História Complicada e Perfeitinha - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Ambre, Armin, Castiel, Debrah, Iris, Kentin, Leigh, Letícia, Lysandre, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Violette
Tags Amor Doce, Armin, Capitãtoddynho, Castiel, Castielxdocete, Docete, Leigh, Lysandre, Nathaniel, Rosalya, Sargentobarrinha, Tenentekapo
Exibições 248
Palavras 1.824
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá, aqui mais um capítulo prontinho pra vocês!
Fui. :3

Capítulo 9 - É hoje que eu morro


Fanfic / Fanfiction Complicada e Perfeitinha - Capítulo 9 - É hoje que eu morro

Assim que acordo vejo que não estou em meu quarto. Levanto rapidamente e vejo o Castiel deitado na cama também, sem camisa. Meu Deus! Eu fiz alguma coisa que eu não lembro?

 

- Tomate, acorda, acho que a gente tem aula hoje – falei pegando o meu celular que estava no criado-mudo, (no cap anterior) quando falei que amanhã seria sábado, na minha cabeça, hoje seria sábado, mas eu vim pra cá de madrugada ou seja, tem aula! Passei um bom tempo olhando para a tela do celular, sono talvez? Até que me toquei que o tempo tava passando e eu não to em casa. – Caralho tomate, a aula começou a uma hora atrás, já são nove horas. Corre nego, talvez de tempo de chegar pra terceira aula- falei me levantando rápido e puxando o pé dele, o fazendo cair na cama. Já falei que sou bem forte pro meu tamanho? Pois é, hehe.

 

- Ai, não quero ir hoje- ele falou levantando do chão e sentando na cama

 

- O problema é teu, se arruma logo e me leva em casa pra eu me arrumar – falei empurrando ele pro closet que ele tinha

 

^^quebra de tempo^^

 

Assim que ele me trouxe em casa, me arrumei como o flash, escovei os dentes e saí, coloquei a farda da escola porque era a roupa que tava na sala que, provavelmente o Lys separou pra mim e, como o Castiel tava atrasado também, ele acabou botando a farda ( roupa da Lorhana e do Castiel nas notas finais ). A nossa farda tem várias peças, o que nos dá muitas opções pra usar. Saí de casa e tranquei a porta, encontrei Castiel me esperando lá fora na moto, subi na mesma e fomos em direção da escola.

 

Aquele maldito portão tava fechado, mas, como não tinha ninguém vigiando, a gente deu um jeito de pular ele e saímos correndo para a sala que, por sinal, já tinha um Faraize dentro.

 

- Desculpa, nos atrasamos- Castiel disse, só respondi um “hum” e fui em direção a minha carteira que, era ao lado do Castiel, mas, antes que eu me sentasse, o professor me chamou.

 

- Senhorita, você não se apresentou aula passada lembra? Se apresente por favor

 

- Lorhana Collins, 17 anos, brigada, de nada !- falei indo me sentar, eu não tava a fim de me apresentar pra esse carinha.

 

- Okay, como você e o senhor Castiel chegaram atrasados e, teremos um trabalho em dupla, os dois farão juntos- ótimo, eu mereço.

 

- Oquê? O meu Castiel vai fazer trabalho com essa coisa?- falou Ambre com uma voz enjoada

 

- “Essa Coisa” é a minha mão na tua cara, saco de batatas- falei com raiva, essa menina é o cão, pobre Nathaniel, deve ter uma triste e infeliz vida ao lado dela.

 

- E então tábua, temos um trabalho a fazer – ele falou trazendo a cadeira para perto de mim, o trabalho era pra ser feito naquele tempo de aula. Assim que o professor explicou o que era pra fazer, todos começaram a falar com suas duplas, o mais engraçado foi ver que o Lysandre fez dupla com a Violette, duas pessoas que são tímidas vai resultar em um ZERO bem grande, ainda mais por parte do Lys.

 

- Okay, okay, vamos começar- falei abrindo o livro e vendo as coisas que precisaríamos fazer, passei um bom tempo procurando o que colocar no nosso trabalho, assim que olho para o lado, vejo Castiel desenhando E.T´s no caderno.

