História Compromisso selado - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha, Inuyasha Kanketsu-hen
Visualizações 179
Palavras 1.961
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ola li dos 😂😳😊😀, estou trazendo o ultimo capitulo da fic lindos, isso mesmo o ultimo capitulo, mas porque? É porque eu ando tendo muitas ideias para novas fic, e se eu nao terminar as que eu comecei, sempre vai ficar sem final, e seria um descaso com vcs lindos.
Eu gostaria de agradecer a todoa os leitores, os que comentaram, os que favoritaram e ate os fantasminhas kkkk^kkkk, muito obg pessoal com o carinho que vcs tiveram com a fic lindos, agradeço imensamente e que Deus abençoe todoa vcs, muito obg pelo ❤
Espero que gostem do capitulo, por gabor se gostarem comentem para eu saber, amo ler todoa os comentarios de vcs.
Bjss a todos, boa leitura, fiquem com Deus

Capítulo 16 - Fim........



Assim que naraku saiu da vila, todos ficaram boquiabertos com o que viram. O patife conseguiu enganar até inuyasha. Sesshoumaru, no entanto, foi embora não dando a ninguem nenhuma explicação de como soube que a falsa kikyou era na verdade o vilão da historia. O daiyoukai rapidamente foi visitar kagome, ele estava com um semblante preocupado. Ele não era aquela pessoa que costumava visitar duas vezes alguem no mesmo dia, mas a morena foi privilegiada no momento.
Sesshoumaru: kagome....( já estava dentro do quarto)...... Eu quero que você peça aquela velha senhora da vila que faça uma proteçao contra youkais nesse vilarejo.
Kagome: como? Mas porque?
Sesshoumaru: naraku voltou......
Kagome: o que? ( arregalou os olhos e imediatamente se sentou na cama) o que você está dizendo sesshoumaru?
Sesshoumaru: eu não sei como, mas......... eu só quero que se proteja e fique em segurança.
Kagome: sim, claro, se você está me dizendo isso é porque tem alguma desconfiança em mente......... Eu já......ja ate te conheço ( abaixou a cabeça com as bochechas vermelhas)
Mas o rapaz não disse nada, apenas se virou, pulou a janela e saiu do quarto. Kagome tambem já supunha que ele ia fazer isso, era tipico dele, por isso sorriu e voltou a se deitar. Sua intenção era conversar no outro dia com kaede, pois já estava quase noite e como estava fraca, certamente seria alguma isca facil para os outros youkais.
........................
No entanto, quando foi de madrugada, kagome sentiu seu pescoço ser picado por algo, mas como estava muito sonolenta, não se importou. Mas com o passar do tempo, foi sentindo uma dor imensa no local e quando acordou, viu que tinha uma ferida enorme no pescoço.
Kagome: o que é isso? Como isso foi acontecer comigo? ( falava em frente ao espelho do quarto)
Kagome: eu estou me sentindo tão tonta, que vontade de vomitar........( foi rapidamente para o banheiro. Sentiu seu ventre mexer)
Com certa dificuldade, saiu do quarto e gritou pela curandeira que viesse a ajudar.alguns minutos depois, a curandeira veio.
Curandeira: você está gravida kagome.....( deu a noticia depois de examina_la)
Kagome: eu não posso estar gravida, eu nunca me deitei com homem nenhum. ( assustada)
Curandeira: certamente que não. A ferida no pescoço, seu ventre mexendo do nada........ Você foi vitima de uma magia do mal.
Kagome: como assim?
Curandeira: esta magia é utilizada por muitos youkais que voltam sem alma a pertencer ao nosso mundo. Eles implantam uma substancia em Alguma humana para que elas gestem o proprio youkai em questão a fim de que este volte a vida. É uma gravidez que evolui em dias, por isso o seu ventre está um pouco avantajado.
Kagome: eu não posso acreditar que isso tenha acontecido comigo. Como pode ser? ( começou a chorar)
Curandeira: o único jeito de impedir que essa gravidez se prolongue é matar o youkai que implantou essa substancia em você.
Kagome: mas o que vai acontecer com o meu bebê?
Curandeira: ele vai desaparecer junto com o youkai, uma vez que esta é a única maneira de impedir o nascimento dessa criança.
Kagome: não, eu não quero que nada aconteça com o meu bebê, nada mesmo.....( disse, abraçando a barriga).
Curandeira: o sentimento materno que sente agora é uma ilusão, e tende a aumentar conforme passe os dias. É uma proteção para o proprio feto, em dias você vai estar disposta a dar a sua vida por ele.
