Eu não acredito, eu sonhava em ter um filho agora três é felicidade demais,

-Emma meu amor eu nem acredito

- Cala a boca você é a culpada de agora eu está gravida, eu nem queria engravidar mais.

- Emma meu amor você não vai querer meu filho -isso doeu

- É claro que vou

Regina se aproximou e apertou a mão de Emma aquilo me deu uma raiva, ela quer meus filhos pra ela, isso eu não vou permitir me controlei pra não voar em cima dela, preferi manter a calma que eu nem sabia que tinha, afinal poderia complicar as coisas agora não posso mais ser inconsequente terei três filhos.

Emma se ajeitou e fomos conversar com Whale

-Srta. Swan gravidez de trigêmeos é complicada e não será fácil pra você, precisa ter cuidado e evitar estresse, se alimente com comidas saudáveis e sua pressão está baixa, está gravida de 4 semanas e sentirá enjoos agora nesse início mais depois passa a partir do terceiro mês e, você pode transar normalmente só não façam poses que exija muito esforço, estão entendendo as duas - olhou pra mim e para Regina.

- Elas não são minhas namoradas -Regina mudou o assunto

- Eu cuidarei dela Whale

- Eu é que cuidarei, ela está gravida de mim, não de você

-Olha se for pra ficarem brigando eu quero distância das duas.

-Não - falamos juntas.

Pov Regina

Eu estou muito preocupada, Evil é meia sem noção acha que será fácil pra Emma carregar três crianças e o pior tenho certeza que essas criança possui magia, afinal foi feita pelas duas que possui, eu preciso conversar com Gold sobre isso.

-Vamos Regina

-Sim vamos - saímos do hospital Evil se aproximou

- Eu quero ir com vocês não vou deixar a Emma só com você Regina.

- Vocês falam de mim como se eu não estivesse aqui, eu tenho opinião e quero ir para casa sozinha. - Emma chamou um taxi e entrou

-Está vendo o que você fez Queen

- É culpa sua - se aproximou mais de mim -você não vai ficar com Emma. -Sumiu em sua fumaça.

Eu fui para a casa da Emma eu precisava ficar com ela.

...................................SM, SQ...................................

Emma chegou em casa abatida, não sabia o que pensar, se sentiu enjoada e subiu para o quarto foi pro banheiro vomitar. Regina entrou no apartamento e subiu para o quarto da loira, Mary tentou falar com ela que a ignorou.

-Emma -ouviu a loira vomitar entrou no banheiro e foi ajuda-la. A loira parou de vomitar lavou seu rosto e olhou para morena

-Eu não sei como vai ser, eu tô com medo de não conseguir

-Ei você vai, eu estarei ao seu lado o tempo todo

Emma a abraçou e foram pra cama ficaram deitadas.

Evil chegou na sua casa estava louca pra ir ficar com Emma, não sabia o que fazer. Zelena chegou pra visitar Queen

- Olá Queen

- Oi Zelena que bom que veio aqui eu não sei o que fazer, Emma espera trigêmeos

-Não acredito

-É verdade

-Queen você é fogo pegou a loirinha de jeito

-É, mais isso fez ela se afastar de mim eu me senti feliz quando fomos pra Boston e, eu to apaixonada por ela não sei o que fazer

- Ela vai acabar te perdoando vocês viajaram juntas ela deve gostar de você

- Eu acho que gosta, me diz como você que tinha aquela história de macacos voadores, perseguia bonecos essas coisas em Oz, considerada a bruxa má do Oeste conseguiu ser essa pessoa que é hoje?

- Minha filha, mudei por ela

- Você acha que eu tenho salvação

- Acredito que sim, eu mudei por uma garotinha - olhou o rosto de sua filinha que sorria pra ela- então acredito que possa mudar por três e mais uma loira bonitona.

-Eu quero ela mais tem Regina por perto e, Emma ainda está chateado comigo

Uma semana depois

Emma estava melhorando seu humor, Regina estava por perto e Evil passou a semana sem ver a loira, mais todas as noites ia na janela dela. Estava chateada com a morena que estava tomando seu lugar.

