História Competindo Pelo Seu Amor(Competing For Your Love) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Henry Mills, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Emma Swan, Jennifer Morrison, Lana Parrilla, Morrilla, Ouat, Regina Mills, Swan Queen, Swanqueen, Swen
Exibições 148
Palavras 1.752
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa leitura, erros relevem

Capítulo 15 - CAP 15


Evil Queen e Regina ficaram olhando uma para a cara da outra quando entraram no quarto, Emma estava dormindo e os pais não estavam mais lá. Swan abriu os olhos e viu as duas Reginas paradas parecendo uma estátua.

- O que as duas briguentas estão fazendo aqui?

- Emma estamos aqui por você e para você - se aproximaram e Evil ficou de um lado e Regina de outro.

- Se ficarem brigando eu não quero nenhuma de vocês perto de mim. - Evil olhou pra Regina e a morena confirmou

-Temos uma proposta a fazer para você

-Espero que não seja nada obsceno - sorriu

- Não é nada disso, você está grávida de trigêmeos e isso é complicado pra qualquer mulher, na casa de seus pais não tem muito espaço e já tem um bebê lá e eu quero acompanhar sua gravidez de perto.

- Eu já tenho uma casa Regina só não vou morar lá porque eu gosto de ficar com meus pais já que não tive na infância.

- Eu sou culpada disso

- Não Regina sou eu, afinal eu sou a Evil Queen

- Nós somos culpadas

- Parem as duas e, prossiga Regina

- Eu quero ficar perto de você, quero montar o quarto dos nossos filhos e acompanhar sua gravidez, segurar suas mãos. - Emma sentiu o coração bater forte com as palavras de Regina.

- Eu também apesar de você ainda não ter me perdoado, eu sou a mãe dos bebês, então eu e Regina queríamos que fosse morar lá na casa dela

- Eu e vocês juntas - apontou para elas, - é loucura, vou afindar perdendo os bebês com tantas confusões que vocês causarão.

- Prometo que não vamos brigar, pelo menos da minha parte

- Eu prometo Emma, também por você pelo nossos filhos

-Eu preciso pensar se aceitou essa loucura ou não

- Decida logo

-Calma Regina não me pressiona, amanhã quando eu sair do hospital eu dou sua reposta.

- Ok, meu amor - beijou a testa da loira, Evil sentiu o sangue ferver, mais conseguiu disfarça bem, empurrou Regina de leve e deu um selinho na loira. Regina ficou furiosa, mais também se controlou, ia ser difícil essa convivência se Emma aceitasse.

- Bem Evil Queen, não pode ficar me beijando ainda estou com raiva de você, é por isso toda essa situação.

-Me desculpa por ter transado com você sem camisinha. - Regina ficou furiosa

- Sua filha da puta você é uma sem noção a conversa é séria

- Você ainda zomba de mim Queen, isso me decepciona ainda mais

-Ei Emma eu só to brincando. Eu sinto muito pela minha atitude maldosa, me perdoa por isso - segurou a mão da loira

- Ainda não preciso pensar as duas podem sair, David vai ficar aqui comigo a noite vocês vão pra casa, assim tenho tempo pra pensar melhor.

-Sim meu amor- Regina beijou o rosto de Emma e Evil fez a mesma coisa as duas foram cada uma pra suas casa.

Emma ficou pensando seria loucura morar com as duas mulheres por quem está apaixonada, ia enlouquecer, imagina as duas brigando o tempo todo. Por outro lado, queria Regina perto dela e queria Queen também - acho que vale a pena se arriscar, mais não vou deixar nenhuma me agarrar assim evito confusão. E na casa dos meus pais é difícil pra três bebês e, na minha casa ficarei só ai fica complicado quando eu estiver com uma barriga imensa, que eu sei que vai ficar, é melhor deixar as mães dos meus filhos cuidar de mim e ficar perto de Henry será muito bom, vou ficar lá durante a gravidez depois vou arrumar minha casa e vou morar lá com as crianças.

Regina chegou animada em casa

-Henry cadê você

-Oie mãe o que aconteceu?

- Filho você gostaria de morar com suas mães assim tipo todos os dias.

- Eu adoraria mãe é tudo que eu quero é morar com vocês duas

-Eu convidei Emma pra vim morar aqui comigo. -Henry comemorou

- Calma meu amor ela ainda não me respondeu que sim

-Mais ela vai, vocês estão apaixonadas e, ela ta gravida da senhora

-É da Evil Queen

-É seu também

-É filho e tem mais uma coisa?

-Oque?

- Evil Queen vem mora aqui com a gente se Emma aceitar

-Caracas isso é loucura mãe, vocês brigam demais a mãe Emma vai ficar louca.

- A gente precisa fazer isso, seu avô Gold disse que Emma corre perigo e, que os bebes possuem magia, e no terceiro mês vão sugar muito a energia dela e eu e Evil somos o equilíbrio pra Emma não ficar fraca

- Mamãe Emma gosta de você e da Evil Queen?

-Sim Henry

-Isso é muito louco

-Precisamos fazer isso e você precisa me ajudar

- Eu vou estar do seu lado e vou ajudar minha mãe Emma e os bebês

-Obrigada meu amor, vamos torcer pra essa cabeça dura aceitar

-Ela vai eu sei que ela ama você não é de hoje, você só demorou admitir isso e agora terá que dividir ela com Evil Queen.

