História Complicada e perfeitinha - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kabuto, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kisame Hoshigaki, Kizashi Haruno, Konan, Kurenai Yuuhi, Madara Uchiha, Maito Gai, Matsuri, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Pain, Rin Nohara, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikaku Nara, Shikamaru Nara, Shion, Shizune, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Yamato, Zetsu
Tags Complicada, Drama, Irmãs, Itachi, Naruto, Perfeitinha, Romance, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Visualizações 5
Palavras 2.046
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Link da musica do capitulo
https://youtu.be/iMVc0vG4K_k
[REPOSTAGEM]

Capítulo 11 - Amigos fiéis e garotas em apuros


Fanfic / Fanfiction Complicada e perfeitinha - Capítulo 11 - Amigos fiéis e garotas em apuros




SAKURA ON



-[...] Depois da morte inesperada do vocalista, e da mais nova vocalista da banda Akatsuke, a família Uchiha entra em colapso, fontes indicam que o incêndio foi criminoso, mas só se confirmará após a autópsia e a análise da equipe especializada de peritos na cena do possível crime,  essas filmagens mostram as famílias dos vocais em guerra, a matriarca da família Uchiha acusou a até então nova vocalista de ter culpa pela morte do vocalista.  Até em que nível de crise uma perda poderia levar uma família? Logo retornaremos com mais notícias, eu sou shizune e esse é o konoha news[...].


-Desliga isso Kizashi.- Minha mãe fala ao ver as imagens de alguns dias atrás quando estávamos no hospital. 


-Vocês viram como a imprensa é suja? -Meu pai parecia desanimado e derrotado, eu nunca o tinha visto assim. 


-Filha-Minha mãe diz desligando a televisão- você não precisa ver.


-... eu preciso ir para o quarto mamãe. - Subo a passos lentos, eu sabia que o olhar deles me acompanhava. 


(...)


 Entro em meu quarto e olho pela janela, já tinha se passado uma semana, uma semana sem meus amigos, uma semana sem a escola, uma semana sem notícias do sasuke, uma semana sem Sakuya. Eu sei que tive pouco tempo com ela, podem achar que sou exagerada, mas eu sinto um buraco interno,  um buraco malditamente profundo. Sakuya me proporcionou o que eu nunca tinha tido antes, uma família completa, eu sempre soube que as crises no casamento de meus pais foi dadas por alguma circunstância desconhecida, porém existente, e quando Sakuya apareceu naquele banheiro do restaurante eu finalmente entendi, e me culpo infinitamente pela sua morte, pois sei que se ela não tivesse ido naquela festa, ela estaria no quarto ao lado, de mau humor, tocando algo, ou só xingando o Itachi-San. Tivemos uma briga, falei coisas que não devia, e nem tive a oportunidade de me desculpar.  Sou interrompida por meus devaneios culposos quando um tsunami loiro afunda minha porta a dentro.


-TESTUDA!-Ino entra sendo seguida de Naruto, Lee e Temari.


Olho para eles sem dizer nada, vejo que eles tinham coisas nas mãos, doces, pipocas e refrigerante. 


-Oi gente- E antes que eu pudesse manda-los embora, Naruto me puxa para um abraço apertado me fazendo desabar. 


-Se for pra você ficar assim- Temari me abraça simultaneamente- que seja com a gente- e por fim Ino e Lee também entram no "group hugg".


 Deixo meus amigos batendo papo e desço até a cozinha para pegar copos, quando ouço o papai no telefone. 


-Vocês são uns incompetentes... como deixaram leva-los? Que espécie de equipe... Não interessa... encontrem o corpo da minha filha. 


  Aquilo não poderia ser verdade, o corpo da Sakuya havia sumido? 



(...)


-Como assim? Sumiu?-Ino parecia tão chocada quanto eu.


-Espera um pouco, se o da Sakuya sumiu, quer dizer que o do Itachi também sumiu- Temari conclui tomando um "golao" de refri nervosamente. 


-Bem provável que tenha sido o autor do incêndio- Lee reflete acariciando a minha mão. 


Vi que em meio às especulações do pessoal Naruto estava alheio, e isso era atípico dele, depois do que eu disse sobre os corpos ele deveria estar mais agitado que nós. 


-Quem faria isso? Eles tinham inimigos?- Pergunto me dando conta de que Naruto sabia a resposta, pois conhecia Sakuya como ninguém. -Naruto?


-Ah?


-Naruto? Você acha que a Sakuya...


-Danzou.


-E quem é esse?-Depois que eu pergunto isso, Naruto dá um longo suspiro. 


