História Complicated Loves - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Escola, Romance
Exibições 8
Palavras 654
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


VOCÊÊÊ ASSISTINDO TRETA NEWS, ENTÃO VAMOS DIRETOOO PRAS NOTÍCIAAAAS
Bell e Camz quase se matam nesse cap
{P.O.V. Lu}
(MODO SANS)
Está um belo dia lá fora,
pássaros cantando,
flores desabrochando,
em dias como esses,
leitores(as) como você,
D E V E R I A E S T A R L E N D O
(MODO SANS DESATIVADO)

Capítulo 34 - Cadela e vadia



~Joey~


Desliguei o carro, desci e abri a porta para Bell. 'Cavalheirismo demais..?'. Ela desceu e sorriu, 'Deu certo'. Quando toquei a maçaneta gelada, ouvimos, vindo da outra casa, barulhos de talheres. 
-Será que a Camz tá tentando matar a Carol?-Bell perguntou.
A encarei irritado, cruzando os braços em seguida.
-Não exagere-digo.
-Aha! Você ainda gosta dela!-Bell disse.
-Posso até gostar dela ainda, mas só amo você-digo e a beijei.
Ficou um silêncio, e escutamos um chega, nos separamos e peguei a faca do meu bolso. Bell assustou-se um pouco e me acompanhou até a porta da outra casa, abri a porta lentamente e vi uma garota de cabelos pretos, meio transparente, pele clara, alta. Ela olhava para Carol fixamente.
-Oi novamente, mamãe-a garota disse, ainda concentrada em Carol.
Carol me viu e desviou o olhar rapidamente. 'Vou ter que matar mais uma garota. YES!'. Me aproximei cautelosamente, levantei a faca na parte que localizava-se seus pulmões e...
-"Ara ara, hora de brincar com as bonecas"-uma voz masculina. Essa voz que eu conhecia muito bem a quem pertencia. Nickolas.
-Olha só quem está aqui-a garota virou-se e olhou para mim, seus olhos eram azuis. Ela levantou-me pelo colarinho da camisa-Titio Joey Days, prazer em revê-lo, sou eu, Alisson-me soltou.
-Olha lá, meu pai-Nick disse, ele estava no canto da sala, e olhava para a porta, Mike estava lá-Oi pai, oi mãe.
-N-Nick?-Luna apareceu, atrás de Mike, sua voz estava chorosa-Aí meu Deus-ela correu até ele e o abraçou.
-Saudades?-Nick perguntou. Ela assentiu, Luna estava chorando.
-E vai começar-Mike falou, e revirou seus olhos.
-E aí, pai, quer lutar?-Nick perguntou, ainda abraçado em Luna.
-Nick, não foi para isso que viemos-Alisson disse-Vamos leva-las logo.
-Desculpe-me mas, levar quem?-Camz perguntou.
-Elas-Alisson pegou o braço de Carol, e se teletransportou ao lado de Nick-Adeus-desapareceram.
-AÍ. MEU. ASGORE-Bell gritou pausadamente.
-ONDE LEVARAM ELAS?! AÍ DEUS!-Camz gritou.
-PARA ONDE É QUE LEVARAM A MINHA LUNA!-Michael gritou, irritado.
'Agora dou valor ao rapaz, ele realmente se importa com minha irmã'.
-SENHOR JOEY DAYS, ME DIGA, POR QUÊ DIABOS VOCÊ CARREGA UMA FACA CONSIGO?!-Bell gritou.
-Ele não te contou? É, Joey realmente não confia em você-Camz disse.
-Não contou o quê? Por quê isso importaria para você? Sabe, te acho muito estranha, incrível que uma cadela de rua dessas se interesse pelo gato do MEU namorado-Bell disse.
-Uou-Mike e eu dissemos juntos.
-Cadela de rua? Esse era o nome de solteira da sua mãe, Bella-Camz respondeu-Uma mulher que se encontra em qualquer esquina, louca para dar o cu para qualquer homem. Eu já sou uma mulher que é difícil se encontrar, que só vai fazer isso com o cara e na hora certa.
-Uoou-repetimos.
-O que você sabe sobre a minha mãe? Que aliás é sua tia, e que a qualquer segundo posso mandar uma mensagem para ela que pode destruir a sua vida?-Bell respondeu.
-Como se você cumprisse sua palavra, imagina que dó do Joey, um dia vocês se casam, no outro a Bell já está lá na esquina rodando a bolsinha-Camz.
-Desculpe, mas sou EU que vai casar com o Joey, e não você, quem roda bolsinha na esquina é a Camz-Bell.
-Desculpe-me se não sabia que estava surda, mas eu disse BELL e não CAMZ. Se eu tivesse dito CAMZ, eu não estaria na esquina rodando a bolsinha, estaria é transando com o Joey-Camz disse.
Fiquei corado, e imaginando a cena de nós dois....... Nós dois transando. E foi um pouco excitante. 'PUTA QUE PARIU, A CAMZ LÊ MENTES! FUDEU!'.


~Camz~


-Desculpe-me se não sabia que estava surda, mas eu disse BELL e não CAMZ. Se eu tivesse dito CAMZ, eu não estaria na esquina rodando a bolsinha, estaria é transando com o Joey-digo.
Joey também havia corado, hora perfeita para ler sua mente. 'MENTIRA QUE ELE ESTÁ IMAGINANDO A CENA! Delícia de cena em...'. Corei com os dois pensamentos. 'Awn que fofo, acabou excitado.... Se ferrou Bell...'.
 
 


Notas Finais


~Le desvia da Bell com a katana~
-Sorry Bell...
Bell: Agora é guerra! O JOEY É MEU!
Camz: É MEU!
Vish, fudeu
Um beijo, um abraço e até o próximo cap


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...