- Eu sei filho, eu sei

Ficaram conversando mais um pouco e Regina subiu pra tomar banho

Evil estava em sua casa, animada afinal morar com Emma era tudo o que queria, pena que não era da forma que ela pretendia. Teria que viver com Emma no mesmo teto que Regina, mais isso não significava que a loira não podia ser só dela.

Emma passou a maior parte da noite pensando, conversou com David a respeito e seu pai achou uma péssima ideia, mais ia aceitar se Emma quisesse ir morar com Regina e sua duplicata. O médico deu sua alta pela manhã, quando ia saindo do hospital com David. Evil e Regina apareceram quase correndo.

-Emma vinhemos pegar você

- Eu vou com David

- Eu quero saber se já pensou?

-Sim

-Então - as duas falaram juntas

-Eu aceito mais tenho algumas condições para as duas

-Calma Regina Emma está saindo agora por favor, vamos la em casa, e Evil Queen tenho uma séria conversa com você

-Oooh David, meu sogro pode me falar

- Aqui não Queen vamos lá pra casa todos nós

Saíram do hospital Emma foi com David e Regina foi no seu Mercedes, Evil em sua fumaça roxa.

Chegaram e Mary veio receber Emma na maior alegria

- Minha filha que bom que já está de alta agora vamos cuidar de você

-Mãe eu to bem e eu vou morar com a Regina e Evil Queen, mais você ainda pode cuidar de mim

- Filha isso não é boa ideia eu gosto dessa Regina e não gosto da Evil Queen

- Mãe Evil e a mãe dos bebês

- Aí minha nossa - Mary desmaiou, David e Emma socorreram a mulher deitando ela no sofá,

-Mãe acorda

-Vamos Mary

Regina ficou preocupada e Evil só ria de branca desmaiada por saber que ela engravidou Emma, Regina percebeu o divertimento de Evil se aproximou e falou só pra ela ouvir

-É dessa forma que quer tá perto de Emma, rindo da mãe dela, se quer ser uma boa mãe pro seus filhos, respeite a avó deles. - Queen revirou os olhos

Mary abriu os olhos meia atordoada - David, Emma, eu tive um sonho esquisito, que você estava grávida da rainha má.

-Mary não foi um sonho

- Ai meu Deus do céu – sentou

- Sim mãe,

- Minha filha o que essa bruxa fez com você

-Mãe não quero falar sobre isso

-Olha aqui Snow White eu amo a Emma e vou assumir as crianças tabom

-Aí minha nossa eu vive para ver Evil Queen dizendo que ama alguém

- Eu amo sua filha Snow, que irônico

- Muito, irônico Evil, só espero que não a machuque

- Não irei, -David falou

-Como engravidou minha filha Evil Queen?

- Fazendo sexo com ela David da forma que você faz com a branca- David ficou vermelho

- Se magoar minha filha eu caço e mato você

-Se fizer isso você também me mata

-Ah Regina desculpa, eu arranjo um jeito de só ela morrer

 Regina se aproximou da loira

-Vamos pra casa eu quero logo você perto de mim pra ficar de olho em sua alimentação.

- Sim eu irei com vocês mais quero conversar com as duas primeiro

-Sim

-Vamos subir pro meu quarto, eu vou arrumar umas coisas e conversamos.

Subiram as três, Regina sentou na cama e Evil ficou em pé de braços cruzados

- Bem eu vou com as duas, mais sem confusões, sem tentarem me agarrar e sem usar magia estamos entendidas?

-Estamos - falaram contrariadas, Regina queria dormir com a loira e fazer amor com ela e Evil queria a mesma coisa. Emma jogou um balde de água fria em suas pretensões. Mais Regina pensou, - ''isso é o que veremos Emma você será minha mulher''

Evil pensava parecido, ''li que a libido durante a gravidez aumenta, então você será minha no meu quarto, minha mulher, e que droga não posso usar magia''

Emma pegou umas roupas e colocou na mala e, alguns produtos de beleza.

-Estou pronta

-Então vamos, Evil leva a mala de Emma

- Porque eu Regina - a morena sorriu

-Porque você é o pai – Emma sorriu da cara que Evil fez

As três desceram, Regina do lado de Emma e Evil arrastando a mala puta de raiva.

-Sogrão ajuda aqui, isso pesa

- Use sua magia rainha

- Eu não posso sua linda filha proibiu

-Bom trabalho Emma, assim ela não vai aparecer do nada e vai aprender viver nesse mundo sem seus truques.

-Droga está todo mundo contra mim - David viu o sacrifício que ela fazia foi ajudar. Emma se despediu de seus pais com um monte de recomendações. Seguiu para o carro com as morenas, Emma sentou no banco traseiro. Chegaram na mansão da morena Henry correu para abraçar Emma, entraram na casa entre risos.

- Emma vem que eu vou te mostrar seu quarto e Queen você já sabe o seu- Evil revirou os olhos.

Regina subiu com Emma, Evil foi atrás

- Eu disse que você sabe onde é seu quarto

- É mais eu quero está aqui mostrando o quarto pra mãe dos meus filhos - Regina revirou os olhos. A duas sentiam vontade de matar uma a outra, mais se tentasse isso acabariam se matando.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...