Kagome: entao o que eu devo fazer?
Curandeira: você deve ficar trancada em algum lugar. Acredito que aquele youkai que vem te visitar todoa ao dias pode se dispor a matar quem implantou essa substancia em você, estou correta?
Kagome: sim, mas eu não quero perder o meu bebê, não quero......( começou a chorar de novo)
Curandeira: a substancia já esta agindo, é melhor eu selar este quarto para que você não saia dele.......( disse isso, se levantou e foi embora)
................................
Quando o dia amanheceu, assim que apareceu na vila, sesshoumaru foi avisado. Ele ficou furioso, queria a todo custo ir atras de naraku. Nem ele mesmo sabia o porque de tanta fúria. Quando o rapaz passou pela janela para ver a morena, ela estava desesperada batendo na porta, dizendo que queria sair, que ninguem ia matar o filho dela. Quando olhou para a janela e viu sesshoumaru, correu ate a janela de vidro, mas ela estava fechada e selada.
Kagome: sesshoumaru, por favor, salve o meu filho.....( gritava desesperada, batendo no vidro, o que deixou o daiyoukai mais furioso ainda. Naquele momento ele entendeu de onde vinha tanto odio : por terem envolvido kagome no meio)
Sesshoumaru: eu mato esse patife.......( disse e saiu voando)
.......................
No mesmo dia, sesshoumaru encontrou naraku. Ele estava escondido em um monte, semelhante ao que o perverso escondeu antes de te_lo matado. 
Naraku: como conseguiu me encontrar aqui senhor sesshoumaru? ( assustado)
Sesshoumaru: você é lixo, não deve ter nem mesmo a honra de minhas palavras......( foi para cima dele com sua espada, mas naraku se desviou)
Naraku:  que vergonha, agora entendi, aquela moça de toca profundamente, por isso você está tão enfurecido. 
Sesshoumaru: cale a boca......( lhe atacou outra vez, mas naraku se desviou de novo)
Naraku: que irmão você é hein senhor sesshoumaru, roubando a namorada do proprio irmao, e ainda se tratando de uma humana......... A que nivel você se rebaixou. 
Sem dizer mais nada, o daiyoukai continuou atacando, mas não obtinha exito.
Naraku: você é um tolo, poderia se juntar a mim e esquecer essa humana....juntos formariamos um Império. E
Sesshoumaru: eu não me uno a lixo.......chega de conversa, lhe dou o golpe final.......( com muita furia, o rapaz colocou sua espada no chão e liberou o poder maximo da bakusaiga, não deixando nem rastros de naraku.)
Naquele instante, o feto no ventre de kagome desapareceu e ela voltou a sanidade normal. Quando sesshoumaru chegou na vila, a morena , sem nenhum medo, foi correndo o abraçar. Ele ficou assustado, não tinha noção de que isso fosse lhe suceder, ms no fim ficou aliviado por ver que ela estava a salvo.
Kagome: obrigada sesshoumaru, muito o obrigada.
Sesshoumaru: naraku está morto , agora você pode viver em paz.
Kagome: eu quero viver com você, eu quero me casar com você.
Sesshoumaru: se é isso que você quer........então nos casaremos em breve. ( a morena sorriu ainda abraçada com o rapaz)
Kagome: agora sesshoumaru, eu não entendi o porque o naraku tentou me matar se ele pretendia me usar para retornat a este mundo.
Sesshoumaru: a intenção dele não era especificamente você, ele queria a todo custo voltar a este mundo. Primeiro ele tentou se infiltrar na vila se passando por aquela sacerdotisa, a intençao dele era possuir a joia de quatro almas outra vez, mas o plano não deu certo. Entao ele partiu para o segundo e que por azar dele incluía você.
Kagome: ainda bem que tudo se resolveu............agora eu acho que eu posso dizer...( o olhou nos olhos) eu te amo sesshoumaru.......eu te amo....( fechou os olhos, aproximou seu rosto do dele e o beijou)
O rapaz ficou sem ação, mas por fim acabou se rendendo aos sentimentos da moça e retribuindo o beijo também. Mas bem na hora que estavam se beijando, inuyasha e os outros chegam na vila.
Inuyasha: o que significa isso kagome? Sesshoumaru, seu idiota, você me paga......( sacou sua espada e já ia ir para cima do irmão quando miroku o segurou no ombro)
Miroku: você não tem honra nenhuma inuyasha de condena_los, principalmente depois do que fez com a senhorita kagome.
Inuyasha: eu estava enfeitiçado pelo naraku, por mim mesmo eu jamais faria isso.