Emma não estava tendo nada com a morena, de vez enquanto trocava uns beijos mais não passava disso, Regina queria ver Emma bem. A loira pensava em Queen, queria saber como ela estava, não abria a janela por medo de recaída, e acabar cedendo aos seus encantos.

Era sábado à noite Regina, Henry, Emma, David e Branca e o bebê Neal foram para o Granny’s jantar em família. Regina ainda não havia pedido Emma em namoro mais já havia comprado aliança de compromisso, queria fazer um jantar para as duas em sua casa.

Todos estavam no Granny’s jantando, Evil entrou no local com muita raiva de Regina.

- Emma eu preciso falar com você, saber se estar bem

- Ela está

-Eu não perguntei de você Regina

- Mais eu respondi

-Quero que sai lá fora e duele comigo, se eu vencer ficarei perto de Emma e você se afasta.

- Enlouqueceu, não pode fazer isso

-Eu posso, Emma está gravida de mim- todos olhavam perplexo, Emma não sabia o que falar.

-Vamos Regina o que será?

- Eu aceito

-Não faz isso Regina e, vocês não podem decidir por mim

-Emma deixa que eu resolvo - saiu com Evil Queen todos foram pra rua

Evil lançou a primeira bola de fogo Regina se defendeu e lançou de volta, a luta começou a ficar intensa e elas começar a destruir a cidade. Emma começou a sentir um mal-estar terrível. Acertaram a torre do relógio com uma bola de fogo que fez rachar. A briga ficou pior Emma queria interferir estava achando aquilo um absurdo e temia que elas acabassem se machucando diverdade.

David falou - Henry vai chamar o Gold elas vão destruir a cidade -Henry correu em direção a loja de penhores do seu avô

Henry foi e não demorou Gold apareceu. Emma sentiu suas pernas fraquejar e algo melado em sua calcinha.

Passou a mão e era sangue sentiu uma dor no pé da barriga

- Mãe eu tô perdendo os bebes

-Meu Deus filha -Gold chegou

-Parem as duas estão desequilibrando as coisas, senão pararem Emma vai perder os bebes de vocês - As duas pararam na mesma hora e correram em direção a Emma estava suando frio nos braços de Mary.

-Emma o que tá acontecendo - a loira desmaiou, levaram ela pro hospital e Regina e Queen andava de um lado para o outro aguardando notícia, Mary chorava com David a consolando e, Gold sabia o que estava acontecendo.

- Vocês já podem ir ver a Emma mais não façam nada que possa faze-la se estressar

- Whale como tá meus bebes?

-Bem, mais Emma está muito franca e quase perde os bebes, alerto cuidado máximo com ela.

- Regina e Queen preciso falar com vocês em particular

-Podemos ir ver Emma primeiro - as duas se sentiam culpadas de quase Emma ter perdido os bebes

-Não, quero falar agora vamos - envolveu os três e sumiram em sua fumaça vermelha e apareceram na floresta.

-Bem Emma está gravida de bebes que possui magia e eles a partir do terceiro mês vão começar a sugar as forças dela, Emma pode morrer se não houver equilíbrio.

-Evil Queen e Regina começaram chorar - olha o que você fez eu posso perder a Emma e agora.

- Deixa eu falar, bem preciso que as duas se unam para proteger Emma e os bebes, serão capaz disso ou vão perder a salvadora e os filhos de vocês.

-Sim

- E você Evil se unirá a Regina pra proteger e cuidar de Emma e seus filhos

-Sim Gold, claro

-Então voltem para o hospital e assumam suas responsabilidades e terão que morar as três na mesma casa. Vocês duas são o equilíbrio de Emma, longe de uma de vocês ela perde o controle dos seus sentimentos e afeta os bebês.

-Mas que droga terei que morar com Evil e Emma, isso não dará certo

- Façam dá certo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...