-Ele era da ANBU, antiga banda da Sakuya, eles nunca se deram bem, ele dava investidas, mas ela nunca deu bola pra ele, e vocês sabem como a sakuya é... era, ela sempre foi muito explosiva, e Danzou tomava certas liberdades, em relação a vida dela, a cobrava de coisas que não dizia respeito a ele, ela nunca soube, mas ele fez o suigetsu trair ela...- Ele entende minha dúvida e em seguida responde- um ex que ela teve.


-Mas, você acha que ele teria coragem...


-É que não foi só isso Sakura-chan, no último show da ANBU eles brigaram feio, não fosse por mim ele teria agredido ela seriamente, e as coisas pioraram quando ele foi usado para atrai-la para a aktsuke, ele jurou se vingar deles. 


Todos nós estávamos perplexos, esse cara era tão perigoso assim? A ponto de fazer isso com Itachi e minha irmã?


  Depois que o pessoal foi embora, chequei  meu celular, e nada de Sasuke, eu deveria ser mais compreensiva não?  Não deveria ficar ainda pior por não ter noticias dele, afinal ele perdeu o irmão, que sempre esteve ao seu lado.


-Filha?-Meu pai entra em meu quarto. 


-Oi papai.


- preciso falar com você, eu que escutou a minha conversa com o necrotério. 


-Por que alguém faria isso papai? Eles só queriam realizar seus sonhos, não fizeram mau a ninguém. 


-Filha, vamos acha-los ok? Não se preocupe com isso,eu tenho certeza que pelo pouco que eu conheci a Sakuya, se ela estivesse aqui, te daria uma tapa na cabeça por estar assim.


Sorrio fraco, ela era bem assim mesmo. 


-E a mamãe? 


-Ela está no quarto, adormeceu depois que eu dei um calmante a ela. 


-Papai, acho que vou sair para andar um pouco com o pessoal. 


Papai da um sorriso sincero, era o que ele queria ouvir, eu sabia. 


-Não volte tarde, e deixe o celular no alto. 


-Hai!


(...)


Depois de mandar para Naruto uma mensagem dizendo que eu iria até eles, fui tomar um banho demorado, coloquei uma blusa vermelha  tipo cropped mais folgada e uma saia de cintura alta rosa, deixando os cabelos soltos.


 Era quase fim de tarde, e os olhos de meus amigos brilharam ao me ver ali, até a Hinatinha estava, meiga e fofa como sempre me recepcionionou com um abraço. Lembro que na festa dei um empurraozinho para ela e Naruto, pois uma vez ele meio que disse que curtia ela, mas ela era tímida demais.


-Nao creio-Ino fala atônita ao ver a tela do celular, enquanto Lee tenta se colar e ela o empurra.


-O que foi Ino?- Temari pergunta sem paciência. 


-A aktsuke, cancelou todas as turnês.


-Mas isso já não era esperado? -Naruto pergunta confuso-por que a surpresa? 


-É o Sasuke- Aquele nome me fez tremer- Ele socou dois fotógrafos, depois de eles perguntarem se Itachi tinha deixado alguma herança para ele, e se... a garota que morreu ao lado dele era a mesma que foi vista com o sasuke a alguns dias numa sorveteria, se eles dividiam um affair.


 Todos arregalam os olhos, como a mídia podia ser tão desgraçada?


 -C-como soube? -Falo com a cabeça baixa e os punhos cerrados.


-Testa, ta em todos os lugares, mas foi o Gaara que me contou, ele disse que o Sasuke está irreconhecível, não come a dias, não fala com ninguém,  não compõem mais e se culpa por não ter salvo o irmão e a Sakuya.


  Ino vem em minha direção, já sabendo o que viria depois, ela me conhecia sabia que eu ia desabar. 


-sakura-chan -Naruto acaricia meu braço. 


-Saky, todos sabemos o quanto está sendo difícil pra você, mas, estamos aqui- o vento nos toca balançando nossos cabelos- eu duvido que ele tenha amigos tão legais quanto nós- Ela da um sorriso convencido, tirando risos de nós- ele precisa de você.


-Só que pra isso, você precisa estar forte, a cura dele é você. -Hinata fala com uma convicção admiravelmente doce. 


Let me go

I don’t wanna be your hero

I don’t wanna be a big man

Just wanna fight with everyone 


O por do sol já se fazia presente, e todos decidimos subir até um pico, que ficava além do parque municipal de Konoha, lá o por do sol se tornava ainda mais presente  deixando o avermelhado da paisagem ainda mais intenso. 


-Ai testa- Ino prostesta com um salto quebrado , mas ainda sem tira-lo- a última vez que viemos aqui tínhamos dez anos e você me prometeu que da próxima vez gatinhos iam carregar a gente. 


-Era só tirar o salto porquinha-falo dando um sorriso fraco pra ela, enquanto a mesma senta exausta, tentando manter a pose. 