Miroku: mesmo que isso seja verdade, se você ama mesma a senhorita kagome, deixe ela viver feliz.........
Sesshoumaru: escute o seu amigo, fedelho ou eu não responderei por mim ( pegou no cabo de sua espada)
Kagome: não sesshoumaru.....( colocou a mão em cima da dele)..... Não faça isso, o inuyasha está fora de si e eu ainda o considero como um grande amigo meu.......nao quero que fira ele, mesmo o inuyasha tendo tentado me ferir, se foi por estar enfeitiçado ou não, eu o perdoo......... Vamos acabar com essas brigas, eu escolhi viver com você.
Sesshoumaru: então que assim seja, mas você não volta mais com eles.
Kagome: não há porque ter medo, eu vou voltar com eles e assim que casarmos, eu vou com você.
O daiyoukai balançou a cabeça e contrariado, saiu dali voando.
Kaede: vamos kagome, vamos voltar, você sempre vai ser bem vinda em nosso vilarejo.
Kagome: muito obrigada senhora kaede....( falou indo para perto deles)
Inuyasha: é.......é....kagome....( envergonhado)
Kagome: não se preocupe inuyasha, eu já esqueci de tudo o que aconteceu.....( deu a mao para ele) perdoar é o que fazem os grandes amigos, não é?
O hanyou abaixou a cabeça e a balançou positivamente.
Kagome: então agora, levante a cabeça e volte a ser aquele moleque que você era antes.......( sorriu para ele).......tudo vai dar certo.
Inuyasha: obrigado kago.....me, obrigado.
.................................
Depois de voltar para o vilarejo, Todos começaram a questionar kagome como que tão rapido ela tinha se livrado do naraku, nem ela mesmo sabia responder, o que só soube dizer foi que sesshoumaru havia ficado fora de si quando a viu. Talvez isso tivesse lhe dado forças para vencer, disse ela sorrindo e assim passou o restante da semana, feliz e contente. Sesshoumaru vinha lhe visitar todos os dias, só por esse gesto dava para perceber o quanto o daiyoukai a amava. Rin se sentia um pouco solitaria, mas sesshoumaru nunca deixava de lhe trazer presentes. Eles conversaram sobre o que aconteceu, ela entendeu que o rapaz apenas a amava como uma irmã, mas queria tambem casar e ter seus filhos. Mas sempre há uma boa coisa para acontecer no caminho de quem é bom, lhe disse Kagome, era só aguardar.
Os dias foram se passando e logo chegou o dia do tão esperado casamento do daiyoukai com a morena. Ela estava linda, parecia uma princesa, mas o que mais chamava a atenção era o brilho de seu olhar. Inuyasha chegou a dizer que reluzia a mesma luz das estrelas. Ele estava triste, mas de alguma maneira kagome sabia que tal tristeza não era totalmente por sua causa.
Foi em uma felicidade extrema que a morena disse sim no altar e foi tentando esconder seu contentamento que sesshoumaru tambem retribuiu igualmente com uma resposta afirmativa.
Kaede: agora vos declaro marido e mulher, o noivo pode beijar a noiva.......
Foi com um beijo apaixonado que o casal selou aquele fim de tarde. E como kagome havia falado para rin, ela se encontrou com kohaku, foi amor a primeira vista. Naquele momento, quando seu coração acelerou, rin entendeu que realmente so sentiu um afeto fraternal por sesshoumaru. Inuyasha não ficou para traz, porque kagome pediu a senhora kaede para trazer de volta  kikyou com a mesma magia que a reviveu um dia e isso aconteceu.
Na hora da partida foi um tanto triste, kagome se despediu de todos e o mais dificil foi se despedir de shippo, mas mal sabia ela que o pequeno estava planejando se esconder em uma de suas malas.........
...............................
ALGUNS ANOS DEPOIS
........não pai, não faça isso, eu ainda não estou pronto para receber um poder desses....._ dizia o hanyou de 10 anos, apavorado, tentando se esquivar dos ataques de espada de seu pai.
.......eu não criei uma mulherzinha, aprenda a ser homem......( enfiou a espada no chão e quando ia liberar o poder maximo, shippo aparece correndo)
 Shippo: senhor sesshoumaru, senhor sesshoumaru......
Sesshoumaru: o que foi? ( guarda a espada)
 Shippo: sua filha acaba de nascer, elas são meninas.......
Sesshoumaru: elas são meninas?.( assustado)
 Shipoo: sim senhor, eram trigêmeas...........
                                  .                FIM


Notas Finais


O cap ficou enorme ne kkkkkk sorry lindos, espero que tenham gostado, bjss 😂😳😊😀


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...