História Completely Lost - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Kendall Jenner
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber
Exibições 6
Palavras 1.103
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


já voltei,espero que estejam gostando. comentem nos comentários oque estão achando

Capítulo 2 - It would be a long day


               

                                                    Manoella Massone POV 

Como de costume acordei cedo para ir ao colégio. Queria acordar com a minha falando aquelas frases clichês de filmes. "Querida acorde,você vai se atrasar","Se arrume logo,sem brincadeiras,não quero que se atrase mais uma vez para ir ao colégio". Meus pais nunca foram presentes,eles não iam as reuniões do colégio,não vinham me ver nem no meu aniversário,muito raro eles me ligarem ou até mesmo me mandar uma mísera mensagem. Sempre quem cuidou de mim foi a Cassie,a empregada aqui de casa desde que me conheço por gente. Ela quem cuidou de mim quando eu cai pela primeira vez,ela que cuidou de mim quando eu mestruei pela primeira vez e eu não sabia o que fazer,ela cuidou de mim quando tive o meu coração partido,ela quem rezava nos dias em que eu saia de noite com as minhas amigas para nada acontecer e eu chegar bem em casa. Ela quem me deu as intruções sobre as drogas e as bebidas. Em fim,é aquele ditado "mãe não é quem pare,mãe é quem cria". 

Hávia tomado um banho rápido nesta manhã,eu realmente não queria chegar atrasada mais uma vez no colégio. Coloquei uma calça jeans rasgada,a camiseta do colégio,uma blusinha por cima e um tênis da nike todo branco. Desci as escadas correndo,quando entro na cozinha ja avisto a Cassie 

  - Bom dia meu amor - falo dando um beijo em sua bochecha 

     - Bom dia querida,tome café rápido,vai se atrasar - fiz careta 

     - Não vou tomar café não,vou so comer uma maçã indo pra lá,quando eu chegar em casa eu almoço direirinho - disse pegando a maçã e indo para sala 

     - Você sabe que isso faz mal,Manoella - revirei os olhos 

    - Sim,eu sei mas,eu prometo que como direito na hora que eu chegar. Tchau meu amor,te amo - disse correndo até a porta principal,logo a abrindo e correndo pelo enorme jardim 

   - EU TAMBÉM SUA DOIDA - pude ouvir ela gritar lá de dentro. 

O colégio era a dois quarterões de casa,não era muito longe. Peguei meu iPhone e vi as horas,7h30 ótimo,eu entro as 7h45,tenho quinze minutos para chegar lá. Comecei a correr e quando vi já estava no portão do colégio. Toda a atenção foi para mim,eu odeio metade desse pessoal aqui do colégio,a maioria são falsos comigo,se eu tiver 2 ou 3 amigas de verdade,já está muito bom. Logo vejo Beatriz,Kylie e Kimberly sentada nas mesinhas

 - Bom dia meninas,estão falando sobre oque? - me sentei junto á elas 

  - Bom dia amiga,você ainda não soube? - perguntou Kylie 

  - Soube o que? - perguntei confusa 

  - É,ela ainda não sabe,em qual mundo você vive menina? - perguntou a Kim 

  - É que estão falando que tem um piscicopata pelas redondezas - Bea disse

   - E vocês acreditaram nisso? Pelo amor de Deus,só deve ser  uma pessoa precisando de ajuda - disse revirando os olhos e logo em seguida saindo á direção da sala,já que o sinal havia batido.

 

As aulas passaram voando e agora estava voltando para casa com as garotas,nós moravamos todas no mesmo bairro então,a maioria dos dias nós iamos embora juntas. Apesar de elas serem as minhas melhores amigas,não gostava de elas serem tão fúteis e se importar tanto com a aparência,eu realmente não acho isso legal. Sai dos meus pensamentos quando ouvi Kimberly falando.

  - Ai meu deus ,eu acho que é ele,ele é o piscicopata que tanto estão falando - olhei na direção em que elas estavam olhando e vi um garoto loiro,olhos de um tom de mel. Ele é lindo e não aparenta ser um pscicopata. Ele parece estar com fome e frio. Já que hoje em LA está ventando forte. Me perdi em meus pensamentos e vi que estava o encarando demais,olhei para frente rapidamente e vi as garotas um pouco a frente de mim,corri até elas. Eu precisava voltar,precisava trazer algo para ele comer,precisava saber se ele precisa de ajuda. E eu sinto que ele não vai fazer mal algum á mim.

 - Meninas eu vou indo na frente,Cassie está me esperando para fazermos umas coisas,beijos,amo vocês. - não dei chance de elas falarem e sai correndo.

Cheguei em casa ofegante. Gritei por Cassie que logo venho afobada da cozinha. 

   - O que foi meninas? O que aconteceu? - nem respirou de tão preocupada que estava 

  - Cassie,tem como você fazer uns lanches para mim? Faz uns dois e pega um suco de laranja também. 

  - Manoella - disse brava 

  - O que foi?? - disse assustada 

  - Você disse que iria almoçar em casa - disse pausadamente 

  - Eu vou,juro mas,antes preciso resolver uma coisinhas e talvez eu traga uma pessoa para almoçar - disse ja subindo as escadas e trocando de roupa rápido. Coloquei um shorts e uma camiseta de manga comprida escrito "Approve" na frente e um vans preto. Desci as escadas correndo com medo de ele não estar mais lá. 

 - Querida,aqui está o que você me pediu. - Disse Cassie me entregando uma sacola. 

   - Obrigada,eu volto rápido,prometo - dei um beijo em sua bochecha e sai correndo 

Corria pelas ruas igual uma louca,até que cheguei na rua que ele estava,sentia um frio na barriga,comecei a andar tranquilamente assim que eu o vi do mesmo jeito que ele estava a minutos atrás. Fui até ele e me sentei ao seu lado o assustando 

  - O que você está fazendo? Por que está aqui? Veio me humilhar? Me chamar de piscicopata? - disse rude 

 - Olha,eu não vim fazer nada disso. Eu sei que você está sendo julgado por muitos mas eu só quero te ajudar. Eu trouxe algumas coisas paar você comer,olha - estiquei a sacola para ele.

 - Por que você quer me ajudar? Você não é só mais uma igual aquelas garotas que passou com você agora a pouco? Bando de futéis. - disse bravo 

 - EU SÓ QUERO TE AJUDAR - gritei e ele se assustou e suspirou 

- Tudo bem - suspirou - Será que você podia me emprestar o seu celular? Eu queria ligar para a minha mãe,ela deve estar preocupada,faz uma semana que não volto para casa - abaixou a cabeça

- Claro - coloquei as mãos no bolso - Droga! - exclamei 

- Oque foi? - perguntou cauteloso 

- É que eu esqueci meu celular em casa,você quer ir lá? você pode almoçar lá e pode descansar também,eu não me importo. 

- Eu não quero atrapalhar. - abaixou a cabeça.

 - Você não vai,vem! - o puxei e o abracei de lado,ele estranhou o alto mais logo me puxou pelos ombros. 

seria um longo dia 


Notas Finais


COMENTEM OQUE ESTÃO ACHANDO!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...