-Ino Yamanaka nunca...


-Desde do salto- Todos completam de forma robótica o mantra diário da loira. 


-Q-que lindo- Hinata cora fofamente ao fitar a vista de Konoha tão pequena e iluminada pelo por do sol. 


 Your masquerade

I don’t wanna be a part of your parade

Everyone deserves a chance to

Walk with everyone else



Todos direcionam sua atenção para a vista a frente, e posso sentir o vento nos tocar, me passando um sentimento de esperança, uma sensação de um amanhã melhor, me dando suporte para o que eu faria  seguir.


While holding down
A job to keep my girl around
And maybe buy me some new strings
And her and I out on the weekends


 Pego o canivete de estimação do Lee que estava em seu bolso, ele me fita confuso, levanto meu olhar até ele e sorrio calmamente e ele assente. 

And we can whisper things
Secrets from my american dreams
Baby needs some protection
But I’m a kid like everyone else

So let me go
I don’t wanna be your hero
I don’t wanna be a big man
Just wanna fight like everyone else


 Todos ainda fitam o por do sol, e com o soprar do vento entrego meus fios rosados a ele, com uma passada com o canivete, interrompendo o comprimento dos mesmos,que o levam para onde Sakuya está agora, ou pelo menos perto. Todos me fitam com um brilho orgulhoso e voltam a atenção para meus fios que ao por do sol daquela tarde foram levados pelo vento

.


 Eu era uma nova sakura, e a partir dali o meu amanhã seria melhor, eu sabia.


 (...)


-Onde você vai saky-chan?-Lee me pergunta segurando calmamente meu braço. 


-Preciso ver Sasuke, preciso estar ao lado dele, Lee eu...


Todos o fitam calados, Lee me fitava triste. 


-Tudo bem, ele precisa de você, e não esquece estamos aqui.


-saky, eu vou com você amiga, até porque o meu Gaa também está indo pra lá, e exigi um par de saltos novinhos. 


Nos separamos a partir daí, Ino e eu rumamos até a mansão Uchiha, porém no caminho o inesperado me pegou de surpresa.


 Ino e eu "andávamos" pela rua( pois a loira mais reclamava do salto do que andava), ela estava um tanto deserta até então, estava anoitecendo o final da tarde já se despedia. Foi quando um carro se aproximou de nós, e um homem velho com cicatrizes e um braço enfaixado saiu dele, me fitando com um certo ódio? 


 -Eu não posso acreditar-Ele fala paralisando nós duas.


-Calma pai, eu nao estou surpreso, vaso ruim não quebra.-Um cara mais jovem, pouco mais velho que eu fala ao sair do carro.


-Quem são vocês? -Ino pergunta já pegando o salto e o posicionando contra eles. 


-O-o que querem? 


-Pai,  ela parece ótima.


-Não se preocupe filho, desta vez nós não vamos errar.


Eles se aproximam mais, fazendo Ino e eu nos aproximarmos mais.


-Vamos leva-la pai, e raspar a cabeça rosa dela antes de a matarmos. 


 Arregalados os olhos ao escutar isso, eles estavam atrás de mim? Não eram simples assaltantes, era algo premeditado e eu era o alvo.


-Quanto vocês querem? -Pergunto tirando risos de ambos. 


-Não queremos a merda do seu dinheiro Sakuya, queremos fazer você pagar...


-Você e aquele bando de uchihas.


 Meu coração para quando ele fala o nome da Sakuya e da família do Sasuke, então foi ele?


-FOI VOCÊ? - Grito exasperada quase pulando nele, mas Ino me segura, contendo-me.


-Surpresa? Você sabe que eu sou vingativo, mas chega de papo furado, vamos resolver logo isso e apagar você do mapa.


Ino se põem na minha frente com os braços abertos. 


-Você é o Danzou ... - Falo em um sussurro que vai ganhando força- Você é o DANZOU!!


-Parece que a fumaça afetou o cérebro dela pai- eles riem debochando de mim.


-Como pôde? 


-Eu é que pergunto gata!-Danzo fala lambendo os lábios, eca- Como pôde continuar tão linda após um incêndio? 


-Você é um baka mesmo. ..


-Pai eu...


-Ao invés de chegar você resolveu fugir igual a um covarde, foi isso que aconteceu, agora eu mesmo terei que fazer. 


Cadê o canivete do Lee quando eu preciso dele?


-E a loira pai?- Danzou fala com um bico. 


-A gente se livra dela também. 


 E tudo acontece muito rápido, Danzou me pega pelo pescoço, mas Ino se mete pulando em suas costas, mas seu pai a pega pelo rabo de cavalo, arrastando-nos em direção ao carro que eles chegaram. 





Notas Finais


Até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...