 

- EU NÃO ACREDITO!Que ótimo, vamos tirar zero nesse trabalho, vou ter que estudar em uma faculdade vagabunda porque meu parceiro vagabundo ta desenhando marcianos no caderno- falei pensando alto, fazendo Castiel rir.

 

Castiel Narrando

 

Assim que terminamos de fazer o trabalho, o professor entregou as notas da prova que tínhamos feito. Simplesmente me surpreendi por ver que a Lorhana tinha tirado 10. Nem o idiota do representante tirou essa nota. Ela não é tão burrinha como eu pensava.

 

Lorhana Narrando

 

Estávamos no refeitório, na maior paz de Cristo, quando uma piranha chamada Ambre aparece, me fazendo tropeçar e cair no chão. Fiquei deitada lá, como se nada tivesse acontecido até que vejo Castiel chegando.

 

- Por que tu ta aí no chão?

 

- Sabe, é que o chão tava querendo carinho, aí eu fiz uma boa ação- falei com cara de paisagem, levantei e fui em direção a mesa dos meus amigos com Castiel.

 

- Um, dois, três martelinhos, quatro, cinco, seis martelinhos, sete, oito, nove martelinhos, eu vou dar na cara daquela cadela – cantei com uma cara psicopata olhando para Ambre que estava na outra mesa.

 

- A pessoa tem tanto ódio da Ambre que mudou a música dos indiozinhos- falou Armin que estava jogando no psp.

 

- Caralho, olha um garoto parecendo o Sai chegando, pfff, “O SAI TA CHEGANDO”, kkkkkkkkkkkk, toma essa piada pra ti - falou Kentin, dando altas risadas, fazendo todos da mesa e das outras olharem pra ele.

 

- Que Deus te ilumine Kentin- falou Rosalya olhando pro garoto que parecia que ia ter um AVC a qualquer momento de tanto rir. Ele continuou rindo, até que eu dei um soco na cabeça dele.

 

- “Oloko, to vendo galinha voando”- ele cantou com uma cara brisada e caiu com a cara na torta que ele estava comendo, pobre torta, poderia ter sido salva.

 

Do nada, apareceu uma vadia chamada Priya, amiguinha da Ambre e, sentou no colo do Armin, tentando fazer uma cara sexy.

 

- Heey, Armiiin, que tal você ir lá à minha casa hoje? – ela falou com uma voz enjoada, fazendo Armin levar um susto.

 

- Eita porra- falou Castiel

 

- Encontrar Jesus ninguém quer né- Lysandre disse brisado da vida, tomando kapo e comendo trakinas, esse é o meu irmão!

 

- Tire a sua bunda comida de cima de mim- falou Armin com raiva e assustado ainda

 

- Oooorra, chamou de podre, pão com fungo- falou Lysandre

 

- Te chamou de todynho vencido, pooooo- falei piorando a situação.

 

- Tinham que ser irmãos –Castiel e Rosalya falaram juntos

 

- Hey, ninguém te quer aqui garota- falou Alexy com raiva vendo a menina no colo do irmão, já falei que o Lexy é meio que obcessivo pelo gêmeo? Pois é.

 

- Hm... ele não ta me tirando daqui, ele ta gostando- falou ela olhando pro Alexy

 

- Quem disse?- eu falei e, como o Armin tava estático e, sentado do meu lado, eu empurrei a Priya, que caiu no chão.

 

- Sua vadia – falou com uma voz enjoada – vou falar pra diretora

 

- Vá lá querida, aproveita e fala pra ela que você tava quase estuprando o Armin- falei ironizando, ela saiu com raiva em direção as amigas.

 

^^quebra de temo^^

 

A diretora me ama olha, descobri que a Priya é xodó da diretora. Aquela velha é horrível, falta de sexo, pau na bunda, rola! Cheguei em casa extremamente cansada, não é todo dia que se tem que limpar a biblioteca, e também, eu tinha vindo de carona com o Castiel, e o Lysandre parece que nem se lembrou que eu existia. Vagabundo, Cretino.

Assim que entrei, encontrei minha tia Ágatha me olhando com uma cara de raiva ( minha tia é um amor de pessoa, mas, se ela tiver com raiva, nem chega perto ). Não preciso dizer que fiquei com medo né, nunca tive medo da minha mãe e nem minha mãe nunca teve moral comigo mas, com a tia Ágatha é diferente.

