História Complicated. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags A Nerd, Colegial, Complicated, Escolar, O Popular, Originais, Romance
Exibições 126
Palavras 1.616
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Escolar, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Alô alô , vocês sabem quem sou eu? Alô Alô graças a Deus. (ninguem sabe kirida , vc n é famosa ;-;)
Não leiam essas notas ..
Que rebeude você ,gostei !
Leiam as notas finais que é bem importante .
Vlw flw \o/

Ps: Essa fic eh de minha autoria e bla bla bla.. Plagio é crime , e é feio!

Capítulo 1 - O Silêncio e eu...




    Pov Amy
    Estava caminhando pelas calçadas de Londres olhando como meu all star azul claro se movimentava aos meus passos, e observando tudo à minha volta, era como se fosse um mundo novo, era um mundo novo.
    Cheguei depois de pouco tempo a minha nova escola, eu estava tão empolgada e nervosa ao mesmo tempo, ja tinha feito minha matricula e escolhido as aulas semana passada. Tinha passado e repassado tudo em minha cabeça um milhão de vezes, mas nada era tão real quanto agora. 
    A primeira aula era de Filosofia eu amo filosofia, e diferente dos filmes, séries e livros eu ja sabia onde ficava a sala. Todos estavam tomando café da manhã e conversando, eu ja tinha comido e não conhecia ninguem então fui direto pra sala que se encontrava vazia, sentei em um dos lugares do fundo, ja que era meu primeiro dia não quis ficar na frente, e nem correr o risco de me sentar no lugar de alguem, eu morreria se algo acontecesse no primeiro dia de aula, e nos outros tambem .
    Fiquei la esperando, brincando com meus dedos, puxando a manga do moleton para cobrir minhas mãos gélidas, e dando graças por estar sozinha, o que não durou muito ja que logo a porta se abriu e uma menina entrou, seus cabelos encaracolados me chamaram atenção, ela olhou pra mim e pareceu animada, se sentou na carteira à minha frente.
    — Oi eu sou a Laura! Você é nova aqui? Ah que pergunta mais imbecil claro que você é, quer dizer espero que seja porque se não acabei de pagar mico.    — Ela falava gesticulando e mexendo levemente a cabeça.
    Eu sorri com ela, me parecia uma pessoa boa, Legal Amy começou bem! 
    — Éhr.. Bom dia , eu sou a Amy..       — Droga me embolei toda...
    — Amy .. Legal o nome , minha vó chamava Amy... Nossa acabei de te comparar com a minha vó , não se ofenda ela era bem legal.    — Ela sorriu e eu ri de volta, nós conversamos um pouco, bom, mais ela do que eu.. Mas eu estava gostando de ouvi-la, a sala foi se enchendo aos poucos, quando eu estava me sentindo mais a vontade o sinal bateu, todos começaram a entrar e a sala ficou cheia . 
    ...    
    Logo em seguida um menino magro entrou na sala e se sentou ao lado de Laura, quando viu que estavamos conversando começou a encara -la, e fingiu uma tosse obviamente falsa 
    — Aah Amy esse é meu amigo nerd, gamer, otaku, mala...    — Parecia que ela ia continuar com uma lista imensa de coisas, quando foi interrompida .
    — Eu sou o Jean.
    — Amy.    
    — Laura sua vó não chamava Amy..  Ah desculpe , mas a vó dela era ótima.   — Nós rimos.
    Logo em seguida o professor entrou na sala, fui entregar um papel para ele mostrando que eu era a aluna nova, ele pegou.
    — Sala!   - Todos se calaram e prestaram atenção nele, e consequentemente em mim, droga professor . — Essa é a aluna nova Amy.          —Não sabia o que fazer, ri de nervoso.   — Seja bem vinda Amy. 
    Voltei para minha mesa, até que não estava sendo tão ruim eu podia me acostumar com essa escola.
... 
    O resto do dia foi tranquilo, o sinal pro intervalo bateu, sai junto com Laura e Jean pegamos nossa bandejas e sentamos em uma mesa qualquer. Eu olhava em volta prestando atenção em tudo a arquitetura do lugar, as pessoas, a comida, um menino loiro... Fui interrompida por Laura.
   — Vamos falar de você .
    —  Aan.. Eu amo doces , adoro livros , vim do Brazil , amo filmes de ficção, gosto de caminhadas na praia.   -Falei zoando na parte da caminhadas, fazendo referencias a sites de namoro.
    — Você veio do Brazil?  — Jean perguntou.
    — Sim.  — Laura me olhou interessada.
    — Seus pais devem ser bem legais...  — Falou.
    — Não vou dizer que foi facil convence-los a morar aqui sozinha, mas enfim.
    — Saudades de casa?   — Laura me perguntou.
    —- É, pra ser sincera menos do que eu esperava.
...
    A ultima aula do dia passou voando, quando percebi ja estava caminhando de baixo daquele céu nublado para meu apartamento, finalmente  havia terminado de  arrumar ele, cheguei no prédio e subi até o sétimo e ultimo andar, meus pais fizeram questão de me presentear com uma cobertura, achei um pouco exagerado, mas não reclamei. Sabe aquele negocio de se seus pais te derem uma cobertura em Londres , não reclamar? A escola foi melhor do que eu pensei .
    Meu celular vibrou, olhei e vi que era a ligação da minha mãe, isso vai custar uma fortuna pensei, logo atendi .
    — Oii Filhaa!! Que saudadess! Como você esta?? Esta tudo bem ? como foi seu primeiro dia? Fez amigos? Ta se alimentando direito? E seu apê? Filha?
    — Oi mãe! Eu to bem, ja fiz amigos, to comendo bem e ja arrumei meu apê.
    — Ai que bom! E como foi o primeiro dia de aula? 
    — Foi melhor do que eu pensava ...
    Conversamos mais um pouco sobre coisas banais .
    — Filha tenho que desligar agora, essa ligação ta uma fortuna , depois te ligo de novo, beijos juizo hein...
    — Okay, vou ter.
    Logo que a ligação se encerrou o silêncio tomou conta do local, e bem vamos dizer apenas que o silêncio e eu não eramos muito amigos, liguei o notbook e coloquei Doctor who pra assistir na Netflix, ( Netflix paga nois \o/) deitei na parte de cima de minha beliche, apesar de morar sozinha gostava de dormir no alto, fiquei olhando para uns adesivos que eu colei no teto, eram estrelas que brilhavam no escuro, adomerci . 

