História Complicated Girl - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack & Jack, Magcon, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Christian Collins, Crawford Collins, Hayes Grier, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Personagens Originais, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Exibições 543
Palavras 1.286
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 30 - Star and Shawn together ?!


Pamela: BOM DIA ! - gritou me fazendo acordar assustada
eu: vai gritar com a sua mãe - falei brava enquanto ela ria
Pâmela: que mal humor - disse abrindo a porta da varanda - estamos no Hawaii ! - olhei a para a praia vendo um monte de pessoas andando pelas ruas.
eu: Hawaii ! - falei animada e me levantei, andei até o banheiro, abrindo o chuveiro, tomando banho, me vesti, saindo do quarto, fui descer as escadas mas uma voz me impediu
Nash: acorda o Shawn
eu: tudo eu - bufei andando até o fim do corredor parando em frente à porta, abri a porta estava tudo escuro, apenas um abajur ligado, andei até a cama, vendo alguém do lado dele... espera ! é a Star ! Shawn tá rápido em. - ACORDA ! - gritei os fazendo acordar assustados, isso é pela revanche da Pâmela.
Star: que merda, Helena
Shawn: sempre tão delicada - falou irônico
eu: eu nem vou perguntar o que vocês fazem juntos - a noite foi boa
Star: nao é isso que voce ta pensando !
eu: eu não pensei em nada, mas o Shawny pensou - sorri maliciosa
Shawn: cala a boca, Helena - disse jogando um travesseiro em mim
eu: que grosso - falei desviando - Nash mandou chamar vocês
Shawn: já estamos indo
eu: okay, e sem segundo round - falei saindo correndo do quarto antes que um dos dois me matassem, desci as escadas vendo todos.
Jack G: a gente já pode ir ?
eu: não - falei parando do lado de Taylor - Shawn e Star estão se arrumando
Matthew: Shawn e Star juntos ?
Carter: você vai deixar Cam ? - falou zoando ele
Cameron: a gente não tem nada - disse sem ligar
Nash: você ta bem apaixonado por ela, bro - disse ironico
Taylor: isso mesmo, não pode se apegar - falou me abraçando
eu: não siga o exemplo do Taylor, ele se apegou faz tempo
Taylor: por quem ?
Jack J: pela Anne, já não é segredo,querido amigo - disse batendo nos ombros dele
Star: pronto - disse descendo as escadas e Shawn logo atrás
Aaron: vamos - disse saindo de casa
(...)
Anne: Caniff ! não dá pé - disse morrendo de medo
Taylor: lógico que dá
eu: ninguém mandou nascer anã
Anne: falou a gigante
eu: bem maior que você - revirei os olhos mergulhando enquanto Taylor segurava Anne, voltei para superfície parando do lado de Laura.
Laura: aqueles meninos não param de olhar - disse para mim
eu: que meninos ?
Laura: aqueles - olhei para a direção que ela estava olhando, vi 3 meninos sentados na areia com pranchas fincadas na areia nos observando.
eu: sera que são daqui ?
Laura: acho que sim, tem cara de Surfista - falou para mim, fazendo Hayes perceber os olhares dos meninos, ele nadou até atrás de Laura a abraçando por trás - o que está fazendo ?
Hayes: eles estão te olhando.
Laura: e daí ?
Hayes: eles não podem te olhar - disse autoritário - você é minha - ela começou a rir alto
Laura: nunca, querido - se soltou dele nadando até a direção dos meninos
Hayes: o que ela vai fazer ?
Aaron: falar com eles - vi Laura chegar perto dos meninos e se sentar do lado deles.
Nash: vishi, perdeu, bro - riu dando tapinhas na costa dele
Hayes: não acredito nisso - falou com as mandíbulas travadas.
eu: aprenda uma coisa: nos não somos de vocês e nem de ninguém.
Star: mas e o Chris ?
eu: não quero falar sobre isso - falei seria, ele nunca mais falou comigo, ele teve seus motivos - olha - apontei pra cima mostrando uma precipício - vamos ir lá ?