 

- Seja lá o que for, não fui eu. Ou melhor, o Lysandre que deve saber- falei com as mãos tremendo, se ela descobrir minhas aventurinhas na escola e minhas idas freqüentes a diretoria, eu já era... Era uma vez, uma Lorhana... buááá, morro hoje.

 

- Suba para o seu quarto e se arrume, depois quero conversar com vocês- faloi ainda me olhando, CRUZIIIIS. Subi para o meu quarto com o coração na mão e liguei pro Lysandre

 

Nii-san : Alô?

- Alô nada, Lys, vem pra casa rápido, caso de família, Mãe( minha tia é mais minha mãe do que a verdadeira), monstro, raiva, socorro – eu não conseguia falar, era muita adrenalina.

Nii-san: A Mãe ta aí?

- Vem logo Lys, eu to com medo dela

Nii-san: To indo, to indo “ me deseje sorte Castiel”- escutei ele falando, provavelmente com o Castiel.

 

Rezem para todos os Deuses, Yato, Bishamon, Hades, Sailor Venus, Kaguya, Goku, Ciel, Sebastian. Socorro, tomei um banho, com muito medo ainda e, escutei a porta do meu quarto abrir, saí do banheiro pra ver quem era e encontrei um Lysandre com cara de quem acabou de ver um fantasma.

 

- Meu Zeus, a treta vai ser grande- ele falou vindo até mim ( que só tava de toalha ) – To com medo, vou tomar banho contigo- ele falou, é normal a gente tomar banho juntos, fazíamos isso desde pequenos. Mas, o mais engraçado foi a primeira vez que tomamos banho juntos

 

Flashback On

 

Era uma tarde bem ensolarada, estávamos na casa da minha tia Ágatha, porque passávamos maior parte do tempo lá, estávamos brincando até que a nossa tia mandou tomarmos banho, tínhamos cinco aninhos, e Lysandre falou

 

- Tia Gatha, a gente pode banhar juntos- ele falou fazendo carinha de gato de botas e, me puxou pra fazer também.

 

- Meus amores, vocês não podem, Haninha é uma menina e você Lys, é um rapazinho, tem coisas que ela tem que você não pode ver, o mesmo serve para ela

 

- Mas, nós somos gêmios, somos iguais- falamos juntos

 

Flashback Off

 

Entrei na baheira de novo e Lysandre entrou comigo, não tínhamos e nunca tivemos desejos sexuais um pelo outro, somos irmãos, mas, o meu primeiro beijo foi com ele. Éramos crianças, hehe.

Assim que terminamos o banho, nos arrumamos e fomos para a sala, hesitando nos passos.

 

- Demoraram – falou minha tia nos olhando.

 

- E-estávamos no b-banho- ele falou com medo e nos sentamos no sofá. Cadê o Tio Guilherme uma hora dessas?

 

- Bom, eu queria avisar vocês que, vamos passar a semana com vocês, hehe- ela falou sorrindo... Tanta tensão pra nada- E que algumas coisas vão mudar, assim que saírem da escola, vocês vão para a loja do Leigh ajudar ele por lá e, a nossa cargorária, minha e do Guilherme, vai ser uma semana sim e uma não, ou seja, essa semana não vamos trabalhar, mas na outra vamos, fim, agora vou dormir- ela falou caindo no sofá.

 

- Credo, ta só suor- falei, ela se jogou em cima da gente, quer o que?

 

- Amor, vamos, deixem eles descansarem- falou Guilherme que, ao ver Ágatha em cima de mim e Lysandre riu e puxou ela com um sorriso malicioso – você vai ficar mais suada ainda.

 

- Credo, que Deus ilumine a vida de vocês, fui- falei indo pro quarto, essa noite não vou dormir tão cedo, se eles forem ficar brincando.

 

Credo...


Notas Finais


Farda Castiel e Lorhana:

https://ae01.alicdn.com/kf/HTB1NUReKpXXXXa3XXXXq6xXFXXXU/British-korean-japanese-font-b-school-b-font-font-b-uniform-b-font-men-and-women.jpg



Referências-

Yato e Bishamon: Noragami
Sai e Kaguya: Naruto
Sailor Venus: Sailor Moon
Goku: Dragon Ball
Ciel e Sebastian: Kuroshitsuji


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...