...


    Acordei dez e meia da noite droga de insônia, droga de silêncio, esquentei uma pizza do dia anterior e fiquei comendo enquanto assistia até as as oito da manhã, me arrumei, caramba eu estava horrível, e fui andando pra escola observando meus all star vermelhos .
    Quando cheguei  avistei Laura conversando com o menino loiro, estranhei resolvi ir falar com o Jean, droga cade aquele nerd, não o achei, andei em direção a ela que estava em um canto a sós com o loiro. Olhei para ele pela primeira vez de perto, seu par de olhos azuis se encontrou com os meus, logo desviei o olhar para o chão.
    — Ah oi Amy, esse é o Luke, an Luke essa é a Amy.
    — Oi.   — Ele falou desinteressado.
    — Oi.   — Falei meio tímida.
    Ficamos naquele silêncio constrangedor por uns segundos até finalmente Laura acabar com a tortura.
    — Então ta, temos que ir pra aula.  — Ela falou me puxando .
...
    —  Sobre o que estavam falando? — Perguntei curiosa .
    — Ahn, nada de mais .. Cade o Jean? 
    — Não o vi, acho que não veio.
    — Impossível, ele nunca falta ...
    No momento em que ela disse isso, ele adentrou a escola.
    — Oi. 
    Droga porque ele tinha que ter se atrasado ...
    — Oi. 
    — Aula de que agora?   — Laura perguntou.
    — An história acho..
    O sinal bateu.
    — Então eu vou indo, não tenho aula com vocês.
    Pelo menos eu ainda tinha o Jean, entramos na sala, e nos sentamos, logo depois entraram mais pessoas incluindo Luke, então ele tambem era do 2º ano ... Grande coisa.
    — Ola sala, eu sou seu novo professor de história Liam.   — Ele era novo pra um professor, e parecia ser bem simpático.   —  E vou passar um trabalho pra vocês.    — Droga professor, achei que fossemos nos dar bem.       — Pra avaliar como vocês trabalham e funcionam em grupo.   — Grupo? Ja te odeio.   —  E eu vou escolher os integrantes.
     E isso só melhora.. Perfeito!! Tudo que eu precisava: fazer um trabalho com pessoas que nem conheço, tomara que sua comida caia quando você estiver comendo.  Ele começou a escolher os grupos a dedo.
...
   — Você.    — Ele falou apontando pra mim.   — E você.    — Pro Jean. Ufa, acho que nós podemos nos dar bem enfim professor, fomos os ultimos a serem escolhidos .  

 —  Não...  — Ele falou logo em seguida ... Droga não o que?    — Não ta certo..   — Claro que ta professor ta ótimo...   — Você.   — Falou apontando pro Luke.   — Você vai nesse grupo.   — Falou apontando pra mim e o Jean. Nossa relação esta em discussão professor ... 
    Ele anotou todos os nomes dos integrantes de cada grupo e deu um tema, nós cabamos ficando com mitologia grega, o que eu achei ótimo, porque além de ja ter estudado isso, eu amo Percy Jackson e mitologia, ta... Até que o professor não era tão ruim... O trabalho seria pra semana que vem .
...
     Na hora do intervalo nos sentamos em uma das mesas.
    — Eai como foi a aula.   — Laura perguntou.
    — É... Legal.
    — O professor novo é legal, mas passou um trabalho em grupo.   — Jean falou.
    — Hmm ja não fui com a cara dele   — Laura resmungou.
     — Eu percebi que ainda não tenho o numero de vocês ...
    Eles me passaram os numeros e eu dei o meu pra eles . 
...
    Conversavamos de vez em quando sobre coisas bem estranhas... Ja fazia quase dois dias que o professor havia passado o trabalho e nem sequer pensamos em faze -lo, o que me incomodava um pouco, admito sou bem interessada nos estudos ... Aaaah nerd isso sim...  Ja era tres horas da manhã.. Quem pensa nessas coisas tres horas da manhã.. Prazer eu. O celular tocou, pausei o filme, quem liga pra alguem essa hora? Era um numero desconhecido, imaginei que pudesse ser minha mãe, atendi .
    — Alô ... - Falei meio apreensiva .
    — Oi .  - Uma voz masculina meio rouca, mas suave falou do outro lado da linha, com certeza não era minha mãe.
   — An.. Quem, é?  - Falei mordendo levemente o labio inferior. Uma mania de quando estou nervosa . Eu ja tinha ouvido aquela voz antes...


Notas Finais


Na fic vocês vão perceber que eu não gosto muito de descrever as coisas , pq eu acho que cada um vai imaginar de um jeito e dar muitos detalhes acaba atrapalhando um pouco e ficando meio intediante. Então eu acabo só dando algumas caracteristica fisicas e o resto é por conta da imaginação .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...