Shawn: ficou louca ?
Pâmela: ela é desde quando nasceu
Nash: eu duvido você e Dallas pular de lá - okay, o negócio deve ter uns 6 metros.
Cameron: eu vou - bom, eu já pulei para a varanda do vizinho em um prédio de 30 metros.
eu: tudo bem - falei nadando até a areia e Dallas veio do meu lado, começamos a subir as pedras, Cameron me deu a mão ajudando eu subir, as pedras estavam escorregadias, chegamos ao topo.
Eu: que lugar maravilhoso - falei boba observando a paisagem, dava para ver o mar infinito e os meninas e meninos nos olhando lá de baixo.
Cameron: pronta ? - me estendeu a mão, olhei para baixo vendo a altura
eu: pronta - sorri dando a mão para ele, saimos correndo e pulando de mãos dadas, senti o frio na barriga como se tivesse borboletas presa nela, até que minha pele entra em contato com a água fria,nadei até a superfície tirando os cabelos do meu olho, oa abri vendo Dallas sorrindo na minha frente
Cameron: isso foi louco
eu: demais - sorri
Cameron: vamos ver quem chega até eles
eu: e qual é o prêmio ?
Cameron: se você ganhar pode me pedir qualquer coisa que eu faço é se eu ganhar eu peço
eu: okay - assim que falei ele mergulhou, mergulhei atrás dele nadando até chegar neles,voltei a superfície vendo Dallas sorrir vitorioso pra mim - droga !
Cameron: depois quero meu prêmio - senti que eu me Ferrei
eu: tudo bem - bufei - cadê a Pamela e o Nash ?
Pâmela on
eu: tem certeza que a gente tá no caminho certo ?
Nash: claro
eu: serio mesmo ? - levantei a sombrancelha
Nash: não - sorriu amarelo passando a mão no pescoço
eu: eu só querida um sorvete, Nashy
Nash: calma - parou olhando as ruas - eu acho que é ali - apontou para uma rua
eu: já estamos perdidos mesmo - atravessamos a rua virando na rua, vi a orveteria. - ainda bem
Nash: eu sou inteligente
eu: agora me fala como vamos voltar ?
Nash: uma coisa de cada vez, Pamdora - entramos na sorveteria, me sentei na mesa e Nash na minha frente
Garçonete: o que vão querer ?
eu: um sorvete de cereja
Nash: flocos
Garçonete: já trago - terminou de anotar no bloco saindo, escutei um barulho de mensagem, Nash pegou o celular vendo a mensagem e guardando.
eu: não vai responder ?
Nash: não, é só a Paris
eu: uau, você deixando de responder ela ? - olhei surpresa
Nash: eu tô com você agora - a intenção era ser fofo ? porque ele conseguiu .
eu: sou tão importante assim - sorri
Nash: talvez - vi a garçonete trazer nossos sorvetes - hey, eu não sei nada de você
eu: não tem nada de impressionante sobre mim - falei pegando um pedaço do sorvete
Nash: eu nao sei nem seu nome inteiro
eu: meu nome é Pâmela Trindade, sou brasileira, meus pais são separados vim com a minha mãe e minha irmã para Londres quando tinha 5 anos, amo música e artes, meu sonho é ser atriz e é só
Nash: você é Brasileira ? - me olhou surpreso
eu: sim, de São Paulo
Nash: eu já fui algumas vezes pra lá, é lindo - sorriu - você poderia me mostrar algum dia
eu: quando quiser - sorri
Nash: tem um pouco de sorvete no canta da sua boca
eu: serio ? - falei procurando um pano
Nash: eu limpo - ele pegou um pano se inclinando na mesa, limpando, ele parou e ficou me olhando senti minhas bochechas corarem , vi seu rosto se aproximando, senti nossa respiração se juntarem e o lábio dele tocar no meu, nossas línguas se entrelaçaram, essa pode ser a coisa mais clichê que vou falar, mas senti como se tivesse borboletas na minha barrigas, as famosas e temidas borboletas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...