História Complicated - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Violetta
Personagens Angeles "Angie" Saramego, Diego, Federico, Francesca Cauviglia, Germán Castillo, León Vargas, Ludmila Ferro, Violetta Castillo
Exibições 20
Palavras 543
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capítulo um.


-Você está linda-Meu pai me repetia isso pela talvez quarta vez

-O senhor já disse-Suspirei-Por que Francesca não está fazendo isso? Ela é a mais velha

-Sua irmã é comprometida com Diego,filha.Ela se apaixonou por ele,no final as coisas não saíram tão ruins.

-E por que ela não se casa primeiro?Eu tenho dezessete anos!

-A gente já conversou sobre isso,Violetta! É necessário, e ponto final! - É claro que ele quase gritou.- León é um homem bom pra você,te fará feliz.

-E como você sabe que ele é bom pra mim?Você não sabe de nada sobre mim,se soubesse não faria isso comigo.

- É melhor descermos,Violetta

***

Assim que desci fiz questão de procurar uma taça de vinho.Quanto tempo eu ainda tenho pra me embebedar e acabar com esse "casamento"?

Nenhum.

-Se comporte.-Meu pai susurra em meu ouvido,assim que os Vargas atravessam a porta.

Quantos anos ele acha que eu tenho?Quatro?

Leonard é bonito.Porém não mudava nada na minha opinião.

-Carlos e eu resolveremos algumas no meu escritório.Vamos deixá-los à sós.

***

Exatos quinze minutos que meu pai se trancafiou naquela sala e eu nunca estive tão desconfortável.

Leonard digitava atentamente em seu celular.Será que falava com alguma amante?

-Por que você aceitou esse acordo? -Perguntei a ele,revirando os olhos.

-Eu não aceitei.

-E por que está aqui?Você é de maior.

-Porque fui obrigado,querida.Acha que me agrada isso?Me casar com uma menina de quinze anos?-Ele continuava ao celular

-Não sou sua querida,Leonard.E eu não tenho quinze anos-Revirei os olhos.Ele era sempre assim?-Tenho dezessete.

-Não muda muito pra mim,querida.-Ele sorriu debochado- Tenho vinte e quatro anos,meus planos nunca foram me casar com uma adolescente.

Revirei os olhos.Odiava que me chamassem assim.

-Você poderia por favor prestar atenção enquanto eu falo,querido?

Ele suspira e guarda o celular em um bolso de seu terno.E me olha,seu olhar era intenso.

-O que está fazendo,León?

-Te olhando.Não era o que queria?

Reviro os olhos.

-Ok.Você não poderia,acabar com esse noivado sem lógica?

-Querida,se eu pudesse já teria acabado tudo.Mas nem tudo é como a gente quer, então se comporte.-Piscou pra mim.Meu Deus,ele piscou pra mim?

-Olha aqui lindinho, quantos anos você acha que eu tenho?

-Não sei,e nem quero saber-Voltou ao celular-Não tem nenhum namoradinho pra conversar?-Riu,sarcástico

-Eu tinha,até você chegar. E se quer que isso de certo,espero que não tenha nenhuma amante,não faço questão de ser corna.E não importa se é um casamento real ou não.Estamos entendidos?

-Querida,você acha que eu mancharia meu nome por uma prostituta qualquer?

-Já disse que não sou sua querida.Idiota.-O idiota eu susurrei,é claro.

-Eu escutei.

-Que bom.

-Se deram bem?-Meu pai finalmente saiu daquele escritório junto ao meu futuro sogrinho.

-Muito bem,combinamos de sair amanhã.Não é mesmo,Leonard? - O que eu estava fazendo?

Ele me olhou confuso,mas continuou com a mentira.

-Ah,é claro.Vou levá-la ao melhor restaurante da cidade. - Ele sorriu

O sorriso era bonito.Mas continuava sendo um babaca.

-Ótimo - O sogrinho finalmente falou-Eu já vou indo.Você vai ou fica,Leonard?

Por que o pai não o chamava pelo apelido?

-Hum...Vou ficar mais um tempo.Violetta e eu precisamos conversar.-Me olhou sério e quase que me fuzilando com os olhos.Que merda eu fiz?

***

-O que foi aquilo lá dentro?Sair comigo?- Segurou em minha cintura,me levando pra perto da piscina.Que mãos,hein?

-Só fiz o que meu pai esperava, Leonard.

Ele revirou os olhos,frustrado.

-Não vou sair com você.

-Passo ao meio dia na sua empresa.-Dei um selinho nele.Os lábios dele são macios.E gostosos.-Maridinho.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...