História Complex - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alastor Moody, Alvo Dumbledore, Cedrico Diggory, Cornélio Fudge, Draco Malfoy, Fred Weasley, Harry Potter, Jorge Weasley, Lílian L. Potter, Minerva Mcgonagall, Pedro Pettigrew, Personagens Originais, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Ronald Weasley, Scorpius Malfoy, Sirius Black, Tiago Potter, Valter Dursley
Visualizações 50
Palavras 855
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLHA QUEM VOLTOU?! isso mesmo! Pra você caro leitor do coração da tia Aka que acompanhou Sun and Moon e não queria o fim dela (assim como eu) eu estou aqui com outra história! Como eu já havia falado eu quis fugir desse termo do mundo da magia que harry Potter trás para fazer algo que eu particularmente gosto que é romance policial!

Espero que gostem e me perdoem pelos erros ortográficos!

E pra você que não leu Sun and Moon eu recomendo, é só ir no meu perfil, BOA LEITURA MAROTOS! 💜

Capítulo 1 - One - Faísca


Fanfic / Fanfiction Complex - Capítulo 1 - One - Faísca

Mais um dia normal na delegacia aonde harry trabalhava, sim, o grande renomado Harry Potter. Ele assumiu a responsabilidade do departamento de crimes violentos quando seu pai faleceu.

Um dia trágico para harry que tinha apenas seus 18 anos quando aconteceu. Desde aquele momento ele jurou cuidar do departamento fundado por Tiago Potter.

— Harry? — Chamou uma moça de pele clara e cabelos loiros cumpridos.

— Oh. — disse reconhecendo aquela voz. — Entre luna. — pediu em tom calmo.

— É o relatório dos irmãos weasley. — disse mostrando o envelope laranja aonde vinham os relatórios.

Harry esticou suas mãos e luna entregou o envelope.

— Já leu?

— Sim. — respondeu de imediato.

Harry ficou algum tempo quieto lendo aquele relatório. O departamento era dividido em três áreas, o departamento de pesquisa, departamento de doutorado e por último o departamento de crimes violentos aonde harry atuava como dono. Desde sempre o departamento de harry era calmo, não mais calmo que o de pesquisa.

Harry bufou alto.

— Eles ainda não sabem quem está no comando? Fracamente, oque aqueles dois patetas estão fazendo?

— Tenha paciência harry, você sabe que não é tão fácil conseguir informações assim. O fato deles conseguirem mandar um relatório já é muito. — disse luna tentando tranquilizá-lo.

Harry bufou mais uma vez em reprovação.

— Não bufe pra mim, palhaço. — riu luna. — Confie neles. 

Dito isso ela saiu da sala do moreno e voltou aos seus afazeres.

Luna estava certa, os gêmeos eram fieis ao trabalho e sempre conseguiam cumprir seus deveres.



Enquanto isso, à algumas quadras do departamento policial acontecia um "acerto" de contas entre a maior gangue do distrito de hogwarts. Sonserina versos Corvinal. Ambas gangues estavam em conflito a anos.

— Aonde o seu chefe está? — perguntou um homem alto de cabelos escuros e pele extremamente clara. — É sempre assim? Se esconde feito um rato?! É esse o grande Draco Malfoy? — perguntou em desdém.

— Cale a boca se não quiser engolir terra diggory. — os homens abriram caminho e draco surgiu. — Não tenho tempo para perder com você então me diga logo oque você quer, eu sou um homem muito ocupado sabia?

Cedrico riu.

— Um homem ocupado? — balançou a cabeça de forma negativa. — Oque você faz além de sentar essa bunda preguiçosa na cadeira de lucius e agir como o chefão? 

— Eu acho que você quer morrer antes da hora não é? 

— A única pessoa que vai morrer aqui é você, Draco Malfoy. — em um piscar de olhos a arma de diggory estava direcionada a cabeça de draco que não mostrou estar assutado. — Oque foi? — perguntou em desdém novamente. — Aonde está toda a sua coragem agora?

— Um, dois, três-. Interrompido.

— Oque diabos está fazendo?!

— Homens. — draco se pronunciou. 

Da mesma forma que a arma de cedrico estava na cabeça de draco. Num piscar de olhos, mais homens que trabalhavam com o malfoy apareceram e direcionaram as armas para a cabeça dos capangas de diggory, incluindo ele.

— Aonde está toda a sua coragem? — perguntou draco.

Cedrico travou o maxilar. Ele havia perdido novamente.

— Mesmo que tente sua vida inteira. Aprenda que, um malfoy não é qualquer um.

 Cedrico ergueu sua arma e a colocou novamente em seu bolso do paletó que trajava.

O clima era frio e úmido. Nuvens de chuvas já podiam ser vistas no céu, já era tarde e eles não ficariam lá mais um segundo.

Draco se virou e caminhou até o seu carro mas antes foi chamado novamente.

— Ei. — chamou diggory pelo loiro. — Nunca subestime um inimigo. — riu.

Então o barulho de uma arma foi efetuada atingindo o braço do loiro que estava no chão. Os homens de draco fizeram uma barreira para impedir uma aproximação direta. Draco se levantou com ajuda de um dos homens, sua visão estava meio turva mas mesmo assim ele pegou sua arma e sacou atingindo o tórax de diggory.

— Senhor! — gritou lestrange. — Vá para um lugar seguro. 

Imediatamente draco correu, correu desesperadamente sem olhar para trás se enrolando em ruas e vielas ele não sabia mais se estava no distrito de hogwarts mas isso não importava mais.


— Boa noite senhor. — se pronunciou luna.

Harry apenas assentiu, como de costume.


Saiu do prédio adentrando imediatamente seu carro. A noite estava estranha, pelo menos para o moreno. Calmo, até demais, frio demais.

Ele definitivamente estava odiando aquele clima. 

Logo o sinal ficou verde permitindo sua passagem.

Quando estava prestes a virar uma esquina um maluco praticamente se jogou em sua frente. Harry não entendeu, aquela pessoa o olhava fixo. Ele parecia ter problemas para enxergar a pessoa. Então ele desligou o farol.

Apenas as luzes dos postes iluminavam aquele rosto que harry via. Ele parecia exausto.


Então draco finalmente forçou sua visão e enxergou um homem parado em um carro.


 E então como se uma pequena fagulha tivesse sido acessa na grande escuridão, os corações estavam acelerados, ambos sentiam a intensidade em apenas um olhar.

— Ei! Oque está fazendo?! — gritou harry ao sair do carro.

Essas foram as últimas palavras que drac conseguiu ouvir antes de desmaiar.


"Um complexo estava por vir e eles mal sabiam do quanto precisariam um do outro para viver."


Notas Finais


Criticas? Oque acharam de complex? Será que vocês vão gostar mais de complex do que sun and moon? 😂

Por favor deixem seus comentários oque vocês acham (aceito críticas)

E pra você leitor que acompanhou sun and moon, não esquece de deixar seu comentário aqui também :c


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...